1 de agosto de 2014

Dorjival Silva quer ser mediador dos conflitos entre indígenas e agricultores do noroeste mato-grossense

Dorjival Silva é candidato a deputado estadual pela
região noroeste de Mato Grosso
Na região noroeste de Mato Grosso há um preocupante conflito entre alguns povos indígenas que lutam pela demarcação e ampliação de suas terras e fazendeiros que se tornaram proprietários de extensas áreas rurais garantindo que pelo tempo que atuam e produzem nas propriedades não concordam em hipótese alguma com o que pleiteia a Funai com apoio de ONGs.

"Compreendo que esse assunto está mais para ser resolvido na alçada federal. Entretanto, como deputado estadual eleito por essa região, serei um braço forte junto aos poderes lutando para que esse assunto, mais cedo ou mais tarde, se encerre de forma feliz para os dois lados", garante Dorjival Silva.

"Minha opinião é que os povos indígenas tenham o que lhes é de direito, todavia, sem prejudicar em absolutamente nada quem há décadas vem produzindo e gerando riquezas em suas propriedades rurais", completa.

O deputado Dorjival Silva, como morador do noroeste de MT, torce pelo avanço ordenado e responsável da agricultura e pecuária na região como forma de contribuir com o desenvolvimento dos municípios e suas populações.


"Fazendeiros, proprietários rurais, pequenos agricultores, homem e mulher do campo, o deputado estadual Dorjival Silva será um grande parceiro de todos vocês. Acredite nisso e vote com Coragem e Atitude Pra Mudar – no deputado do campo e da cidade 12.221", diz o candidato.

Assessoria de Imprensa

Governo não estenderá prazo para o fim dos lixões

lixao
O Globo - Vence no próximo sábado, dia 2 de agosto, o prazo de quatro anos para que todos os municípios do país acabem com os lixões e criem locais adequados para destinação dos resíduos sólidos. Até agora apenas 2.202 cidades cumpriram essa meta, mas elas representam a produção de 60% de lixo do país.
A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, informou que o governo não irá baixar qualquer medida estendendo esse prazo, como estão solicitando entidades ligadas às prefeituras. A ministra afirmou que o governo defende um debate no Congresso Nacional sobre o assunto e, se os parlamentares assim entenderem, ampliem esse prazo.

Dez dicas do Papa Francisco para a felicidade

papa consumismoEm entrevista à revista “Viva”, publicada aos domingos pelo jornal argentino “Clarín”, o Papa Francisco deu dez conselhos para a felicidade, incluindo desligar a TV para fazer as refeições em família e não tentar converter as pessoas, seja na religião ou no modo de pensar. “As religiões crescem por atração, não por proselitismo”, ele disse, acrescentando que a melhor maneira de atingir as pessoas é com diálogo. Veja outros ingredientes da receita do Papa:
1. “Viva e deixe viver”. Cada um deveria ser guiado por este princípio, ele disse, citando uma expressão similar em Roma: “Ande para frente e deixe que os outros façam o mesmo”.
2. “Doe-se aos outros”. As pessoas precisam ser abertas e generosas com as demais, porque isso “as afastará de si mesmas, deixando de lado o risco de egocentrismo”. “E água estagnada fica podre”.
3. “Vá com calma na vida”. O Papa, que costumava ensinar literatura, usou uma imagem de um romance rural argentino de Ricardo Guiraldes, no qual o protagonista Dom Segundo Sombra lembra o passado e avalia como viveu a vida: com ética, lealdade e respeito ao próximo.
4. “Um saudável senso de lazer”. O Papa disse que “o consumismo nos trouxe a ansiedade”, e disse que os pais devem reservar um tempo para brincar com seus filhos e desligar a TV quando sentarem para comer.
5. Domingos deveriam ser feriado. As pessoas não deveriam trabalhar aos domingos porque “domingo é para a família”, ele disse.
6. Encontrar maneiras inovadoras para criar postos de trabalho para os jovens. “Precisamos ser criativos com os jovens. Se eles não tiverem oportunidades entrarão no mundo das drogas” e serão mais vulneráveis ao suicídio”.
7. Respeito e cuidado com a natureza. A degradação ambiental “é um dos maiores desafios que temos”, disse o Papa. “Acredito que não estamos nos perguntando ‘a Humanidade não está cometendo suicídio com esse uso tirãnico e indiscriminado da natureza?”.
8. Deixe de ser negativo. “Falar mal dos outros indica baixa autoestima. Isso quer dizer ‘eu me sinto tão mal que em vez de me levantar vou colocar os outros para baixo’. Abandonar a negatividade rapidamente é saudável”.
9. Respeite a crença dos outros. “Podemos inspirar as pessoas por testemunho, mas a pior coisa é o proselitismo religioso, que paralisa. A igreja cresce por atração, não por proselitismo”.
10. Trabalhe pela paz. “Estamos vivendo em uma época de muitas guerras, e devemos gritar pela paz. A paz às vezes dá a impressão de ser calma, mas nunca é quieta, a paz é sempre proativa e dinâmica”, disse o Papa.

Barbosa dá troco em Lewandowski e Cármen Lúcia

barbosa STF
Com a publicação de sua aposentadoria ontem (31) no Diário Oficial da União, o agora ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa deu o troco nos ministros Ricardo Lewandowski e Cármen Lúcia. A saída um dia antes da reabertura dos trabalhos livrou Barbosa de ter de participar e, principalmente, votar na sessão que escolherá nesta sexta  os dois desafetos para dirigir a mais alta Corte de Justiça do País.
OS SUBSTITUTOS
O ministro Lewandowski deverá assumir a partir de hoje, interinamente, a presidência do STF e do CNJ, com a ministra Cármen Lúcia de vice.
ARQUIINIMIGO
Joaquim Barbosa não suporta Lewandowski, revisor do processo do mensalão, com quem trocou insultos pesados durante o julgamento.
MOTIVO DA RAIVA
Já Cármen Lúcia foi para a lista de desafetos após ser flagrada, em 2007, comentando que Joaquim daria “salto social” como relator do mensalão.

Mau desempenho nos Estados leva pânico aos petistas

20140801054424_cv_pt_lula_dilma_gdeO mau desempenho de petistas em vários Estados importantes preocupa o comitê de Dilma, revela Bernardo Mello Franco, hoje na Folha de S.Paulo. Segundo ele, por ora, a ordem é esperar que os candidatos a governador se recuperem para só então começar a “colar” a imagem da presidente aos aliados.
‘Dilma vai cortar ao máximo seus compromissos internacionais até a eleição. Ela pediu ao vice Michel Temer que a represente na posse do presidente reeleito da Colômbia, Juan Manuel Santos, dia 7.’

PSDB de Aécio Neves dobra arrecadação na largada da campanha presidencial

O candidato do PSDB à Presidência da República, senador Aécio Neves (MG), arrecadou em julho mais do que o dobro da quantia levantada no mesmo período pelo ex-governador paulista José Serra, o candidato dos tucanos nas eleições presidenciais de 2010. Ainda de acordo com a Folha de São Paulo, o comitê financeiro da campanha de Dilma à reeleição não quis antecipar os valores que serão declarados à Justiça Eleitoral, mas levantamento feito até quarta (30) indicava o recolhimento de R$ 9 milhões em doações.
14212679