3 de janeiro de 2011

O Jornal refere-se à possibilidade de cassação de prefeito e vice de Tangará da Serra

Prefeito Ladeia (esq) e vice Jaconias da Silva - foto Xeque Mate

O Jornal, um dos impressos diários de Tangará da Serra, destacou em uma de suas páginas na edição desta segunda-feira (03), que o assunto mais comentado nos últimos dias pelos tangaraenses, é o da possibilidade de mais uma vez a Justiça afastar o prefeito Júlio César Ladeia (PR) e seu vice-prefeito José Jaconias da Silva (PT) de seus respectivos cargos.

A matéria cita que os dois políticos são réus em ação movida ano passado pelo promotor de Justiça Antonio Moreira da Silva. A acusação é que prefeito e vice teriam supostamente firmado termo de parceria com uma Oscip para prestação de serviços no setor da saúde publica municipal.

O impresso relembra as prisões do então secretário municipal de Saúde, Mário Lemos de Almeida e da presidente da entidade contratada, Maria Guimarães, por ocasião de uma “batida” da Polícia Federal em órgãos públicos da cidade.

Coloca que o cenário político de Tangará da Serra deva mudar consideravelmente caso a Justiça acate a denúncia do MP. O Jornal fala em dias turbulentos para os munícipes.

Por fim, informa que o presidente reeleito da Câmara de Vereadores, democrata Miguel Romanhuk estaria pronto para assumir o cargo de prefeito na hipótese de afastamento dos citados na ação movida pelo MP. Veja versão online da matéria AQUI

CEI: José Pereira Filho votará contra ou a favor de abertura?

José Pereira Filho - foto Xeque Mate

Comentários à manhã desta segunda-feira (03), numa emissora de rádio de Tangará da Serra, apontavam que a instalação de uma Comissão Especial de Inquérito - CEI pela Câmara de Vereadores, na primeira sessão do ano, com o objetivo de apurar denúncias de supostas irregularidades praticadas por agentes públicos do município, no episódio que ficou conhecido como "Escãndalo da Saúde", depende única e exclusivamente do voto do petista José Pereira Filho.

Os comentarias diziam que o voto do vereador provocará muita repercursão no meio político local. Situação que poderá lhe custar muito caro.

Como diziam: caso vote pela abertura da CEI estará cortando na própria carne. Uma vez que a investigação poderá sobrar em cheio também para o vice-prefeito José Jaconias da Silva, do seu partido.

Sendo aberta a CEI e, porventura constatando fundamento para as denúncias formuladas pelo Mnistério Público, o vice-prefeito correria o risco de ser afastado do cargo, acompanhando o chefe do executivo.

Os petistas ligados a Jaconias da Silva nunca perdoariam o vereador por ter aprovado a investigação. E este poderia ter seu projeto de disputar o executivo nas eleições vindouras, prejudicado por seus correligionários.

Mas a questão mais crucial para o parlamentar poderá advir de sua negativa pela aprovação da CEI. Os comentaristas enfatizavam que na hipótese de isso ocorrer, José Pereira Filho, homem que sempre se pautou pela ética e seriedade com a coisa pública, poderá sair "queimado" diante dos olhos da população tangaraense.

O eloquente legislador que se posicionou contra a municipalidade desde que esta intentava firmar parceria com a Oscip - Idheas, de onde desaguou o chamado "Escândalo", caso venha a retroceder agora num momento especial onde se apuraria se as denúncias teriam ou não fundamento, seria como disparar contra se mesmo perante o eleitorado.

Ou como disseram: seria da parte do vereador o maior ato contraditório praticado em sua bem postada jornada política.

Honestamente, na situação do vereador José Pereira Filho, votaria pela possibilidade do esclarecimento das denúncias. Mas saberei entendê-lo caso se posicione ao contrário.

NOTA DO EDITOR: Por que o voto do vereador José Pereira Filho (PT) é considerado tão importante para a abertura dessa CEI? O detalhe é que sem o seu voto seria quebrada por inteiro a possibilidade de os vereadores oposicionistas e a população verem apuradas as denúncias que pesam contra os gestores públicos citados pelo Ministério Público.

Bela radialista com depressão comete suicídio

Foto de Roberto Fernandes da Redação do foconews.com.br

O rádio norte-rio-grandense perdeu prematuramente à noite deste domingo (02) de janeiro, a radialista e cantora potiguar Lea Chiarelly Oliveira Freire (27).

