16 de fevereiro de 2012

SE EU FOSSE DILMA...

Na terça-feira, a presidenta Dilma Rousseff recebeu a visita do primeiro-ministro da Finlândia, Jyrki Katainen. Para quem não sabe, a Finlândia é um país escandinavo localizado no Norte da Europa que faz fronteira com Rússia e Suécia e por séculos foi dominada por estes dois países, se tornando independente em 1917. Hoje a Finlândia é um exemplo para o mundo na área da educação.

Lá todos os níveis de ensino são gratuitos e obrigatórios para quem tem entre sete e 16 anos. Lá o Estado define uma padrão para 75% da grade curricular nas escolas. Os outros 25% são organizados pelos estabelecimentos de ensino ouvindo a comunidade.

Os estudantes filandeses são os melhores do mundo em matemática. Os professores filandeses só chegam à sala de aula após cinco anos de estudos universitários e recebem em média 2.300 euros (quase 7 mil reais). Infelizmente o encontro de terça-feira tratou muito mais de assuntos comerciais.

Fosse a presidenta teria mudado o rumo da prosa. Pediria sugestões ao colega finlandês a respeito de como implantar um sistema educacional eficiente no Brasil. A solução dos problemas da educação brasileira não passa de consenso retórico, em outras palavras: blá-blá-blá.

Diretora do O Tangaraense inicia curso superior em Administração de Empresas

Caroline no dia de sua colação
de grau como Bióloga (2009)

Graduada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Mato Grosso, a diretora administrativa do Jornal O Tangaraense, Franciele Caroline Silva (27), iniciou nesta quinta-feira 16, mais uma jornada acadêmica.

A bióloga passou a cursar a faculdade de Administração de Empresas na própria Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) campus de Tangará da Serra.

Orgulhosa, nossa equipe torce para que Caroline obtenha grande proveito em seu segundo curso superior, e melhor, oferecido por uma universidade pública, do porte da Unemat.

Casada há mais de 10 anos com o empresário de comunicação, professor Dorjival Silva, a nova acadêmica unematiana é mãe de Sofia Katarine de Silva (07).

Jornal O Tangaraense traz reportagem especial com pré-candidato Rubens Jolando

O Jornal O tangaraense circula nesta sexta-feira 17, com uma reportagem especial com o pré-candidato a prefeito de Tangará da Serra, pelo PR, Rubens Jolando. Imperdível essa edição.

O custo de um assassino

Nossa sociedade paga duas vezes por cada crime cometido. No caso Lindemberg Alves, que voltou à mídia, avalio que esse custo chegue a milhões de reais por causa do uso de uma infraestrutura policial e judicial enorme. O valor de manutenção de um criminoso é muito maior do que o de um doente em hospital. Infelizmente, a nossa sociedade dá mais importância a um criminoso do que a desempregados, doentes e famintos. Estamos investindo mais em política e segurança (porém, muito mal!) do que em educação e saúde. Vamos criar instituições corretivas em que os criminosos possam restituir à sociedade o seu custo.