30 de abril de 2012

PRP atrai 12 pré-candidatos de outras siglas e quer 3 vereadores


 A filiação ao PRP de 12 pré-candidatos a vereador já conhecidos do cenário político da Capital, que até o último pleito pertenciam a outras legendas, conquistavam um bom número de votos, mas não se elegiam, alavancou a expectativa dos membros da sigla nanica. Eles esperam eleger ao menos 3 parlamentares em outubro. No total, o partido conta com 45 pré-candidatos, sendo o cociente eleitoral de 11 mil votos.
     O partido acredita na força de nomes como do ex-vereador e hoje presidente regional da legenda Lilo Pinheiro, bem como do comandante do diretório na Capital, Chico Leblon, que migraram do PHS. Também de Wilson Kero-Kero e Marcelo Pires de Souza, ambos vindos do PRTB. Os quatro fizeram mais de 1,5 mil votos no último pleito. Conta ainda com nomes já testados nas urnas como Alice Garcia, Alencar do Ferro Velho, Professor Missias, Odir Siqueira, Gilmarzinho, Professor Chocolate, Orivaldo da Farmácia, Paraguaia e Bengué.
     Lilo ressalta que somados os votos de todos estes pré-candidatos, o partido já tem conquistada a preferência de mais de 20 mil eleitores, com os quais consegue eleger 2 vereadores. Aposta ainda nos nomes novos para eleger um terceiro parlamentar. Além destes pontos a favor, em 2013 o Legislativo de Cuiabá contará com 6 vagas a mais, passando de 19, para 25 vereadores. “No PRP, vai se ganhar eleição sem ter que andar mais, pois nossa sigla é de base, não de estrela. Não tem figurão, são nomes que querem mostrar o potencial político”.
     No último pleito, o melhor colocado do partido e único candidato, segundo registro do TRE, foi Adelson Martins Cerqueira, com 211 votos, que ficou na 210ª posição. Em 2004, a legenda teve 14 candidatos e conseguiu a melhor colocação com Rutemberg Ferreira do Carmo, que obteve 528 votos. Um dos postulantes ao pleito atingiu a 6ª colocação de baixo para cima, conquistando a preferência de apenas cinco eleitores.
     Nestas eleições o PRP conta com 7 pré-candidatos a prefeito, disputando os comandos de Bom Jesus do Araguaia, Poxoréu, Pedra Preta, Lambari d´Oeste, Vila Bela da Santíssima Trindade, Carlinda e Paranatinga, este comandado por Vilson Pires, único prefeito do partido. Também terá candidato ao Legislativo em 25 cidades. A legenda não possui nenhum vereador, ou deputado estadual e, segundo o presidente, ainda avalia alianças partidárias. Por Gabriela Galvão

28 de abril de 2012

Inquérito sigiloso do STF contra Demóstenes é revelado na íntegra

Sul21
Três horas após o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski decidir compartilhar com o Congresso Nacional o inquérito que investiga o senador Demóstenes Torres (sem partido-GO), o site de notícias Brasil 247 publicou a íntegra do documento que está sob segredo de Justiça.

A decisão de Lewandowski manteve o caráter sigiloso do inquérito e determinou que essa condição fosse respeitada pela comissão parlamentar mista de inquérito (CPMI) que investiga as denúncias de envolvimento de parlamentares com o empresário Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, que fez o pedido.

Lewandowski é relator do inquérito que tramita no STF. Além de compartilhar os dados com a CPMI, instalada esta semana no Congresso Nacional, ele também autorizou o compartilhamento de dados com o Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Senado, que analisa a representação por quebra de decoro parlamentar contra o senador goiano.

A decisão também se estende à Comissão de Sindicância da Câmara dos Deputados, que investiga os parlamentares João Sandes Junior (PP-GO) e Carlos Alberto Leréia (PSDB-GO), acusados de envolvimento com o empresário Cachoeira.

O empresário é suspeito de explorar jogos ilegais e foi preso na Operação Monte Carlo, em fevereiro. A CPMI que leva seu nome investigará sua ligação com políticos e empresários.

