14 de agosto de 2009

Os entrevistados do Jornal da Cultura

O secretário de Educação e Cultura de Tangará da Serra, Júnior Schleicher, e o professor universitário e escritor Robson Rocham são os entrevistados da segunda edição do JORNAL DA CULTURA que começa a circular, hoje noite em Tangará da Serra. Imperdível as duas entrevistas.

Assim penso

"É preferível morrer em pé do que viver de joelhos".

Emiliano Zapata

População brasileira chega aos 191,5 mi de habitantes, aponta IBGE

A população brasileira chegou a 191,5 milhões de habitantes em 2009, segundo dados divulgados nesta sexta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com a estimativa, 40,4% dos brasileiros estão concentrados nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. São Paulo, por sua vez, é a unidade da federação mais populosa, com 41,4 milhões de habitantes.

A cidade de São Paulo é o município mais populoso, com 11 milhões de habitantes, seguido pelo Rio de Janeiro (6,2 milhões) e Salvador (3 milhões).

Belo Horizonte (2,5 milhões) esteve no quarto lugar em 2000 e, a partir de 2007, caiu para sexto, tendo sido ultrapassado pelo Distrito Federal e Fortaleza que, desde então, permanecem nos 4º e 5º lugares, respectivamente.

Quando não são analisadas as capitais, os municípios brasileiros mais populosos são Guarulhos (1,3 milhão), Campinas (1,1 milhão) e São Gonçalo (992 mil habitantes), que estão nas três primeiras posições desde de 2000.

Borá (SP) continua sendo o município com a menor população do País, estimada em 837 habitantes, 42 a mais que em 2000. Terra

Preso por fraudes no PAC, procurador de Cuiabá faz carta e pede demissão

Preso na Operação Pacenas na última segunda-feira, o procurador geral da prefeitura de Cuiabá, José Antônio Rosa, decidiu ontem, à noite, pedir demissão do cargo ao prefeito Wilson Santos (PSDB). Ao receber visitas de familiares e advogados que o defendem na tarde de hoje no Corpo de Bombeiros, o ex-presidente da Sanecap (Companhia de Saneamento da Capital) mandou entregar uma carta ao chefe do Executivo cuiabano.

A quem interessar possa

"O sapo de poço não conhece o oceano".

Renúncia coletiva da mesa diretora do Senado

Recebo a informação dando conta que o PNBE, Pensamento Nacional das Bases Empresariais enviou pedido para que o vice-presidente e os demais membros da mesa do Senado renunciem a seus cargos, como forma de viabilizar uma nova eleição.

O pedido decorre do impasse criado pela resistência do Senador José Sarney em se afastar da presidência, e a alegação de setores da situação de que isso poderia jogar a direção da instituição no colo da oposição.

Com a renúncia de todos os membros da mesa, essa dificuldade será superada e o afastamento do presidente se torna menos traumático para a instituição, o governo e o país.

Para o PNBE, a renúncia coletiva da mesa, além de ser um gesto elogiável e desprendido, contribuirá para resgatar o prestígio da instituição.

Em seguida, os senadores podem tentar uma solução de consenso ou até uma nova eleição da maior parte de seus componentes, sem, porém, o problema representado pelo atual presidente, cuja presença no cargo prolongará a crise, impedirá uma apuração confiável das irregularidades e desgastará o Senado e a credibilidade na democracia.

"Se a oposição quer mesmo o afastamento de Sarney, por que não negociar a renúncia de seus membros, pelos votos que faltam?". Esse povo pensa que o céu é perto. Numa briga dessa pelo poder, quem vai renunciar a boquinha. É osso.

Jornal da Cultura destaca "as vozes artísticas de Tangará da Serra"

A 2º edição do JORNAL DA CULTURA começa a circular hoje à noite nos colégios, faculdades e Universidades de Tangará da Serra. Manchete principal: "As vozes artísticas de Tangará da Serra". No comércio a circulação acontece neste sábado, e nos órgãos públicos, a partir de segunda feira.

Chegando convite do PSB para reunião

Recebi quatro convites para participar neste sábado (15) de uma reunião do PSB no auditório da Queiroz Motos em Tangará da Serra. Três desses convites vieram do celular do deputado federal Vaternir, presidente regional da sigla. Confirmo presença.

Edir Macedo no "Paredão"

Quem voltou a ocupar espaço nobre na mídia foi a Igreja Universal do Reino de Deus. O bispo Edir Macedo, que expandiu a igreja pelos cinco continentes, entre outros pecados, ousou desafiar a Rede Globo de Televisão. Com índices de audiência sempre crescentes, deu oportunidade para que suas receitas fossem investigadas. Há dez anos que isso vem acontecendo, mas desta vez as acusações são mais contundentes. Arnaldo Jabor, comentarista da Rede Globo, comentou, com sarcasmo, que o mal disfarçado de bem finalmente foi desmascarado. E os fiéis em quem acreditarão? Com certeza continuarão ao lado de sua igreja.

O prejuízo, como sempre, recai sobre a população

Quando em Mato Grosso, empresários são presos por fraudarem contratos relacionados ao Plano de Aceleração do Desenvolvimento, a primeira ideia é que as irregularidades têm alguma coisa a ver com a liderança política local. Nada disso. O acerto estava sendo efetuado entre os diversos grupos que disputavam a primazia da execução das obras. O prejuízo, como sempre, recai sobre a população. Por determinação do Ministério Público, foram suspensas as transferências de recursos para investimentos no estado mato-grossense.

Um fim na indústria de concursos

Uma providência teria que vir, mas é fato que essa verdadeira indústria de concursos não poderia mais prosperar em nosso país.

Nós todos somos testemunhas que, no mais das vezes, com intuito de fortalecer os caixas de estados e prefeituras, concursos e mais concursos eram instituídos ao bel-prazer do governante de plantão, estipulava-se um número de vagas fictício, se admitia três ou quatro aprovados, e o restante ficava a esperar indefinidamente o “Dia de São Nunca”.

Mas eis que agora a coisa mudou. O Superior Tribunal de Justiça decidiu que os candidatos aprovados em concursos têm direito líquido e certo de suas nomeações, independente do prazo de validade da seleção. Então, fez-se justiça.

O que se verificava é que os concursos proliferavam no Brasil, após a redução do tamanho do Estado, com as privatizações, acarretando uma busca imensa de candidatos à procura de um lugar ao sol ou da estabilidade no emprego.

Agora, os governos vão ter que buscar outras fórmulas de enganar os incautos, ou de ganhar dinheiro.

Júlio tem encontro com Silval

O prefeito de Tangará da Serra Júlio César Ladeia (PR) foi recebido em audiência nesta quinta-feira (13) pelo vice-governador de Mato Grosso Silval Barbosa (PMDB).

Jardim Industriário de Tangará da Serra

O secretário estadual secretário de Indústria, Comércio, Minas e Energia, Pedro Nadaf afirmou ontem em sua visita a Tangará da Serra ser possível uma parceria entre governo do estado e município visando a canalização de investimentos na infra-estrutura do Jardim Industriário local. Muito bom.