17 de julho de 2015

Acusado, Cunha promete romper com o governo

cunhael
Atribuindo ao Palácio do Planalto uma articulação para envolvê-lo na Lava Jato, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB­), disse que anunciará nesta sexta (17) o seu rompimento com o governo. A decisão ocorre após ele ser acusado pelo Doleiro diz estar sendo intimidado por ‘pau mandado’ de Eduardo Cunha Após ação contra políticos, ministro desaconselha ‘prejulgamentos’
“É tudo vingança do governo. Parece que o Executivo quer jogar a sua crise no Congresso”, disse Cunha à Folha. Após a divulgação da notícia, ele conversou com o vice-presidente e articulador político do governo, Michel Temer (PMDB­), e com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB­). Renan disse que o país vive uma crise institucional. Cunha comunicou que iria defender o rompimento com o governo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Se você se sentiu ofendido com algum comentário aqui publicado, entre em contato imediatamente mandando um email para dorjival@gmail.com