14 de novembro de 2010

Cadeia para menores infratores não resolverá problema da criminalidade


Tangará da Serra ganhará em 2011 seu primeiro centro de ressocialização (para não dizer, cadeia) para menores. O prédio será construído à saída para Campo Novo do Parecis.

Hoje, os menores que são detidos por práticas infracionais são mantidos por cerca de cinco dias em um dos presídios da cidade, depois voltam às ruas quase sempre para praticar os mesmos atos.

Somente aqueles que praticam atos fora do comum é que são encaminhados para cumprimento de penas em Centros da capital.

Creio que a construção de um local para manter menores infratores pelo tempo previsto em Lei é essencial em Tangará da Serra. Sabedores da possibilidade de perca temporária da liberdade, alguns menores certamente procurarão evitar práticas delituosas.

Ganha com isso a sociedade.

Todavia, falando como educador, imagino que mais importante que a construção dessa cadeia para menores, seria de maior grandeza a construção de escolas de arte e lazer para nossa juventude tangaraense.

É de se lamentar. Em Tangará da Serra não há nenhum tipo de política pública de amparo à nossa juventude. Uma Secretaria Municipal de Apoio a Juventude deve estar na lista de prioridades do próximo prefeito.

Não queremos nossos jovens na cadeia. Queremos vê-los integrados à educação, à cultura e a uma vida socialmente saudável. Isto sim.

Volta a chover em Tangará da Serra

Tangará da Serra e a região noroeste de Mato Grosso estão sendo banhadas neste final de tarde de domingo (14) por forte chuva. Há relâmpagos e trovões. Essa chuva fortalece gratificantemente as plantações de soja feitas no mês passado.

Tangará Tênis Club luta para sobreviver

Piscina vazia
Tubo não atrai mais
Mesmo sendo um lugar bonito, aconhegante e conhecido, o Tângará Tênis Club - TTC não é mais o mesmo de outrora. Local frequentado inicialmente pela elite tangaraense, hoje luta para angariar pessoas de todas os níveis sociais para pelo menos se manter de portas abertas. Neste domingo, mesmo depois de ampla campanha de distribuição de títulos de sócios para pessoas da cidade, o local permanecia com pouca frequência. O que teria ocorrido para o TTC chegar a tal estágio em sua história. Acho que como sócio deste belo espaço de lazer, tenho obrigação de ajudar a divulgá-lo. E isso o farei a partir de agora. Imagens do Diário de Tangará

Manhã Sertaneja é sucesso aos domingos em Tangará da Serra

Marcelo Nunes apresentando seu programa neste domingo

Um programa de televisão que vem sendo apresentado às manhãs de domingo, em Tangará da Serra, tem alcançado grande aceitação popular. "Manhã Sertaneja", produzido e apresentado pelo compositor e cantor sertanejo tangaraense Marcelo Nunes, não fica em nada a dever aos bons e grandes programas do gênero exibidos pela TV brasileira.

O programa de Marcelo, como dizem em Tangará da Serra, é recheado de poesias, canções, romantismo, e sobretudo, da boa música sertaneja de raiz. Uma grande opção oferecida aos bons amantes dos ideais sertanejos residentes nesta cidade.

Levado ao ar, apartir das 10h, com uma hora de duração, na TV Vale (Record), o Manhã Sertaneja é sem dúvida alguma o melhor programa desse estilo em exibição na televisão de Mato Grosso. Poderia, por sua beleza e importância para a cultura regional, ser apresentado em cadeia para todo estado.

GRAVAÇÃO: Antes de encerrar o programa deste domingo 14, o apresentador informou que a edição do dia 11 de Dezembro será gravada no Ranchos Gril Espetos, um das boas casas noturnas de Tangará da Serra.

A quem interessar possa

"Fracassar não é cair; fracassar é continuar no chão."

Promotor continua infernizando vida de Tiririca

Em São Paulo, o promotor cricri do caso Tiririca, Maurício Antônio Ribeiro Lopes, vai entrar com mandado de segurança para que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo realize novo teste para comprovar a alfabetização do deputado federal eleito pelo PR. Lopes questiona a declaração que o palhaço deu à Justiça Eleitoral, em que afirma saber ler e escrever.

Deputado federal mais votado do país, com 1,3 milhão de votos, Francisco Everardo de Oliveira Silva é acusado de falsidade ideológica. Em audiência realizada ontem no TRE, Tiririca fez um teste para comprovar sua alfabetização. Segundo a assessoria de imprensa do tribunal, ainda não é possível dizer que o humorista foi "aprovado". Essa decisão caberá ao juiz Aloísio Silveira, responsável pelo caso.