Com informações de Agência Brasil e Brasil 247

27 de abril de 2012

Presidente da Câmara de Juína acusa Wellington Fagundes de envolvimento em desvio de R$ 10 milhões de asfalto da BR-174



O vereador Zulmar Curzel, o "Carequinha do PTB", presidente da Câmara de Juína, insinuou que o deputado federal Wellington Fagundes do PR-MT, teria participado do possível desvio, de quase R$ 10 milhões, que foram destinados para a recuperação de 120 km da BR-174, que liga Juína a Vilhena-RO. O dinheiro foi liberado, mas a rodovia continua intransitável. (Foto: Fagundes coleciona denúncias graves e algumas cômicas, como o ressarcimento de implante de cabelos justificado como tratamento de hemorróidas)


SAIBA MAIS










“Esse Welinton é o esquema da BR-174. Vocês falam de todos os culpados aqui, mas ainda vocês vão ver que a BR-174 vai aparecer o nome desse cidadão que é deputado federal” – denunciou, no final da sessão ordinária realizada segunda-feira, 23. (Foto: Vereador Curzel engrossa o coro dos acusadores do deputado suspeito de fazer lobby para o bicheiro Cachoeira no Congresso Nacional)



Fagundes teve seu nome mencionado como sendo um dos lobistas da empresa Delta Construções. O ex-diretor geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, Luiz Antônio Pagot, denunciou o político de ter feito intervenções para evitar que a empresa fosse obrigada a refazer a pavimentação do trecho da BR-364/163, na Serra de São Vicente, em fase de duplicação. O Tribunal de Contas da União condenou a obra.


"Carequinha" demonstrou também estar revoltado com mais dois parlamentares federais, além de Wellington, Pedro Henry (PP) e Eliene Lima, do PSD. Segundo o vereador, os três políticos decepcionaram a população em não assinar o requerimento que pediu a abertura da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) para investigar as relações do bicheiro Carlinhos Cachoeira.

“O Cachoeira talvez tenha muito dinheiro, que de para cobrir esse estado do MT juntamente com esses deputados para atender a população. E assim não fizeram. Então, esses que temos que lembrar, eu larguei mão, não voto mais em Pedro Henry, em Eliene e muito menos nesse Wellington Fagundes” – desabafou.

O deputado federal Eliene Lima disse à imprensa que não assinou o requerimento porque o documento não chegou as suas mãos. “Não tenho receio nenhum em assinar o documento” - garantiu. 24 Horas News



SAIBA MUUUUITO MAIS



26 de abril de 2012

Eder entrega a presidência do PR, deixa sigla e não vai comandar Ager


Nayara Araújo

    O ex-secretário da Secopa Eder Moraes vai entregar a presidência do PR em Cuiabá e deve se desfiliar da sigla, seguindo os mesmos passos do ex-diretor-geral do Dnit, Luiz Antônio Pagot, que protocolizou nesta semana junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o pedido de desfiliação da legenda.

     Eder ficou na “bronca” depois que não teve sustentação para chegar ao comando da Ager. Em meio a polêmica e resistências por parte de caciques políticos, Eder, que até poucos dias era tido como homem forte do Palácio Paiaguás, desistiu de assumir qualquer cargo no staff do governador Silvar Barbosa (PMDB).
   Eder tomou a decisão na noite desta quarta (25) e vai se reunir com Silval nesta semana para comunicar a desistência. O ex-secretário da Copa foi escolhido para comandar a Ager na última quinta (19), durante uma reunião entre os deputados do PR e o governador. Ele enfrentou, entretanto, resistência de lideranças políticas como o presidente da Assembleia, deputado José Riva (PSD) e do próprio vice-governador Chico Daltro (PSD), a quem cabe resolver as problemáticas da Ager.
    Diante do recuo de Eder, a tendência é de que Marcos Prado seja nomeado oficialmente à presidência da agência. Marcos Prado é primo do procurador de Justiça, Paulo Prado, e ficou à frente da diretoria da Ager por 4 anos. Ele bem que tentou ser reconduzido ao posto, mas não conseguiu. Acabaram sendo sabatinados e escolhidos Francisval Mendes, primo do ministro do STF Gilmar Mendes, como ouvidor; e Jossy Soares Santos da Silva no posto de diretor regulador de Transportes.
    Futuro
    Eder, que já atuou como secretário de Fazenda e da Casa Civil, além de presidir o MT Fomento, deve voltar a trabalhar na iniciativa privada, no setor financeiro. 

