8 de junho de 2011

Dorjival Silva: "Convocação de suplentes de vereadores deixa clima político ainda mais tenso em Tangará"

Romanhuk e Athaíde em linha de colizão

Alguém comentou com o DT nesta noite que aconteceu um desentendimento entre o presidente da Câmara de Vereadores de Tangará da Serra, Miguel Romanhuk (DEM) e o repórter Athaíde Galdino, funcionário da Rádio Pioneira AM.

Teria havido bate-boca entre ambos.

Não sei se isso realmente ocorreu. Mas, caso tenha havido qualquer alteração nos ânimos do presidente Miguel e de Athaíde, por sinal, ex-vereador, que os dois façam a paz prevalecer.

Sempre aposto no diálogo por compreender que nas mais das vezes ele desfaz o que não ficou bem-entendido. 

Apaixonado por antiguidades, ex-catador de lixo que virou empresário mostra interior de sua casa ao Diário

Antonio Carlos Cabral Amaral: ex-catador de lixo, que virou o maior
empresário do ramo de reciclagem do Mato Grosso

Sua casa, localizada na área central de Tangará da Serra,
é toda decorada com móveis antigos

Sua paixão por antiguidades é visível

Cabral mostra seu rádio: raridade de mais de 50 anos

A vitrola que mantém em casa foi peça importante em festividades
do passado

A linda mobília de sua casa e da doutora Elaine Brinker sua grandiosa
esposa, traduz seu apego pelo passado com o requinte da
modernidade

Sua casa extremamente chique, proporciona ao visitante uma gratificante viagem
no tempo


Cabral mostra máquina de costura que pertenceu à sua avó

... e um dos primeiros modelos de enceradeiras de piso

O empresário em frente a uma das suas dezenas de empresas

Ao lado de um dos seus vários veículos: nessa imagem, com um em que
realiza sempre a Expedição Reciclar

Dr. Cabral à frente de uma galeria de escritórios de suas
várias empresas

Homem de sucesso e visão empresarial. A quem Tangará da Serra
muito agradece pelo seu robusto trabalho especialmente em favor do
meio ambiente.

E AGORA PT? Ságuas perdeu a vaga para Leitão

No mesmo dia em que o PT Nacional sofreu uma importante baixa no governo com a saída de Antônio Palocci da Casa Civil o PT/MT recebeu a notícia de que a única vaga conquistada na bancada federal já não mais existe.

Isso mesmo, o PT/MT simplesmente perdeu a vaga na Câmara Federal conquistada por Ságuas e agora quem assume é o tucano Nilson Leitão. Isso ocorreu porque o TSE acatou recurso interposto pelo candidato Willian Dias cujo pedido de registro de candidatura havia sido rejeitado pela Lei Ficha Limpa.

Suplentes de sete vereadores de Tangará da Serra assumirão os cargos na próxima segunda-feira

Do Diário de Cuiabá


Os suplentes de sete vereadores de Tangará da Serra assumirão os cargos na próxima segunda-feira. O afastamento provisório dos titulares acontecerá devido à votação para a criação da comissão processante que decidirá sobre a possível saída definitiva do prefeito Júlio César Ladeia (PR). Além dele, o vice José Jaconias da Silva (PT) também pode perder a função. A comissão será votada após parecer favorável da Comissão Especial de Investigação (CEI) sobre desvios de recursos da saúde no município.

O afastamento dos vereadores acontecerá porque três deles (João Batista Neri de Almeida, José Pereira Filho e Melquizedeque Ferreira Soares) fizeram parte da CEI. Os demais (Celso Ferreira, Haroldo Lima, Genilson Kezomae e Paulo Porfírio) também não participarão por ser acusados de diversos crimes.

Entre eles estão: tráfico de influência, conivência e omissão em relação ao processo de contratação da Oscip Idheas, principal responsável, segundo investigações da Polícia Federal, do desvio de dinheiro público, comprovado na operação Hygeia.

