10 de outubro de 2012

Caroline Silva agradece votos dos tangaraenses

Amigas e amigos, durante três meses, dediquei boa parte de meu tempo numa disputa por uma das vagas do Legislativo Municipal. Foi um período muito interessante para minha vida. Conquistei grandes amizades, obtive grandes experiências e enfim, pela primeira vez fui votada pelos tangaraenses. Estou muito feliz pelo apoio de várias famílias e grata pelos votos delas que recebi. De coração,obrigada a todos que em mim votaram no 7 de outubro. Bjos a todas e a todas. Por e-mail

Mais de 300 mil eleitores deixam de votar em MT e abstenção é de 18,17%

Mais de 300 mil eleitores de Mato Grosso não compareceram às urnas para escolher um candidato neste domingo (7), de acordo com dados do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT). Foram 394.486 pessoas que deixaram de votar e o nível de abstenção chegou a 18,17% dos 2.170.993 milhões de eleitores no estado.


No total foram às urnas em Mato Grosso 1.776.507 ( 81,82%). Em Cuiabá, capital mato-grossense, o número de ausentes nas eleições municipais de 2012 foi maior do que registrado na disputa do pleito de 2008.
De acordo com o TRE-MT, 16,48% do eleitorado não votaram, o que corresponde a 65.514 pessoas. Na eleição anterior o nível de abstenções atingiu 57.352 eleitores, representando 15,58% de eleitores.
O número do eleitorado da cidade é de 397.626. Os votos em branco somam 6.948, o que representa 2,09%, e nulos 13.201 (3,97%). Já no país, a abstenção no primeiro turno das eleições atingiu 16,41% dos 138,5 milhões de eleitores no Brasil. G1 -MT

Dobra o número de mulheres eleitas para comandar prefeituras em MT


Vinte dos 141 municípios mato-grossenses passarão a ser comandados por mulheres a partir de 2013, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O número de mulheres eleitas prefeitas no estado corresponde a mais que o dobro do que nas eleições de 2008, quando nove se elegeram. Destas nove, só duas conseguiram se reeleger neste ano. São elas: Maria Manea da Cruz (PSD), de Lambari D'Oeste, a 327 quilômetros de Cuiabá, e Railda de Fátima, de Nova Nazaré, distante 800 km da capital.
Das 20 prefeitas eleitas neste domingo (7), sete são do PSD, que representam a maioria, enquanto quatro são do PT, três são do PMDB, duas do PR e uma do DEM, do PSDB, do PSB e do PDT. Entre elas estão a ex-primeira dama de Araguainha, Maria José das Graças Azevedo (PR), mulher do ex-prefeito Osmari Cezar de Azevedo, e a professora Elisete do Carlinhos (PSDB).
Em Jauru foi eleita a petista Enércia Monteiro, assim como Magali Vilela (PSD) em General Carneiro; Mabel de Fátima (PT) em Castanheira; Marlise Marques (PR) em Comodoro; Rosângela Aparecida (PMDB) em Cotriguaçu; Sandra Martins em Guarantã do Norte; Solange Souza (PSD) em Nova Bandeirantes.; Marileidi Araújo (PDT) em Pedra Preta; Angelina Benedita (PMDB) em Planalto da Serra e Meire Adalto (PT) em Poconé.
Também se elegeram Divina Oda (PSB) em Pontal do Araguaia; Jane Maria (PSD) em Poxoréu; Patrícia Vilela (PMDB) em Ribeirão Cascalheira; Beth Sabath (PT) em Rondolância; Raquel Campos (PSD) em São José do Xingu e Ilma Grisote (PSD) em Sapezal. G1-MT

Dirceu é corrupto


Dirceu é CORRUPTO!
STF, em decisão histórica, condena por maioria a célula política do mensalão que era formada pela cúpula petista: Dirceu, Delúbio e Genoino!
Agora é com vocês, cidadãos, não elejam candidatos do time do mensalão! O PT NÃO É MORAL E ÉTICO! Acabou! Já era!
*No Comuna, via facebook.

