4 de abril de 2012

Governo garante obras na MT-358, entre Unemat e Tangará


Um encontro entre representantes do diretório acadêmico da Unemat de Tangará da Serra e o vice-líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado Wagner Ramos (PR), com o secretário-chefe da Casa Civil do Governo, José Lacerda, selou definitivamente o projeto de duplicação e pavimentação de 4,5 km da MT-358, na região. O trecho liga a universidade à Avenida Tancredo Neves, no centro de Tangará.

“Estamos numa fase avançada, nesse caso: entrando no processo de construção. O governador Silval Barbosa já sinalizou positivamente para a obra e também já está adiantado o processo para lavrar a escritura de domínio da área pela Unemat”, observou o secretário. Segundo ele, no momento, o governo começou a abrir seu orçamento.

Antes já sobrecarregada pelo volumoso tráfego de caminhões pesados, por conta do escoamento de safras de produtos de todo norte do Estado e do abastecimento interno da região, os 4,5 km citados da MT-358 se transformaram em via de risco. A mobilização de alunos, professores e visitantes em torno da Unemat vem agregando cada vez mais um contingente maior de pessoas, carros de pequeno porte e motocicletas no trecho. Por conta disso, além dos acidentes muitos já antevêem um colapso caso a obra não aconteça.

Para Wagner Ramos, a postura do governo em torno do caso não está deixando dúvidas de que a obra será viabilizada logo. “O governador já chamou o representante da empresa que tem contrato para obras daquela região até Nova Olímpia. A intenção é fazer um aditivo incluindo a duplicação e a pavimentação”, disse o parlamentar. José Lacerda adiantou que o próximo passo será se reunir com Silval e o secretário de Estado de Transportes e Pavimentação Urbana, Arnaldo Alves.

“O mais importante é que seja mantida uma comunicação direta com o governo e o seu vice-líder na Assembleia. O governador Silval Barbosa conhece a importância da obra e vai viabilizá-la. E, para nós, o pedido de Wagner é uma ordem”, observou o secretário ao saber de uma possível nova mobilização dos estudantes em torno do caso. A reunião aconteceu no início da tarde desta terça-feira (03), na Assembleia Legislativa.