16 de janeiro de 2010

Ministério do Turismo põe fim à farra da verba

Acabou a festa!

Leia nota da coluna Painel, da Folha de S. Paulo de hoje: Alvo preferencial para emendas de deputados e senadores em 2010, o Ministério do Turismo publicará duas portarias na segunda-feira restringindo a liberação de verbas para grandes eventos e shows no ano eleitoral. Uma das medidas proíbe o financiamento dessas atividades no período da campanha -2 de julho a 31 de outubro- para Estados, prefeituras ou entidades privadas sem fins lucrativos. A outra portaria estabelece um teto para o uso dos recursos fora do tempo de campanha de acordo com o tamanho dos municípios. Por exemplo: cidades com até 20 mil habitantes poderão receber até R$ 200 mil por ano, mas só R$ 100 mil poderão ser gastos num mesmo evento.

Esporte forte, droga fraca

Tenho ouvido no Mato Grosso e noutros estados da federação a população comentando que a contratação de mais policiais resolveria o problema da segurança.

A solução do problema não é tão simples assim.

A bandidagem não passa por treinamento nem precisa aguardar licitação, cresce em escala maior do que os investimentos em segurança pública.

Tudo passa pela questão das drogas e a forma mais eficaz e rápida de combater o consumo delas pode ser investiindo em esporte.

Seria importante para Tangará da Serra o investimento em um programa de governo neste setor.

Realização de competições que despertem a atenção dos jovens.

Assim, sugiro a realização de um concurso público para contratação de professores de educação física para que eles prestem serviços como “treinadores” dos bairros em diversas categorias.

O passo seguinte seria a realização dos jogos abertos do município ou algo parecido.