32 enrolados, ou seja, um quarto da CPI do Cachoeira respondem a ações penais e inquéritos no STF


Um quarto dos 32 parlamentares indicados para investigar o esquema de exploração do jogo ilegal comandado pelo bicheiro Carlinhos Cachoeira, na CPI Mista que será instalada hoje (25), tem problemas com a Justiça. Oito senadores e deputados que integração a CPI respondem, no total, a oito inquéritos e cinco ações penais que tramitam no Supremo Tribunal Federal (STF), a maioria originada de problemas ocorridos na função de cargos públicos que os parlamentares já exerceram. Seis desses oito congressistas pertencem à base aliada do governo. Os dados fazem parte de levantamento feito pelo Congresso em Foco no site do STF. (Foto: Levantamento do Congresso em Foco, no site do Supremo Tribunal Federal (STF), revela que um quarto dos 32 parlamentares indicados para a CPI do Cachoeira tem problema na Justiça. E o senador mato-grossense Jayme Campos (DEM) é o "campeão" de processos entre os componentes da comissão. Jayme, segundo a pesquisa, faz companhia ao ex-presidente Fernando Collor (PTB-AL), que responde por crimes de corrupção passiva e contra a ordem tributária. O cacique do DEM de Mato Grosso é réu em quatro processos e responde a três inquéritos diferentes)

SAIBA MAIS
.
A CACHOEIRA SE TRANSFORMA EM ENXURRADA E PODE DERRUBAR OUTROS FARSANTES VI: Maggi diz que Pagot está descontrolado tal qual um fio ‘desencapado’. Será que vão deixá-lo falar a CPI?
. 70% da CPI do Cachoeira é governista
. Veja perfil dos deputados que integração a CPI do Cachoeira
. Veja perfil dos senadores integrantes da CPI
. A CACHOEIRA SE TRANSFORMA EM ENXURRADA E PODE DERRUBAR OUTROS FARSANTES V: Amígo íntimo de Cabral, empreiteiro Cavendish deixa empreiteira Delta e diz que fará por "auditoria"
.
A CACHOEIRA SE TRANSFORMA EM ENXURRADA E PODE DERRUBAR OUTROS FARSANTES IV: MP-GO apura elo de procurador-geral de Justiça irmão de Demóstenes com Cachoeira
.
O CÓDIGO DE CONDUTA FAJUTO DO CA[BRAL]VENDISH: Depois de acidente, governador do RJ volta a privilegiar empresário-amigo-vizinho com R$ 37,6 milhões sem licitação
.
BOÇAL ARREPENDIDO E DESMASCARADO II: MP-RJ pede explicações a Cabral sobre relação com empresários. Governador circulou em jatinhos daqueles a quem concedeu benefícios fiscais
.
A CACHOEIRA SE TRANSFORMA EM ENXURRADA E PODE DERRUBAR OUTROS FARSANTES III: PT tenta adiar CPI do Cachoeira por medo de reavivar escândalo do Mensalão
. MP de Goiás nega ter atendido pedido de Carlinhos Cachoeira
. Jornal diz que Demóstenes interferiu no MP de GO em favor de bicheiro
. Em CPI, oposição quer saber se Cachoeira financiou campanha de Lula em 2002
. Senador Demóstenes Torres negociou dívida pela Delta, diz PF
. Temer diz que governo espera 'sobriedade' na condução da CPI
. Perillo é citado como 'irmão' por aliado de Cachoeira
. Para PMDB, CPI pode atingir em cheio governo de Agnelo Queiroz
.
Conselho de Ética abre processo para apurar caso Demóstenes
. A CACHOEIRA SE TRANSFORMA EM ENXURRADA E PODE DERRUBAR OUTROS FARSANTES II: Demóstenes era manipulado por Cachoeira para ampliar negócios e se aproximar de Dilma
. Irmão de Cachoeira também recebeu pagamento da Delta
. Preso no RN, Carlinhos Cachoeira será transferido para Brasília
. Líder do PT nega movimentação de governistas para evitar CPI
. Petista Odair Cunha é cotado para assumir relatoria de CPI
. Oposição quer convocar dono da Delta para dar explicações em CPI
.
A CACHOEIRA SE TRANSFORMA EM ENXURRADA E PODE DERRUBAR OUTROS FARSANTES: Chefe de gabinete do governador de Goiás Marconi Perillo pede exoneração após grampos
.
O legislador e o fora da lei

Os parlamentares enrolados com a Justiça são (em ordem alfabética): Cássio Cunha Lima (PSDB-PB); Delegado Protógenes (PCdoB-SP); Fernando Collor (PTB-AL); Jayme Campos (DEM-MT); Luiz Pitiman (PMDB-DF); Maurício Quintella Lessa (PR-AL); Silvio Costa (PTB-PE), e Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM).

