1 de agosto de 2009

Fábrica de pobres...

O governo Lula continua ampliando o número de dependentes do Bolsa Família no país.

Acaba de aumentar os valores pagos e a renda máxima para participar do programa.

Passam a ser inseridos os brasileiros que ganham até R$ 140,00 (situação de pobreza) ou até R$ 70,00 (extrema pobreza).

O reajuste financeiro beira os 10%.

Os “novos” pobres se juntam ao universo de dependentes que terão, com o voto, papel importante em 2010.

A "janela" que não se abre

Quem sonha numa "pulada de cerca" consentida, oficial, tudo dentro da lei, de papel passado, é bom tirar o cavalinho da chuva. Não deve sair para este ano.

A "janela" da salvação para uns, da perfídia para outros, ou simplesmente a brecha para se candidatar por outro partido sem ser cassado (sendo detentor de mandato), não deverá vingar. Não há consenso favorável.

O temor é que ocorra uma revoada de insatisfeitos, pinotando por aí, de um partido para outro.

O jeito é abrir caminho no afago ou na cotovelada.

Faz-me lembrar um conceito de "diplomacia" do presidente Theodore Roosevelt (EUA), no início do século passado:

- Se é para conversar, converse baixinho, mas com um porrete à mão.

20 anos de jornalismo não são vinte dias

Em abril de 2010 estarei celebrando 20 anos de atuação no jornalismo. Êita tempo que passa!

Até parece que foi ontem que li a primeira lauda de notícias no jornal da manhã da Rádio Libertadora Mossoroense.

Custa-me crê que de 1992 a 1995 fui repórter, redator e apresentador de programas radiofônicos da famosa Rádio Difusora de Mossoró.

Pensar que comandei os noticiários da Rádio Tapuyo de Mossoró, que fui apresentador da Rádio Cidade de Fortaleza (CE), repórter e editor do Jornal O Mossoroense, repórter e apresentador das rádios Jornal e Mil FM (Goiânia-GO).

Bom recordar minha ousadia em fundar os semanários: Jornal do Oeste, com circulação no alto oeste do Rio Grande do Norte e Panorama Express que circulou mais de dois anos na região Noroeste de Mato Grosso.

É gratificante lembrar meus quase dois anos como repórter, redator, editor e apresentador da Rádio Pioneira, logo quando cheguei a Tangará da Serra em meados de 2004.

Êta tempo que passa...

O que mais me impressiona é o fascínio que meu coração tem pelo jornalismo.

Com uma pesadíssima carga horária como educador das redes estadual e municipal de ensino poderia muito bem declinar minha cabeça no final do dia para descansar. Mas não tenho me dado a esse luxo.

Durante todos esses anos não tenho passado um dia sequer sem me debruçar, sempre cansado, claro, para escrever e noticiar fatos, acontecimentos e o dia a dia da cidade que escolhi para viver com minha sagrada família.

Por natureza, sou um homem apaixonado por comunicação. O preço tem sido muito alto, mas procuro todos os dias manter minhas páginas: Twitter e Diário de Tangará atualizadas. Semanalmente, a coluna PENSO, LOGO... no jornal Tribuna de Tangará, e mensalmente, FOCO POLÍTICO na Regista Imagem.

E para aumentar ainda mais o meu fado fundei o JORNAL DA CULTURA. Se isso tem nome, gostaria que fosse chamado de amor pela profissão e pela vida. Bom final de semana para todos!

Fique sabendo que...

Quando se vende um imóvel, 10% do seu preço final se dividem da seguinte forma: 5% de taxa para o Instituto do Patrimônio Histórico da União, 2,5% para o ITBI, e 2,5% para os cartórios de registro de imóveis.

COBRANÇA - Ouçam os construtores, corretores e compradores de imóveis, pois ficará constatado que em nenhum outro país se cobra tanta taxa por esses tipos de serviços, como só pode acontecer no nosso querido Brasil.

A quem interessar possa

"A honestidade de alguns políticos não passa de matéria paga nos jornais".

Para refletir

Quem diria, Henry Ford, o inventor do automóvel que deu nome a essa auspiciosa indústria, ser o autor de uma frase como essa, definitiva: - "Amar o povo é fácil. Difícil é amar o próximo".

Perfil de HIV/AIDS e outras DSTS no Brasil

O Departamento de DST e Aids do Ministério da Saúde vai premiar em concurso artigos que abordem o perfil de HIV/Aids e de outras Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs) no Brasil.

Os textos sobre aspectos epidemiológicos das doenças deverão ser inéditos e conter subsídios para melhor entendimento da epidemia no país.

Serão selecionados 12 artigos, que deverão retratar populações vulneráveis (gays, homens que fazem sexo com homens, profissionais do sexo, travestis e usuários de drogas injetáveis), e abordar também a disseminação do HIV e outras DSTs em populações que possam propagar a pandemia para grupos que não são considerados de risco - populações que o comunicado define como 'populações ponte'.

O prêmio é de R$ 2,5 mil. A inscrição acaba no dia 21 de setembro, data-limite para entrega do trabalho. O edital de seleção está disponível no site www.aids.gov.br/epidemiologia, e o resultado será divulgado até o dia 16 de novembro.

Bastidores do programa "Tangará Urgente" nesta sexta-feira

Fui entrevistado ao meio dia desta sexta-feira (31) pelo jornalista Evandro Carlos, no seu dinâmico programa "Tangará Urgente", da TV Tangará, afiliada da Rede TV! em Tangará da Serra.
Jornalista apresenta para seus telespectadores exemplar da 1º edição do JORNAL DA CULTURA - em circulação desde ontem em Tangará da Serra
Agradeço a gentileza desse grande profissional de comunicação de nossa cidade pela ampla divulgação também desta página Diário de Tangará
Evandro é um dos melhores profissionais de comunicação de Tangará da Serra.

Seu jeito criativo e inteligente na condução do programa cativa milhares de telespectadores diariamente. Ao jovem jovem jornalista minha gratidão pelo espaço em seu prestigiado programa. Muita paz e saúde para o amigo!