22 de março de 2013

Reflexão no Dia Mundial da Água por Dorjival Silva

Jonrlista Dorjival Silva

Há exatos 20 anos (dia 22 de março de 1993), a Organização das Nações Unidas (ONU) estabeleceu o Dia Mundial da Água, para chamar a atenção do mundo para a temida ameaça. Não exagerou. Apesar de a Terra ter dois terços (75%) de sua formação constituídos de água, apenas 0,008% é potável.

Pior: grande parte dos mananciais está sendo poluída e degradada pela ação do homem. A consequência disso é de, no futuro bem próximo, faltar água para o consumo da população mundial. São números baseados em pesquisas de órgãos mundiais que deixam o planeta em alerta.

A redução do consumo é uma das principais políticas para se evitar a escassez de água no planeta. As nações precisam cuidar com zelo dessa fonte de vida; daí, a reflexão no Dia Mundial da Água.

No Brasil, o quadro é preocupante, consequência da agressão contínua a áreas ao redor dos mananciais, como desmatamentos descontrolados, urbanização sem planejamento e alto teor de poluição por produtos químicos e outros.

Pois bem…

Está mais do que na hora de governos e sociedade cuidar dessa riqueza natural e encarar o problema como ameaça real. Não dá para continuar fazendo de conta que não é com todo mundo. É preciso a participação de todos.

Por isso mesmo, neste dia lanço uma campanha sobre o uso consciente da água, orientando a economia de consumo. É a lógica do uso racional, que pode ser feita com pequenas ações, como fechar a torneira depois de usá-la, diminuir o tempo debaixo do chuveiro, lavar roupas respeitando limite de gasto, entre outras.

Mas isso não é tudo. É preciso o lançamento de programas nas esferas municipais e a participação consciente da sociedade, para que a água continue para todos. 

13 de março de 2013

Diário da Serra: "Dorjival assume condição de pré-candidato"

Jornalista Dorjival Silva (PRP)

O presidente municipal do PRP, Dorjival Silva, explica que é ele próprio o pré-candidato do partido a deputado federal. O motivo seria o fato de ter disputado as eleições em 2010, quando recebeu nas urnas mato-grossenses 1.462 votos. Muito longe dos mais de 60 mil votos necessários. Apesar disso, Dorjival diz que disputar a vaga naquela eleição oportunizou que seu nome ganhasse visibilidade.

 GOVERNO - Quanto a disputa ao Governo do Estado, Dorjival diz ser difícil uma composição com o grupo PMDB-PSD, uma vez que compromissos de campanha de 2010 não foram cumpridos em nível estadual. “Falo por mim e não pelo partido, mas há uma tendência muito forte de, numa eventual candidatura de Pedro Taques, que não sabemos se vai acontecer, apoia-lo como candidato ao governo”, afirma Dorjival que também é vice-presidente estadual. Marcos Figueiró Redação DS - Data do Artigo: 13/3/2013

Diário da Serra: "PRP confirma pré-candidatura a deputado federal em Tangará"

Vista parcial de Tangará da Serra
O Partido Republicano Progressista (PRP) confirmou que também conta com pré-candidato a deputado federal em Tangará da Serra. Com isso, já são três os partidos que confirmaram disposição de lançar nomes tangaraenses para a disputa a Câmara Federal – PRP, PSB e PP. Até agora. O presidente do Diretório Municipal do PRP, Dorjival Silva, diz que o lançamento faz parte de um projeto nacional da agremiação de lançar em 2014 candidatos a federal em todos os estados.

     “Tangará da Serra por ser um polo regional e polo político também, que representa bem essa região então é possível sim totalmente, completamente possível que o PRP tenha sim um candidato a deputado federal em Tangará da Serra no ano que vem. E provavelmente, estamos trabalhando nomes, mas é provável que tenhamos um candidato a deputado estadual em Diamantino”, explica Dorjival que também é o primeiro vice-presidente estadual do PRP.

     As condições, segundo Silva, são melhores do que nas eleições 2010. Naquela ocasião o partido tinha diretórios em 40 cidades, mas hoje está presente em 110 municípios. A principal diferença, conta, está que há quatro anos o trabalho era de formação de base, quando hoje o foco está no fortalecimento dessas bases já consolidadas. Marcos Figueiró Redação DS - Data do Artigo: 13/3/2013

Projetos voltados à pessoa idosa são aprovados


Vereador Professor Sebastian teve dois projetos aprovados na 8ª Sessão Ordinária realizada nesta terça-feira (12) voltados à pessoa idosa.

