13 de fevereiro de 2015

Quem critica pelas costas, deve falar na cara, diz Taques sobre deputados

O governador Pedro Taques (PDT) reage às criticas de deputados estaduais, alguns da base aliada, que reclamam da demora para conclusão das auditorias nos contratos da gestão anterior. O decreto publicado em 2 de janeiro, contudo, estabelece prazo de 90 dias para desfecho dos levantamentos. Os parlamentares também afirmaram que a suspensão dos pagamentos está travando o funcionamento da máquina pública.

 “Deputado da base aliada que critica pelas costas, tem que ter coragem de falar na minha cara. Estou recebendo todos que solicitam audiência. Quem teme auditoria tem algo a esconder”, dispara Taques, durante café-da-manhã com jornalistas que cobrem o Palácio Paiaguás, realizado na manhã desta sexta (13).

Taques também lembra que determinou a realização de auditorias para identificar falhas em setores estratégicos como saúde, infraestrutura, obras da Copa e Execução do VLT. “Recebi 58% dos votos válidos porque assumi o compromisso de auditar as contas do governo anterior.


Ministério da Fazenda nega confisco de poupança e aplicações financeiras

dinheiro bloqueadoO Ministério da Fazenda descartou, hoje (13), qualquer intenção de confiscar a poupança ou outras aplicações financeiras. Em nota, a pasta qualificou de falsas as informações que circulam na mídia social sobre o assunto.
“Tais informações são totalmente desprovidas de fundamento, não se conformando com a política econômica de transparência e a valorização do aumento da taxa de poupança de nossa sociedade, promovida pelo governo, através do Ministério da Fazenda”, destacou o comunicado.
De acordo com o ministério, foi detectado um volume expressivo de troca de mensagens, principalmente no aplicativo Whatsapp, dando conta do confisco de aplicações financeiras. Isso motivou a emissão da nota oficial.

Justiça hipoteca sede da Petrobras para evitar calote bilionário da estatal

20150121113058_cv_Petrobrasbr1_gdeEstá na hora de convocar um padre para benzer – ou exorcizar – a Petrobras. É uma bruxaria atrás da outra. Não bastasse o impacto da operação Lava Jato nas finanças da empresa, entre outros tantos problemas que vêm a público dia sim, outro também, a Petrobras teve sua sede hipotecada pela Justiça do Rio de Janeiro, em decisão tomada nesta quinta-feira (12).
A hipoteca serve como forma de garantir o pagamento de uma dívida de R$ 935 milhões, causada por “conduta predatória” da estatal. Os oito mil funcionários da empresa, que estão sem norte, podem ficar sem teto. A estatal, naturalmente, pode e ainda vai recorrer da decisão.
O edifício hipotecado é a tradicional sede da estatal, localizada na Avenida Chile, no centro do Rio. Chamado de Edise, uma abreviação de Edifício Sede, o prédio inaugurado em 1974 foi construído por uma antiga parceira da Petrobras, a Odebrecht – agora investigada na Lava Jato. A sede que conta com 26 andares e jardins suspensos.

Prefeitura de Brasnorte exonera dois secretários; outros três poderão cair ainda neste mês

Fernando

Carreirinha

Uma fonte de dentro do Poder Executivo Municipal de Brasnorte, confirmou ao nosso escritório de Jornalismo, na tarde desta sexta-feira (13), que a Secretaria de Administração exonerou de uma só vez, de quarta-feira para hoje, os secretários de Agricultura, Reginaldo Martins Ribeiro (PT), popularmente conhecido por Carreirinha e o de Obras e Infraestrutura, Iracino Fernandes (PSD), mesmo partido do prefeito Tarciso Aguiar.

Nenhuma justificativa para os atos foi divulgada para a opinião pública até agora.

Nesta tarde, o ex-secretário Iracino Fernandes declarou à reportagem do blog Diário de Tangará ter sido pego de surpresa com o anúncio de sua exoneração. Comentou seu descontentamento com o tratamento que recebeu, dizendo que no mínimo esperava que o ato de exoneração tivesse sido comunicado pelo prefeito e não por um secretário recém-empossado.

Fernando disse ainda que apesar de já está nomeado para assumir outra função no Executivo, vai pedir nos próximos dias baixa de sua filiação do PSD.

O Diário de Tangará não localizou o ex-secretário “Carreirinha” para ouvi-lo.

NOVAS EXONERAÇÕES

As exonerações no 1º escalão do governo municipal não vão parar por ai. Há fortes rumores nos bastidores dando conta que outros três secretários não passam deste mês fevereiro. 

