29 de junho de 2010

TEM QUE MATAR NA RAIZ

A corrupção no Brasil causa muita indignação porque é descoberta apenas quando o montante desviado já se encontra na casa dos milhões de reais.

Não conseguimos cortar o mal em seu nascedouro. Os casos geralmente são descobertos por ex-esposas vingativas, genros, irmãos, ex-assessores, imprensa etc. Quando, na realidade, deveria ter ser descoberto pelas autoridades públicas ainda no início.

O responsável direto para evitar que fraudes contra o poder público ocorram é o auditor fiscal, no entanto, o Brasil possui pouquíssimos auditores se comparado a outras nações.

Enquanto temos oito auditores fiscais para cada cem mil habitantes, a Dinamarca, um dos países menos corruptos do mundo, possui cem.

Nossos governantes não nasceram ontem. Eles sabem que quanto mais cargos de auditores forem criados, menores as possibilidades de se enriquecer ilicitamente através de dinheiro público, contudo, preferem manter o irrisório número atual.

TROCA DE ARQUIVOS

Esqueçam pen-drives, DVDs etc. Agora você pode trocar arquivos de até 20 Gb de forma virtual com seus amigos. O serviço é disponibilizado pelo site www.wetransfer.com

Maradona

Se fosse tirando as roupas aos poucos, tal e qual uma stripper, o técnico da Argentina, Maradona, já estava sem camisa e com pés descalços…

TRÂNSITO

Motoristas de carro deveriam saber que os ciclistas também têm o direito de trafegar pelas ruas e avenidas da cidade, bem como nas estradas. Respeitem os ciclistas, senhores!

Candidatos ficam fora do ar até agosto

Os candidatos homologados em convenção estão proibidos de apresentar programas em emissoras de rádio e TV. Voz agora, só no guia eleitoral gratuito, que terá início em agosto.

CANDIDATOS

Caso a minha matemática (que é péssima) não apresente falhas, são sete os candidatos a deputado estadual tendo como base eleitoral o município de Tangará da Serra. São eles: Wagner Ramos, Sílvio Delomondes, Vagner Gouveia, Chico Clemente, Airto Franchini, Edna Campos e Saturnino Masson. Para federal, possivelmente serão confirmados os nomes do professor e jornalista Dorjival Silva e o advogado Rogério Silva.

ORIGENS
Esses sete nomes tangaraenses colocados na disputa para deputado estadual e dois para federal neste ano eleitoral de 2010 integram as seguintes bases partidárias: PR, PRB, PTN, PSDB, PMDB, PTB, PP, PRP e PSB.

Prêmio nacional de educação em direitos humanos

Na sexta-feira, dia 2 , encerram-se as inscrições para a 2ª edição do Prêmio Nacional de Educação em Direitos Humanos (PNEDH), que tem o objetivo de contribuir para a formação de uma cultura que defenda valores, atitudes e práticas sociais que respeitem os direitos dos cidadãos em todos os espaços da sociedade. Serão distribuídos R$ 100 mil em prêmios. Para conhecer os trabalhos inscritos e premiados em 2008 e obter mais informações para inscrição na segunda edição, acesse: www.educacaoemdireitoshumanos.org.br

STJ destaca importância da imprensa na vigilância da coisa pública

A Quarta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) reconheceu, em julgamento realizado na última quinta-feira (17), a relevância da participação da imprensa "na vigilância da coisa pública" e chamou a atenção da crítica jornalística para o fortalecimento da democracia.

Tomando como base tais premissas, os ministros que compõem a turma acataram recurso especial interposto pela Editora Diário da Manhã Ltda., do Paraná.

Assim, mudaram decisão do Tribunal de Justiça daquele estado (TJPR) que havia condenado a empresa por danos morais pela publicação de uma matéria cujo título foi considerado ofensivo.

De acordo com o ministro relator, em seu voto, na reportagem foi vislumbrado "o simples e regular exercício de direito", consubstanciado em crítica jornalística própria de estados democráticos, "razão pela qual o autor deve, como preço módico a ser pago pelas benesses da democracia, conformar-se com os dissabores eventualmente experimentados".

O ministro Luis Felipe Salomão destacou, também, que a posição do TJPR significa tolher o que há de melhor na imprensa, "que é, exatamente, essa indispensável participação na vigilância da coisa pública".