Ao falar sobre o projeto 06/2013, sobre a Semana Municipal de Atenção a Pessoa Idosa, argumentou, “Considerar o idoso de nosso município é valorizar a história de uma cidade, e seguindo os exemplos do Distrito Federal com a Lei 4.964/2012 e da capital do Estado de Mato Grosso, Cuiabá com a Lei Nº 1.464/1976 que institui a semana do idoso, como demais outras cidades do Estado de Mato Grosso que já dispõem em seu calendário comemorativo uma semana em homenagem ao idoso, instituiremos aqui na cidade de Tangará da Serra a ultima semana de setembro para tais comemorações. 

Essa semana será instituída em nosso município a fim de buscar a valorização e a qualificação de vida dos mais velhos através da integração social. A intenção deste Projeto de Lei, além de proporcionar ao idoso a recreação, lazer, esporte e interação com pessoas da mesma ou de diferentes idades, é também para que as autoridades responsáveis bem como a sociedade em geral se conscientizem dos problemas enfrentados pelos idosos, que infelizmente mesmo tendo todo amparo da Lei, não são devidamente atendidos pela sociedade e até mesmo pela própria família que infelizmente confundem velhice com uma doença”, finalizou.

Foi aprovado também de autoria do vereador Professor Sebastian o Projeto de Lei 08/2013 que corrige texto de Lei Municipal que disciplina a implantação do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, onde argumentou ao falar sobre seu projeto, “O objetivo do projeto em foco é corrigir as abreviações da lei. Numa análise desse subscritor as mesmas não se coadunavam com a expressão abreviada, devendo ocorrer à devida alteração por técnica legislativa. Ademais, a lei complementar federal 95/98 disciplina as regras para a confecção de textos legais, o que fez esse subscritor apresentar essa alteração”, finalizou.

Para o vereador Professor Sebastian o intuito destes dois projetos propostos por ele é colaborar com a sociedade tangaraense. “Como meta principal deste nosso mandato é colaborar com toda sociedade tangaraense e iremos focar em diversas linhas, queremos desta maneira colaborar para uma sociedade melhor”, reafirmando sua disposição em participar das discussões buscando melhorias para diversas frentes.

Os dois projetos foram aprovados por unanimidade, tendo transmissão ao vivo pela TV a Cabo – Canal 02 e retransmissão pela Rádio Pioneira AM – 560 khz.

8 de março de 2013

Dorjival Silva cria a associação dos jornais do interior de Mato Grosso



Jornalista Dorjival Silva: “Essa
associação nascerá muito forte”
Os jornais impressos das cidades do interior de Mato Grosso ganharão ainda neste semestre uma associação que os representem em todas as esferas sociais e junto às administrações públicas: municipal, estadual e federal. O fundador da entidade é o jornalista e empresário de comunicação Dorjival Silva que mantém na cidade de Tangará da Serra uma agência de publicidade, um instituto de pesquisas e o jornal O Tangaraense.

Segundo Dorjival Silva, a Associação dos Jornais Impressos do Interior de Mato Grosso (AJIMAT) já tem o aval de uma dezena de veículos de comunicação para ser criada. E como outras empresas jornalísticas estão sendo contatadas, é possível que a entidade já surja com boa representação.

A AJIMAT seguirá os mesmos ritos de uma associação sem fins lucrativos, porém, com objetivos bem traçados, especialmente pela busca de valorização dos seus associados. De acordo com o fundador, um dos vários problemas que os jornais do interior de Mato Grosso sofrem é a descriminação quanto à administração das mídias do governo estadual, Assembleia Legislativa e Judiciário. “Esses poderes insistem em distribuir suas campanhas publicitárias apenas para os veículos de comunicação da capital, desprezando veementemente os jornais do interior, passando disfarçadamente a impressão que não são bons, e pior, que não existem leitores interessados nas campanhas publicitárias institucionais”, diz Dorjival Silva.

Fato é que, o governo do estado e Assembleia Legislativa, investem milhões de reais todos os anos em jornais, rádios e tevês de Cuiabá. Deixando completamente abandonados os veículos de comunicação do interior. Segundo Silva, a maioria dos jornais, por exemplo, vive a ponto de fechar suas portas, sobrevivendo basicamente de pequenas verbas de prefeituras e Câmaras de suas cidades, e em geral, do comércio.

Sem contar que todos aqueles jornais que não “rezam” na cartilha dos poderosos locais estão de fora de qualquer contemplação publicitária. Esse, de acordo com Silva, é outro problema sério enfrentado pelos veículos de comunicação do interior, onde prevalece ainda em muitos municípios, um descarado ódio à liberdade de imprensa e de expressão.

ASSEMBLEIA GERAL - A primeira reunião para discussão dos Estatutos e Regimento Interno da AJIMAT ainda está sem data definida, mas há grande possibilidade de acontecer no começo de maio, possivelmente no Dia do Trabalhador. Até lá, de acordo com Dorjival Silva, mais contatos serão realizados com a finalidade de atrair mais empresas jornalísticas para a entidade. Interessados no assunto devem manter contatos pelo email: otangaraense@gmail.com e fone - 65 96285314