24 de janeiro de 2012

Cultura

Cultura
O Ministério da Cultura prorrogou até o dia 29 de fevereiro o prazo para os interessados se inscreverem no edital Prêmio Agente Jovem de Cultura: Diálogos e Ações Interculturais. Por meio da Secretaria de Cidadania Cultural, o MinC vai premiar 500 iniciativas de jovens entre 15 e 29 anos. As inscrições para a premiação foram abertas no dia 15 de dezembro de 2011.

Edital
O edital é uma parceria entre o MinC - que investirá R$ 2,9 milhões - e os ministérios da Saúde (R$ 1 milhão) e do Desenvolvimento Agrário (R$ 600 mil),além da Secretaria-Geral da Presidência da República/Secretaria Nacional de Juventude (R$ 500 mil).

Contemplados
Podem concorrer ao prêmio iniciativas existentes e já concluídas nas áreas de comunicação, tecnologia, pesquisa, formação cultural, produção artística, intercâmbio e sustentabilidade. Cada selecionado irá receber premiação no valor de R$ 9 mil. Os premiados poderão se inscrever de acordo com a faixa etária.

Luta contra a corrupção

O juiz da 4ª Vara Criminal de Natal, Raimundo Carlyle de Oliveira, condenou ontem 16 dos 21 réus denunciados pelo Ministério Público do Estado do RN por corrupção ativa e passiva durante a votação do Plano Diretor de Natal em 2007, quando foi deflagrada a Operação Impacto.

A condenação é tratada como um marco no combate à corrupção no Estado e envolve o pagamento de propina para a aprovação de projetos na Câmara Municipal do Natal.

A denúncia do MP sobre a Operação Impacto demonstrou que no curso da elaboração do novo Plano Diretor do Município de Natal, em 2007, os denunciados aceitaram vantagem indevida, para que, no exercício dos mandatos de vereador do município de Natal, votassem conforme os interesses de um grupo de empresários do ramo imobiliário e da construção civil.

As condenações implicam em devolução de recursos públicos, perda de mandato, penas que variam entre cinco e sete anos e nove meses de reclusão e multas que vão de 150 a 750 salários mínimos.

Contra a sentença ainda cabe recursos, tanto por parte dos condenados quanto do MP em relação às absolvições. Pelo menos é um começo. Emery

OPORTUNIDADE

Nesta semana, três universidades federais abriram um total de 83 oportunidades para a área da educação, com salários que chegam a R$ 7 mil. No Estado, a UFRN abriu seleção com 36 vagas, com salários que variam de R$ 1.536,46 a R$ 3.016,52. As inscrições podem ser feitas até o dia 1º de fevereiro na secretaria da Universidade.

RESSARCIMENTO

O Tribunal Superior Eleitoral firmou convênio com a Advocacia-Geral da União (AGU) para cobrar na Justiça, dos gestores cassados, os valores gastos com as eleições suplementares. Segundo a Corte, desde 2004, a União já gastou cerca de R$ 6 milhões com os pleitos suplementares.

AUMENTO

 O ministro da Previdência Garibaldi Filho afirmou que o aumento real da aposentadoria do INSS poderá ocorrer ainda este ano. A declaração foi dada em entrevista ao jornal O Dia. Conforme o ministro, existe a possibilidade de ser aprovada a correção acima da inflação para benefícios superiores ao piso nacional.

APROVAÇÃO

A demissão de sete ministros, sendo seis sob suspeita de irregularidades, não abalou a imagem da presidente Dilma Rousseff no primeiro ano de seu governo. A petista registrou índice de aprovação superior à de todos os seus antecessores neste mesmo período, com 59% da população considerando sua gestão ótima ou boa.

ESCOLARIDADE

 Segundo levantamento feito pela Datafolha, o que realmente distingue com clareza a classe social à qual o brasileiro pertence é a escolaridade. O estudo mostra que no topo da pirâmide social a maioria possui nível superior, sendo que descendo os degraus o nível de instrução reduz proporcionalmente. Desse modo, o levantamento conclui que estudar é o melhor passaporte para a mobilidade social.

DISCUSSÃO

A Câmara dos Deputados espera apreciar em Plenário o novo Código de Processo Civil (CPC) até o início de março. O novo texto foi aprovado no Senado e recebeu na Câmara 900 emendas, além de centenas de contribuições feitas pela internet por cidadãos em geral. 

Objetivo dos maus políticos

Os políticos desmoralizaram a política com um objetivo central.

Qual objetivo? Fazer com que as pessoas de bem tenham vergonha de fazer política, embora a vida partidária seja um direito constitucional assegurado a todos os cidadãos.

O que os maus políticos querem, no fundo, é reserva de mercado para que continuem comandando o show de maracutaias que vêm realizando há anos.

Não querem que ninguém ético atrapalhe os planos deles.