De acordo com sites de notícias de Apodi, cidade onde ela atuava havia anos como locutora, Lea enforcou-se por volta de 18h39, em sua própria casa (Rua Manoel Pedro Viana, 250), utilizando uma corda sem deixar qualquer informação apontando para os reais motivos.

Comenta-se na cidade que ela esteve muito deprimida nos últimos dias.

A bela radialista era muitíssimo querida na cidade devido aos dinâmicos programas que apresentava.

Sua morte é considerada uma tragédia para a família, colegas e fãs que também a tinham em muito estimada pelo trabalho musical que produzia.

Não a conheci, mas a notícia muito me entristeceu. Por isso mesmo, encaminho meus pesâmes à família enlutada e todos moradores da cidade de Apodi, próspera cidade do Alto Oeste Potiguar. Com informações do Foco News.

Nome forte deve ser consolidado este ano

Tenho uma opinião formada sobre o que pode acontecer em 2012 em Tangará da Serra. Até o presente nenhum nome está sacramentado como forte candidato à disputa. Situação e Oposição esperam trabalhar esse nome em 2011.

Olhos se voltam para 2012

Começando novo ano, passada as emoções de posse dos eleitos, os olhos se voltam para 2012. A sucessão municipal passa a ser um dos assuntos na pauta de todos os jornalistas políticos. E haja especulação.

Para refletir: Aproveitando a Vida

"Certa vez, um homem muito rico e muito ocupado caminhava pela praia para tentar aliviar a carga dos inúmeros e complexos problemas que atormentavam sua vida. De repente, ele deparou-se com um pescador deitado despreocupadamente junto a um barco, olhando o azul do céu.

Indignado, deteve-se junto ao pescador e perguntou:

- Como você pode ficar deitado aí, em pleno dia de trabalho, por que não está pescando?

- O pescador virou lentamente a cabeça na direção do homem e respondeu com outra pergunta:
- Eu não estou pescando porque já pesquei o suficiente para o dia de hoje.

Inconformado, o homem insistiu:

- Se você estivesse com seu barco no mar, certamente traria mais peixes para vender ou estocar e poderia ganhar muito mais dinheiro.

- E pra que eu preciso de mais dinheiro, quis saber o pescador.

- Com mais dinheiro você compraria um barco melhor, mais moderno, com maior capacidade de navegação e com ele teria uma pesca mais abundante e consequentemente, mais dinheiro.

- E o que eu faria então? Perguntou o pescador.

- Você teria condições de gozar muito mais desta vida, namorar lindas mulheres, enfim tudo o que o dinheiro pode oferecer.

- Já tenho minha casinha, mulher e filhos, eu sou feliz assim, vivendo cada momento. Vivo o presente e o que tenho basta para mim e minha família. Adoro a vida que levo e sou feliz!

Mas, retrucou o empresário:

- Você poderia comprar uma linda casa, automóvel do ano, roupas caras, viajar e descansar! Você se contenta com pouco. É preciso aproveitar mais a vida!

Olhando o interlocutor com um leve sorriso desenhado no rosto, o pescador perguntou:

- O que você acha que eu estou fazendo agora?

Número de encarcerados cresceu 143,91% em uma década

Nos últimos meses, o Brasil investiu R$ 1,2 bilhão em programas de modernização e aprimoramento do sistema penitenciário. Mesmo assim, o número de pessoas encarceradas aumentou, passando de 148 mil presos em 2000 para 361.402 no ano passado, o que representou crescimento de 143,91% em uma década.

Livro didático sofrerá reajuste

O livro didático sofrerá um reajuste entre 5% e 10%. De acordo com a Associação Nacional de Livrarias (ANL), são muitos os fatores que contribuem para esse aumento, principalmente a reformulação didática dos exemplares.

Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior

O Ministério da Educação (MEC) prorrogou para 31 de março o prazo para que as mantenedoras de instituições de ensino superior (IES) possam renovar a adesão ao Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies). Para 2011, estão previstos R$ 3,25 bilhões para o programa.

Trabalhador terá mínimo de R$ 540 este ano

Em uma de suas últimas ações como presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva assinou medida provisória que fixa o salário mínimo em R$ 540 para 2011. Atualmente, o valor do mínimo é R$ 510.

