21 de outubro de 2010

Reveja o que disse à Band e ao SBT depois das eleições


Dorjival diz na Band que mesmo sem apoio de políticos tangaraenses recebeu expressiva votação por dorjisilva no Videolog.tv.





Dorjival vai ao sbt agradecer votos recebidos em Tangará a Região por dorjisilva no Videolog.tv.

Lideranças do PV/MT preferem tucanos, diz Diário de Cuiabá

Uma das manchetes do Diário de Cuiaba de hoje: "PV se mantem neutro, mas lideranças preferem tucano". Acho que os verde de Tangará da Serra não estão pensando a mesma coisa. Ou estão?

Riva presidirá novamente a AL/MT

Leio no blog de Romilson que o deputado eleito José Riva (PP) será novamente presidente da Assembléia Legislativa.

Até cheguei a pensar que isso ocorreria mesmo.

E confesso: até esperei que nosso menino, Wagner Ramos (PR), por ter sido o quinto mais votado em todo estado, fizesse parte da próxima diretoria da AL. Ledo engano.

Saiba mais sobre a formação da nova mesa diretora da AL/MT AQUI

Cresce criminalidade na zona rural de Tangará da Serra.

Assusta-me a quantidade de assaltos, roubos e furtos que vem sendo registrada na zona rural de Tangará da Serra.

Creio que o serviço de inteligência de nossas polícias militar e civil esteja agindo para desarticular o quanto antes essa perigosa gangue com atuação a bastante tempo em nosso município.

Há quem diga que os bandidos moram aqui mesmo em nossa cidade. Vixe Maria.

Chovendo em Tangará da Serra

Acaba de cair uma gostosa chuva em Tangará da Serra. Ótimo.

Serra e Dilma têm mais semelhanças do que diferenças

Vê-se nitidamente um grande exagero neste intenso debate entre os defensores da candidatura de José Serra (PSDB) e os defensores da candidatura de Dilma Rousseff (PT).

Quem defende Dilma profetiza um Brasil em trevas caso Serra vença. O mesmo ocorre com os defensores de Serra em relação a Dilma.

Observando estes debates vemos como a política envolve paixão e interesses pessoais. A racionalidade, que deveria nortear a escolha dos candidatos, é solenemente relegada.

Entre as centenas de artigos e colunas sobre a campanha eleitoral, o mais arrazoado que encontrei foi um escrito pelo jornalista Leonardo Attuch, publicado numa das últimas edições da IstoÉ.

No texto, ele defende que Serra e Dilma tem mais semelhanças do que diferenças, e que, mesmo se quiser fazer tudo errado, é muito difícil o próximo presidente – seja quem for – tirar o país dos trilhos.

Não temos uma disputa entre cerveja e suco de laranja, nem entre Fanta Uva e refresco de limão, mas sim uma disputa entre Coca-Cola e Pepsi.

Dilma corre risco de perder novamente para Serra em Tangará

Preocupa-me muito não ver em Tangará da Serra nenhuma forte ação do PT em prol da campanha de Dilma.

Juro que se essa candidata fosse de meu nanico partido - PRP, de hoje até à vespera da eleição mobilizaria professores, estudantes, jovens, diversos sindicatos, coligações e população em geral em favor dela.

Sem panfletagens em escolas, universidades e comércio, plenárias e debates, carreatas e afins, como é que querem que Dilma seja mais votada que o também candidato José Serra neste segundo turno pelo eleitorado tangaraense?

Só um milagre faria isso. Ou estou errado?

A QUEM INTERESSAR POSSA

"Um homem não é outra coisa senão o que faz de si mesmo".

Perseguição política tem muito a ver com curral eleitoral

Perseguição política tem muito a ver com curral eleitoral e, com o passar dos tempos, a população começa a perder o medo dos coronéis e formular suas denúncias. A classe política precisa entender que o tempo do "povo marcado, povo feliz", da canção de Zé Ramalho, está passando. A história política está mostrando isso. Portanto, se liguem!

Millor Fernandes

Quem disse isso foi o sábio Millor Fernandes: - "Acho o máximo de habilidade político-econômica a desses caras que se locupletam no capitalismo entrando pela esquerda". Verdade.

