12 de novembro de 2014

Brasil derrota a Turquia por 4 X 0

brasil turquia
Mesmo diante da torcida adversária, a seleção brasileira conseguiu uma vitória tranquila sobre a Turquia por 4 a 0, em amistoso realizado nesta quarta-feira, no Estádio Sükrü Saracoglu, em Istambul. Assim, o Brasil manteve o aproveitamento perfeito sob o comando do técnico Dunga, agora com cinco vitórias em cinco jogos.
Desde que Dunga assumiu o cargo, logo depois da Copa, o Brasil venceu Colômbia, Equador, Argentina, Japão e agora Turquia. Somou 12 gols marcados e nenhum sofrido. Para manter o aproveitamento 100%, a seleção volta a campo na terça-feira, diante da Áustria, em Viena, quando disputa seu último amistoso no ano.

Mulheres têm orgasmos mais intensos quando parceiro é engraçado e rico, diz estudo

orgasmo_8Um homem que te faz rir pode te deixar muito feliz — e não só pelas boas piadas. Pelo menos esta é a conclusão de um estudo realizado pela Universidade de Albany, nos Estados Unidos. Após interrogar estudantes universitárias sobre a sua vida sexual e as características de seus parceiros, os pesquisadores concluíram que quanto melhor o senso de humor do parceiro, mais chances elas têm de experimentar orgasmos intensos. Da mesma forma, o prazer também aumentaria de acordo com a autoestima e a renda familiar do homem.
Conduzida pelo psicólogo George Gallup, a pesquisa levantou detalhes como medidas, personalidade e aparência dos parceiros das entrevistadas. A intensidade dos orgasmos também se relacionava com a frequência com que o casal tinha sexo durante a semana e em quão atraída por seu parceiro a mulher se sentia.
Além disso, mulheres que começaram a vida sexual mais cedo revelaram ter tido mais parceiros e experimentado mais orgasmos. Elas também disseram estar mais satisfeita sexualmente com seus companheiros do que as demais.
“Nós identificamos uma série de traços — motivação, inteligência, foco e determinação — que previam quão frequentemente uma mulher iniciava relações sexuais. Além disso, o senso de humor do parceiro não apenas previa sua autoestima e renda familiar, mas também a propensão da mulher de iniciar o sexo, e quão frequentemente o casal fazia sexo e a frequência do orgasmo em relação a outros parceiros”, escreveram os pesquisadores.

Câmara de Brasnorte aprova Moção de Repúdio a ex-vereador João Negão

João Negão
A Câmara de Vereadores de Brasnorte apresentou na sessão ordinária desta segunda-feira Moção de Repúdio contra o radialista João Batista Neri de Almeida, o ex-vereador João Negão de Tangará da Serra. A Moção foi aprovada por unanimidade pelo Plenário de Deliberações da Casa de Leis.

Na justificativa, os vereadores acusam João Negão de constantes declarações sarcásticas, infundadas e depreciativas à imagem do Poder Legislativo, em especial de seus vereadores em uma emissora de rádio local.

Consta ainda na justificativa: “Conforme é conhecimento de toda sociedade brasnortense em especial dos ouvintes da emissora supramencionada, o ora repudiado por diversas vezes veiculou em seu programa comentários tendenciosas com vistas a macular a imagem do Poder Legislativo Municipal perante a opinião pública, seja distorcendo os fatos no que tange a atuação parlamentar interna e externa dos vereadores ou tecendo inverdades acerca do ocorrido nas sessões legislativas, a ponto de criar inclusive, nítido desconforto entre os edis, a exemplo da antecipação a seu livre arbítrio do resultado da eleição da Mesa Diretora para o Biênio 2015/2016, a qual diga-se de passagem, se quer ocorreu”.

Na tribuna o presidente da Casa de Leis, Pedro Coelho (PT) desabafou que há mais de um ano – período em que o ex-vereador se mudou para Brasnorte – seu foco esteve voltado para o ‘apedrejamento’ e perseguição dos vereadores. “Como se tivéssemos concorrência com a rádio”, disse.

Pedro Coelho: Presidente da Câmara
No seu pronunciamento ele ainda criticou o fato de João Negão ter disparado constantemente críticas contra os vereadores, que não são construtivas. “Na minha discussão, falei para o senhor João Negão, se tem vontade de ser vereador... trabalhe, faça seu caminho, mas sem pisar na cabeça de ninguém. O senhor não é inteligente? Trace seu caminho com sua inteligência”, disse o presidente aconselhando que o radialista tente se candidatar nas próximas eleições, tendo em vista que aumentará para 11, o número de cadeiras na Casa de Leis. “Quem sabe o senhor seja um vereador, mas no seu cantinho sem pisar na cabeça de ninguém. Por que o senhor quer massacrar essa Casa de Leis? Será que o senhor é mais bonito que a gente ou mais inteligente?”, indagou Pedro Paulo.