Anac autoriza modificações no aeroporto de Tangará da Serra

Fonte: Diário da Serra

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) enviou, no final de novembro, a autorização para a construção do terminal de passageiros do aeroporto de Tangará da Serra, bem como para que sejam feitas as modificações necessárias ao aeródromo para que entre em funcionamento.

A Anac pediu à prefeitura que, ao término da obra, faça o pedido de atualização no cadastro de aeródromos e que encaminhe um Termo de Notificação do Término da Obra.

O início das obras está previsto para maio ou junho de 2011, quando o projeto passará por todos os trâmites, de acordo com a secretária de Indústria, Comércio e Serviços e interina de Turismo, Maísa Coutinho.

FOLHA.COM: Dilma vai privatizar novos terminais de aeroportos.

Folha.com com Carlos Frederick

"A presidente Dilma Rousseff decidiu entregar à iniciativa privada a construção e a operação dos novos terminais dos aeroportos paulistas de Guarulhos e de Viracopos, dois dos principais do país.

A medida faz parte de pacote que será baixado por meio de medida provisória _talvez ainda neste mês.

O texto inclui também a abertura do capital da Infraero (estatal responsável pela administração do setor aeroportuário) e a criação de uma secretaria ligada à Presidência da República para cuidar da aviação civil --como a Folha antecipou em 2010.

A equipe de Dilma já conversou com empresas como a TAM e Gol, que manifestaram interesse na construção e operação de novos terminais. O prazo da concessão deve ser de 20 anos.

O objetivo oficial do pacote é desafogar aeroportos que serão vitais para a Copa do Mundo de 2014. Assessores da presidente disseram à Folha que ela deu prazo de 15 dias para finalizar o texto.

Segundo a Infraero, o governo federal precisa investir R$ 5,5 bilhões nos aeroportos ligados às 12 sedes da Copa. A avaliação dentro do governo é que a estatal não terá condições técnicas para, sozinha, bancar esses projetos.

Durante o governo Lula, o ministro Nelson Jobim (Defesa) chegou a defender que a administração de todos os aeroportos fossem concedidas à iniciativa privada.

A ideia foi rejeitada por Lula e pela então ministra Dilma (Casa Civil). Ambos temiam o rótulo de privatizantes --o mesmo rótulo que o PT procurava impingir ao principal adversário na eleição, José Serra (PSDB).

Na Casa Civil, Dilma sempre dizia preferir abrir o capital da Infraero, para que esta pudesse captar recursos e aumentar a capacidade de investimentos.

No aeroporto de Guarulhos, o maior do país e principal centro de chegada de voos internacionais, o projeto da Infraero prevê R$ 1,2 bilhão de investimentos. A obra mais cara é a construção do terceiro terminal, orçada em R$ 700 milhões.

Em Viracopos (Campinas), os investimentos previstos são de R$ 742 milhões. O novo terminal deve consumir R$ 690 milhões.

BRASÍLIA
A Folha apurou que um novo terminal para o aeroporto de Brasília também poderá entrar no pacote.

A concessão dos terminais esvazia o plano de construtoras de construir um terceiro aeroporto nos arredores de São Paulo, em sociedade com as companhias aéreas.

Havia o temor no Planalto de que um terceiro aeroporto roubasse potenciais passageiros do trem-bala.

Já a nova Secretaria de Aviação Civil, ideia discutida na montagem da equipe de Dilma, vai retirar do Ministério da Defesa o controle sobre o setor, o que já está combinado com Jobim."

MINHA OPINIÃO: O PT mente quando em toda a eleição se diz contra a privatização. Nas últimas duas eleições o único argumento que tinham para defender-se das denúncias de corrupção era o de que o PSDB é um partido privatizador.

Vejam bem, não sou contra a privatização de alguns setores, todavia, Dilma mentiu ao dizer que é contra a privatização, pois, uma vez empossada no cargo, em um de seus primeiros atos resolve privatizar os novos terminais de aeroportos, inclusive abrindo o capital da Infraero.

A privatização dos aeroportos novos é uma boa medida, principalmente com a Copa do Mundo que se aproxima, todavia, o que não suporto é a mentira para vencer as eleições, pois Dilma criticou a todo momento as privatizações que FHC implementou, não se importante em ser injusta, e agora pratica um ato que privativa os aeroportos novos. É a lógica imoral do poder: mentir para o povo para ganhar as eleições, depois é outra coisa...