São cinco tipos diferentes de ação penal (AP), que são uma evolução dos inquéritos instaurados na corte, quando os ministros já concluíram que há indícios de cometimento de crime. Campeão de processos entre os integrantes da CPI, Jayme Campos responde a uma AP por crimes contra a fé pública e a três inquéritos diferentes (crimes praticados por funcionários públicos contra a administração em geral, crime de responsabilidade e crime contra a Lei de Licitações). Já o ex-presidente da República Fernando Collor é alvo de duas ações penais – corrupção passiva e peculato e crimes contra a ordem tributária. Cássio Cunha Lima, por sua vez, responde a dois inquéritos (fase preliminar de investigação que pode resultar ou não na abertura de ação penal), um por crimes da Lei de Licitações e outro por crimes eleitorais.

Já o delegado licenciado da Polícia Federal Protógenes Queiroz responde a uma AP por quebra de sigilo funcional e fraude. O processo contra Protógenes refere-se a ações cometidas por ele como o responsável pela Operação Satiagraha, que investigou o banqueiro Daniel Dantas. Vanessa Grazziotin responde a um inquérito por crimes eleitorais. Maurício Quintella, a um inquérito por peculato. Luiz Pitiman responde a inquérito por crimes eleitorais, enquanto Silvio Costa responde a uma ação penal por crimes contra a honra – o deputado foi processado pelo ex-colega Raul Jungmann (PPS-PE), em 2009, por injúria, crime de menor gravidade. Em programa de rádio veiculado naquele ano, Silvio chamou Jungmann de corrupto, e a maioria dos ministros do STF aceitou a abertura de ação penal.

A comissão reúne deputados e senadores com o pretenso objetivo de investigar a relação de Carlinhos Cachoeira com políticos como o senador Demóstenes Torres (sem partido-GO), os governadores de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), e do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT) e deputados de partidos diversos, além de membros do Judiciário e do Ministério Público goianos. Também está prevista a investigação de agentes privados. Em especial, a construtora Delta, uma das maiores do país, e que teria relações com o bicheiro. Outro alvo da CPMI será a “grampolândia” articulada por Cachoeira, uma ampla rede de espionagem especialmente de políticos em Brasília e outras cidades.
Congresso em Foco

SAIBA MUUUUITO MAIS
.
Senador Demóstenes Torres tinha rádio exclusivo para falar com Cachoeira
. As ligações de Carlinhos Cachoeira com políticos
. O bicheiro que assusta os políticos
. O DEMO-MALA A CAMINHO DE SER EXORCIZADO DA VIDA PÚBLICA IV: O erro do senador farsante foi entender tarde demais que pertence à tribo dos demóstenes
.
Perillo nega relação com Cachoeira
. Caso Cachoeira: depois de Demóstenes, Marconi Perillo vira alvo de denúncias
. Defesa de Demóstenes deve pedir anulação de escutas após o feriado
. Senador Demóstenes Torres pede desfiliação do DEM
. Entenda as denúncias contra o senador Demóstenes Torres
. O DEMO-MALA A CAMINHO DE SER EXORCIZADO DA VIDA PÚBLICA II: 'O Globo' mostra que senador Demóstenes Torres usou cargo para tentar beneficiar Cachoeira
.
Cachoeira vazava operações da PF para chefe de gabinete do governador goiano Marconi Perillo
. Após saída de Demóstenes, DEM defende CPI sobre Cachoeira
.
O senador farsante esqueceu que defensores da lei não podem ter bandidos de estimação
. O DEMO-MALA A CAMINHO DE SER EXORCIZADO DA VIDA PÚBLICA III: Demóstenes Torres pede desfiliação do DEM alegando 'pré-julgamento público' por parte da legenda
.
Senadores cobram explicações de Demóstenes sobre denúncias
. Áudios mostram que senador atuou em órgãos em favor de Cachoeira
. PSOL pede que Conselho de Ética ouça Demóstenes sobre denúncias
. O DEMO-MALA A CAMINHO DE SER EXORCIZADO DA VIDA PÚBLICA: Telejornal mostra novas gravações da PF em que Cachoeira refere-se a Demóstenes citando mlhares de reais
.
DEMÓSTENES E A CACHOEIRA DE DENÚNCIAS DECEPCIONANTES: Enteada de ministro é assessora de senador, que é citado em apuração sobre jogo ilegal e intimidade com contraventor
.
PGR pede abertura de inquérito sobre Demóstenes e dois deputados
. 'Não se pede inquérito sem evidência', diz presidente do DEM
. Líderes pedem informações sobre elo de parlamentares com Cachoeira
. ENTRE AMIGOS: Líder do governo no Senado minimiza acusações contra Demóstenes
. Senadores cobram explicações de Demóstenes sobre suspeitas
. Para senador, investigação sobre Demóstenes é constrangedora
. Justiça nega liberdade a Carlinhos Cachoeira
. Procuradoria denuncia Carlinhos Cachoeira e mais 80 pessoas
. Polícia Federal indicia Carlinhos Cachoeira e mais 81 por crimes
. Operação identifica parlamentares envolvidos com Carlinhos Cachoeira
. PF prende Carlinhos Cachoeira em operação contra jogos de azar