RELEMBRE O CASO OSCIP IDHEAS EM TANGARÁ - Em 2011 quando ainda era vereador, João Negão (PMDB) foi denunciado por tráfico de influência em Tangará da Serra, ao mesmo tempo em que era presidente da Comissão Especial de Investigação (CEI) da Câmara de Vereadores que averiguava denúncias de desvio de dinheiro público.

A informação foi repassada durante sessão convocada para apreciar o pedido de perda dos mandatos do então prefeito Júlio César Ladeia (PR), o vice José Jaconias (PT), os vereadores Genilson Kezomae (PR), Haroldo Lima (DEM), Paulo Porfírio (PR) e Celso Ferreira (DEM).

Um dos trechos do relatório da Comissão Processante (CP) apontava que a mulher de João Negão trabalhava de secretária do instituto Idheas, Oscip que gerou prejuízos avaliados em R$ 6 milhões aos cofres do município.

A remuneração dela girava em torno de R$ 2,5 mil, valor considerado acima da média para o cargo ocupado. (Com informações RD News)

Fonte: Lucélia Andrade – Rádio Pioneira

ARTIGO - Homossexualismo e escola: Como os professores lidam com esse tema em sala de aula?

Por Bárbara Kelly Nunes Ferreira

Sabendo-se que o papel da escola é transmitir o conhecimento, promover o desenvolvimento do cidadão e dar aos alunos os ensinamentos de que eles necessitam para viver e trabalhar neste mundo de evolução, bem como orientá-los para a vida.

A escola é o lugar onde a criança começa a trilhar o caminho na sociedade, pois lá se tem o contato e a interação com outras pessoas que são totalmente diferentes daquelas que se convivem na família.  Além de que, é quando a criança vai se desenvolver,  dividir seu espaço e onde encontrará várias diferenças, como exemplo, negros, pardos, cristãos, judeus, homossexuais e assim por diante. Aí está a importância da escola na construção do sujeito, pois segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN), visando uma educação voltada para a construção da cidadania, propõem, em forma de temas transversais, a inclusão da orientação sexual no currículo escolar. Neles, a sexualidade é considerada como algo inerente à vida e à saúde e deve ser entendida como um processo de intervenção pedagógica, que tem como objetivo transmitir informações e problematizar questões a ela relacionadas, incluindo posturas, crenças, tabus e valores.

Segundo CHAGAS (1996), a sexualidade faz parte do contexto escolar, não há como negá-la; então cabe a ela corrigir, enriquecer e ampliar o conhecimento dos educandos a cerca de sexualidade e também fazer um trabalho com a família e sociedade, na qual esse educando está inserido.

Sabat (2007, p. 149) argumenta que a educação, compreendida de maneira ampla, é um dos processos mais eficientes na constituição das identidades de gênero e sexual. Em qualquer sociedade, os inúmeros artefatos educativos existentes têm como principal função com/formar os sujeitos, moldando-os de acordo com as normas sociais.

Justifica-se assim a importância do tratamento de questões relacionadas às relações de gênero e diversidade sexual durante o processo de ensino aprendizagem, pois a escola não pode mais simplesmente encaminhar ou marcar horário para tratar destas questões, cabe a ela se aprofundar em conhecimentos científicos historicamente construídos e através de discussões e reflexões oportunizar a mudança de atitudes a todos/as os/as sujeitos envolvidos na educação. No entanto, percebe-se que o/a educador/a tem uma posição de fuga de sua responsabilidade, de aprofundamento de estudos acerca de temas que não condizem especificamente com seus conteúdos disciplinares, como se a educação só se restringisse ao conteúdo específico de cada área do conhecimento.

Os professores não se sentem preparados para trabalhar com a questão do homossexualismo em sala de aula, pois tem medo de elaborar críticas ou o assunto tratado cause mais preconceito e isso possa a ofender alguém, porque geralmente quando se toca nesses assuntos em sala de aula, é comum ouvir “ih vai começar a falar de veado, ah eu sou macho”, então esse assunto se não for bem planejado e  trabalhado pode haver até discussão com ofensas, pois infelizmente o preconceito é muito forte.

De acordo com Itani (1998), o preconceito não existe em si, mas como parte de nossa atitude em relação a alguém ou alguma coisa, revelando um imaginário social.

