3 de novembro de 2014

Renovação de senhas bancárias deve ser feita até 31 de dezembro

A renovação da senha/fé de vida dos segurados do Instituto Nacional do Seguro Social deve ser realizada até o dia 31 de dezembro deste ano, de acordo com o Ministério da Previdência Social.
Dos 31,1 milhões de beneficiários do INSS, mais de 29 milhões já estão em dia com o INSS. Por outro lado, 1,4 milhões de beneficiários ainda não compareceram nas instituições financeiras.

Dilma acelera negociações sobre nova equipe para o 2º mandato

20141008053342_cv_Dilma-lendo_gdeDepois de passar quatro dias descansando na praia da Base Naval de Aratu, na Bahia, a presidente Dilma Rousseff retoma nesta segunda-feira sua rotina em Brasília. Sem agenda definida para hoje, a presidente deve começar a tratar da montagem da equipe de seu segundo mandato. Para amanhã já está marcada uma conversa com o PSD, partido de Gilberto Kassab, tido como provável comandante de um dos 39 ministérios de Dilma. O partido espera ganhar o vultoso Ministério das Cidades. No Congresso, o governo, que já teve de engolir sua primeira derrota pós-reeleição, não terá descanso. Ao mesmo tempo que podem ser votadas duas matérias sensíveis – a PEC do Orçamento Impositivo e a do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) – a oposição fará na quarta-feira um encontro para definir seu papel a partir de 2015. O ato será no principal auditório da Câmara, o Nereu Ramos, e foi organizado pelo PSDB.
Segundo O Globo, para tentar acalmar os ânimos no Congresso, os principais porta-vozes políticos de Dilma, Aloizio Mercadante (Casa Civil) e Ricardo Berzoini (Relações Institucionais), devem ter uma conversa com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Na semana passada, os dois se reuniram com o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). Dois dias depois de ganhar as eleições, Dilma sofreu sua primeira derrota no Legislativo, quando o plenário da Câmara sustou o decreto que regulamenta os conselhos populares. Hoje à noite Berzoini também reúne os líderes dos partidos da base do governo no Senado para tratar da pauta de votações. A derrubada da matéria dos conselhos será analisada agora pelos senadores.

Michel Temer entra em campo para tentar apagar “incêndio na Câmara”

michel-temer
O vice-presidente Michel Temer entrou em campo para tentar apagar o “incêndio” e adiar ao máximo a disputa para a presidência da Câmara e, ainda, baixar a bola da candidatura de Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
A ideia é criar um clima amistoso com o PT e partir para recuperar o sistema de rodízio entre os dois partidos no comando da Casa.

Exame de toque ainda é tabu para brasileiros que resistem ao exame de próstata

O câncer de próstata é a doença mais frequente no sexo masculino, perdendo, apenas, para o câncer de pele não-melanoma. Estatísticas apontam que a cada seis homens, um é portador da doença. Quase 50% dos brasileiros nunca foram ao urologista e, até o fim de 2014, a projeção é que 12 mil morrerão vítimas da doença, em função da descoberta em estágio avançado.
Os dados foram divulgados pelo Instituto Lado a Lado pela Vida e a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), com o intuito de conscientizar a população masculina sobre a doença e diminuir a taxa de mortalidade. O SBU promove a campanha Novembro Azul, uma iniciativa que já faz parte do calendário nacional das campanhas de prevenção no Brasil. O objetivo é combater a doença e, principalmente, motivar os homens a fazer exames preventivos. A forma mais eficiente de diagnóstico ainda é o exame de toque retal.
A próstata é uma glândula do aparelho reprodutor masculino, que pesa cerca de 20 gramas, de forma e tamanho semelhantes a uma castanha. Ela está localizada abaixo da bexiga e sua principal função, juntamente com as vesículas seminais, é produzir o esperma. O câncer de próstata é mais incidente que o câncer de mama, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca). A estimativa, entre 2012 e 2013, apontou 60.180 novos casos de câncer de próstata e 52.680 de mama. De acordo com especialistas, o preconceito com o exame de toque retal ainda é forte no Brasil. Apenas 32% dos homens brasileiros declararam já ter feito o exame.

Osvaldo Cruz rompe silêncio e cita ‘mente doentia’ e ‘satânica’ de Carla Ubarana

15235e39d8489cc2b09d510d046bef58-300x199O desembargador aposentado Osvaldo Cruz rompeu o silêncio que sobre ele tombou desde que o escândalo dos precatórios eclodiu, em janeiro de 2012, e falou pela primeira vez sobre os eventos que resultaram em sua saída do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte. “São três anos de constrangimento. Só Deus sabe o que eu e minha família temos passado por causa de uma menta doentia e de inspiração satânica que caiu no tribunal quando eu o presidi”, declarou ele.
“Eu nunca contribui para esse desfecho. Me pus calado por orientação do advogado. Mas há muito tempo que tenho vontade de dizer as coisas e não podia. Mas não quero ser interpretado ou que haja interpretação disso ou daquilo que venha interferir no processo”, disse ele, que prosseguiu, veemente: “Reafirmo: essa mulher nunca foi na minha casa, eu nunca fui na casa dela. Ela nunca telefonou para mim. Eu nunca telefonei para ela. Só uma mente doentia como a dela, que agora diz que está esquecida das coisas”.
Do Portal no Ar

