6 de maio de 2009

Prefeito diz que seu trabalho é "uma missão"

O prefeito interino de Tangará da Serra, José Pereira Filho (PT), permanece ativo como professor da Universidade do Estado de Mato Grosso – Unemat, campus universitário local.

Imagino como esteja sendo pesado conduzir todo esse fardo pelo nobre prefeito.

Mas como ele mesmo diz: "Isso é uma missão".

Que seja algo mais que uma missão nobre prefeito. Que seu fuuro político seja grandioso.

Seu nome espelha como de um cidadão de uma índole inquestionável. E certamente isso conta muito em todos os ângulos da vida.

Isso, além de ser um grande intelectual.

Sendo professor também, não poderia deixar de manifestar esse meu pensamento a seu respeito.

E te desejar boa sorte em sua carreira política!

Estabilidade no emprego

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, por 339 votos e 2 abstenções, o Projeto de Lei Complementar 59/99, da ex-deputada Nair Xavier Lobo, que estende o direito de estabilidade no emprego, garantido pela Constituição, a quem obtiver a guarda da criança se a mãe morrer nos meses seguintes ao parto.

A matéria, na forma do substitutivo da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ), deve ser votada ainda pelo Senado.

Na avaliação da deputada Luiza Erundina (PSB/SP), a aprovação desta matéria representa um reconhecimento da importância da maternidade e da garantia do emprego para quem obter a guarda da criança.

Novo endereço: www.diariodetangara.com

Alô amigo (a) a partir de hoje, o endereço eletrônico desta página mudou para http://www.diariodetangara.com/

Mais fácil para você e seus amigos acessarem.

O editor

O PR de Tangará da Serra

O PR de Tangará da Serra poderá sofrer um grande racha. Alguns eventos estão concorrendo para isso. Aguardemos só mais uns dias.

Reforma política de volta

Sempre que acontece um escândalo envolvendo o Congresso, há uma tentativa de mudar o foco do assunto e deve ser por isso que os parlamentares recomeçam esta semana o debate em torno da reforma política.

Desenvolvimento social

O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) definiu a nova data para gestores municipais enviarem o Plano de Ação 2009 - com as metas de investimentos e atendimentos na área socioassistencial: é 25 de maio. O documento é condição prévia para que recursos do Fundo Nacional de Assistência Social sejam repassados aos fundos estaduais, municipais e do DF. O prazo, que havia se encerrado em 19 de abril, foi prorrogado devido a problemas operacionais.

Jaconias: novamente no "meio do povão"

Fora do Poder, o vice-prefeito cassado de Tangará da Serra, José Jaconias da Silva (PT), assistia hoje de manhã,como qualquer cidadão comum, a uma partida de futsal no Módulo esportivo da cidade. Nem sentado esteve, por falta de espaço. Como o poder pode ser tão ingrato assim! É isso que chamo de “roda da vida”.

O jeito de ser do PT

Convenhamos que existe o jeito de ser do PT. Antes que se chegue à escolha oficial de Dilma Rousseff como a candidata do PT à sucessão do presidente Lula da Silva o jeito petista de ser ainda vai observar a exigência de vários eventos no calendário. Muita água ainda vai correr por debaixo da ponte.

Lula terá que renomear afilhados políticos

O PMDB está exigindo do governo Lula que os seus afilhados que ocupavam diretorias na Infraero e que foram demitidos sejam renomeados. É nisso que dá falta de espírito público. Pelo que se sabe, as modificações introduzidas na direção da Infraero têm o objetivo de impor um maior e melhor ritmo de profissionalismo às suas ações.

Em Tangará da Serra: postos de saúde agora se chamam Postos da Doença

Pode-se chamar de posto de saúde esses locais indicados para termos atendimentos das pessoas acometidas de qualquer problema e quando estas chegam às suas dependências verificam que neles não há medicamentos nem médicos? Desse modo eles muito bem poderiam se chamar de Postos da Doença e não postos de saúde.

Trânsito tangaraense está de "pior a pior"

Enquanto aguardamos a entrada em vigor das mudanças no trânsito tangaraense, em quem tanto deposito minhas esperanças, percorrer as ruas desta cidade de Tangará da Serra dirigindo carros nos últimos dias está se tornando um exercício de paciência sem igual, pois esse mesmo trânsito está como a cantiga da perua. É de pior a pior, é de pior a pior.

Sociedade tangaraense em prejuízo por causa da buraqueira

Não há quem possa de sã consciência fazer um cálculo que nos mostre o tamanho do prejuízo que a sociedade tangaraense está tendo com tantos buracos nas ruas da cidade.

Para nos restringir apenas ao caso dos veículos automotores, há quem ache que já se aproxima de 15 por cento o quantitativo de veículos levados às oficinas mecânicas apresentando problemas nos seus amortecedores e nas suas suspensões.