Nossa atitude de preconceito em relação a alguém ou a alguma coisa está apoiada num conjunto de representações. O preconceito, como significado, quer dizer pré-conceito, uma opinião já formada a respeito de determinado assunto, pessoa ou objeto.

A sexualidade não deve ser encarada com preconceitos, pois cada um possui uma maneira própria de viver sua sexualidade, e essa é individual, não possui um padrão fixo.

Referências:
BISCOLI, C.; FAVARÃO, N.R.L.; FEITEN, R.H.; SOUZA, A.C.P.; PERPÉTUO, C.L. Sexualidade em sala de aula: um estudo da produção de sentidos. Arq. Ciênc. Saúde Unipar, Umuarama, 9(1), jan./abr. p.47-55, 2005.
 CHAGAS, Erc. Educação sexual: reflexões e proposta. Educação 1996; 30: 137-154.
ITANI, Alice, 1998. Vivendo o preconceito em sala de aula,In: AQUINO, Julio Groppa (org.) Diferenças e Preconceito na escola: alternativas teóricas e práticas. São Paulo, Summus.
LOURO, Guacira Lopes Gênero, sexualidade e educação. Petrópolis, RJ. Uma perspectiva pós-estruturalista: Vozes, 1997.
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Parâmetros curriculares nacionais: pluralidade cultural e orientação sexual. 2.ed. Brasilia: DP & A, 2000.
RIBEIRO, Letícia Érica Gonçalves Ribeiro. Sexualidade, qual é o papel da escola? Revista Mátria, Março, 2009.

A AUTORA é Professora, especializanda em Gêneros e Diversidade na escola UFMT. Reside em Sorriso/MT. Email: barbaratga@gmail.com

Misses Plus Size protestam contra ‘gordofobia’ em frente ao Congresso

Após serem vítimas de preconceito em um hotel de Brasília, quatro misses plus size protestaram com roupas íntimas contra a “gordofobia” em frente ao Congresso Nacional na tarde desta terça-feira (11/11). Ao fazerem o check-in no hotel, uma recepcionista disse a duas delas que não caberiam na cama de casal do quarto disponível.
20141111204429157721i

Parte de bancada do PT na Câmara propõe apoio a nome alternativo do PMDB

Uma parte da bancada do PT defendia, na tarde de terça-feira (11), que o partido aceite a candidatura de um peemedebista para a presidência da Câmara, desde que não seja ligado ao atual líder do partido na Casa, Eduardo Cunha (RJ). Seria uma maneira, segundo um petista defensor da proposta, de não acirrar os ânimos entre Cunha e o peemedebista Michel Temer, vice-presidente da República reeleito e principal fiador da aliança entre os dois partidos.
Seria também uma alternativa às indicações feitas pelo PT e PMDB. Pelo acordo entre os dois partidos – os maiores da Casa -, petistas e peemedebistas devem se alternar na presidência. A indicação, agora, caberia ao PT. O vice-líder petista Paulo Teixeira (SP) diz que a bancada vai se reunir para indicar um nome do próprio partido e não do PMDB.A eleição para a presidência da Câmara será no início de fevereiro e Eduardo Cunha já lançou o seu nome

Corrupção na Petrobras é “maior escândalo da história do TCU”

Segundo o presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministro João Augusto Nardes, o caso Petrobras é “o maior escândalo da história do TCU” devido aos altos valores envolvidos. No entanto, as auditorias em obras da estatal estão travadas devido a 19 liminares concedidas à empresa pelo Supremo Tribunal Federal (STF).
O superfaturamento em obras da Petrobras pode chegar a R$ 3 bilhões, incluindo o prejuízo apurado na compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, e perdas em empreendimentos, como o Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj) e as refinarias Abreu e Lima, em Pernambuco; Duque de Caxias (Reduc), no Rio de Janeiro; e Presidente Getulio Vargas (Repar), no Paraná.

Eurico Miranda vence eleição tumultuada e volta ao Vasco com votação recorde

eurico presidente
Eurico Miranda está de volta ao comando do Vasco. Após um processo eleitoral polêmico e uma votação conturbada nesta terça-feira, a chapa do polêmico dirigente venceu as eleições para o Conselho Deliberativo do clube de São Januário. O cartola havia deixado o Cruzmaltino em 2008, quando deu lugar ao presidente Roberto Dinamite, que se despede do cargo nos próximos dias.
Toda a polêmica que envolve o nome de Eurico Miranda proporcionou também um recorde na eleição cruzmaltina: 5.592 eleitores exerceram seu direito. O número superou os 5.553 votantes que reelegeram Antônio Soares Calçada, em 1985. O novo presidente comandará o clube até dezembro de 2017.
A apuração chegou ao fim às 3h27 desta quarta-feira. O grupo “Volta Vasco. Volta Eurico” teve 2.733 votos dos associados que compareceram ao ginásio vascaíno durante toda a terça-feira. Candidato da chapa “Sempre Vasco” e apoiado por Edmundo, Júlio Brant ficou em segundo lugar com 1.570 votos. Já Roberto Monteiro, da chapa “Identidade Vascaína”, amargou a terceira colocação com 1.155 votos. Sessenta votantes foram impugnados antes da votação. Outros 60 decidiram anular ou votar em branco.

