3 de maio de 2011

Promotor Antonio Moreira vai conhecer realidade do Distrito São Joaquim

Promotor Antonio Moreira vai ao São Joaquim
Promotor de Justiça de Tangará da Serra, Doutor Antonio Moreira da Silva telefonou à tarde desta terça-feira (03) para o professor Dorjival Silva.

O representante do Ministério Público Estadual quer que seja marcada uma data para que ele faça uma visita de trabalho ao Distrito São Joaquim.

Dorjival Silva, na condição de presidente da Associação de Moradores do Distrito se comprometeu agilizar ainda para esta semana, a oportunidade para a ida do promotor até o lugar.

O comparecimento da Promotoria de Justiça ao São Joaquim atende requerimento feito pelos moradores da comunidade através da Associação na semana passada.

Abandonados pelas autoridades políticas locais, os moradores do Distrito esperam que ao conhecer a triste situação a que estão submetidos, o Ministério Público possa interferir cobrando dos gestores competentes ações práticas e imeditas para melhorar a vida da comunidade.

Da Assessoria

Dos barzinhos de Tangará da Serra para o mundo...Adair Cardoso é sucesso

Como grande parte dos cantores de música sertaneja, Adair Cardoso, 17 anos, tem origem humilde e talento de sobra. Dos barzinhos de Tangará da Serra, em Mato Grosso, despontou ainda na infância como calouro do Programa Raul Gil. Agora, o artista de fala breve e objetiva se prepara para alçar voos mais altos. Confira o bate-papo com o novo fenômeno sertanejo, que está bombando com a canção Que se Dane o Mundo, trilha da novela Malhação.

D+: Quando começou a cantar?

Adair: Aos 3 anos, aprendi a tocar uma sanfoninha que meu pai me deu no Natal. Aí, surgiu o interesse pela música. Comecei a cantar aos 5 e já tocava teclado nessa época.

D+: Como aprendeu a tocar oito instrumentos?

Adair: A maioria foi arranhando sozinho. Aos 8 anos, via duplas sertanejas com o violão, então, quis tocar também. Depois foi a viola. Quando passei a fazer shows com banda, tinha vontade de aprender outros instrumentos, como baixo e bateria. Então, fui atrás.

D+: Como começou a se apresentar?

Adair: Aos 8 anos tocava em barzinhos. Com 11, meu pai conseguiu marcar teste no Programa Raul Gil. Fui para São Paulo, fiz e me chamaram para gravar na semana seguinte.

D+: Seus pais sempre te apoiaram?

Adair: Sempre. Meus pais (a mãe era empregada doméstica e o pai, furador de poço) me carregavam para todo lugar e davam instrumentos.

D+: Por que se mudou para Divinópolis, em Minas Gerais?

Adair: Tangará da Serra (onde nasceu) é longe de São Paulo e do Rio de Janeiro. Em Divinópolis é mais tranquilo, minha equipe toda está aqui. Vim com a família inteira.

D+: Você imaginava que sua música estaria em Malhação?

Adair: Não tinha ideia. Tomei um susto quando meu empresário me contou. Foi um presente.

D+: Mesmo com a correria, dá para ter vida social?

Adair: Sim. No meio da semana sempre saio. Gosto de praticar esportes, como futebol.

D+: Qual sua opinião sobre a nova fase da música sertaneja?

Adair: É muito legal porque levou de novo o sertanejo ao topo. Muitos que não curtiam passaram a gostar.

D+: O que pensa sobre compararem você com Luan Santana?

Adair: Não há mal nisso. Estamos dentro do mesmo padrão e estilo. Sou novo e ele também. Nesse ponto, a comparação é inevitável. Gosto muito dele e de suas músicas.

D+: O que a música é para você?

Adair: É a minha vida. Tudo gira em torno dela.

D+: Qual é o seu maior sonho?

Por Juliana Ravelli

Senado aprova lei que aumenta carga horária nas escolas

A Comissão de Educação do Senado aprovou, nesta terça-feira (3), projeto de lei que aumenta de 800 para 960 horas anuais a carga horária mínima para os ensinos infantil, fundamental e médio. Como foi aprovada em caráter terminativo, a matéria segue, agora, à apreciação da Câmara dos Deputados.

Essas 960 horas, pelo projeto, serão distribuídas pelo período de 200 dias do ano letivo, excluindo os dias destinados aos exames finais, quando houver. Assim, a carga horária diária aumentará em 40 minutos.

A princesa do sudoeste mato-grossense

A menos de duas semanas para celebramos os 35 anos de emancipação político-administrativa de Tangará da Serra, a cidade permance um caco.

Com qual cara receberemos algumas autoridades importantes que porventura queiram nos visitar no período que deveria ser de festejos...

Como gostaria de ver nossa urbe ataviada de todos os enfeites possíveis! Queria muito nossa cidade fosse a mais bela de todas que já conheci.

Ainda bem que nosso povo é belo. Trabalhador, honesto e sonhador.

Quem sabe ainda veremos a terra dos tangarás linda como uma princesa... A princesa do sudoeste mato-grossense. Não custa nada sonhar e acreditar. Não é mesmo...

Cada vez pior situação do trânsito em Tangará da Serra

Cada dia fico mais preocupado com a situação do trânsito de Tangará da Serra. Pior: fico ainda mais preocupado por não estar vendo nenhuma ação para reverter o caótico quadro. Enquanto isso, assistimos tristemente a quantidade de vítimas aumentando a cada mês, a cada ano. Até quando...

7 partidos se reúnem para discutir eleições de 2012

PRP, PTN, PV, PSB, PSDC, PPS e PSC se reuniram ontem, pela primeira vez em Tangará da Serra. O encontro ocorreu num estabelecimento comercial localizado no centro da cidade. Mas três siglas deverão somar a este bloco. Nossa próxima reunião está agendada para o dia 16 de maio. Na oportunidade será eleita uma comissão executiva para liderar os trabalhos até as eleições de 2012.