15 de janeiro de 2010

Índios são 15% dos miseráveis no mundo, aponta ONU

Deu na Folha de S. Paulo

Relatório divulgado ontem pela ONU (Organização das Nações Unidas) revelou que os índios, apesar de representarem só 5% da população mundial, são 15% dos mais pobres do mundo. Nas áreas rurais, eles chegam a ser um terço dos 900 milhões de habitantes em situação de miséria extrema.

O estudo considera indígenas os descendentes das populações originárias de regiões depois colonizadas por outros povos, como os índios brasileiros e os aborígenes australianos. Estima-se que, atualmente, eles cheguem a 370 milhões de pessoas e representem 5.000 culturas distintas. Juntos, ocupam cerca de 20% do território do planeta, distribuídos por 90 países.

Segundo o diretor do Unic (Centro de Informações das Nações Unidas para o Brasil), Giancarlo Summa, a pobreza dos povos indígenas está relacionada à perda de territórios e de recursos naturais, que acaba por inviabilizar as formas tradicionais de vida das populações.

Carnaval em Tangará

Até o presente, quase nenhuma publicidade sobre a realização do "Carnaval Folia e Paz na Terra dos Tangarás".

Assim penso...

"O mundo é um lugar perigoso de se viver, não por causa daqueles que fazem o mal, mas sim por causa daqueles que observam e deixam o mal acontecer."

Albert Einstein

Bandidagem em desvantagem

Acompanhando parcialmente o jornalismo policial venho observando que a bandidagem vem levando a pior em Tangará da Serra. Quase 100% dos assaltos são elucidados em tempo recorde e os criminosos presos. Parabéns para as Polícias Militar e Civil!

A quem interessar possa

"Camarão adormecido é levado pela correnteza".

ARMAS

Deu na Agência Brasil que o serviço de registro e recadastramento de armas, feito pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) e a Polícia Federal (PF), superou em três vezes o número esperado. Ótimo.

APOIO

O Fundo Monetário Internacional (FMI) anunciou ontem a doação de US$ 100 milhões para ajudar o Haiti no socorro às vítimas do terremoto da última terça-feira, bem como na reconstrução do país.