18 de fevereiro de 2015

Caminhoneiros em Rondonópolis podem parar e de Sorriso aderem a protesto; Atualizada

Os caminheiros em Rondonópolis podem cruzar os braços a qualquer momento e aderir ao movimento contrário ao preço ‘abusivo’ do litro do óleo diesel, incluindo ICMS, e baixos preços do frete. Segundo representantes do setor do transporte de cargas em Mato Grosso, alguns empresários do município na região Sul do Estado já não estão enviando seus caminhões para carregar no Médio-Norte. No final da tarde de hoje, os motoristas da cidade de Sorriso também aderiram ao protesto.

Caso Rondonópolis venha a aderir ao protesto Mato Grosso passará a ter cinco municípios em manifesto. Além do Estado, que é o maior produtor de grãos e gado do Brasil, há paralisações de transportadores e caminhoneiros em Vilhena (Rondônia) e no Capitão Leônidas Marques (Paraná).


Mato Grosso está há cerca de 10 dias com manifestos do setor, tento as paralisações iniciadas em Tangará da Serra na MT-358 e em Campo Novo dos Parecis na BR-364. Nesta quarta-feira (18) os bloqueios começaram na BR-163 em Lucas do Rio Verde no Km 686 (perímetro urbano) e em Nova Mutum no Km 593.

Governo Taques torna pública declaração de bens de secretários e mais rico possui R$ 33 milhões; veja valores


O Governo do Estado decidiu tornar pública a declaração de bens e valores dos secretários estaduais no cumprimento da meta de implementar o projeto corporativo de transparência do Executivo. A divulgação online, feita pelo Gabinete de Transparência e Combate à Corrupção (GabTCC), da relação de bens do secretariado é parte integrante do acordo de resultado dos 100 primeiros dias de governo.

A Lei nº 8.730/1993 c/c a Lei nº 8.429/1992 dispõe que “é obrigatória a apresentação de declaração de bens, com indicação das fontes de renda, no momento da posse ou, inexistindo esta, na entrada em exercício de cargo, emprego ou função, bem como no final de cada exercício financeiro, no término da gestão ou mandato e nas hipóteses de exoneração, renúncia ou afastamento definitivo, por parte das autoridades e servidores públicos”.

Os secretários que estão no ‘top 5’ são: Eduardo Moura, do Gabinete de Desenvolvimento Regional (R$ 33.651.572,62); Patryck Ayala, da Procuradoria Geral do Estado (R$ 2.245.989,01); Leandro Carvalho, da Secretaria de Estado de Esporte, Cultura e Lazer (R$ 2.228.614,74); Adriana Vandoni, do Gabinete de Transparência e Combate à Corrupção (R$ 2.186.524,54) e Mauro Zaque, da Secretaria de Estado de Segurança Pública (R$ 1.857.314,46).

“A publicidade da declaração de bens dos secretários deve ser uma prática comum a todos que ocupam cargos públicos, até para que a população acompanhe inclusive a evolução patrimonial”, destacou a secretária extraordinária Adriana Vandoni.

Segundo Vandoni, o pedido de transparência no novo governo foi feito pelo próprio Pedro Taques (PDT): Este governo quer o máximo de transparência, que é um dos instrumentos no combate à corrupção, mas quer também que o cidadão participe, busque informações, faça sugestões e que critique. Só assim poderemos sempre buscar o aperfeiçoamento das ferramentas de acesso à informação e controle social”.

Confira abaixo a lista completa:

Agricultura Familiar e Regularização Fundiária – Suelme Evangelista 
Casa Civil – Paulo Taques 
Casa Militar – cel. Ribeiro Leite 
Cidades – Eduardo Chiletto 
Ciência e Tecnologia – Luzia Trovo 
Controladoria Geral do Estado – Ciro Gonçalves 
Cultura, Esporte e Lazer – Leandro Carvalho 
Desenvolvimento Econômico – Seneri Paludo 
Educação – Permínio Pinto 
Fazenda – Paulo Brustolin 
Gabinete de Comunicação Social – Jean Campos 
Gabinete de Desenvolvimento Regional – Eduardo Moura 
Gabinete de Governo – José Arlindo 
Gabinete de Projetos Estratégicos – Gustavo Oliveira 
Gabinete de Transparência e Combate à Corrupção – Adriana Vandoni 
Gestão – Julio Modesto 
Infraestrutura e Logística – Marcelo Duarte 
Justiça e Direitos Humanos – Márcio Dorileo 
Meio Ambiente – Ana Luiza Peterlini 
Planejamento – Marco Marrafon 
Procuradoria Geral do Estado – Patryck Ayala 
Segurança Pública – Mauro Zaque 
Trabalho e Assistência Social – Valdiney Arruda 
Saúde – Marco Bertúlio 

