20 de abril de 2015

Prefeitos começam manutenção de estradas com pagamento do Fethab

Após receberem a primeira parcela do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab), os prefeitos de Paranatinga, Cáceres e Rondonópolis, Vilson Pires (PRP), Francis Maris (PDMB) e o prefeito em exercício Rogério Salles (PSDB), respectivamente, começam a planejar a destinação dos recursos. Dos 141 municípios, estes são os que mais receberam, perdendo, apenas, para Juara, no qual o prefeito Edson Piovesan (PPS), procurado pelo Rdnews, não atendeu às ligações. Os cálculos são baseados em dois fatores base, referentes ao número de estradas municipais e estaduais não pavimentadas e o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) reverso, ou seja, os municípios com os índices mais baixos.

Sendo o município com maior extensão territorial do Estado e o segundo maior plantador de soja, perdendo apenas para Sorriso, Paranatinga possui 1,5 mil km de malha viária estadual e 4,6 mil de estrada municipal. Por isso, foi o segundo que mais recebeu, R$ 451, 5 mil. Para o prefeito Vilson Pires, esse dinheiro será importante para a manutenção de rodovias e estradas não pavimentadas. “Além disso, vai ajudar na aquisição de pneus, óleo diesel e reparos na frota”, garante.


Vilson afirma que alguns trabalhos foram feitos antes mesmo da chegada do recurso, por exemplo, fazendo a manutenção de 120 km da MT-020 divisa entre Gaúcha do Norte e Paranatinga. Além disso, mais 80 km que ligam a Planalto da Serra foram arrumados. Na MT-130 também foram feitos reparos de 50 km. “Esse recurso vai ajudar muitos municípios porque Mato Grosso foi roubado e assaltado. Tem gente na cadeia, mas ainda vai mais da gestão passada”, desabafa o prefeito.

Cáceres, por sua vez, prefere destinar os R$ 414,2 mil recebidos do Fethab para a aquisição de caminhões. Segundo o prefeito Francis Maris, a frota com quatro caminhões, três patrulhas e duas pás-carregadeiras está velha. O município tem 5 mil km de estradas rurais e não pavimentadas, sendo 260 km de ruas não asfaltadas.

Conforme o peemedebista, a cada recurso do Fethab que chegar será feito uma licitação para aquisição de caminhões, o objetivo é adquirir ao todo 10 veículos. “Ao invés de ficar gastando com manutenção ou fazer parceria com fazendeiros, vamos comprar uma frota nova para durar até 20 anos”, ressalta o prefeito que estipulou uma quantia de R$ 2,5 milhões para renovar a frota.

Já Rogério Salles, que assumiu em razão das férias de 30 dias do prefeito Percival Muniz (PPS), afirma que o recurso é bem-vindo, porém, não atenderá as necessidades do município. Rondonópolis recebeu R$ 406,7 mil. “O recurso não é nada de excepcional porque só de pontes existem 20 em situação precária. Só com esse recurso não consegue fazer a manutenção na zona rural”, explica Salles ao lembrar que a Coder tem orçamento de R$ 3 milhões mensais para fazer o trabalho de manutenção das vias.


Para evitar atos de improbidade administrativa dos prefeitos na destinação dos recursos do Fethab, a Associação Mato-Grossense dos Municípios (AMM) elaborou uma cartilha com dicas de assessoria jurídica para que o erro não seja cometido. De todo modo, todos os prefeitos entrevistados pelo Rdnews garantiram que estão cientes para onde os recursos devem ser enviados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Se você se sentiu ofendido com algum comentário aqui publicado, entre em contato imediatamente mandando um email para dorjival@gmail.com