Atuação de Fábio Garcia é show de ignorância política, critica colunista

O colunista da Folha de São Paulo, Salvador Nogueira, que escreve para o caderno de Ciência pelo blog Mensageiro Sideral, fez duras críticas ao deputado federal recém-empossado Fábio Garcia (PSB), e chamou sua atuação de show de ignorância política.

Isso porque o novato no Congresso pediu a retirada de pauta do decreto legislativo que permitia a entrada do Brasil no Observatório Europeu do Sul (ESO, sigla em inglês), maior organização de pesquisa astronômica do mundo. “Talvez valesse ao deputado Garcia perder quinze minutos de seu precioso tempo batendo um fone para o ex-ministro (de Ciência e Tecnologia Sérgio) Rezende (PSB), a fim de entender o ‘causo’”, diz Nogueira em trecho do texto.

MEC reabrirá o sistema do Fies para novos contratos no dia 23

O Ministério da Educação (MEC) anunciou hoje (12) que o sistema para novos contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) será aberto no próximo dia 23. As inscrições poderão ser feitas no portal do programa. A novidade é que o sistema terá um prazo para que os estudantes peçam o financiamento. Isso poderá ser feito até o dia 30 de abril. Antes, a adesão podia ser feita a qualquer momento.
Segundo o MEC, os estudantes que fizerem a adesão até o dia 29 de março não estarão sujeitos às mudanças feitas por meio de portaria no final do ano passado. Aqueles que aderirem a partir do dia 30 março deverão ter obtido média de pelo menos 450 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010 e não ter tirado zero na redação.

Antes de matar ex-namorada, homem publicou mensagem no Facebook

homemfacebookO homem que matou a ex-namorada e cometeu suicídio em sequência publicou, minutos antes do crime, uma mensagem em seu perfil do Facebook avisando que acabaria com a vida deles. O assassinato ocorreu nesta quinta-feira (12), em Bauru (SP). Na mensagem, Evandro José da Silveira, de 38 anos, afirmou que desconfiava que o namoro dele com Daniela Pavanelo Segantin, 25 anos, havia terminado por causa de uma terceira pessoa. Inconformado com o fim do relacionamento, ele diz na mensagem que a amava, mas que iria acabar com a vida dela e se mataria. Em um trecho do texto, ele afirma “Então deixo bem claro MORRI E MATEI AMANDO AINDA (sic)”. (veja trechos da publicação abaixo). Em outra parte da mensagem, Evandro menciona uma conversa que teria tido com o suposto amante da ex-namorada. “O SR MESMO DISSE QUE MULHER ASSIM DEVERIA LEVAR UM TIRO NA CABEÇA !!!! Eu recordo !! E tomo esta atitude diante disso (sic).”
Além de anunciar o crime, o rapaz deixou mensagens para a família, como orientações de quem iria ficar com o carro e sobre senhas e contas bancárias. Evandro terminou o texto dizendo: “TE AMO MUTO MÃE ORE POR MINHA ALMA (sic)”.  O crime aconteceu em um escritório de advocacia no Jardim Bela Vista, onde Daniela trabalhava. Segundo informações da polícia, Evandro estacionou o carro na porta e logo que entrou no local disparou um tiro na cabeça da ex-namorada, em seguida o homem se matou. “Foi um crime passional segundo as testemunhas. Ele estaria inconformado com o fim do relacionamento e veio até aqui, atirou na ex-namorada e depois se suicidou”, afirma o policial militar Júlio César Pereira da Silva.

Agora deputado, cantor Sérgio Reis defende impeachment de Dilma

sergioreisEm 55 anos de carreira artística, ele transitou da Jovem Guarda para o sertanejo. Deu voz a canções como “Coração de papel”, “Menino da porteira”, “Panela velha” e “Pinga ni mim”, todas com lugar cativo no cancioneiro popular. Há duas semanas na Câmara, o agora deputado Sérgio Reis (PRB-SP) ainda aprende como toca a banda em seu novo palco – o plenário e as comissões.
Mas já se revela mais afinado com os integrantes da oposição do que com seus parceiros de partido, o governista PRB. Sérgio brada em alto e bom som aquilo que os oposicionistas sussurram, alguns ainda de maneira constrangida: a defesa do impeachment da presidenta reeleita Dilma Rousseff (PT).
“Não podemos mais ficar assim. Tem de ter impeachment e dar satisfação sobre o que fizeram com o dinheiro. Este pessoal está quebrando o Brasil. Este povo não é dono do país. Este país é do povo que trabalha”, vocifera o deputado, do alto de seus quase dois metros de altura.

