11 de junho de 2014

Barbosa manda seguranças retirarem advogado de Genoino do plenário do STF

joaquim barbosaO presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, mandou hoje (11) seguranças da Corte retirarem do plenário o advogado Luiz Fernando Pacheco, que defende o ex-deputado José Genoino. Barbosa deu a ordem após Pacheco subir à tribuna para pedir que o presidente libere para julgamento o recurso no qual Genoino diz que tem complicações de saúde e precisa voltar a cumprir prisão domiciliar. No momento, os ministros estavam julgando a mudança no tamanho das bancadas na Câmara dos Deputados.
Ao subir à tribuna e interromper o julgamento para cobrar de Barbosa a liberação do recurso, Pacheco foi questionado pelo presidente: “Vossa Excelência vai pautar? [a Corte]“. O advogado respondeu: “Eu não venho pautar. Venho rogar a Vossa Excelência que coloque em pauta, porque há parecer do procurador-geral da República [Rodrigo Janot] favorável à prisão domiciliar deste réu, deste sentenciado. Vossa Excelência, ministro Joaquim Barbosa, deve honrar esta casa e trazer aos seus pares o exame da matéria”, respondeu Pacheco. Após dizer duas vezes: “eu agradeço a Vossa Excelência”, na tentativa de cortar a palavra de Pacheco, Barbosa determinou a retirada do advogado do plenário. “Eu vou pedir à segurança para tirar este homem”, disse Barbosa.

TAM foi a empresa de transporte que mais faturou em 2013

Entre as empresas do setor de transporte que operam no Brasil, a TAM foi a que teve maior receita em 2013, segundo Melhores e Maiores da Revista EXAME, que chega às bancas no dia 18 de junho.
A companhia aérea faturou 5.401,3 milhões de dólares no ano passado, valor que a coloca em sexto lugar entre as empresas que mais venderam, em 2013, no setor de serviços.
A concorrente GOL é a segunda do setor de transporte, de acordo com o ranking, com faturamento de 3.883,5 milhões de dólares, em 2013. No ano, a GOL teve prejuízo de 244,8 milhões de reais.
Tag, Transpetro, Aliança e MRS são as outras empresas que mais faturaram no setor de transporte, segundo a publicação.

Depois de ter feito campanha para Lula, Zezé Di Camargo vai votar em Aécio

zeze e luciano agora
Doze anos depois de ter feito campanha para Lula, Zezé Di Camargo vai votar em Aécio. Arrependimento? “Não, minha crença era igual a de milhões de brasileiros que elegeram Lula. Não fizemos a campanha só pelo dinheiro”, disse ao Estadão. “Fizemos por ideologia e por acreditar na mudança. Se erramos, não erramos sozinhos”, emendou o irmão Luciano, que ainda não decidiu em quem vai votar. “Apesar da mudança na vida da maioria dos brasileiros, o País tem um grande problema hoje: a corrupção”.
Embora não lamente ter subido no palanque petista em 2002, Zezé faz coro: “Quando chegam ao poder, muitas vezes, as pessoas mudam ou são obrigadas a mudar. Para conseguir aprovar um projeto, tem de fazer conluio, ter maioria no Congresso e beneficiar partidos com ministérios e cargos. Nada vem de graça”.

180 mil homens vão garantir segurança na Copa

segurança copa
A integração entre os 180 mil homens das áreas de defesa, segurança e inteligência que o Brasil está empregando na Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 garante a preparação do País para enfrentar eventuais incidentes durante o Mundial. “Esse será um dos benefícios para a população brasileira que ficarão depois da Copa”, disse o chefe do Estado-Maior das Forças Armadas, General José Carlos De Nardi. A avaliação também é compartilhada pelo chefe da Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos, Andrei Rodrigues, do ministério da Justiça.
O consultor de segurança da FIFA para a Copa do Mundo, Andre Pruis, considera que as ações desenvolvidas pelo governo brasileiro para a segurança da Copa poderão ser usadas como modelo em futuros eventos esportivos. Ele citou como exemplo de inovação os Centros Integrados de Comando e Controle Móveis, viaturas que funcionarão como postos avançados para o trabalho conjunto de agentes de segurança mobilizados para o evento.

