25 de maio de 2010

Emenda de R$ 1 milhão vai ajudar prefeitura a asfaltar 12% de Tangará

De uma só vez, nada menos do que 12% das vias urbanas que faltam ser asfaltadas em Tangará da Serra receberão pavimentação. As obras – que podem ter início ainda este ano – serão possíveis a partir de parceria entre o deputado Wagner Ramos (PR), o governador Silval Barbosa (PMDB) e a prefeitura local, com emenda de 1 milhão de reais do parlamentar.

Na manhã desta terça-feira (25), ele, o secretário de Planejamento Clóvis Batista da Silva e a engenheira-chefe do Departamento de Projetos, Mirian Almeida – ambos da Prefeitura de Tangará da Serra, protocolaram na Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra) a documentação que vai permitir o início das obras no município.

Antes, eles apresentaram o projeto ao secretário-adjunto de Vias Urbanas, Saneamento e Habitação da Sinfra, Pedro Gil do Amaral. Ao final do encontro, o secretário disse que as obras podem começar em 2010.

“Há possibilidade, sim, de as obras serem iniciadas ainda este ano. Dependemos das licenças ambientais, a cargo da Sema – a Secretaria de Estado de Meio Ambiente, mas a tramitação delas está normal. Esse fato nos dá a certeza de podermos iniciar os trabalhos em 2010”, assegurou Pedro Gil.

De acordo com Clóvis Batista, a demanda existente para pavimentar todas as vias urbanas Tangará da Serra é de 1 milhão de metros quadrados de asfalto. “Com essa parceria de agora, o montante a ser disponibilizado é de 120 mil metros quadrados ou 12 por cento do que falta para ‘cobrir’ Tangará”, confirmou o secretário de Planejamento.

Ele observou que esse total será suficiente para concluir a pavimentação de todos os bairros urbanos importantes da cidade, em especial os mais antigos. Para Wagner Ramos, essa parceria será ampliada para outras regiões.

“Vou continuar trabalhando muito para que essa seja apenas uma das muitas emendas com as quais eu possa dar minha parcela de contribuição para o desenvolvimento da nossa região e de Mato Grosso, especialmente no social”, garantiu o vice-líder do Partido Republicano na Assembleia Legislativa. Da Assessoria Parlamentar. INFORME PUBLICITÁRIO

ADOÇÃO: Ação conjunta marca mobilização em comarca de Tangará da Serra

Além das mobilizações tradicionalmente desencadeadas pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso e pelas Comarcas de Cuiabá e Várzea Grande alusivas ao Dia Nacional da Adoção, que é celebrado nesta terça-feira (25 de maio), as unidades judiciárias do interior do Estado também estão envolvidas ativamente com a causa.

Um exemplo é a Comarca de Tangará da Serra, que pela primeira vez promove uma ação conjunta entre as varas de Infância e Juventude e Família e Sucessões com o foco integralmente direcionado ao tema.

A programação especial relativa à campanha, cujo início se deu na segunda-feira (24 de maio), terá prosseguimento hoje com uma sessão solene na sede da Associação Comercial e Industrial do município, aberta ao público em geral. Na ocasião, os participantes receberão adesivos contendo o slogan do projeto.

A campanha também dispõe de um vasto material gráfico e publicitário de divulgação das questões ligadas à adoção, fornecido pela Corregedoria Geral de Justiça através da Comissão Estadual Judiciária de Adoção (Ceja), bem como pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e outros parceiros locais.

Na sessão noturna da Câmara Municipal, realizada na segunda-feira (24 de maio), os juízes Claudio Roberto Zeni Guimarães (Quarta Vara Cível) e Ângela Regina Gama da Silveira Gimenez (Segunda Vara Cível) fizeram pronunciamentos a respeito da importância da adoção aos vereadores e munícipes que compareceram à Casa de Leis.

Além disso, foi elaborado um DVD com depoimentos de pais e filhos adotivos e moradores do município, onde se podem perceber os múltiplos enfoques da questão.

Os servidores do Fórum da comarca também se envolveram com a campanha, cujo tema escolhido pela unidade judiciária este ano foi a adoção tardia. Estatísticas nacionais mostram que são baixos os índices de adoções das crianças que não se encaixam ao “perfil” exigido pela maioria dos pretendentes, qual seja, o de crianças com idades abaixo dos dois anos, com pele branca e sem problemas de saúde.

Ação pioneira - Outra iniciativa desenvolvida em Tangará da Serra é a implantação do Grupo de Gestão Integrada da Infância e Juventude, proposta precursora de autoria do juiz Cláudio Zeni, que se propõe a fortalecer as ações na área infanto-juvenil com natureza multidisciplinar e a ser composto pelos órgãos e membros da rede de proteção da infância e da adolescência.

Todos os trabalhos previstos visam apresentar à sociedade tangaraense a importância da adoção, sobretudo para sensibilizar a sociedade quanto à situação das crianças e adolescentes abrigados. Da Assessoria

Presidente nacional desmoraliza Percival e rasga elogios a Wilson Santos

A definição do apoio do PPS nas eleições em Mato Grosso parece ganhar contornos de novela. Menos de uma semana após o presidente estadual da legenda, deputado Percival Muniz, ter anunciado que recebeu aval para fechar aliança com o grupo do empresário Mauro Mendes, o presidente nacional do PPS, ex-deputado Roberto Freire, negou através do microblog Twitter que liberou o diretório regional em Mato Grosso para firmar uma aliança com o socialista. Leia mais AQUI

Renatinho do Piracema foi assassinado em Tangará da Serra; confessa um dos suspeitos presos

Uma ação rápida da polícia levou para a prisão quatro jovens acusados na morte de Renato da Silva Molin Junior (Renatinho), 24 anos, residente na cidade de Tangará da Serra.

