16 de setembro de 2010

A orfandade que assusta para 2012

Em alguns municípios, pelo o que noto, a luta de prefeitos não é para ganhar eleição e, sim, perder de pouco.

É, faz sentido. Tanta apreensão e certo desespero em faces tensas ou supostamente descontraídas, acabam sendo compreensíveis.

Está em andamento a "Lei da Gravidade" das escolhas: tudo que sobe, desce.

Sim, 2012 tá bem aí, ó! Eleições municipais.Assusta.

A vitória sempre tem muitos pais. E a derrota? Dizia o presidente norte-americano John Fitzgerald Kennedy, que "a derrota é órfão".

Em verdade, ele simplificava o que Napoleão já dissera bem antes, no século XIX: - A vitória tem mais de uma centena de pais; a derrota, por outro lado, essa é órfã. Por Carlos Santos

Dorjival promove "corpo-a-corpo" no Grande Jardim dos Ipês

O candidato a deputado federal de Tangará da Serra e Região, Dorjival Silva (PRP/4444), passou toda esta quinta-feira (16) mantendo contatos com eleitores de vários bairros do setor do Jardim dos Ipês, nesta cidade.

Acompanhado de assessores, o aspirante à Câmara Federal promoveu das 15h às 17h30 arrastão no bairro Jardim dos Ipês.

Foram grandes e importantes contatos com a população que a passos largos começa a entender a importância em votar no candidato a deputado federal que reside em Tangará da Serra.

A cidade está tomando esta consciência. Grande parte da população já aderiu ao propósito de eleger o seu candidato a federal. Isso é muito bom. Da Assessoria

PESQUISAS

Tudo bem que tem pesquisa em demasia na praça. Tudo bem que algumas delas mostram resultados tão díspares em relação às outras que chegam a desacreditar por completo o instituto realizador. Mas, só não podemos concordar com uma coisa: há cidadão que dá todo crédito às pesquisas para Presidente da República e, no entanto, fica insistindo em desacreditar aquelas outras que estão sendo feitas para governador. Bom, acredita ou não acredita?

A que se deve tamanha popularidade?

A que se deve o elevado estágio de popularidade alcançado pelo presidente Lula? Será por que ele foi muitas vezes a diversos países?

Certamente que não é por isso. Ou por que ele implementou o Bolsa Família? Também por isso, mas isso não é tudo.

Será por que ele melhorou consideravelmente o nível das estradas federais e implantou outras tantas? Não seja por isso.

Eu entendo mesmo que a causa maior dessa aceitação popular, dessa identidade tão aproximada com o povo brasileiro, advém do acerto da política econômica posta em prática pelo seu governo.

Esse acerto da política econômica resultou numa clara melhoria nos padrões de vida daquelas populações mais carentes.

Estas, sim, seguramente, estão vivendo muito bem e melhor do que na época de Fernando Henrique Cardoso e de outros que o antecederam.

O presidente Lula acertou na mosca ao batalhar pela estabilidade da moeda e pela correção justa dos salários em níveis compatíveis com os padrões de vida sonhados pela grande maioria dos brasileiros.

E a parte prática resultante disso tudo são essas pesquisas avassaladoras mostrando um político brasileiro nos píncaros da glória e com todas as chances de levar para sucedê-lo com uma votação histórica aquela pessoa que ele está patrocinado para sentar na cadeira que ele hoje ocupa.

REGISTRO

Desde o início desta semana é possível obter pela internet a certidão de nascimento, só que no Rio Grande do Norte. Nesse grandioso estado, 49 hospitais têm conexão com cartórios, possibilitando que toda criança nascida saia da maternidade com o registro de nascimento. Bem que algum vereador de Tangará da Serra poderia pensar sobre este assunto. A população mais humilde agradeceria penhoradamente.

INCENTIVO

A Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA) do Senado analisa projeto de lei que isenta de IPI máquinas ou veículos comprados por indústrias recicladoras de pequeno, médio e grande portes de autoria do senador Marcelo Crivella (PRB-RJ).