22 de outubro de 2015

CPI demonstra que a ética do poder é a mentira - vídeo

Josias de Souza destaca que em depoimento espontâneo à CPI da Petrobras, Eduardo Cunha demonstrou que não é aético, não recebe propinas e não abre conta na Suíça. Só mente um pouco. Na madrugada desta quinta-feira, a CPI encerrou suas atividades. Aprovou um relatório que não faz menção à lorota de Cunha segundo a qual só tem contas bancárias no Brasil. O texto tampouco faz menção aos outros 22 deputados e 13 senadores enrolados na Lava Jato. No apagar das luzes, acendeu-se o forno. Mais uma vez, ficou entendido que a ética do poder é a mentira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Se você se sentiu ofendido com algum comentário aqui publicado, entre em contato imediatamente mandando um email para dorjival@gmail.com