2 de julho de 2011

É vergonhoso auxílio alimentação para juízes

Por EdsonCavalari


Na calada da noite, numa só canetada administrativa, os juízes de todo o país passarão a auferir, além da remuneração superior de R$ 20 mil, auxílio-alimentação e poderão ainda vender a sua instituição, 20 dos 60 dias de férias que têm direito anualmente, além de tirar licença remunerada para fazer cursos no exterior.

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que tem a função fiscalizadora externa e não de dar aumento para a classe, aprovou no dia 21 de junho último o texto de uma resolução que amplia as vantagens dos magistrados e permite o pagamento imediato desses privilégios pelos tribunais de todo o Brasil.

Você sabe quem vai pagar por mais essa injustiça? Sim, é você mesmo que esta lendo este blog e outros milhares de brasileiros pagadores de impostos.

 Cá pra nos você acha que o precisa de auxílio-alimentação? Onde estão os senadores e deputados desta nação que não questionam essa vergonha nacional? Será que os juízes não ficam com a “cara” ruborizada com uma atitude dessas?

 Por que não estender o auxílio-alimentação a professores, policiais, bombeiros, etc., que ganham muito menos? Ganham-se 60 dias de férias, são para descanso e não para trocá-las por dinheiro.

 Não adianta você ficar criticando a presidente, pois o poder judiciário é autônomo. Discuta esse assunto com os seus familiares e amigos! Discuta isso com seu vereador, com seu deputado, com seu senador, pois todos têm que saber que você não concorda com isso.