Produção de cerveja cai pelo terceiro mês consecutivo

cervejaA produção brasileira de cerveja caiu pelo terceiro mês consecutivo em outubro, segundo dados do Sistema de Controle de Produção de Bebidas (Sicobe), da Receita Federal. No mês passado a fabricação nacional da bebida totalizou 1,222 bilhão de litros, volume 2,8% inferior ao observado em igual mês do ano passado.
Além dos meses de agosto, setembro e outubro, neste ano a produção de cerveja também apresentou queda em janeiro. Apesar dos resultados negativos, no acumulado do ano o volume fabricado de cerveja chega a 11,320 bilhões de litros, o que representa alta de 5,7% na comparação com o mesmo período de 2013.
Neste ano, a produção de cerveja no Brasil foi beneficiada por fatores sazonais, como as elevadas temperaturas do verão, o carnaval tardio e a realização da Copa do Mundo. A expectativa do setor agora é de uma retomada da fabricação da bebida a partir de novembro, devido à perspectiva de um aumento das vendas, já em linha com a proximidade do verão e das festas de final de ano.

Proposta de iniciativa popular para reforma política chega a 640 mil assinaturas

Para tentar acelerar a coleta de assinaturas favoráveis ao projeto de lei de iniciativa popular para a reforma política, o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) lançou mais uma ação para mobilizar representantes de diversos segmentos da sociedade civil. O movimento ocorre paralelamente à retomada do debate no Congresso, com a ideia de apresentar uma proposta que possa ser apreciada pelo Parlamento.
Segundo o presidente da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coelho, é preciso colher 1,5 milhão de assinaturas para a proposta, chamada de Coalizão pela Reforma Política Democrática e Eleições Limpas. “O Brasil inteiro tem que se mobilizar e discutir, porque não há verdades prontas e acabadas, mas algumas premissas nos unem. A primeira é o fim do financiamento empresarial das eleições”, disse ele, durante evento em que o movimento pela reforma política recebeu mais 20 mil assinaturas, entregues por representantes da organização não governamental (ONG) Educação para Afrodescendentes e Carentes (Educafro). Com esses apoios, o texto já tem quase 640 mil assinaturas.

Henrique Alves quer votar PEC da Reforma Política na CCJ na quarta

henrique  camaraO presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, espera que a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) aprove na nesta quarta-feira (5) a admissibilidade da proposta do Grupo de Trabalho da Reforma Política (PEC 352/13).
A expectativa do presidente é que, após essa aprovação, seja criada uma comissão especial onde serão vários ouvidos setores da sociedade, como a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e os movimentos sociais.

PF vai investigar usuários que ofenderam nordestinos após eleição

A Polícia Federal vai investigar quem são os responsáveis por dois perfis de redes sociais que ofenderam nordestinos na semana passada. O pedido de apuração foi feito à PF pelo presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Marcus Vinícius Furtado Coelho, com base na Lei de Racismo, que considera crime a discriminação por procedência nacional.
As ofensas foram postadas após a vitória eleitoral da presidente Dilma Rousseff (PT), quando uma série de tuítes e postagens do Facebook sugeriram a divisão do Brasil e a construção de um muro para separar o Nordeste e o Norte das regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul. O pedido de investigação chegou nesta segunda-feira (3) à Direção-Geral da polícia e o inquérito deverá ficar sob responsabilidade da unidade de repressão a crimes cibernéticos.

Procurador-geral eleitoral contra pedido do PSDB para auditar resultado das eleições

O procurador-geral eleitoral, Rodrigo Janot, enviou hoje (3) ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) parecer contrário ao pedido do PSDB para auditar o resultado das eleições presidenciais. Segundo o procurador, o partido “visa promover gravíssimo procedimento de auditoria sem que exista qualquer elemento concreto que o justifique”.
o entendimento de Janot, o pedido do PSDB é baseado em especulações de usuários das redes sociais, sem nenhum indício de fraude. “Não se pode justificar postura de um partido político do tamanho e da representatividade do requerente de, em baseando-se unicamente em comentários formulados em redes sociais, em boatos muitas vezes camuflados pelo anonimato, pretender a instauração de um procedimento que, a par de não previsto em lei, pode comprometer a credibilidade do sistema eleitoral deste país. Tal medida é de uma imprudência a toda prova, dada a real possibilidade de criar uma situação de instabilidade social e institucional”, diz.
O procurador-geral também ressalta no parecer que medidas de fiscalização, públicas a todos os partidos, foram disponibilizadas ao PSDB, como cópias dos boletins de urna, de arquivos eletrônicos, além de acesso aos programas de totalização dos votos. “Vê-se, pois, a partir de tais exemplos, que o sistema eleitoral brasileiro, ao qual o partido requerente empresta tão pouca credibilidade, por conta de boatos postados em redes sociais, pode ser amplamente acompanhado e fiscalizado, em suas mais diversas fases, pelos partidos políticos, circunstância que, aliada á ausência de indícios mínimos de irregularidade apontados pelo requerente impõem o indeferimento do pleito”, entende Janot