29 de março de 2010

Brasil prepara novo plano para tratamento de dependentes de drogas

Foto Ilustrativa

O governo brasileiro deve finalizar em alguns meses um plano de ações voltadas para um tratamento mais específico de dependentes de drogas, em parceria com o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (Unodc) e a Organização Mundial da Saúde (OMS), disse o representante do Unodc para o Brasil e o Cone Sul, Bo Mathiasen.

Ele comentou, em entrevista à Agência Brasil, detalhes de uma reunião com o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, realizada na última quarta-feira (24). Segundo Mathiasen, o Unodc e a OMS propuseram ao Brasil uma parceria na difusão de um programa global de atendimento e acompanhamento de dependentes de álcool e outras drogas.

O representante do Unodc revelou que a estratégia é fortalecer o sistema de tratamento de dependentes considerados problemáticos – pessoas que já apresentam um perfil crônico de dependência da droga. No Brasil, o foco serão os centros de Atendimento Psicossociais (Caps), além da capacitação e o treinamento de profissionais de saúde. Há ainda a possibilidade de uma cooperação internacional, com objetivo de levar o trabalho brasileiro para outros países.

De acordo com Mathiesen, Temporão manifestou preocupação com a falta de ações na área de consumo de cocaína e derivados – em especial, o crack. Funcionários do ministério, do Unodc e da OMS já traçaram um esboço do plano de ações. O documento deve ser apresentado oficialmente ao ministro na próxima semana.

“Sendo prioridade, é uma questão de poucos meses [para que o plano fique pronto]”, disse Mathiesen. “O foco são as políticas de tratamento do dependente químico problemático que deveriam ser muito mais voltadas para a saúde da pessoa e os direitos humanos. Uma ótica de acolher e ajudar e não de punir”, completou.

De acordo com o Unodc, o perfil da maioria dos usuários problemáticos de drogas incluiu pessoas que já sofreram abandono, violência doméstica, abuso sexual e exclusão familiar. As drogas, segundo Mathiesen, surgem nesse cenário como uma forma de recompor tais frustrações. “O mundo já reconhece que as pessoas [viciadas em drogas] não deveriam receber nenhum tipo de punição, mas acolhimento e tratamento”, afirmou.

Fonte: www.nominuto.com

PARA REFLETIR

TIGRE OU RAPOSA?

Um homem, ao passar pela floresta, viu uma raposa que perdera as pernas e admirou-se como, assim, sobrevivia. Neste momento, um tigre apareceu e trazia, entre os dentes, caça nova. A fera comeu o quanto quis, deixando o resto ao lado da raposa.

O Homem intrigado voltou no dia seguinte, a mesma coisa aconteceu e ele pensou: - Deus nutriu a raposa usando o mesmo tigre.

O homem admirou a bondade de Deus e assim pensou consigo mesmo: - Eu também vou deitar-me aí, n'algum cantinho, com muita confiança no Senhor.

E Ele vai me mandar o quanto me é necessário. De fato, assim o fez, por muitos dias, mas nada aconteceu e o pobre estava já às portas da morte.

Uma noite uma voz que ele não sabia de onde vinha lhe abriu os olhos. - Estás na trilha do erro!

Abre teus olhos e contempla a verdade! Porque preferes o comodismo? Porque esperar só pelo que podem me dar e não pensar no que eu posso dar?

Na verdade devias seguir o exemplo do tigre e deixar de imitar a raposa aleijada!

PT radical

O líder do PT na Câmara, o deputado Fernando Ferro (PE), disse que Ciro Gomes é “falastrão”, “despreparado” e “desequilibrado”. E que o PSB não tem tamanho para ser vice de Dilma. Ave!

Retrato do momento

O tucano José Serra voltou a crescer na corrida presidencial. A nova pesquisa Datafolha, publicada ontem, mostrou uma dianteira de nove pontos sobre a petista Dilma Roussef, 36% contra 27%. Em fevereiro, eram apenas quatro pontos, 32% a 28%. A explicação para os novos números é simples: Serra se livrou da sequência do noticiário negativo em São Paulo; e Dilma deu um freio na campanha antecipada ao lado de Lula. Pesquisa, lembre-se, é retrato do momento.

PROPAGANDA SUSPENSA

A semana política ficou marcada pela ironia com que o presidente Lula tratou a multa que recebeu do TSE. Vale lembrar que foram movidas várias ações pela oposição contra ele a ministra Dilma Rousseff.

Agora foi a vez do PSDB e do DEM sentirem na pele o peso da Justiça Eleitoral.

O TRE paulista determinou a suspensão da propaganda partidária do PSDB no qual o governador paulista José Serra (PSDB) aparecia como única estrela do partido falando sobre o trabalho como ministro da Saúde e da luta dele para a criação do Seguro Desemprego.

As falas de José Serra descaracterizaram a finalidade da propaganda partidária que é a prestação de contas do partido e principalmente a convocação de novos filiados à legenda.

Na política nacional, assim como na do Mato Grosso, quem com a Justiça fere com a Justiça será ferido. Aguardemos a próxima ação.

Overdose pode ter matado adolescente em Tangará da Serra

Adolescente com 17 de idade, o primeiro filho da diretora de Cultura de Tangará da Serra, Luciente Ferreira Segundo, morreu no início da manhã desta segunda-feira (29).

As primeiras informações dão conta de que o rapaz pode ter sido vítima de uma overdose.

Pessoalmente, externo minha tristeza por essa enorme tragédia que abate minha amiga e colega de Conselho Municipal de Cultura.