Maior presídio de Mato Grosso está com 1.129 presos acima da capacidade e apenas 1 médico em meio aos caos na saúde

 

De quatro médicos que deveriam atender os reeducandos da Penitenciária Central do Estado, em Cuiabá, antigo Pascoal Ramos, apenas um continua no cargo. A precariedade no setor da saúde da unidade tem feito com que os profissionais peçam exoneração e, atualmente, o atendimento médico é feito apenas duas vezes na semana. Essa foi uma das constatações feitas por defensores públicos que realizaram uma inspeção no local para verificar as denúncias de irregularidades no sistema. (Foto: Kelly Martins/G1: Banheiro da cela 'camburão' na Penitenciária Central do Estado)

SAIBA MAIS
GOVERNO DE MT PERDIDO NAS MÃOS DE BANDIDOS E PRISIONEIRO DO SISTEMA FALIDO: Quadrilha explode muro de prisão e resgata 22 bandidos que, às 2 horas da manhã, estavam fora das celas 
MP propõe ação contra Estado por falta de estrutura em presídio de MT
.  Falta de escolta deixa presos doentes sem atendimento em MT, diz defensor
SISTEMA PRISIONEIRO QUE NÃO RESSOCIALIZA NINGUIÉM X GERAÇÃO SEM FUTURO: Preso beneficiado sai da cadeia e mata outro beneficiado a tiros. Ambos cumpriam pena por roubo 
Fugitivos de prisão são latrocidas e sequestradores
'Parecia uma guerra', diz moradora de Cuiabá sobre explosão em presídio
Inteligência da Polícia "falha" e não evita terror em fuga "anunciada" 
OAB denuncia caos em cadeia de MT, onde Esgoto invade celas e paredes estão caindo
A DROGA DO TRÁFICO NO SISTEMA PRISIONEIRO QUE NÃO RESSOCIALIZA NINGUÉM: PM-MT encontra 500 trouxinhas de droga em presídio, além de 15 telefones celulares 
TAMBÉM VAMOS CHICOTEAR SENADORES E DEPUTADOS LADRÕES: Senador defende chicotear presos e chama 'bolsa-presidiário' de 'Facilidade para pilantra, sem-vergonha' 
SISTEMA FALIDO X CRIMINOSOS DESINTERESSADOS EM MUDAR ESTILO DE VIDA SEM FUTURO: Maranhão investiga denúncia de que presos pagariam para sair do presídio no Natal 
Agente prisional comandava tráfico em penitenciárias de Mato Grosso
SISTEMA FALIDO X CRIMINOSOS DESINTERESSADOS EM MUDAR ESTILO DE VIDA SEM FUTURO: Maranhão investiga denúncia de que presos pagariam para sair do presídio no Natal 

O presídio possui capacidade para 850 presos, mas abriga pouco mais que o dobro desse número: 1.970. Muitos reeducandos acabam ficando sem atendimento, o que possibilita ainda a transmissão de várias doenças contagiosas. Uma delas seria a tuberculose, que teria se alastrado entre os presos e atingido servidores, que chegaram a ser afastados da unidade para tratamento.

A falta de atendimento médico também tem agravado a situação dos presos que sofrem com problemas cardíacos, hipertensão, hanseníase e os soropositivos, conforme apontado pelo sindicato dos Servidores do Sistema Penitenciário do Estado.

Durante a inspeção dos defensores públicos do Núcleo Criminal, a precaridade em celas também foi constatada como, por exemplo, na conhecida “camburão”. Esse é o primeiro local onde o preso fica depois de ser transferido do Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc) para a penitenciária. Lá, os defensores detectaram áreas com infiltração de mofo nas paredes e teto, além do mau cheiro quase insuportável pela falta de higiene. Isso ocorre, segundo a direção do presídio, porque serve apenas como passagem do reeducando.

“A situação do local é deplorável”, disse o coordenador do Núcelo, Altamiro de Oliveira. Ele explica que a inspeção teve como medida inicial tentar identificar os principais pontos de urgência que devem ser sanados diante das denúncias recebidas dos presos. Na sexta-feira (28), os defensores vistoriaram toda a área externa das alas e algumas obras que estão sendo realizadas na unidade. Nos próximos dias, segundo Oliveira, a inspeção deverá ser na parte interna da penitenciária. “À princípio vamos fazer um levantamento de toda a problemática da unidade para tomar as medidas necessárias”, ressaltou.

