19 de dezembro de 2011

Educação no século XXI



Em um cenário onde pensamos na inserção da tecnologia na educação, o que deve ser repensado? Alteram-se os parâmetros com que a educação deve ser pensada? Que tipo de reflexão deve ter o profesor e que tipo de questionamento cabe a ele instigar em seu aluno?

Professor, autor?


Essa palestra será focada no professor e partirá da seguinte questão: professor é ou não é autor? E o que falta para ele ser autor? Que postura deve assumir o professor autor? E o que ganha a Educação com o professore autor?
Será realizado um debate no formato aquário, no qual os professores tomam parte da atividade e exerçam um papel de protagonista. Nelson Pretto conduzirá o evento, com perguntas e provocações, incitando a discussão do papel do professor em relação ao material educativo.

Desafios da mobilidade - uso de laptops, tablets e celulares na educação



Conforme a 4ª Pesquisa sobre o uso das Tecnologias da Informação no Brasil (TIC Domicílios 2008), realizada pela Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), cada vez mais no Brasil utiliza-se do celular para enviar ou receber imagens, acessar músicas ou vídeos. O celular, os laptops e os tablets, querendo ou não, já se tornaram ferramentas educacionais. Ao professor, resta o desafio: como inserí-las no cotidiano escolar de maneira proveitosa e frutífera para o aprendizado? Esse será o tópico do bate-papo dos nossos convidados para essa atividade, todos com experiências bem-sucedidas em ferramentas educacionais que envolvem mobilidade. Serão abordados os principais desafios da inclusão das mesmas no cotidiano escolar.