Maggi diz que Pagot está descontrolado tal qual um fio ‘desencapado’. Será que vão deixá-lo falar a CPI?



Matéria publicada hoje pelo Globo revela que em reunião com a ministra de Relações Institucionais e líderes da base aliada, o senador Blairo Maggi (PR) afirmou que seu afilhado político Luiz Antônio Pagot, ex-PR, quer ser o primeiro a depor na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPIM) que investigará Carlos Cachoeira. De acordo com Maggi, Pagot estaria ‘descontrolado’.

SAIBA MAIS
. A CACHOEIRA SE TRANSFORMA EM ENXURRADA E PODE DERRUBAR OUTROS FARSANTES V: Amígo íntimo de Cabral, empreiteiro Cavendish deixa empreiteira Delta e diz que fará por "auditoria"
. A CACHOEIRA SE TRANSFORMA EM ENXURRADA E PODE DERRUBAR OUTROS FARSANTES IV: MP-GO apura elo de procurador-geral de Justiça irmão de Demóstenes com Cachoeira
. O CÓDIGO DE CONDUTA FAJUTO DO CA[BRAL]VENDISH: Depois de acidente, governador do RJ volta a privilegiar empresário-amigo-vizinho com R$ 37,6 milhões sem licitação
. BOÇAL ARREPENDIDO E DESMASCARADO II: MP-RJ pede explicações a Cabral sobre relação com empresários. Governador circulou em jatinhos daqueles a quem concedeu benefícios fiscais
. A CACHOEIRA SE TRANSFORMA EM ENXURRADA E PODE DERRUBAR OUTROS FARSANTES III: PT tenta adiar CPI do Cachoeira por medo de reavivar escândalo do Mensalão
. MP de Goiás nega ter atendido pedido de Carlinhos Cachoeira
. Jornal diz que Demóstenes interferiu no MP de GO em favor de bicheiro
. Em CPI, oposição quer saber se Cachoeira financiou campanha de Lula em 2002
. Senador Demóstenes Torres negociou dívida pela Delta, diz PF
. Temer diz que governo espera 'sobriedade' na condução da CPI
. Perillo é citado como 'irmão' por aliado de Cachoeira
. Para PMDB, CPI pode atingir em cheio governo de Agnelo Queiroz
. Conselho de Ética abre processo para apurar caso Demóstenes
. A CACHOEIRA SE TRANSFORMA EM ENXURRADA E PODE DERRUBAR OUTROS FARSANTES II: Demóstenes era manipulado por Cachoeira para ampliar negócios e se aproximar de Dilma
. Irmão de Cachoeira também recebeu pagamento da Delta
. Preso no RN, Carlinhos Cachoeira será transferido para Brasília
. Líder do PT nega movimentação de governistas para evitar CPI
. Petista Odair Cunha é cotado para assumir relatoria de CPI
. Oposição quer convocar dono da Delta para dar explicações em CPI
. A CACHOEIRA SE TRANSFORMA EM ENXURRADA E PODE DERRUBAR OUTROS FARSANTES: Chefe de gabinete do governador de Goiás Marconi Perillo pede exoneração após grampos
. O legislador e o fora da lei
. Senador Demóstenes Torres tinha rádio exclusivo para falar com Cachoeira

“O Pagot é um fio desencapado. Está descontrolado. Já avisou que quer ser o primeiro a depor na CPI e vai falar de tudo quanto é obra de rodovia e quem ordenou os contratos bichados em cada estado”, disse Blairo a Ideli, segundo relato de um dos participantes ao Globo.

