19 de maio de 2009

Prefeito recebe Unemat e ATI para discutir implantação do curso de Jornalismo

Confirmada para as 14h, desta quata-feira (20) uma reunião do Poder Executivo tangaraense com a Universidade do Estado de Mato Grosso - Unemat regional e a Associação Tangaraense de Imprensa - ATI. Os vereadores também foram convidados a participar do evento.

Na oportunidade, será discutida a viabilização da instalação do curso superior de Comunicação Social - com ênfase em Jornalismo, neste Município.

Em reunião nesta tarde, com o coordenador da Unemat, professor Ariel Lopes Torres, ele me disse que a Universidade está aberta para firmar parcerias com a prefeitura de Tangará da Serra.

Por sua vez, a prefeitura também está disposta a colaborar com todos os projetos que venham a beneficiar a comunidade.

A ATI reinvindica das autoridades algo grandioso que poderá alcançar positivamente não só pessoas de nossa cidade, mas de toda a Região.

A reunião ocorrerá no gabinete do prefeito.

A bela fala de Miguel sobre a TV e o país

“O nível mental das pessoas que assistem televisão no Brasil é por volta de 9 anos de idade.”

A avaliação é feita pelo ator e diretor, ator, autor e produtor teatral Miguel Falabella. Ele é uma das raridades no universo das celebridades nacionais.

Culto e espontâneo, não faz rodeios para falar o que pensa.“Em comparação com um jovem francês, o que lê um jovem brasileiro?” indaga em entrevista publicada no domingo (17), em diversos encartes de jornais do Brasil.“(...)

Um país que não tem educação nos condena à mediocridade”. “(...) Quanto menos educado é o povo, menos você pode dizer as coisas, porque as pessoas não entendem. As pessoas não leem e não sabem escrever. É aterrador”, acrescenta.

Ator e autor do seriado “Toma lá dá cá”, Falabella faz desse citicom (comédia de costumes) uma crítica à nossa sociedade, “que perdeu os valores básicos”. Em sua ótica, a TV precisa ser repensada para emburrecer menos.

Se colar, colou

Lula não diz que sim e até esboça reação contrária à re-reeleição, mas deixou no ar o gostinho de continuar no poder. Está naquela de: se a oposição cochilar, ele se eternizará na cadeira presidencial. O burburinho mexe nos bastidores da política na capital federal.

171

O deputado federal Jackson Barreto, do PMDB do Ceará, foi escalado para ressuscitar o fantasma do terceiro mandato do presidente Lula.

O movimento ganhou fôlego depois de descoberto o câncer na presidenciável Dilma Rousseff (PT).

O cearense promete protocolar a emenda da reeleição na Câmara até o final deste maio. Para isso, já recolheu 171 assinaturas dos colegas, número que garante a tramitação.

A quem interessar possa

"O dalete vai cair" - decifra-me ou te devoro.

"João Buracão" visitará Tangará da Serra

População trabalha a criação de um boneco para protestar contra buraqueira, crateras e fossas estouradas em vários bairros da cidade. Que boneco? "João Buracão"? Nosso boneco poderia se chamar "Buraconildo". Olha aí a sugestão...

Expediente menor que o previsto

Médicos que atuam no Programa Saúde da Família (PSF) estão descumprindo a carga horária de 40 horas semanais nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), atendendo uma quantidade de pacientes menor que o previsto e dando um expediente diário menor que o estabelecido em contrato com a Prefeitura Municipal.

Ainda bem que essa nota não se aplica a Tangará da Serra. Assim creio.

Fundo Municipal

Tão bom se fosse criado pelo Executivo tangaraense um Fundo Municipal de Habitação e Interesse Social! Pense nisso prefeito... Pergunte-me para que serve este fundo que eu digo...

A quem interessar possa

"Não se pode planejar o futuro pelo passado."

CPI da Petrobrás nas palavras de Berzoini

Em artigo publicado ontem no Portal do PT, o presidente nacional do partido, Ricardo Berzoini, comenta a nova investida da oposição contra a Petrobras, capitaneada pelo PSDB. Depois de analisar o tratamento dado à empresa nas gestões Lula e FHC, Berzoini conclui: "A CPI é um gesto desesperado de quem não tem proposta para o Brasil, a não ser vender, vender, vender". Eita.

Sonoridade na hora de votar

Apresententado no plenário da Câmara dos Deputados o Projeto de Lei que atualiza a forma de votar do cidadão brasileiro na escolha dos seus representantes.

A proposta é que antes de cada voto o eleitor escute uma mensagem sonora informando para que cargo se destina aquele voto.

No caso das eleições municipais de 2012, conforme o projeto, o eleitor, ao chegar à urna, receberá a seguinte mensagem sonora: "Vote para vereador".

Em seguida, claro, o eleitor digitará o número do seu vereador e confirmará o voto. Na sequência, aparecerá outra mensagem sonora: "Vote para prefeito".

O eleitor digitará o número do prefeito e após aparecer a fotografia do escolhido (como no caso do vereador), o eleitor confirmará o voto de prefeito.

A única modificação proposta é que o eleitor terá essa mensagem sonora antecedendo ao voto para vereador e prefeito.

No caso das próximas eleições, a de 2010, a mensagem sonora antecederá o voto para deputado federal, deputado estadual, governador, senador e presidente.

Compensação

Com atraso de dez dias, a compensação financeira que o Governo Federal vai dar às prefeituras, pelas perdas do FPM, vai entrar nos cofres dia 25. Os valores estão definidos: 344 mil para coeficiente 2.4; 258 para coeficiente 1.8; 172 mil para 1.2; 143 mil para coeficiente 1.0; 114 mil para 0.8 e de 86 mil para 0.6.

Incentivo às candidaturas femininas

Apesar de todos os esforços empreendidos, as mulheres não estão conseguindo ampliar sua participação no Congresso Nacional.

O número de deputadas federais, hoje, é menor que o existente há 20 anos. As dificuldades começam na composição das chapas eleitorais, onde raramente se consegue preencher os 30% estabelecidos pela lei eleitoral.

Na tentativa de diminuir essa diferença, a deputada Íris de Araújo, que se encontra na presidência do PMDB, apresentou o Projeto de Lei 3563/08, que reserva 10% do valor arrecadado pelo Fundo Partidário para os partidos políticos que elegerem um mínimo de 30% de mulheres na eleição anterior para a Câmara dos Deputados.

A situação se repete em muitos parlamentos estaduais e municipais.

Em Tangará da Serra, por exemplo, temos uma Câmara 100 por cento masculina.

Nova cerveja ainda não chegou a Tangará da Serra

Uma notícia que interessa bem de perto aos bebedores de cerveja. Já está em algumas prateleiras e gôndolas de supermercados a cerveja da marca Nobel. Que chegou acompanhada de uma forte campanha de anúncios na mídia impressa, material de PDV e spots. Quem já sorveu alguns goles da nova cerveja a classificou como muito boa. A gostosa ainda não aportou em nossa urbe amada.

Pra gente não esquecer

Dados Memórias Reveladas reúne informações sobre o acervo arquivístico relacionado à temática da repressão política no período 1964-1985, custodiado por diferentes entidades brasileiras. Para conhecer seu conteúdo, entre os documentos descritos como papéis, mapas, desenhos, fotografias, folhetos, acesse: www.an.arquivonacional.gov.br/mr/seguranca/principal

Sobre a traição

Apesar de não ser mais considerada crime, a traição no casamento ainda pode custar muito caro para quem resolver dar uma "puladinha de cerca". Cresce entre juízes a tese de que o cônjuge enganado merece indenização financeira para ser recompensado pela humilhação.