16 de março de 2010

Idheas lança projeto social em Tangará da Serra

Só agora tomei conhecimento de um importante projeto posto em prática recentemente em Tangará da Serra pelo Instituto de Desenvolvimento Humano, Ecônomico e Ação Social (Idheas). Trata-se do "Tô ligado!" projeto criado para proporcionar internet gratuita a toda a comunidade local. A meu ver, algo de uma grandeza especial nos campos da educação e da cultura. São ações desse nível que a sociedade tangaraense deve abraçar. Sempre.

Charge do Dia

Autor Néo Correia

A vantagem de Serra

Deu na Folha de S. Paulo

De Renata Lo Prete:

Ibope a ser divulgado amanhã deverá indicar José Serra (PSDB) com cinco pontos de vantagem sobre Dilma Rousseff (PT).

PIROTECNIA

O Governo Federal iludiu as famílias que não possuem casa própria com o programa “Minha Casa, Minha Vida”. Houve muita alegria por parte de mães e pais de família que viram o sonho da casa própria próximo de se tornar realidade. Passado um ano de sua criação, o projeto passou a ser sinônimo de frustração. Apenas 0,6% das casas prometidas foram efetivamente entregues. A burocracia proposital impede as famílias de terem acesso ao programa. Trata-se de mais uma jogada de marketing eleitoral do governo Lula da Silva.

A quem interessar possa

"Uma longa viagem começa com um único passo".

A culpa é da imprensa

O tesoureiro do PT João Vaccari Neto, atolado até medula no escândalo do Bancoop, acusa a imprensa de golpista, vendo interesse político no noticiário sobre o caso. Repete a estratégia do governador corrupto de Brasília José Roberto Arruda, que, quando descoberto com a “mão na massa”, acusou perseguição da imprensa. Uma forma de tentar confundir a opinião pública. Arruda está preso. Vaccari não.

Ficha suja

A Polícia Federal investiga quase 30 mil casos de corrupção na administração pública. Crimes cometidos nos últimos sete anos, como corrupção, peculato, tráfico de influência, fraudes em licitações, emprego irregular de verbas públicas, prevaricação e concussão.

Os números estão no relatório enviado ao Ministério da Justiça e à Casa Civil. E que deve ser repassado ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O TSE já decidiu, e noticiou, que a vida pregressa dos pretensos candidatos será exposta ao eleitor.

Portanto, políticos investigados pela Polícia Federal que pretendem disputar as eleições deste ano serão grifados pela Justiça Eleitoral e levado ao conhecimento do eleitor. Chegou a hora de varrer da vida pública dos chamados fichas sujas.

Juizado especial de combate à violência doméstica e familiar

Até 2011, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) espera que cada estado tenha um Juizado Especial de Combate à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher.

Atualmente existem 43 juizados especiais espalhados pelo Brasil. Em seis estados - Bahia, Paraíba, Piauí, Roraima, Santa Catarina e Sergipe - não há juizados de Combate à Violência Doméstica contra a Mulher, cujo atendimento é feito em juizados criminais.

A minuta de um Manual de Rotinas e Estruturação dos Juizados Especiais foi apresentada ontem na IV Jornada da Lei Maria da Penha que acontece em Brasília.

A padronização de rotinas vai dar mais eficiência e efetividade à aplicação da Lei Maria da Penha, além de facilitar o desenvolvimento de Políticas Públicas contra a violência na mulher.

Faz parte do Manual de Rotinas e Estruturação dos Juizados de Violência Doméstica contra a Mulher uma tabela processual unificada que vai garantir a uniformidade na coleta de informações sobre o andamento dos processos nos juizados.