A fala de Maggi jogou mais gasolina na combustão de ânimos que se exaltam com a investigação. O jornal carioca revela que em meio ao susto, alguns parlamentares davam nesta terça-feira novo apelido à investigação: CPI Jim Jones, porque “vai morrer todo mundo abraçado”, em referência ao suicídio coletivo em 1978, na Guiana, que tinha à frente um líder de uma seita americana.

“Essa CPI é imprevisível. Ninguém sabe onde vai dar, não”, disse Blairo na tarde de ontem. Opositores da CPI no PT admitem que os líderes se precipitaram em sua criação, quando o Supremo Tribunal Federal (STF) se negou a enviar os autos dos inquéritos da Operação Monte Carlo.

Nos bastidores, não se descarta nem a apresentação de requerimentos para convocação do procurador-geral da República, Roberto Gurgel. E até ministros do STF poderiam ser convocados. Olhar Direto

SAIBA MUUUUITO MAIS
. As ligações de Carlinhos Cachoeira com políticos
. O bicheiro que assusta os políticos
. O DEMO-MALA A CAMINHO DE SER EXORCIZADO DA VIDA PÚBLICA IV: O erro do senador farsante foi entender tarde demais que pertence à tribo dos demóstenes
. Perillo nega relação com Cachoeira
. Caso Cachoeira: depois de Demóstenes, Marconi Perillo vira alvo de denúncias
. Defesa de Demóstenes deve pedir anulação de escutas após o feriado
. Senador Demóstenes Torres pede desfiliação do DEM
. Entenda as denúncias contra o senador Demóstenes Torres
. O DEMO-MALA A CAMINHO DE SER EXORCIZADO DA VIDA PÚBLICA II: 'O Globo' mostra que senador Demóstenes Torres usou cargo para tentar beneficiar Cachoeira
. Cachoeira vazava operações da PF para chefe de gabinete do governador goiano Marconi Perillo
. Após saída de Demóstenes, DEM defende CPI sobre Cachoeira
. O senador farsante esqueceu que defensores da lei não podem ter bandidos de estimação
. O DEMO-MALA A CAMINHO DE SER EXORCIZADO DA VIDA PÚBLICA III: Demóstenes Torres pede desfiliação do DEM alegando 'pré-julgamento público' por parte da legenda
. Senadores cobram explicações de Demóstenes sobre denúncias
. Áudios mostram que senador atuou em órgãos em favor de Cachoeira
. PSOL pede que Conselho de Ética ouça Demóstenes sobre denúncias
. O DEMO-MALA A CAMINHO DE SER EXORCIZADO DA VIDA PÚBLICA: Telejornal mostra novas gravações da PF em que Cachoeira refere-se a Demóstenes citando mlhares de reais
. DEMÓSTENES E A CACHOEIRA DE DENÚNCIAS DECEPCIONANTES: Enteada de ministro é assessora de senador, que é citado em apuração sobre jogo ilegal e intimidade com contraventor
. PGR pede abertura de inquérito sobre Demóstenes e dois deputados
. 'Não se pede inquérito sem evidência', diz presidente do DEM
. Líderes pedem informações sobre elo de parlamentares com Cachoeira
. ENTRE AMIGOS: Líder do governo no Senado minimiza acusações contra Demóstenes
. Senadores cobram explicações de Demóstenes sobre suspeitas
. Para senador, investigação sobre Demóstenes é constrangedora
. Justiça nega liberdade a Carlinhos Cachoeira
. Procuradoria denuncia Carlinhos Cachoeira e mais 80 pessoas
. Polícia Federal indicia Carlinhos Cachoeira e mais 81 por crimes
. Operação identifica parlamentares envolvidos com Carlinhos Cachoeira
. PF prende Carlinhos Cachoeira em operação contra jogos de azar