13 de novembro de 2010

Dorjival solicita da PM mais segurança para os Distritos Progresso e São Joaquim

Presidente da Associação de Moradores e Produtores Rurais do Distrito São Joaquim, o professor e jornalista Dorjival Silva esteve nesta noite de sábado 13, num encontro com o comandante do VII Batalhão de Polícia Militar de Tangará da Serra, tenente-coronel Tadeu Firme.

O encontro aconteceu às 19h30 no Distrito de Progresso, onde o comandante daria uma palestra sobre segurança pública naquele área do município.

Dorjival foi até o distrito para se inteirar da proposta da PM para reforçar a segurança na localidade. E mesmo não ocorrendo a reunião por ausencia dos moradores, o assunto foi discutido entre o tenente-coronel e o líder comunitário do São Joaquim.

De acordo com o oficial ainda serão necessários cerca de seis meses para o Batalhão instalar no Progressso uma base policial. Ele explicou que essa atenção à comunidade não pode ser dispensada agora por falta de pessoal.

Mas garantiu que um imóvel será alocado pelo Estado onde funcionará a Base de Polícia Militar do Progresso com pelo menos cinco homens, que farão ao mesmo tempo a segurança do distrito São Joaquim.

O comandante garantiu ainda a Dorjival Silva e as poucas pessoas presentes que mesmo não tendo uma base policial naquela área do município, a PM está pronta para atender a qualquer colicitação a qualquer momento.

Antonio, um dos moradores do Progresso que haviam solicitado a presença do comando regional da PM para discutir os problemas relacionados à segurança da localidade, disse que a criminalidade tem crescido assustadoramente ali.

Situação parecida está aconcendo no São Joaquim. Preocupado, o líder dessa comunidade tem solicitado que as polícias visitem pelo menos uma vez ao dia o seu Distrito. A PM se comprometeu em atender a solicitação feita pelos moradores dos dois Distritos. Da Assessoria.

Veja Imagens de Dorjival Silva no encontro com o comandante PM nesta noite.




Fotos: Franciele Caroline

Motos e bicicletas tomam ruas e calçadas de Tangará da Serra


A cena foi resgistrada na manhã deste sábado na Avenida Brasil, principal artéria de Tangará da Serra. Pior: a maioria desses veículos pertence aos empregados das lojas. Com tamanha bagunça, os consumidores realmente não têm onde estacionar seus veículos pafa o efetuo de compras. Muito ruim para o comércio. Imagens: Diário de Tangará

Assim penso

"Servir só para si é não servir para nada."

Voltaire

A situação dos aposentados brasileiros

Dificilmente a gente se encontra com um aposentado que sinalize qualquer satisfação quanto à sua remuneração pela Previdência Social.

Exatamente porque todos eles estão seriamente prejudicados pela defasagem de suas remunerações. Por exemplo, há casos de aposentados que no princípio de seu benefício ganhavam 20 salários mínimos e hoje não percebem nem dez.

E por aí a coisa vai. O próximo governo comandado por Dilma Rousseff deverá colocar essas mudanças na Previdência na sua pauta. É inexorável.

Atualmente existem mais de 800 propostas em tramitação no Congresso que impactam a Previdência. Essa reforma tem que entrar na pauta, embora se entenda que ela não pode ser implantada do dia para a noite.

Mas, pelo menos a discussão deve se iniciar e já. Convenhamos que ela tem que ser gradual. Mas, também não há dúvidas que essa ingente tarefa é de responsabilidade dos nossos parlamentares e dos nossos governantes que estão sendo chamados a se desincumbir dessa tarefa.

O assunto não é só do interesse de todos, mas também irá mexer com todos os brasileiros. Essa é que é a realidade.

Concurso dos correios

Os Correios informam que as provas de seu concurso previstas para o dia 28 deste mês estão adiadas em razão de decisão judicial concedida em caráter liminar pela Justiça Federal de Brasília. O recurso da ECT a essa decisão encontra-se em análise pelo Tribunal Regional da 1ª Região. Os Correios informam ainda que aos candidatos que vierem a desistir de sua participação no concurso, será garantida a devolução das taxas pagas, devidamente atualizadas, em data a ser divulgada.

Mato Grosso é o Estado em que mais ocorrem mortes violentas no país

Diário de Cuiabá

A afirmação parte dos dados divulgados ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) com base nas Estatísticas do Registro Civil de 2009. No Estado 23,8% das mortes de homens são por causas violentas. No caso das mulheres, 7,48% ocorrem pela mesma motivação. Nos dois casos, Mato Grosso está à frente das outras unidades da federação. Leia mais AQUI