Ao G1, a assessoria de imprensa da Secretaria da Justiça e dos Direitos Humanos (Sejudh) informou que várias obras de reformas estão sendo realizadas na unidade na tentativa de sanar os problemas. Destacou também que o órgão já solicitou ao governo do estado a nomeação de mais seis médicos para atender o sistema prisional, sendo que três deles seriam designados para o atendimento na Penitenciária Central do Estado. No entanto, ainda não há previsão para as nomeações dos concursados. (Foto: Kelly Martins/G1: Sala da Unidade de Saúde foi reformada na penitenciária)

Para o presidente do sindicato dos servidores penitenciários, João Batista, a superlotação no presídio tem dificultado a higiene, o que contribui para o caos da saúde local. Pontua ainda que o governo não tem atendido as reivindicações para a melhoria da estrutura da unidade, o que tem gerado as exonerações dos médicos.

“Muitos profissionais que tomam posse se deparam com a situação que vão enfrentar na penitenciária e acabam pedindo para deixar o cargo. Além do salário não ser atrativo”, observa. Segundo ele, o salário de um médico do sistema prisional é de R$ 3.760.

Ação judicial
A situação caótica na unidade também levou o Ministério Público de Mato Grosso a propor ação civil pública, com pedido de antecipação de tutela, contra o estado para que seja apresentado projeto arquitetônico que contemple a estrutura física, hidráulica e elétrica da Penitenciária Central. Na ação, o MPE requer ainda que o estado inclua na proposta orçamentária de 2013 os recursos necessários à efetivação de ações e obras para a reforma.

Para os promotores de Justiça, as inúmeras cobranças e ações por parte do MP não têm surtido efeito sobre as questões do Sistema Prisional. “A falta de compromisso é evidente e nem mesmo a morte de um agente prisional pôde sensibilizar as autoridades da necessidade de melhorar a estrutura do presídio. O plano de modernização prevê a construção de várias cadeias e penitenciárias para diminuir a superlotação no sistema atual”, consta da ação. G1

SAIBA MUUUUITO MAIS
PF deflagra "Operação Xadrez" para combater tráfico em presídios de MT
Ação da PF desmantela esquema de narcotráfico ocorrido a partir de presídios do sul de MT
SISTEMA PRISIONEIRO QUE NÃO RESSOCIALIZA NINGUIÉM X GERAÇÃO SEM FUTURO: Preso beneficiado sai da cadeia e mata outro beneficiado a tiros. Ambos cumpriam pena por roubo 
Estado cúmplice do serial killer "bem-comportado" de GO: Trabalhando contra a sociedade, sistema prisional brasileiro evide.Mais de 4 mil presos saem com tornozeleira eletrônica neste final de ano
SP: 23 mil presos são liberados para festas de fim de ano
Aumentam casos de tornozeleiras de presos rompidas e abandonadas
Preso corta tornozeleira eletrônica e volta mais cedo para a cadeia em Mirandópolis, SP
Preso rompe tornozeleira eletrônica em Marília-SP
Detento que se livrou de tornozeleira é preso em Ourinhos
LEIS E MAIS LEIS PARA MANTER CRIMINOSOS MAIS TEMPO NUM "SISTEMA PRISINEIRO", FALIDO E QUE NÃO RESSOCIALIZA NINGUÉM: Senado pode aumentar tempo máximo de prisão ARTIGO: Sistema carcerário brasileiro: a latrina da Justiça criminal 
Superlotação de penitenciária Central em Mato Grosso cria um barril de pólvora
Tortura e superlotação são toleradas em MT, critica Conselho Nacional do Ministério Público
Secretaria de Justiça e Segurança de MT contesta tortura contra presos
Deputados admitem falência de sistema carcerário
Magistrados e promotores em apuros x sistema prisional falido: Governo de Alagoas e Polícia Federal investigam ameaças de presos contra juízes
Ministro da Justiça de um Lula que vive metendo o bedelho nos Direitos Humanos dos outros admite "problema gravíssimo" no falido sistema prisional
Relatório da ONU mostra que continuam altas as taxas de execuções sumárias no Brasil 
Quando uma lei ótima e inútil, se une a medidas judiciais e psicólogicas em desfavor da sociedade: Homossexual-pedófilo-assassino pode ter matado mais
Azar da família do pedreiro homossexual solto por experts do comportamento e das leis: Estado não deve ser responsabilizado por suicídio de Adimar
Estado cúmplice do serial killer "bem-comportado" de GO: Trabalhando contra a sociedade, sistema prisional brasileiro evidencia seu ruinoso colapso
Lei perfeitamente inútil: Em MT pedófilo condenado foi solto e voltou a estuprar e matar criança, em GO pedófilo bonzinho na cadeia saiu e matou seis
Quem dera se a falência estivesse apenas no ES: Problemas no sistema carcerário do Espírito Santo são denunciados na ONU
Regime aberto para presos se tornou ficção, diz Gilmar Mendes
Guerra entre PCC e Estado pode se repetir, diz especialista em segurança
Enquanto isso, Lula, Amorim & Cia. estão ocupados com DH no quintal alheio: Brasil tortura, prende em más condições e minimiza crimes da ditadura
Lula tem voz no exterior, mas deixa dúvidas sobre direitos humanos