Já o vereador Celso Roberto Vieira, por ser suplente, não pode ser afastado do cargo. Nesse caso, se comprovar irregularidade, cabe a definição sobre seu futuro na Justiça.

O presidente da Casa, vereador Miguel Romanhuk, disse que a votação não aconteceu na segunda-feira passada devido à quantidade de informações que devem ser analisadas, em torno de dez mil páginas.

Na votação para a criação da comissão processante, Romanhuk não poderá participar por ser o presidente. No entanto, na definição pelo impeachment ele poderá votar.

Caso a comissão afaste os envolvidos, Romanhuk se tornará prefeito de Tangará da Serra. Em seu lugar assumiria o vice-presidente da Câmara, Luiz Henrique Barbosa Matias (PTB).

Jaconias também pode perder o cargo por, segundo a CEI, “ter dado continuidade à contratação do Instituto Idheas e ter contribuído para ampliar os prejuízos financeiros, político/administrativo e de imagem”.

O relatório final da CEI, apresentado semana passada, aponta para um prejuízo que pode chegar a R$ 5,4 milhões, além de nepotismo cruzado, irregularidades contratuais e supervalorização salarial.

Ladeia, que continua afastado por conta da terceira CEI (improbidade administrativa), tenta retornar ao cargo por conta de uma reconsideração de decisão na Comarca de Tangará. O recurso foi negado. Ele nega todas as acusações. (FD)

PT perde vaga de Ságuas Moraes na Câmara

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) voltou atrás e deferiu o registro do candidato a deputado federal Willian Dias (PTB), que foi enquadrado no ano passado na Lei da Ficha Limpa. A decisão garantirá a Nilson Leitão (PSDB) assumir a vaga do único represente do PT de Mato Grosso no Congresso, Ságuas Moraes (PT).

A decisão foi aprovada por unanimidade no início da noite de ontem, quando os ministros alegaram que a aplicação da Ficha Limpa foi adiada para a partir de 2012 após decisão do Supremo Tribunal Federal (TF). O petebista teve o registro indeferido no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e a decisão havia sido mantida pelo próprio TSE.

Governo e educadores precisam dialogar com urgência

O diálogo sempre é a via mais justa e democrática para se resolver um impasse. Assim deveria ser.

Na prática, nem sempre funciona.

No tempo em que existem interesses de grupos ou individuais, o confronto se sobrepõe ao diálogo, interrompendo a via normal do entendimento.

E quando isso acontece, como agir?

A greve dos profissionais de educação de Mato Grosso parece um exemplo clássico da falta de diálogo. Desde a sua ameaça de deflagração, não houve disposição para estabelecer uma ponte de negociação entre a categoria e o Governo.

Enquanto isso, a classe estudantil, que já vem historicamente pagando a conta – cara –, é a mais castigada.


PMDB se fortalece com a queda de Palocci

O PMDB fica mais forte com a queda do milionário Palocci. Não exagera que diz que o partido dá as cartas no Palácio nem que prevê substância ainda maior no futuro bem próximo. Em tempo: o partido coloca mais um membro no Senado, o peemedebista paranaense Sérgio Souza, que assume a vaga aberta pela senadora petista Gleisi Hoffmann, que assume a Casa Civil.

Caso Palocci: PSDB, DEM e PPS gritaram de forma organizada

A oposição tem motivo para comemorar a queda de Palocci. Mostrou força, apesar de ter encolhido, deixando claro que o importante não é quantidade, mas, sim, a qualidade do trabalho. PSDB, DEM e PPS gritaram de forma organizada.

Inscrições do ENEM encerra-se sexta-feira

O Ministério da Educação (MEC) alerta que o prazo para os interessados em participar do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2011 efetuarem suas inscrições encerra-se sexta-feira, 10. O processo de inscrição deve ser feito exclusivamente pela internet, no site www.inep.gov.br. A expectativa do Inep é que o número de inscritos este ano chegue a 6 milhões.