3 de março de 2010

AMENIDADES DO BLOGUEIRO

No dia 28 deste mês celebro 45 anos de idade.

Chego a esta importante idade de um homem, me queixando de pequenas puxadas ao lado esquerdo do peito.

Minha mulher, Franciele Caroline, vive me dizendo que essaS dores são oriundas de meu alto grau de estresse.

Meu colega Vilmar Batista, da Gráfica Pioneira, me induz a realizar exames cardiológicos com o Dr. Fábio lá do Hospital Santa Ângela.

Não entendo como posso sofrer de alguma coisa no coração se sou um homem que não ingere bebidas alcoólicas, não fuma, não perde noites de sonos e procura não extravasar na cordura.

É fato que tenho andado meio prequiçoso. Não tenho feito caminhadas como noutras eras.

O conforto do carro com ar-condicionado e o escritório em casa, me deixam bem ocioso.

Mas, pelo jeito vou sim ao cardiologista indicado por meu colega rotariano Vilmar Batista. De uma vez ficarei sabendo como anda minha saúde.

Morrer relativamente jovem não está em meus planos. Tenho uma família linda, minha grande jóia. E deixá-la assim de repente, não seria uma boa.

A propósito, hoje ficareim sabendo se meu projeto de Mestrado recebeu aprovação dos doutores da Unemat. Se classificado, domingo viajarei à Cáceres, para na segunda-feira, 08, fazer prova escrita e me submeter a uma entrevista requisito para entrada no curso.

Neste momento uma tezudérrima chuva banha Tangará da Serra. Êita lugar pra bom pra gente morar.

Em tempo: agora a pouco me encontrei por acaso com um dos brilhantes advogados de nossa urbe amada, o jovem doutor Fernando Ambrósio. Pessoa por quem abrigo enorme respeito e consideração por sua reconhecida inteligência e preparo advocatício.

Agora é hora do almoço. Até mais tarde!

Nome que merece uma chance do eleitor

O rotariano tangaraense Airto Franchini é um nome que merece uma chance do eleitor. É uma pessoa de bem, conhecida e que tem demonstrado espírito público o que o credencia a postular uma vaga na Assembléia Legislativa de Mato Grosso.

A QUEM INTERESSAR POSSA

"O medo é a qualidade de quem não tira as teias de aranha do teto, temendo que o teto caia."

TROTES

Há quanto tempo estão pipocando denúncias por tudo quanto é lugar evidenciando a selvageria em que estão transformados os trotes que são feitos em muitas instituições universitárias. E, no entanto, eles continuam a ser feitos. Lamentável.

CAATINGA

O Ministério do Meio Ambiente divulgou ontem que desmatamento na caatinga entre 2002 e 2008 foi de 16.576 quilômetros quadrados, o equivalente a quase três vezes o Distrito Federal. Com isso, o total desmatado da caatinga saltou de 43,38% para 45,39% nesse período. A principal causa da destruição deve-se à extração da mata nativa para produção de lenha e carvão vegetal destinados principalmente aos polos gesseiro e cerâmico do Nordeste e ao setor siderúrgico de Minas Gerais e do Espírito Santo. O uso de carvão em pequenas indústrias e residências também é nocivo.

FOME

Com o objetivo de combater a situação dos famintos na América Latina e Caribe por meio do fortalecimento da legislação dedicada ao tema, começa amanhã em São Paulo o 1º Fórum da Frente Parlamentar Contra a Fome. Dados da FAO mostram que 51 milhões de pessoas passam fome na América Latina e Caribe.

Altercom é criada para defender interesses da mídia independente

Empresas e empreendedores independentes criaram a Associação Brasileira de Empresas e Empreendedores da Comunicação - Altercom, que tem como objetivo defender os direitos e interesses de editoras, sites, produtoras de vídeo, de rádio, revistas, jornais, blogueiros e agências de comunicação independentes.

A ideia já vinha sendo discutida há algum tempo, mas os detalhes para a criação da entidade foram discutidos no último sábado (27/02), em um encontro com mais de 60 representantes, entre empresas e empreendedores, na capital paulista.

A entidade pretende se contrapor a associações como Abert, ANJ, ANER, entre outras que representam grandes empresas de comunicação. Os detalhes da formação, como estatuto, registro em cartório, escritório, direção e site, devem ser definidos nos próximos 20 dias.

“A Altercom pretende representar os interesses econômicos dos filiados, como lutar contra o monopólio de distribuição que é controlado pelo Grupo Abril. Nesse caso, uma entidade como essa entraria com uma representação no Cade.

Além disso, atuar em rede e fazer um trabalho de troca de informações já é positivo para nós”, defende Renato Rovai, diretor da revista Fórum.

A associação também representará blogueiros que, muitas vezes, têm que enfrentar ações judiciais sem ter recursos para arcar com os custos processuais. Os associados pagarão uma pequena contribuição, mas com valores diferenciados para empresas e empreendedores individuais.

Eduardo Guimarães, blogueiro e fundador do Movimento dos Sem Mídia, defende a criação da Altercom, mas não sabe até onde a entidade poderá ter voz contra a grande mídia. “A intenção é fazer com o que os veículos sejam representados e que os empreendedores tenham o mínimo de condições.

Mas crescer na mesma altura da grande mídia é um devaneio, eu tenho minhas dúvidas sobre até que ponto se pode chegar”, declarou.Izabela Vasconcelos, de São Paulo