Colunista da Folha detona Fábio Garcia

O novato deputado federal Fábio Garcia (PSB), de Mato Grosso, acabou de ganhar sua primeira crítica negativa em um jornal de circulação nacional. O colunista Salvador Nogueira, da Folha de S.Paulo, taxou como um "show de ignorância política" a atitude de Garcia, em pedir a retirada da pauta da Câmara do decreto que prevê a entrada do Brasil no ESO (Observatório Europeu do Sul), maior organização de pesquisa astronômica do mundo.

"Talvez valesse ao deputado Garcia perder quinze minutos de seu precioso tempo batendo um fone para o ex-ministro da Ciência e Tecnologia Sérgio Rezende, a fim de entender o 'causo'”

O colunista se refere a Garcia como "aparecido da vez". "Eu fico intrigado em saber como o deputado Garcia pretende tirar a verba federal que seria alocada para a entrada do Brasil no ESO e aplicá-la em segurança pública, que é da esfera estadual. Ele tem um plano? E quantos meses de segurança pública ele consegue bancar com 800 milhões de reais? Ele fez a conta? Ah, como é maravilhoso o discurso político. Um discurso para os ignorantes", disse. 

Leia a crítica feita pelo colunista da Folha a Fábio Garcia AQUI

Senador José Medeiros manifesta dúvida sobre utilidade de nova CPI da Petrobras

josemedeiros
O senador José Medeiros (PPS-MT) manifestou preocupação com divergências causadas pelas investigações de irregularidades na Petrobras. Para ele, o país não pode parar à espera de um desfecho para o caso nem politizar as apurações. Ele disse acreditar que não há necessidade de outra CPI para investigar as denúncias, apesar de ter assinado um pedido de criação de nova comissão de inquérito, por solicitação de outros parlamentares.
“Alguns senadores me pediram e eu assinei a CPI da Petrobras, mas até espero que ela não saia e explico por quê. As investigações do Ministério Público e da equipe do juiz Sérgio Moro estão tão avançadas e estão caminhando ao meu ver tão bem, que trazermos novamente esse assunto só iria acirrar os debates ideológicos e políticos e talvez até estragasse o serviço tão bem feito que está sendo executado por essa equipe”, disse ele.

Folga de carnaval dos deputados vai durar 11 dias

pós três dias intensos de votações na semana de pré-carnaval, a Câmara dos Deputados vive um dia de calmaria com apenas 62 parlamentares na Casa se revezando na tribuna da sessão não deliberativa. Os deputados terão pela frente 11 dias de folga e só voltarão a Brasília no dia 24.
Nos primeiros dias da “era” Eduardo Cunha (PMDB­RJ), o novo presidente impôs um ritmo de votações acelerado e, com pouca tolerância aos deputados faltosos, o quórum vem se mantendo alto. Na segunda-feira, 9, dia sem sessões deliberativas, 464 estiveram presentes. O pico do quórum da semana foi na terça-feira, 10, com 492 deputados. Na quarta, 487 foram ao trabalho.

Como chegar a Lula no escândalo da Petrobras

lulanoblat
O cerco começa a se fechar em torno da Odebrecht, a maior empreiteira do país suspeita de envolvimento com a corrupção na Petrobras. Em delação premiada ao Ministério Público Federal, Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras preso em Curitiba desde o ano passado, disse que a Odebrecht lhe pagou propinas a “cada dois ou três meses” em suas contas na Suíça entre 2008 e 2013.
Por baixo, Paulo Roberto calcula que recebeu no total algo como US$ 31,5 milhões. Os pagamentos tiveram a ver, segundo ele, com uma política da empreiteira de “bom relacionamento”. A iniciativa partiu do diretor da Odebrecht Plantas Industriais Rogério Araújo. Paulo Roberto confessa que ouviu dele:
– Você é muito tolo, você ajuda mais os outros que a si mesmo. E em relação aos políticos que você ajuda, a hora que você precisar de algum deles eles vão te virar as costas.
A empreiteira desmentiu Paulo Roberto.
Há uma força tarefa formada por representantes do Ministério Público Federal e da Polícia Federal que atua desde a fase inicial da Operação Lava-Jato investigando contratos da Odebrecht com a Petrobras e o eventual pagamento de suborno.
A empresa sabe disso. E está pronta para rebater o que lhe imputem tão logo isso ocorra. E por meio da Odebrecht que o Ministério Público e a Polícia Federal imaginam que podem chegar ao ex-presidente Lula. Assim que largou a presidência da República, Lula passou a prestar serviços a empreiteiras com negócios no exterior. A Odebrecht é uma delas. A OAS, outra.
Lula aproveita relações que estabeleceu com governos na época em que era presidente para defender os interesses das empreiteiras. O que ele faz não é ilegal. Imoral? Pode ser.

