30 de setembro de 2009

Charge do Dia

Charge de Eramos.

Uma trapalhada nunca antes vista na história deste País

Só agora resolvi me manifestar sobre este tema que ganhou as manchetes dos jornais do mundo todo.

Começo com uma pergunta:

O que diabos o presidente do Brasil quer se metendo numa briga que lhe é totalmente alheia?

Nessa disputa entre o presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, com o presidente golpista, Roberto Micheletti, não se pode afirmar racionalmente quem está certo e quem está errado.

Manuel Zelaya é um Fidel Castro ou Hugo Chávez da vida, ou seja, um populista de esquerda. Pretendia se manter perpetuamente no poder, conquistando, para tanto, a simpatia da massa com programas assistencialistas e agradando, de outra forma, os grandes empresários e banqueiros. (qualquer semelhança com certo país tropical não é mera coincidência).

O presidente do Congresso e seu inimigo político, Roberto Micheletti, prevendo o golpe na democracia prestes a acontecer, promoveu o golpe militar, o que também é errado.

Não caberia ao Brasil, de forma alguma, entrar nesta disputa dizendo quem está certo e quem está errado. É apenas mais uma trapalhada do nosso cômico e trágico Ministério das Relações Exteriores.

Lei dispensa advogado para ações penais por injúria racial ou discriminatória

A partir de hoje (30), o cidadão que for moralmente ofendido por injúria referente à raça, cor, etnia, religião, origem ou condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência poderá dispensar o advogado e recorrer ao Ministério Público para formular uma representação contra o seu ofensor.

A Lei 12.033 publicada no Diário Oficial da União de hoje altera o Artigo 145 do Código Penal de 1940, ao permitir que esse tipo de ação se torne pública condicionada, ou seja, que o Ministério Público possa ajuizar a ação, desde que solicitado pelo ofendido, sem a necessidade de intermediários.

Pela legislação anterior, esse tipo de ação era de caráter estritamente privado, ou seja, a pessoa agredida constituía advogado para representá-la na ação. Agora o agredido tem a opção de pedir ao promotor que o represente.

Paulo Pitaluga no JORNAL DA CULTURA

Fechamos hoje a edição número cinco do JORNAL DA CULTURA. Sua circulação será feita a partir da próxima sexta-feira. O historiador Paulo Pitaluga, secretário estadual de Cultura de Mato Grosso é o entrevistado da edição.

EM TEMPO: Ainda temos espaços para publicidade e propaganda.

O Editor

Crise abre espaço para proposta de casuísmo

O agravamento da situação financeira a que o presidente Lula da Silva condenou as prefeituras brasileiras quando resolveu reduzir tributos gerados pela indústria automobilística e de eletrodomésticos está servindo como pretexto para o surgimento de um movimento antidemocrático que recorrentemente se pendura em quaisquer alegações para ver se vinga.

Trata-se de gestão de prefeitos de todos os quadrantes do país no sentido de se criar dificuldade para as eleições de 2010.

Uma das consequências possíveis do êxito de empreitada como esta seria o adiamento do pleito, face a inexistência de condições de normalidade para sua realização na época aprazada, com a doação de mais tempo no exercício aos atuais detentores de mandato, da presidência da República às cadeiras em Assembleias Legislativas.

O movimento já age às escâncaras, inclusive enviando "press releases" a redações, divulgando a sua meta. Ontem, por exemplo, circulou um com esta abertura: "Após sucessivas tentativas de obter do governo federal uma resposta rápida aos reclames dos 5.640 municípios brasileiros, o presidente da União Brasileira de Municípios (UBAM), Leonardo Santana, determinou o envio de fax para todos os prefeitos do Brasil, objetivando orientá-los a aderirem a um grande movimento contra a realização das eleições 2.010, que vem esquentando cada vez mais os ânimos dos que querem chegar ao poder e dos que contam com a reeleição".

Dizendo que os municípios estão sendo vítimas de uma falta de sensibilidade e compromisso da equipe econômica do governo federal, em face da política tímida e mesquinha promovida por 'quem não sabe o que significa federalismo'", o presidente da Ubam desvia sua mira ao buscar o boicote eleitoral.

Se vê culpa na atual administração, deveria pedir aos colegas uma reação contra o culpado – no caso, o presidente Lula. Como, porém, o fisiologismo o impede, o oportunismo ocupa o espaço propondo disfarçadamente a prorrogação do mandato do algoz. Por Roberto Guedes.

Assim penso

"Sobressair-se em qualquer profissão, na qual exceto poucos não chegam à mediocridade, é o mais decisivo marco do que é chamado de genialidade ou talentos superiores".

Adam Smith

Duplicação do trecho Cristo-Unemat

O portal Sinetnews informa que a Unemat através do Campus de Tangará da Serra realiza nesta quarta-feira 30, reunião que vai tratar da duplicação da rodovia MT-358 trecho - rotatória do Cristo até a Universidade. O movimento que começou ainda em 2005, foi intensificado após a morte de uma universitária ocorrido no último dia 22. Excelente e contem com nosso apoio.

Edson Cruz

"Boa noite Dorjival,

Somos amigos de infância do veterinário Edson Cruz, que faleceu aí em Tangará da Serra nessa segunda-feira. Tentamos achar notícias sobre a morte, mas a única citação que encontramos foi no teu Twitter.

Você, por favor, poderia nos informar onde podemos ter alguma notícia a respeito da morte do Edson?

Obrigado desde já.

Alexandre Luiz Canal
Caxias do Sul - RS

NOTA DO BLOG: Sim meu amigo. Acesse este endereço AQUI e terás mais informações sobre este lamentável fato registrado em nossa urbe amada.