10 de janeiro de 2010

Assim penso...

"Um Amigo se faz rapidamente; já a amizade é um fruto que amadurece lentamente."


Aristóteles

Recibo de pagamento das consultas médicas

Os hospitais e clínicas de várias cidades brasileiras terão de afixar placas em suas dependências alertando o paciente sobre o direito que ele tem de exigir recibo de pagamento das consultas médicas. A medida é fruto de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC). Sobre este assunto ainda não ouvi sequer comentários em Tangará da Serra.

Banco dos Pobres

Chega este ano ao Brasil, o Grameen Bank, conhecido por banco dos pobres. Idealizado pelo indiano Muhammad Yunus, o banco é a primeira instituição financeira especializada em microcrédito, e rendeu ao indiano o Nobel da Paz em 2006. No Brasil, a ideia inicial é atuar em bolsões de pobreza localizados na região amazônica, no Nordeste do país e em São Paulo.

Armas

Balanço divulgado pelo Ministério da Justiça revela que no ano passado foram registradas 1,2 milhão de armas de fogo em todo o País. Com o fim do prazo para recadastramento no último dia 31 de dezembro, quem tem arma em casa sem registro está cometendo crime e pode pegar até três anos de prisão.


Para quem não regularizou a posse da arma, a única opção para sair da ilegalidade é entregar voluntariamente o equipamento ao governo. A devolução é feita na Polícia Federal e o portador tem direito a indenização de R$ 100 a R$ 300, conforme o calibre da arma.

Reclamações

Depois dos militares, agora é a vez da Igreja criticar o 3º Programa Nacional dos Direitos Humanos. Bispos, padres e católicos ligados a movimentos pró-vida reagem a quatro artigos do documento tornado público no mês passado pela Secretaria de Direitos Humanos. Os itens propõem ações coordenadas de governo para apoiar "a aprovação do projeto de lei que descriminaliza o aborto", "mecanismos para impedir a ostentação de símbolos religiosos em estabelecimentos públicos", e "a união civil entre pessoas do mesmo sexo".