16 de agosto de 2011

A política como ela é

Merece leitura a entrevista do ex-deputado Roberto Jefferson à edição da semana da revista IstoÉ. O presidente do PTB – peça-chave do escândalo do mensalão – fala da política brasileira como ela é, sem maquiagem ou truques. Jefferson tem a autoridade de quem conhece as veredas do poder, pois dele participou e fez uso.

Algumas colocações se destacam, como a que ele diz que quase todos os partidos, principalmente de governo, têm telhado de vidro. Refere-se ao loteamento do poder em nome da governabilidade, quando os partidos assumem os ministérios como se fossem donos. Os escândalos recentes nos Transportes, Agricultura e Turismo são exemplos clássicos de transformação do governo em capitanias hereditárias.

A administração territorial, distribuída de acordo com o tamanho e influência de cada partido, transfere poder sem limites, e os partidos acabam metendo a mão no bem público. Jefferson também foi preciso no que se refere à proposta de financiamento público de campanha: “É um escândalo.

Defendo é que se pare de bater no financiamento privado, que hoje é visto como bandido. O doador privado tem presunção de culpa. É preciso entender que não existe almoço grátis nem na relação marido e mulher. Mande a mulher negar amor ao marido durante um mês para ver se ele paga as contas dela.”

Jefferson defende a transparência na doação e o relacionamento sério entre os doadores de campanha, os políticos e o governo. Pouco adiantará o financiamento público se os partidos continuarem com a pratica do famigerado “caixa 2”.

 Por fim, uma opinião aberta e sincera sobre o ministro Joaquim Barbosa, relator do mensalão. “Joaquim Barbosa não é um momento de tribunal; ele quer aplauso em botequim. Tenho para mim que foi para o STF na cota racial e não por notório saber jurídico.”

Relatório da Comissão Processante será lido durante 15 dias

Os vereadores de Tangará da Serra deverão fazer a sessão mais longa da história do município na próxima semana. Serão 15 dias para ler as mais de quatro mil páginas do relatório final da Comissão Processante (CP), que investiga a participação de políticos do município no desvio de recursos da saúde promovido pela Oscip Idheas. Todas as oitivas foram realizadas e o relatório será entregue no próximo dia 19.

Devido às investigações, o extenso material deverá ser lido em 15 dias se, em cada um deles, a leitura ocorrer por 15 horas. Para a presidente da CP, vereadora Geane Rodrigues (PMDB), será possível ter um resultado final até o dia 5 de setembro, uma semana antes do prazo final, que é 13 do mesmo mês. “Não posso dizer nada por enquanto para não influenciar o voto de nenhum vereador”. Diário de Cuiabá

De acordo com o Decreto 201 de Tangará, quando se conclui o relatório, ele deve ser lido na íntegra, em sessão, e não pode ser interrompido. “A não ser para as refeições e para dormir”, disse Geane.

A vereadora explica que os advogados ainda deverão incluir mais argumentos para a defesa dos seis políticos acusados. Concluso esse período, será marcada a sessão em que integrantes da Câmara votarão favoráveis ou não ao resultado do documento, que pode apontar para a cassação dos mandatos.

Estão sendo investigados, além de quatro vereadores titulares (Haroldo Ferreira Lima, Celso Ferreira de Souza, Paulo Porfírio e Genilson André Kezomae), o prefeito e vice afastados, Júlio César Ladeia (PR) e José Jaconias da Silva (PT).

Vamos pensar com os jovens

o calendário de hoje está assinalada a previsão do início da Jornada Mundial da Juventude a ser realizar em Madrid, capital espanhola. A diocese de Mossoró estará representada por uma grande delegação de 45 pessoas. Mas, o que venha a ser isso? Apenas oportunidade para viajar, para fazer turismo, para se encontrar? Também isso, pode até ser que seja pra tudo isso.

Mas, essa jornada tem um significado bem mais amplo, bem maior. Ela vai buscar respostas para diferentes interrogações, como por exemplo: o que é que é oferecido aos nossos jovens em termos de educação e de cultura e que eles consomem todos os dias?

Em quais fontes eles bebem para procurar matar a sua sede? Uma constatação é preciso que se faça: as bases para esses jovens que vão estar na Espanha a partir de hoje, oriundos das mais diversas partes do mundo, para que eles possam edificar as suas vidas, não são postas por eles, mas pela geração adulta e pelo ambiente em que vivem. Como é que esses jovens são preparados para serem introduzidos no seu lugar na sociedade, no mundo do trabalho e das suas responsabilidades sociais?

Certamente que as respostas para estas e outras interrogações serão buscadas e encontradas nessa jornada que vai se iniciando hoje. Como escreveu o cardeal Odilo Scherer, os jovens, por natureza, estão projetados para o futuro e têm direito de sonhar com um mundo melhor, com perspectivas consistentes.

 Alimentar a sua esperança é tarefa nossa, da geração de adultos e de toda a sociedade. 

CONCURSO -

 O ministro da Previdência Social, Garibaldi Filho, anunciou a realização de um concurso do INSS. Segundo ele, o edital deverá ser publicado até o final de setembro. No total serão 2.700 vagas, sendo 2.000 para técnico previdenciário; 500 para perito e 200 para assistente social.

INICIATIVA

 Um total de 77 estudantes do ensino médio de todos os estados brasileiros foi selecionado pela Câmara dos Deputados na 8ª edição do Parlamento Jovem. A iniciativa, que será realizada entre 26 e 30 de setembro, permitirá que os alunos participem de uma experiência parlamentar em Brasília e simulem o trabalho dos deputados federais.