Pelo menos o homem já provou que sabe ler e escrever. E com essa quantidade de votos, por quase nada o promotor quer brecar a vontade do povo, enchendo o saco com essa perseguição besta. Se a Tiririca não assumir, como é que a gente vai saber o que faz um deputado federal? Pelo menos isso ele prometeu contar durante a campanha. Foto do R7

Assim penso

"Está se deteriorando a bondade brasileira. De quinze em quinze minutos, aumenta o desgaste da nossa delicadeza", já dizia Nelson Rodrigues.

Última mega-sena do ano

Balanço apresentado na última quarta-feira aponta para o acumulo de R$ 53 milhões na Mega-Sena da virada. O valor que deve 'inflar' até o dia do sorteio será a última oportunidade do ano para os brasileiros comuns entrarem 2011 no seleto grupo dos milionários.

Aquecimento nas contas das prefeituras

Após meses amargando o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) no limite os prefeitos que dependem do fundo como principal fonte de renda receberam uma boa notícia. O mês de dezembro contará com um bom aquecimento no repasse.

Mesmo diante do aquecimento, o valor deverá ser insuficiente para cobrir as despesas básicas. Caso o governo federal não aponte com o repasse de recursos extras prometidos no decorrer do ano, os municípios que tem como principal fonte de renda o FPM devem encerrar o ano no vermelho.

R$ 550 será o valor do salário mínimo de 2011

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a presidenta eleita Dilma Rousseff querem fixar em no máximo R$ 550 o valor do salário mínimo de 2011. Este valor representa um aumento real de 2,2%, abaixo dos 7,7% reivindicados pelas centrais sindicais. Os dois orientaram suas equipes, antes da viagem à Coreia do Sul, a barrar projetos no Congresso que possam comprometer a meta de superavit primário de 3,3% do PIB (Produto Interno Bruto).

Mudança de hábitos pode ajudar a prevenir o diabetes

No dia 14 de novembro é comemorado o Dia Mundial do Diabetes, uma data instituída para chamar a atenção de todos aqueles que estão envolvidos direta ou indiretamente nos cuidados e prevenção dessa doença. De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), cada vez mais a enfermidade está presente na vida dos brasileiros.

A entidade estima que existam cerca de 11 milhões de pessoas portadoras da enfermidade no país, ou seja, 5,9% da população total do Brasil é diabética. Entretanto, os especialistas alertam para que a incidência da doença seja reduzida, é preciso que as pessoas revejam os hábitos alimentares, quebrando o círculo vicioso da alimentação inadequada aliada ao sedentarismo.

A imoralidade do ressurgimento da CPMF


Por Carlos Frederick

O ressurgimento da CPMF, caso se concretize, será uma traição com o povo brasileiro que já não mais suporta essa carga tributária desumana cobrada pela Fazenda Pública. O excesso de tributos chega a inviabilizar o funcionamento de empresas de pequeno e médio porte que são obrigadas a fechar as portas em virtude do peso insuportável dos impostos, taxas, contribuições, enfim, dessa infinidade de tributos que sobrecarregam a atividade produtiva impedindo que haja crescimento no setor empresarial.

A tendência mundial é a redução de impostos para que o setor produtivo produza mais e desta forma o seu crescimento econômico se reverta em crescimento da arrecadação sem a necessidade de aumento de tributos.

A lógica disso é muito simples. Com menos impostos o crescimento do setor produtivo é maior, as empresas pequenas e médias poderão manter-se em suas atividades e o surgimento de novas empresas é inevitável. Isso ocasiona um aumento nos postos de serviços gerando empregos formais e trazendo para o consumo pessoas que encontram-se alijadas desse processo da sociedade por falta de recursos. Nesse sentido a arrecadação de impostos aumenta, posto que, quanto mais empresas puderem se manter no mercado maior a geração de receita para a Fazenda Pública. Dessa forma, gera-se receita pública de forma humana, em parceria com a sociedade, e não de forma opressiva, aumentando irresponsavelmente a carga tributária, sem medir as consequências desse ato para o setor produtivo.

O governo deve ser parceiro dos empresários e da sociedade e não um mero cobrador de impostos. Governo parceiro é governo que arrecada mais.

A CPMF é um exemplo dessa irresponsabilidade governamental. Com a desculpa descabida e furada de que seria o seu ressurgimento para incrementar as ações de saúde do governo o ente federal pretende incluir na lista de impostos mais um, para que novamente a sociedade pague a conta. Já afirmei em outro artigo publicado nesse blog que com ou sem CPMF a saúde em nosso país é caótica e desafio um político desses, seja ele quem for me provar o contrário. O problema da saúde é gestão e não arrecadação.

O fato que deve ficar claro é que fazer ressurgir a CPMF é uma imoralidade, uma falta de compromisso com os brasileiros que anseiam por uma humanização da carga tributária.