6 de janeiro de 2011

Rua 26 arrasta, há anos, inúmeros problemas infraestruturais

Este blogueiro, esposa e filha, caminhamos neste final de tarde num espaço de mais de mil metros pela calçada da Rua Celso Rosa Lima (antiga rua 26) de Tangárá da Serra.

No trajeto, os mesmo problemas de anos passados.

Rua estreita, tráfego intenso, gente de mais disputando espaço com veículos, muitos prédios fechados, onde antes serviram para instalação de lojas, pavimentação asfáltica deteriorada em alguns cruzamentos e uma praçinha entregue ao abandono à altura da entrada do Jardim Tarumã.

Fiquei impressionado com a quantidade problemas nessa importante artéria de nossa cidade.

A constatação da situação da Rua 26 me leva a crer que parte de nossa cidade está, de fato, abandonada. O que é lamentável.

PS: Ao final de nossa caminhada, encontramos o vice-prefeito Jaconias da Silva e o secretário de Agricultura, Wellington Duarte, ambos do PT, que passavam pela localidade. Tive muita vontade de dizer à ambos o que havia visto naquela artéria de nossa cidade. Mas, me limitei a desejar-lhes feliz 2011. Por Dorjival Silva

Tangará da Serra não merece o que está passando

Estou pedindo a Deus todos os dias para não ser molhado pela tamanha onda de pessimismo que atingiu nossa estimada Tangará da Serra do ano passado para cá.

Acompanhando aquele jargão conhecido diria: Nunca vi coisa parecida durante todos esses anos que resido e atuo profissionalmente na cidade.

A fala de jovens e adultos, comerciantes, empresários, produtores e de outros segmentos tem sido uma só: de que Tangará da Serra parece estar andando para trás.

Quem acompanha o trabalho da imprensa local diariamente, como eu, deve estar se sentindo muito mal. Cumprindo o seu respeitável dever, nossos veículos de comunicação não têm cessado de noticiar coisas ruins.

E isso tem instalado um sentimento angustiante em cada um de nós que lutamos para a cidade crescer e sua população se desenvolver ainda mais.

Sem aeroporto, sem um hospital público, sem a segurança que gostaríamos de ter, sem creches suficientes para abrigarem nossas crianças(são milhares à espera de vagas), sem um plano de habitação para contemplar todos os sem-teto, sem estradas vicinais que prestem, sem uma boa malha asfáltica no perímetro urbano, sem política pública que contemple nossa juventude, etc., e sem a certeza de que a chefia do executivo municipal permanceça inalterada nesses próximos meses, sinceramente, o desânimo bate à nossa porta.

Quero muito, como dito outrora, que o pessimismo não me atinja. Quero permancer acreditando que dias melhores virão para nossa estimada Tangará da Serra. Afinal, ela que é formada por todos nós, merece. Mas está ficando cada vez mais difícil. Por Dorjival Silva

Campanha 'Saco é um Saco' ainda não chegou a Tangará da Serra

O balanço da campanha Saco é um Saco, do Ministério do Meio Ambiente, mostra que no Brasil houve uma redução de cerca de 5 bilhões de sacolinhas em um ano e meio. Lançada em 2009, a meta era reduzir em 1,5 bilhão o uso das sacolas. Pena que em minha querida Tangará da Serra a campanha ainda não tenha chegado. Não tem sido por falta de incentivo deste blog. Por Dorjival Silva, Diário, diário, diario, tangará, Tangará da Serra, Tangará, Serra

PT fora do ar no primeiro semestre

O PT não poderá veicular sua propaganda partidária em rádio e TV no primeiro semestre de 2011. O partido da presidente eleita, Dilma Rousseff, foi penalizado pelo TSE por utilizar tempo de propaganda de maio a 10 de dezembro de 2009 para promover Dilma em campanha à Presidência, informou o Folha.com.

CEF admite que houve irregularidades no pagamento do Bolsa Família

Passadas as eleições, a CEF admitiu que houve irregularidades no pagamento do Bolsa Família, e assumiu a responsabilidade pela distribuição indevida de R$ 9,6 milhões aos beneficiários do programa social. A matéria da jornalista Carolina Alves, do jornal on-line Brasil Econômico, revela que o erro ocorreu nos meses de setembro e outubro, reta final das eleições presidenciais de 2010, quando cerca de cem mil famílias receberam um pagamento extra, mas que não será descontado dos beneficiários. A falha nos repasses contribuirá para extrapolar o orçamento do Bolsa Família de 2010, que chegou a R$ 14 bilhões em dezembro. Assim o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) está aguardando a liberação de um recurso suplementar de R$ 459 milhões. No total, programa beneficiou 12,6 milhões de famílias em 2010.

Juíza Tatiane Colombo é a titular da Justiça Eleitoral de Tangará da Serra

Circula nesta quinta-feira (06) na imprensa local que a Doutora Tatiane Colombo foi escolhida pelo Pleno do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso, como a nova juíza eleitoral de Tangará da Serra. A magistrada substitue o juiz Jamilson Haddad. A posse de Tatiane está agendada para esta manhã de sexta-feira, apenas para efeito de oficialização, uma vez que não haverá cerimônia.

Partidos custarão R$ 418 mi aos constribuintes brasileiros

(Folha do Estado) - Nas noites de 48 quintas-feiras de 2011, líderes de 25 partidos vão ocupar redes nacionais de rádio e televisão para fazer propaganda de seus próprios feitos. Metade dessas legendas terá ainda direito a mais 40 aparições de 30 segundos em todas as emissoras do país. Essas exibições custarão zero para os políticos e R$ 217 milhões para os conjuntos de contribuintes brasileiros.

Outros R$ 201 milhões em recursos públicos serão destinados para o custeio de despesas de partidos com viagens, aluguel de imóveis e pagamento de funcionários, entre outras.

Leia mais AQUI

Democratas estão autorizados a compor com PMDB em Mato Grosso

Os grandes jornais e sites da capital, Cuiabá, noticiam que o presidente nacional do Democratas, deputado federal Rodrigo Maia (RJ), autorizou nesta quarta-feira (05) a seus correligionários mato-grossenses comporem o staf do governo peemedebista Silval Barbosa (PMDB).

Maia esteve em MT acompanhado dos deputados Ronaldo Caiado (Goiás) e ACM Neto (Bahia). Na capital, o grupo se reuniu com as autoridades democratas locais. Entre elas, o deputado federal eleito Júlio Campos, que já vinha defendendo uma aproximação do DEM com o governador de Mato Grosso.

Com esse aval da cúpula nacional, o deputado estadual José Domingos deverá assumir nos próximos dias a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural.

Resta saber se essa união do DEM com PMDB a nível estadual se estenderá também para os municípios. Caso se confirme, os dois partidos se fortalecerão muito em Tangará da Serra.

Neste município, as duas siglas são presididas pelo ex-prefeito Jaime Muraro e a empresária Edna Campos, respectivamente, do DEM e PMDB.