Partidos querem mais 191 cargos permanentes na Câmara

camara dos deputados
A coluna Painel, da Folha, destaca que a Diretoria-Geral da Câmara elaborou uma proposta para tornar permanentes mais 191 cargos nos quadros da Casa. Trata-se de vagas que eram temporárias, abertas para atender às lideranças dos partidos criados em 2011 e 2013 (PSD, Pros e Solidariedade) e que deveriam ser extintas ao fim da legislatura atual, em fevereiro. A cúpula da Casa preparou um estudo para que esses cargos continuem existindo e sejam redistribuídos entre os partidos. Em 2014, o custo para a manutenção dessas vagas foi de cerca de R$ 20 milhões.
Se os cargos fossem extintos, a Câmara precisaria reduzir o número de funcionários comissionados e de natureza especial de alguns partidos para atender às 28 siglas que terão representação na Casa no ano que vem. Os partidos que elegeram este ano menos deputados do que em 2010 seriam prejudicados –o DEM, por exemplo, perderia 34 funcionários. As siglas negociaram com a cúpula da Câmara o projeto para tornar permanentes esses 191 cargos. Os chefes de gabinete das lideranças dos partidos participaram das reuniões.

Fábio Garcia é acusado de ter dado calote em cabos eleitorais


O Ministério Público Eleitoral (MPE) decidiu converter em um procedimento preparatório eleitoral a notícia de fato sobre suposto calote em cabos eleitorais praticado pelo deputado federal eleito Fábio Garcia (PSB).

Na mudança de procedimento, o procurador regional eleitoral, Douglas Fernandes, aponta que tal fato pode ensejar irregularidade em sede de prestação de contas, sem prejuízo de outros eventualmente caracterizados.

Por isso, considerando a necessidade de colher subsídios necessários à atuação do Ministério Público Eleitoral perante a Justiça Eleitoral, o procurador decidiu converter o procedimento.

Candidato a deputado petista, Kardec é investigado pelo MPE por compra de votos

O Ministério Público Eleitoral (MPE) iniciou uma investigação para apurar uma denúncia de captação ilícita de votos envolvendo o vereador por Cuiabá, Allan Kardec (PT), que foi candidato a deputado estadual no pleito deste ano. Entre as provas está uma gravação em áudio, onde o petista diz ter dado alguns valores para a sala de formandos de uma escola.

Conforme a notícia que está em fase de apuração pela equipe do procurador regional eleitoral, Douglas Fernandes, o petista teria ajudado alunos da Escola Estadual Maria de Arruda Muller, situada na Serra de São Vicente (distante 57 quilômetros da Capital), em troca de votos no pleito deste ano.

Segundo informações de uma pessoa que não quis se identificar, mas que acompanhou o caso, o vereador teria feito um acordo com os alunos do terceiro ano do Ensino Médio de que se tivesse uma votação expressiva na região, ajudaria os estudantes com a festa de formatura.

Neste acordo, o vereador teria repassado R$ 500 para ajudar a pagar a premiação de segundo colocado de um torneio que foi realizado na escola durante o período eleitoral.

Ainda segundo relato, a equipe de campanha do vereador petista chegou de se descolar de Cuiabá para assistir ao torneio da escola, que recebe alunos da zona rural de diversas comunidades próximas.

MT foi segundo mais violento em 2013


Três pessoas por dia foram mortas de forma violenta nos últimos dois anos em Mato Grosso. Conforme dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, o Estado teve o segundo maior aumento no número de homicídios em 2013. A elevação fez com que Mato Grosso pulasse de 10º para 7º no ranking de homicídios por habitantes.

De acordo com o estudo, realizado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, 2.199 pessoas foram vítimas de crimes violentos letais intencionais, que incluem homicídio doloso, latrocínio e lesão corporal seguida da morte, entre 2012 e 2013.

Foram 1.047 mortes violentas em 2012 e 1.152 em 2013, um aumento de 10%. Os dados colocaram o Estado na contramão do país, que apresentou uma redução de 2,6% no número de mortes violentas.