Por Ricardo Noblat

MP isenta pilotos na queda do avião de Campos

acidentecampos
O Ministério Público Federal afirmou nesta quinta-feira que os pilotos que conduziam o jato do então presidenciável Eduardo Campos (PSB) não tiveram responsabilidade no acidente quematou o ex-governador e mais quatro assessores da campanha, além dos condutores. No dia 13 de agosto do ano passado, a aeronave modelo Cessna 560XLS+ deixou o Rio de Janeiro em direção a Santos (SP), onde caiu sobre uma área residencial após arremeter. Em janeiro deste ano, um relatório do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), órgão ligado à Força Aérea Brasileira (FAB), apontou que os pilotos não tinham formação adequada para guiar aquele modelo de avião e que descumpriram a rota prevista na carta aeronáutica.
O procurador da República Thiago Lacerda Nobre afirmou que ainda “não é possível saber o motivo exato da queda” e que as condições climáticas não podem ser descartadas, apesar de haver evidências que os pilotos, de fato, desrespeitaram alguns procedimentos de voo, como encurtar o caminho para a aterrissagem. “A repentina piora das condições climáticas na região pode ter interferido na condução da aeronave, e não se sabe se os pilotos, em trânsito, haviam sido comunicados sobre essas mudanças do tempo”, informou, em nota, a Procuradoria.

Ex-diretor da Petrobras depõe hoje à Justiça Federal

paulo roberto CPI
A Justiça Federal em Curitiba ouve hoje (13) o depoimento do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa. Ele vai ser ouvido na ação penal em que o ex-diretor da Área Internacional da estatal Nestor Cerveró e o empresário Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano, são réus.
Por ter firmado acordo de delação premiada com a força-tarefa responsável pela investigações da Operação Lava Jato, Costa é obrigado a responder a todas as perguntas. A audiência será conduzida pelo juiz Sérgio Moro, às 11h. Carlos Alberto Pereira, acusado de ser “laranja” (operador) do doleiro Alberto Youssef em empresas de fachada, também prestará depoimento.
No processo, Cerveró, Fernando Baiano e o ex-consultor da Toyo Setal Júlio Almeida Camargo são acusados de fazer parte do esquema de superfaturamento de contratos da Petrobras e pagamento de propina a partidos e agentes políticos. Camargo fez acordo de delação premiada no qual delatou os pagamentos. As defesas de Cerveró e Baiano negam que os investigados tenham recebido ou intermediado pagamento de propina.

PDT não descarta lançar nome para disputar prefeitura de Cuiabá

MARCOS LEMOS

De olho no conceito positivo do governador Pedro Taques (PDT) perante a sociedade de Mato Grosso como um todo, seu partido não vai abrir mão de discutir e debater a sucessão municipal em 2016, inclusive com candidatura própria em Cuiabá, que tem como prefeito um dos principais aliados do governador, Mauro Mendes (PSB), que tem a prerrogativa legal de disputar a reeleição.

A posição foi externada pelo presidente do Diretório Municipal do PDT de Cuiabá, o vereador Renivaldo Nascimento, que assinalou não poder seu partido deixar de discutir a sucessão e participar ativamente dela, mesmo que seja coligado.

Estimativa para a safra nacional de cereais será 4,4% maior em 2015

A primeira estimativa de 2015 para a safra nacional de cereais, leguminosas e oleaginosas (caroço de algodão, amendoim, arroz, feijão, mamona, milho, soja, aveia, centeio, cevada, girassol, sorgo, trigo e triticale) indica crescimento de 4,4%, em relação à safra de 2014, devendo totalizar 201,3 milhões de toneladas ante as 192,8 milhões de toneladas colhidas no ano passado. As informações são da Agência Brasil.

Os dados fazem parte do primeiro LSPA (Levantamento Sistemático da Produção Agrícola), divulgado ontem, pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Os números indicam que a área a ser colhida é de 57,2 milhões de hectares, o que representa um crescimento de 1,6% diante da área colhida em 2014 (56,3 milhões de hectares).

ESTIMATIVA