O fato ocorreu na manhã de ontem, segunda-feira, por volta das 06h30, quando o veiculo Eco Esporte, placa NJS 8674, furtado, teria capotado. O capotamento aconteceu na Rodovia MT 243, próximo ao município de Porto Estrela.

Os acusados foram presos depois de empreender fuga, após o capotamento do veículo. Juan Marcílio, 19 anos, Diego dos Anjos Rodrigues Carvalho, 18 anos, Juscinei Nicolau da Silva, 20 anos e um menor, F.M, 17 anos foram presos pela Polícia Militar de Barra do Bugres.

Interrogados sobre o ocorrido, os acusados informaram para a polícia, que mataram o Renato ainda em Tangará da Serra, com um tiro na cabeça, depois de uma discussão entre a vítima e o acusado do disparo, Juan Marcílio, que confessou o crime. Outra versão apresentado pelos acusados é de que teriam atirado na vítima, próximo ao Distrito de Progresso.

Os acusados disseram ainda para a polícia, que o encontro deles com a vítima, seria para cobrar cerca de R$500 reais, referente à venda de drogas, onde começou toda a discussão e Renato teria partido para cima de um dos acusados, quando este atirou, acertando a cabeça da vítima.

Depois de ter atirado em Renato, os bandidos teriam colocado o corpo dentro do porta-malas do veículo, tomando rumo à Bolívia, onde provavelmente trocaria a Eco Esporte por drogas e facilitaria a desova do corpo.

A arma do crime foi encontrada, por policiais, escondida debaixo de alguns ramos de mato. Juan Marcílio, que confessou ter matado o jovem, já teria cometido outros homicídios. Os rapazes presos pela polícia, são moradores de Tangará da Serra.

Fonte:CNTnotícias

A quem interessar possa

"Você precisa fazer aquilo que pensa que não é capaz de fazer".

Abusos ameaçam eleição de Dilma, diz procuradora

Deu na Folha de S. Paulo

Sérgio Torres:

A candidatura da ex-ministra Dilma Rousseff (PT) à Presidência caminha para ter problemas já no registro e, se eleita, na sua diplomação.

A afirmação é da procuradora da República e vice-procuradora-geral eleitoral, Sandra Cureau, que avalia que esses problemas podem surgir se casos de desrespeito à legislação eleitoral continuarem na pré-campanha.

Cureau diz haver "uma quantidade imensa de coisas" na pré-campanha de Dilma que podem ser interpretadas como abusos de poder econômico e político.

O Ministério Público Eleitoral está reunindo informações sobre os eventos dos quais a ex-ministra tem participado para pedir ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) a abertura de uma Aije (Ação de Investigação Judicial-Eleitoral) por abuso de poder econômico e político.

Em tese, a Aije poderá resultar na negação do registro ou no cancelamento da diplomação pela Justiça Eleitoral, como já falou, há dez dias, o ministro Marco Aurélio Mello, do TSE. NOBLAT

Assinante do jornal leia mais em Abusos ameaçam eleição de Dilma, diz procuradora

Charge do Dia



Autor: Néo Correia

Assim penso

"A verdadeira generosidade em relação ao futuro consiste em dar tudo de si no presente."

Albert Camus

Lula do PT ameaça vetar o reajuste

O presidente Lula do PT ameaça vetar o reajuste de 7,7% para aposentados e o fim do fator previdenciário. A terceira idade é castigada. Um risco mínimo para quem surfa em altas ondas de popularidade.

VACINA

As Unidades Básicas de Saúde começam a vacinar crianças menores de cinco anos contra a gripe suína. A campanha vai até o dia 2 de junho.

UM CRESCIMENTO QUE PREOCUPA

Se há um crescimento que preocupa este diz respeito ao do consumo do crack em nosso meio.

Qualquer que seja a autoridade ouvida ou qualquer que seja a pessoa da comunidade envolvida com os anseios desta cidade, todos expressam a sua preocupação com esse crescimento do consumo dessa droga maldita.

Até menores de idade estão sendo vítimas desse mercado avassalador que é o das drogas ilícitas. Essa droga inicialmente alcançava o público classificado como de baixa renda, mas eis que agora se constata que ela está alcançando a chamada classe média.

Nesse diapasão lembremo-nos de que o poder público é o principal responsável pelo controle dessas ações marginais dos disseminadores do uso do crack.

Mas, a sociedade como um todo não está dispensada de se envolver nessa verdadeira batalha.

AGRICULTURA ORGÂNICA

Agricultores familiares e empreendimentos da agricultura familiar têm até dezembro de 2010 para se adequarem ao novo sistema de garantia dos produtos orgânicos. A medida faz parte do Decreto nº 6.323/07 que instituiu o Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade Orgânica.

O mercado anual de produtos orgânicos do Brasil é de aproximadamente R$ 700 milhões, sendo 40% comercializados no País e 60% para exportação, com crescimento aproximado de 25% ao ano.

No Brasil, a produção orgânica é uma atividade que se encontra em franca expansão entre agricultores familiares e assentados da reforma agrária. Estima-se que em torno de 85% dos produtores orgânicos brasileiros sejam familiares.

De acordo com o último Censo Agropecuário, já são 90.500 estabelecimentos rurais que praticam agricultura orgânica.

O novo sistema, sob responsabilidade do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), tem a função de regular, controlar, definir regulamentos e registros necessários relacionados aos orgânicos, e, portanto, estabelecer a garantia da produção orgânica.