12 de agosto de 2009

Jovem de Belém bate furiosamente em assaltante na frente da Polícia

Gabriela é cobradora de uma Van em Belém do Pará, onde mora com a família.

Um assaltante entrou na van e bateu na jovem e em outros passageiros, só que Gabriela incorporou o espírito de luta e vingança de Melissa Cadore (Veja AQUI), da Novela Caminhos das Indias, evitou um assalto e deu uma tremenda surra no bandido.

Veja AQUI.

O apresentador do Programa Brasil Urgente, Band, narrou a surra como se fosse uma luta de boxe internacional:

“Foi uma combinação de direito esquerda, direito esquerda, direita esquerda na cabeça do vagabundo”, se empolga o apresentador Luis Datena.

Nota do Blog: É preciso alertar, no entanto, que o ato da jovem paraense precisa ser interpretado com cuidado. A reação não significa dizer que qualquer um pode reagir e se dá bem. As estatísticas mostram que quase sempre quem morre é o cidadão de bem.

Diploma de jornalismo é exigido no Mato Grosso

Das 10.086 vagas oferecidas pelo Governo do Estado de Mato Grosso, seis serão destinadas aos profissionais com perfil na área de Jornalismo.

As vagas compõem o quadro da carreira de Técnicos de Desenvolvimento Econômico e Social e o valor do salário é de R$ 2.414,21.

O principal requisito para o candidato concorrer a este cargo, neste perfil é o diploma de graduação de curso superior, reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

O diploma de Jornalismo deverá ser apresentado pelo candidato aprovado após sua nomeação.

Nadaf em Tangará da Serra

O Secretário estadual de Indústria, Comércio, Minas e Energia Pedro Nadaf estará em Tangará nesta quinta-feira (13).

Diário de Tangará auxiliando uma dissertação de Mestrado

Caro Dorjival, Boa tarde!

Sou mestrando e estou desenvolvendo meu trabalho de dissertação em Tangará da Serra, relacionado à "Gestão dos Resíduos Sólidos", deste município. Ocorre que em pesquisa na internet, localizei o seu blog, e o seu post do dia 22/05/2008, sobre "Lixão localizado no bairro Monte Líbano, zona periférica de Tangará da Serra" , onde você apresenta um local deste município, inclusive com fotos.

Gostaria de saber, se é do seu conhecimento, como está a situação hoje? Gostaria também, de saber a localização, com mais detalhes, para que eu possa pessoalmente visitar o local, fotografar e plotar as coordenadas geográficas do ponto.

Você comenta ainda sobre a existência de outros lixões, se você puder me auxiliar na localização destes, ficaria grato, pois estou ainda reconhecendo esta área de estudo.

Caso você tenha mais informações sobre esta temática (RESÌDUOS SÓLIDOS), ficarei muito grato se você puder me auxiliar.

Aguardo sua resposta, e desde já lhe parabenizo pelo trabalho, que apresenta Tangará (e outras áreas) sob um ponto de vista crítico, que exige reflexões e mudanças de paradigmas numa busca por uma sociedade mais justa.

João Paulo M. Marinho.

A imagem de Dilma

A ministra Dilma Rousseff tenta esconder o jogo, evita responder sobre 2010 e afirma que é assunto que não fala nem amarrada. Não deveria ser assim.
Todo mundo está cansado de saber que ela é o nome do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para disputar a presidência da República no próximo ano. Dilma mudou. Está mais simpática. Um pouco, é verdade.

Ela ainda carrega, e muito, o peso que um partido de esquerda tem, por essência, externado. Por sinal, o PT, mesmo com a eleição de Lula duas vezes para a presidência da República, não conseguiu amenizar esse estigma.

A maioria de seus filiados passa a imagem de que está sempre insatisfeita com alguma coisa e que mais dia, menos dia, vai esbravejar com Deus e o mundo. Talvez falte uma maior sociabilidade à ministra. Não que ela não seja social. Não é isso.

No popular bem nordestino, Dilma Rousseff ainda é carrancuda. Passa firmeza, sem dúvida. Mas também prevalece a imagem de uma mulher, uma política avessa à conversa. É firme nas palavras, mas peca pela falta de simplicidade.

A ministra tem que entender que existem diferenças regionais, diversidades que precisam ser superadas. O que não pode é falar para o povão da mesma forma que conversa com senadores, ministros e subalternos da Casa Civil.

O povão quer carinho. Quer ver político carismático. É isso que falta à ministra Dilma Rousseff. O presidente Lula pode até querer que o Brasil tenha a sua Margareth Tatcher, mas vai ser difícil emplacar um nome que carrega todo um peso.

O passado da ministra é repleto de histórias de luta pela liberdade de expressão. Ela foi vítima da ditadura militar. Não deveria estar o tempo todo, no popular, de cara fechada.

Assim tenho visto a nobre Ministra.

A quem interessar possa

"Defeito que agrada o sultão, vira virtude."

Uma reforma política

Uma reforma política pelo amor de Deus.

Quem está bradando assim é o próprio povo brasileiro.

Mas, este não encontra resposta de parte da mesma classe política.

Ontem, por exemplo, o senador cearense Sérgio Machado (PSDB) surgiu dizendo que dificilmente nós teremos uma providência como essa em curto prazo.

Ela, no mínimo, virá, mas para vigorar a partir do final da próxima década, vaticina o mesmo senador.

Convenhamos que é tempo demais para quem sonha e quer uma reforma que nos contemple desde ontem.

Quem está achando que nós estamos necessitados de ter uma nova ordem no sistema político partidário do País é a própria população.

E esta deveria vir o mais urgente possível.

A tão propalada e sonhada reforma deveria conter avanços substanciais em relação à realidade atual.

Infelizmente quem está tratando a coisa assim, impedindo a aprovação, é o interesse imediato dos próprios deputados e senadores.

Lamentável.

I Seminário Municipal de Esportes de Tangará da Serra

"Caro amigo Dorjival,

Sirvo-me deste, na oportunidade para informá-lo, que tenho em mãos um convite especial para entregá-lo, endereçado à sua estimada pessoa e à Associação Tangaraense de Imprensa. Todavia, encontrar pessoas ilustre não é tarefa simples.

Contudo,se não for possível fazê-lo pessoalmente, que para este profundo admirador, seria mais uma oportunidade ímpar de deleitar de momentos de rara sabedoria ao compartilhar simples palavras e idéias com pessoal de notada grandeza e inteligência.

Contudo, sintam-se convidados a tomarem parte como convidados de honra do Conselho Municipal de Desporto e Secretaria Municipal de esportes, para tomarem parte do I SEMINÁRIO MUNICIPAL DE ESPORTES DE TANGARÁ DA SERRA, com o tema "Políticas Pública para o Desporto Municipal".

Para tanto, informo que o convite é extensivo a todos membros desta egrégia entidade.

Sem mais, nossas recomendações de elevada estima e considerações

Cordialmente

José Paulo de Jesus
Coordenador do Seminário

NOTA DO EDITOR: Obrigado pelo convite e por belas palavras para com este amigo. Marcarei presença sim, neste tão importante evento.