Candidato manda quebrar poço artesiano depois de perder as eleições em Manaus


O servidor público municipal e candidato a vereador Williams Coelho da Silva, 44, mais conhecido como ‘Tatá’, é acusado de mandar quebrar um poço artesiano, localizado no bairro Educandos, zona Sul de Manaus. (Foto: Moradores afirmam que utilizam a água do poço há mais de duas décadas e que há alguns anos existia no local uma placa de identificação da Prefeitura de Manaus, que teria construído a benfeitoria no terreno cedido pelo candidato)

Segundo os moradores que o denunciaram, o candidato ficou insatisfeito por não ter sido eleito e “tentou se vingar da população” mandando seus funcionários retirarem o poço, que fica dentro de um terreno de sua propriedade.

Moradores afirmam que utilizam a água do poço há mais de duas décadas e que há alguns anos no local existia uma placa de identificação da Prefeitura de Manaus, que teria construído a benfeitoria "pública" no terreno cedido pelo candidato.

“Ele não pode fazer isso, esse poço foi construído pela prefeitura e comprovado pelo emblema na placa que foi retirada do local. Só porque não ganhou, ele quer punir a comunidade? E quem votou nele vai sofrer as consequências também?”, questionou o autônomo Marcos Antônio, de 46 anos.

Insatisfeitos
Para o conferente David Júnior Silva, 32, o vereador não agiu corretamente com os moradores ao mandar retirar o poço logo depois das eleições. “Isso não se pode fazer. A água pertencia à comunidade, mas porque ele não se elegeu nas últimas duas eleições mandou retirar o poço”, afirmou.

Uma senhora não identificada tentou retirar um dos denunciantes do local com um cabo da vassoura. Outros familiares do candidato, que estavam próximos da área onde funcionava o poço artesiano e onde também fica localizada a residência do mesmo, afirmaram que a construção pertence ao ‘Tatá’ e o mesmo apenas mandou retirar o poço pois ele estava entupido e impróprio para o uso da população.

Gasto elevado
O assessor pessoal do candidato, identificado apenas como ‘Wellison’, foi até a equipe de reportagem do acritica.com e garantiu que o servidor público tem muitos gastos com a manutenção do lugar.

Ele negou também que a retirada do poço seja retaliação aos moradores pela derrota na disputa por vaga na Câmara Municipal, afirmando que ‘Tatá’ vai refazer o poço e entregar o serviço à comunidade, mesmo não ganhando as eleições.

De acordo com a assessoria de imprensa da Manaus Ambiental, o poço artesiano citado na matéria é particular e, portanto, não está sob a responsabilidade da concessionária. UOL/A Crítica