5 de setembro de 2009

MEC manda 2 ‘escolas’ reduzirem vagas

A má qualidade de cursos superiores perante a avaliação do Ministério da Educação e Cultura (MEC) fará com que duas das principais universidades privadas do Estado tenham que reduzir em 30% o número de vagas oferecidas em três faculdades no próximo vestibular.

A determinação federal atinge o Centro de Educação de Várzea Grande (Univag) e a Universidade de Cuiabá (Unic).

Além do corte de vagas, o Univag está proibido de receber novos alunos no curso de Farmácia por tempo indeterminado, até que a interdição seja suspensa pelo MEC.

Os embargos foram divulgados pelo órgão federal no mesmo dia em que ocorreu a publicação do resultado Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes de 2008, no qual a maior parte das universidades do Estado atingiu notas insatisfatórias. O Diário

Política brasileira na internet

"Proibir a "propaganda paga" na internet, em qualquer condição, é um equivoco que só pode ser produzido pela falta de conhecimento ou pelo erro da simplificação. A internet é o único meio de comunicação que tem na essência da sua existência a interatividade. A interatividade da web é o que define o respeito à lógica do usuário. " LEIA ARTIGO AQUI

I Festival Gastronômico de Tangará da Serra

Gastronomia é arte e cultura que une as pessoas sem distinção de credo, cor, idade... Quando teremos o I Festival Gastronômico de Tangará da Serra?

A quem interessar possa

"A maior arma contra o estresse é nossa habilidade de escolher um pensamento ao invés de outro."

Asfalto liso

Uma boa ideia que surgiu no Rio de Janeiro e vem ganhando adeptos em todo o país: a campanha "Eu apoio o Asfalto liso". No texto de apresentação no site http://www.asfaltoliso.com.br/ o grande questionamento: "Já pensou se pra cada buraco que criasse uma bolha no pneu, amassasse a roda, empenasse uma bandeja de suspensão ou estourasse um amortecedor, abríssemos um processo pedindo indenização contra o Estado?" Ah, se esta ideia pega em Tangará da Serra...

MEC corta vagas nas universidades

Cerca de 2,5 mil vagas em 83 cursos de graduação serão cortadas e 357 cursos deixarão de ser abertos em instituições de educação superior com desempenho abaixo do considerado satisfatório pelo Ministério da Educação. As medidas passaram a valer desde ontem, com a publicação no Diário Oficial da União.

De acordo com as medidas cautelares, cinco cursos terão de suspender qualquer forma de ingresso (como vestibular ou transferência de alunos) até melhorarem a qualidade do ensino.

As medidas valerão para os cursos e instituições que tiveram o baixo desempenho (notas 1 e 2 no IGC) confirmado por visitas in loco e que não podem mais recorrer da decisão.

Essas instituições têm prazo até junho de 2010 para implementar mudanças baseadas nas deficiências apontadas pelas avaliações do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep).

Caso não melhorem, podem ter cassados os pedidos de reconhecimento de cursos.