Claro que a derivação para outros ângulos também é factível que esteja acontecendo.

Começo a pensar se não seria o caso do Ministério Público entrar na questão em favor dos moradores de nossa urbe amada.

A quem interessar possa

"Quanto mais se reza, mais assombração aparece"

Cadastro nacional de adolescentes em conflito com a Lei

A criação de um cadastro eletrônico com informações sobre o histórico de adolescentes em conflito com lei pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) será um dos temas em debate no primeiro encontro do Fórum Nacional da Infância e da Juventude, que acontecerá hoje em Brasília.

No encontro, vão participar juízes das Varas da Infância e Juventude ou com processos relativos a crianças e adolescentes em situação irregular ou em conflito com a lei.

Os magistrados vão apresentar medidas de proteção e projetos relacionados à reinserção social dos menores e propor soluções para reinserção social dos menores em conflito com a lei.

O Cadastro Nacional de Adolescentes em Conflito com a Lei deverá reunir dados sobre adolescentes que cumprem medidas sócio-educativas ou de internação, que poderão ser acessados pelos juízes por meio da internet, mediante cadastro prévio.

A ferramenta vai facilitar o trabalho de magistrados que tratam do tema, dando maior eficiência e celeridade à prestação jurisdicional na área da infância e da juventude.

Novo endereço: www.diariodetangara.com

Alô amigo (a) a partir de hoje, o endereço eletrônico desta página mudou para http://www.diariodetangara.com

Mais fácil para você e seus amigos acessarem.

O editor

Prefeito interino vai mexer nos cargos de confiança

Encontrei na manhã desta quarta-feira (06), no módulo esportivo da cidade, o prefeito de Tangará da Serra, José Pereira Filho (PT).

Eu estava no módulo esportivo assistindo a uma partida de futsal de alunos das escolas "13 de Maio" e IPES. E minutos após, ele chegou para também prestigiar aquela final.

Ficamos sentados lado a lado. Momento em que tivemos a oportunidade de conversar sobre alguns assuntos da área política e de sua administração.

Pereira informou que o prefeito cassado Júlio César Ladeia entrará com um 'agravo de instrumento' no Superior Tribunal Eleitoral, buscando daquel Poder, permissão para voltar e permanecer no cargo até que o processo que corre contra ele seja julgado na esfera estadual.

Disse-me ainda que aguardará mais uns dias para fazer as alterações necessárias em sua equipe de trabalho. Ou seja, alguns cargos de estrita confiança terão novos ocupantes, possivelmente ainda neste mês.

O prefeito não adiantou onde pretende mexer. Mas é certo que, as mudanças ocorrerão nos cargos de primeiro e segundo escalões.

Ele fará isso pelo fato de ser, por determinação da Justiça, a pessoa que responderá no futuro por todos os feitos atuais da prefeitura municipal.

Situação que imagino ser de grande coerência para quem chefia uma prefeitura do porte de Tangará da Serra.

José Pereira chegou ao módulo espotivo acompanhado do ex-vice-prefeito José Jaconias da Silva.

TRE nega liminar a Ladeia e Zé Pequeno fica na interinidade por tempo indeterminado

O Tribunal Regional Eleitoral indeferiu a liminar pleiteada pelo prefeito cassado de Tangará da Serra Júlio César Ladeia (PR), contra a decisão que o fez perder o mandato, protocolada pela adversária nas urnas, Azenate Fernandes (PMDB).

Dessa formsa, ele continua cassado e não pode voltar ao cargo.Conforme o juiz-relator do processo José Zuquim Nogueira, "não há qualquer prova de que o eventual direito afirmado (probabilidade do provimento do recurso) deixará de existir caso seja negado o efeito suspensivo almejado na cautelar.

O que se tem na espécie é mera alegação da necessidade de se continuar na chefia da administração pública municipal".A Justiça Eleitoral fará nova eleição em Tangará da Serra, pois Ladeia obteve 18.068, o equivalente a 73,5% dos votos válidos. A segunda colocada, Azenate Fernandes, recebeu somente 6.482 votos.

A Legislação Eleitoral prevê nova eleição caso o prefeito cassado receba 50% dos votos, mais um. Ladeia ainda é réu em duas ações criminais em tramitação no Tribunal de Justiça. Com a cassação, assume a prefeitura provisoriamente o presidente da Câmara, vereador Zé Pequeno (PT).

O republicano e seu vice petista, José Jaconias da Silva, tiveram mandatos cassados no último dia 23. De acordo com a acusação, o então prefeito fez publicidade irregular e utilizou a máquina pública para patrocinar a impressão, mas o que motivou a decisão judicial foi a acusação de que se beneficiou eleitoralmente da entrega de casas populares e de terrenos às pessoas em pleno período eleitoral. (Flávia Borges)