Nem tanto ao céu, nem tanto ao mar

Dentro de mais alguns poucos dias, num período pouco superior a uma semana, estaremos, nós, brasileiros, escolhendo o futuro presidente da República Federativa do Brasil.

Nós, eleitores, devemos tomar a consciência de que nesse processo nós é que somos os atores mais importantes desse episódio. Daí que todos devemos nos conscientizar disso.

Bom, mas é fato que vamos escolher o nome a ocupar a Presidência da República. Será Dilma Rousseff ou José Serra?

Eu creio que o eleitorado em geral já deve ter colocado essa temática e essa indagação como prioridade um no centro das suas reflexões nessas horas que antecedem a eleição. Sim, porque um passo sério e decisivo para o nosso futuro será dado pela sociedade como um todo.

Então, vamos nos despir das ideias fantasiosas, dos subterfúgios, dos sonhos e vamos pisar no chão da realidade.

O que deverá restar como coisa bem clara diante de todas as nossas reflexões em torno dessa eleição é que os políticos não são anjos e sim seres humanos, ou seja, não são perfeitos. Mas, tampouco eles são demônios.

A prática política não reserva espaços para a ação de anjos, mas espaço para a disputa dos mais diferentes interesses que estão em jogo no meio da nossa sociedade.

A disputa destes interesses é legítima, desde que os meios estejam bem explicitados e sejam lícitos para que todos saibam e sintam o que é que está movendo os candidatos que se propõem a representar os interesses populacionais.

Portanto, nem tanto ao céu, nem tanto ao mar. Utilizamo-nos desse jargão popular para colocar perante a todos que o momento é decisivo e importante e está a exigir de todos, e de cada um, uma reflexão aprofundada para que não haja equívocos ou distorções.

Pois, do contrário, os consertos devidos só poderão ser feitos daqui a quatro anos. Emery Costa

Uniformização da cobrança de custas processuais

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) decidiu elaborar um projeto de lei, a ser encaminhado ao Congresso Nacional, uniformizando a cobrança de custas processuais por todos os tribunais do país.

A nova sistemática, com a uniformização do valor das custas no país, vai ampliar o acesso à Justiça, o que facilitará a vida das pessoas e dos advogados.

Para se ter uma ideia, as custas processuais de uma ação judicial no valor de R$ 2 mil variam de R$ 30 em Rondônia a R$ 610 no Ceará.

Quanto menor a renda per capita e o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), maior o valor das custas, de acordo com estudo do Departamento de Pesquisas Judiciárias do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Além disso, alguns tribunais cobram proporcionalmente menos por ações de maior valor e pelos recursos de segundo grau.

Secretaria de Meio Ambiente contribue com BPW

O nobre secretário de Meio Ambiente de Tangará da Serra, Luiz Alberto (PV) esclarece que sua pasta não é a responsável pela coleta de lixo no município e sim, Sinfra e SAMAE.

Diz ainda que sua secretaria contribuiu à medida do possível com a campanha "Vamos Limpar Tangará" encetada pela BPW no último domingo, dia 17.

Leia àbaixo outros esclarecimentos em resposta à nota entitulada "BPW deu grande exemplo de civilidade neste domingo " publicada nesta página dia 18.

"Meu caro amigo Doriival, presto sempre pela veracidade de suas informações e com isso sou um leitor assiduo de seu blog, mas apenas para retificar a frase sobre o assunto abaixo de sua autoria:"O serviço deveria ter sido realizado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente", como se sabe a seguir: 1 - A Secretaria Municipal de Meio Ambiente não responsável pela coleta de lixo do muncipio;2 - A Secretaria Municipal de Meio Ambiente em parceria com a SEMA e Secitec participou do Dia da Limpeza de Tangará da Serra auxiliando na limpeza do córrego Fugueira. Gostaria que você como jornalista que preza pela verdade retificasse tal confirmação.

Luiz Alberto
Sec. Mun. de Meio Ambiente"

NOTA DO BLOG: Caro Beto houve um erro de expressão em minha escrita. Onde escrevi "o serviço deveria ter sido realizado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente", deveria ter escrito: "A campanha deveria ter sido realizada pela Secretaria de Meio Ambiente" uma vez ser a pasta responsável pela boa qualidade de vida de todos nós que aqui habitamos. No mais, forte abraço!