STF julga hoje mudança na composição de bancadas na Câmara

O Supremo Tribunal Federal (STF) julga hoje (11) as ações que contestam a resolução da Justiça Eleitoral que mudou o tamanho das bancadas de 13 estados na Câmara dos Deputados. Foram pautadas ações diretas de inconstitucionalidade protocoladas no ano passado pelas assembleias legislativas de Pernambuco, do Piauí e de Santa Catarina, e pelos estados do Espírito Santo, da Paraíba, do Piauí e Paraná.
A polêmica sobre a mudança na composição das bancadas na Câmara começou após uma decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) definida em abril do ano passado, ao julgar um recurso apresentado pela Assembleia Legislativa do Amazonas. A Casa alegou que a representação populacional do estado na Câmara não condizia com a realidade, pois tinha como referência um censo defasado. Sustentou ainda que estados com menor população, como Alagoas e o Piauí, tinham mais representatividade na Câmara – com nove e dez deputados federais, contra oito do Amazonas.
Conforme a decisão original do tribunal, perderão uma cadeira os estados de Alagoas e Pernambuco, do Espírito Santo, Paraná, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. Ficarão sem duas cadeiras a Paraíba e o Piauí. Ganharão uma cadeira o Amazonas e Santa Catarina; duas cadeiras, o Ceará e Minas Gerais. O maior beneficiado é o Pará, que terá mais quatro deputados.

Aécio desejou a Dilma uma “boa aposentadoria nos próximos quatro anos”

aecio dilma
Em discurso inflamado durante a convenção do PSDB mineiro, o senador Aécio Neves (MG), pré-candidato do PSDB ao Palácio do Planalto, desejou ontem uma “boa aposentadoria” à presidente Dilma Rousseff. Para ele, diante da atual situação econômica e social do País, “não há marqueteiro que leve o PT à vitória”.
Aécio discursou para uma plateia que lotou o ginásio do Minas Tênis Clube, um dos mais tradicionais de Belo Horizonte, durante o evento que confirmou o chapa que vai disputar o governo de Minas, encabeçada pelo ex-ministro Pimenta da Veiga (PSDB). “A boa educação mineira só me (faz) desejar à presidente uma boa aposentadoria nos próximos quatro anos”, declarou o senador, ovacionado no evento que contou também com as convenções do DEM, PSD e PP mineiros.
Pouco antes, em entrevista, o tucano fez outras críticas à presidente. Ao comentar resultado da mais recente pesquisa Ibope, que mostrou oscilação negativa de dois pontos porcentuais de Dilma e oscilação positiva no mesmo porcentual dele e do ex-governador Eduardo Campos (PE), presidenciável do PSB, Aécio avaliou que o levantamento reflete um sentimento “de enfado” da população com a gestão petista. “Podemos nos preparar para um novo e grande governo a partir de 2015 e vamos trabalhar para isso.”

Presidente da Famato deve ficar de fora da disputa eleitoral; Daltro é a bola da vez



Apesar de ser visto com bons olhos por algumas lideranças da base governistas, o presidente licenciado da Famato, Rui Prado, deve ficar de fora da disputa majoritária. A prioridade no PSD seria a candidatura do vice-governador Chico Daltro ao comando do Paiaguás. 


A afirmação é do próprio Daltro, que lembra que sua candidatura foi referendada pelo partido durante um encontro regional realizado ainda em fevereiro, inclusive com a presença do presidente nacional da sigla, Gilberto Kassab. Na oportunidade, foi aprovada uma resolução lhe indicando à disputa ao governo.

Presidente da Aprossoja deve ser confirmado candidato a vice de Pedro Taques



O presidente licenciado da Aprosoja, Carlos Fávaro (PP), deve ser confirmado como candidato a vice-governador na chapa encabeçada pelo senador Pedro Taques (PDT), próxima segunda-feira (16), deixando o PSB fora da disputa majoritária. 

O entendimento entre a maioria das legendas que compõem o bloco de oposição seria o de que a reivindicação dos socialistas pela vaga de vice teria chegado tarde demais. 

Jaime Campos (DEM) é confirmado pré-candidato à reeleição na chapa majoritária oposicionista



O senador Jayme Campos (DEM) foi, oficialmente, confirmado pré-candidato à reeleição na chapa majoritária oposicionista, que tem como projeto principal a eleição do senador Pedro Taques (PDT) ao cargo de governador. 


A definição ocorreu em uma reunião na noite de segunda-feira (9), após longo período de incertezas. O próprio Jayme chegou a cogitar lançar uma candidatura ao Paiaguás de “terceira via”.