6 de junho de 2009

Parabéns para Rejane Tach

Hoje é dia de parabenizar a poetisa e escritora tangaraense Rejane Tach, pois a mesma está mudando de idade. Enviamos nossos parabéns!

Assim penso...

"Ter um propósito é um ingrediente fundamental, acreditar e persistir até consegui-lo é poder provar o sabor da receita completa ".

Pergunta que não arranca pedaços

Se o presidente Lula não quer disputar mais um mandato, o terceiro no caso, por que a preocupação com o “casuísmo” escapatório dos parlamentares, tipo, alternativas de sobrevivência como a “Janela da Traição” e o surgimento de nova legenda? Gostaria de saber...

Conselho político orienta presidente

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva defende a “Janela da Traição” por uma razão muito, mas muito simples mesmo. Se ele não o fizer, todas as agremiações partidárias perderão e o novo partido do deputado Miro Teixeira nascerá forte e pujante no Congresso, representando outra dor de cabeça para o governo.

Miro Texeira comanda nova sigla

A janela da salvação é por onde estão “pulando” mais de vinte deputados federais, e ingressando no novo partido político criado pelo deputado federal Miro Teixeira (RJ). Na consulta que fez ao TSE e STF, a troca de legenda por um novo partido que não participou das últimas eleições, não será considerado como infidelidade partidária. Não abrigo a mínima dúvida que esta nova legenda despertará o interesse de muitos detentores de mandato no Estado.

Luta defende a janela da traição

A proposta que permite ao parlamentar trocar de partido tem total interesse do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. Pesquisa realizada no parlamento, aponta como o maior prejudicado o DEM.

A tragédia da Air France sobressai

Ainda vai se arrastar por alguns dias, ocupando o horário nobre de todas as emissoras de TV do país. Enquanto isso, o mais completo silêncio sobre a CPI da Petrobras, e a PEC que dará ao presidente Lula um terceiro mandato.

Imagens da primeira noite de festividades juninas em Tangará da Serra

Aberta ontem, à noite, na Praça dos Pioneiros de Tangará da Serra, mais uma edição das festividades juninas. É evento pra receber grandes ologios pelo alto grau de organização empreendido pelas Secretarias, de Turismo, e Educação e Cultura. O São João de Tangará da Serra prossegue até amanhã, à noite, quando serão conhecidos os grupos vencedores do concurso de quadrilha que simultaneamente está acontecendo. AGORA VEJA AS PRIMEIRAS 40 IMAGENS DA FESTA - CLIQUE AQUI

Dilma

O presidente Lula deve adiantar para dezembro a saída dos ministros que irão concorrer a cargos eletivos no próximo ano. Pelo menos 17 dos 36 ministros serão candidatos. A ministra Dilma Rousseff será a exceção, ela fica no cargo até o limite máximo de desincompatibilização, 3 de maio.

Maio ambiente x drogas e crime organizado

Um estudo do Escritório das Nações Unidas sobre drogas e Crime (UNODC)mostra que um grama de cocaína pode destruir quatro metros quadrados de floresta. Além disso, cem gramas de cocaína contaminam 20 litros de água e gera 60 quilogramas de resíduos.

Estes dados demonstram o impacto negativo que as escolhas individuais têm sobre o meio ambiente.

Além disso, o comércio de drogas ilícitas reforça as redes de crime organizado que prejudicam o meio ambiente, como consequência de suas diversas atividades ilegais, como o tráfico de produtos florestais, incluindo madeira e animais silvestres, de minerais e pedras preciosas, e de diferentes substâncias que destroem a camada de ozônio e que se tornam resíduos perigosos despejados em águas sem qualquer controle.

Lembra também que devido à área necessária para o cultivo e aos produtos químicos necessários para produzir drogas (tanto das que são à base de plantas como as sintéticas), a fabricação de entorpecentes é extremamente prejudicial para o meio ambiente.

Supremo julga obrigatoriedade do diploma no dia 10/06

O Supremo Tribunal Federal inseriu na pauta da próxima quarta-feira (10/06) o julgamento da obrigatoriedade do diploma de jornalismo para o exercício da profissão. Porém, existe a possibilidade do julgamento ser adiado novamente, já que o ministro Marco Aurélio declarou que levará o caso do menino Sean para ser apreciado na próxima sessão plenária.

O julgamento do Recurso Extraordinário 511961, que questiona a necessidade de formação superior para a obtenção do registro profissional, já foi adiado em uma oportunidade. Ele foi inserido na pauta do dia 01/04, mas não foi discutido por falta de tempo na sessão.

A discussão em torno do tema teve início em 2001, quando a juíza Carla Rister concedeu liminar suspendendo a exigência do diploma, acatando pedido do Sindicato das Empresas de Rádio e Televisão de São Paulo.

Em 2005, o Tribunal Regional Federal revogou o entendimento de primeira instância, e o diploma voltou a ser obrigatório. Entretanto, o Ministério Público Federal recorreu e o caso foi para o STF.

No final de 2006, o relator do processo, ministro Gilmar Mendes, suspendeu temporariamente a obrigatoriedade do diploma até que o caso seja julgado no Tribunal, o que pode acontecer na próxima semana.