Ditador da Guiné Equatorial dá R$ 10 milhões para desfile da Beija-Flor que exalta o país

O que Teodoro Obiang Nguema Mbasogo, de 72 anos, ditador há 35 anos da Guiné Equatorial, o chefe de Estado há mais tempo no poder na África, e o oitavo governante mais rico do mundo, segundo a revista “Forbes”, tem a ver com o Grêmio Recreativo Escola de Samba Beija-Flor de Nilópolis, campeã 12 vezes do Grupo Especial do carnaval carioca e a maior campeã da era do Sambódromo?
Confira na próxima segunda-feira quando a escola entrar na avenida às 23h40 em ponto, depois da Portela e antes da União da Ilha, com o enredo “Um griô (homem sábio) conta a História: um olhar sobre a África e o despontar da Guiné Equatorial. Caminhemos sobre a trilha de nossa felicidade”. Nunca antes no carnaval do Rio uma escola recebeu tanto dinheiro de patrocínio — R$ 10 milhões, injetados por Obiang, que assistirá ao desfile no Sambódromo.
Capricho de um ditador que governa por decreto um pequeno país localizado na África Ocidental, formado por duas ilhas e um pedaço estreito de continente, e habitado por escassas 700 mil pessoas? Sim. Mas ele pode agir assim. A Guiné Equatorial é um país miserável, mas é também o terceiro maior produtor de petróleo da África. Só perde para a Nigéria e Angola. Obiang concentra em suas mãos todos os poderes e governa por decreto. Faz o que quer.

TANGARÁ DA SERRA: Justiça mantém bloqueio de bens de ex-prefeito Júlio César Ladeia e ex-secretários

A Justiça rejeitou todas as preliminares apresentadas pela defesa do ex-prefeito de Tangará da Serra Júlio César Ladeia, e de mais sete pessoas acusadas de improbidade administrativa, e recebeu na íntegra a ação civil pública proposta pelo Ministério Público Estadual. 

Desde de fevereiro de 2014, quando foi decretada a indisponibilidade de bens dos acusados, eles tentavam reverter a situação na Justiça e impedir o prosseguimento da ação.

Segundo o Ministério Público, o grupo cometeu irregularidades em dois contratos firmados entre o Município e a Oscip Centro Integrado e Apoio Profissional (Ciap). 

Consta na ação, que os contratos foram efetivados entre os meses de agosto de 2008 a junho de 2009, com previsão de repasses no valor inicial global de R$ 2.244.618,48, além dos aditivos que resultaram no montante de R$ 314.008,94.

Agressor que descumprir medida protetiva da Lei Maria da Penha pode ser preso

Pode pegar até seis meses de prisão o acusado de violência doméstica que descumprir as chamadas medidas protetivas de urgência, como a que obriga seu afastamento do lar, proíbe que ele se aproxime da vítima e exige que restitua a ela bens indevidamente subtraídos, entre outras.
A classificação de crime de desobediência para o descumprimento das medidas protetivas previstas na Lei Maria da Penha (Lei 11.340/2006) consta do PLS 14/2015, apresentado pela senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR). A matéria aguarda designação de relator na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ).
Essas medidas visam garantir a segurança da vítima de violência familiar e conter o agressor durante a fase de inquérito policial e até que seja julgada ação penal ajuizada contra ele. Hoje, para o caso de descumprimento das medidas, a lei prevê imposição de multa e busca e apreensão de objetos, entre outras providências.

Operação Lava-Jato bloqueia mais R$ 207 mil em contas de três investigados

A Justiça Federal do Paraná bloqueou R$ 207.675,00 em contas de mais três investigados da Operação Lava-Jato. Na conta do empresário Mário Mendonça Goes, foi bloqueado R$ 5.502,96 e, na empresa dele, a RioMarine, outros R$ 83.267,49. Goes é apontado como um dos operadores de propina na diretoria de Serviços da Petrobras, comandada por Renato Duque.
Também foram bloqueados R$ 84.686,61 em contas do empresário João Gualberto Pereira Neto e R$ 34.218,79 em contas de Gilson João Pereira, sócios da empresa Arxo, que teriam pago propina para obter contratos na BR Distribuidora. Na primeira fase da operação foram bloqueados R$ 118.857.513,66 das contas e aplicações financeiras de três empresas e de 16 investigados.

Beija-Flor é campeã do Carnaval no Rio

beija
A Beija-Flor é a campeã do Carnaval do Rio de Janeiro 2015. A escola de Nilópolis garantiu seu 13º título, nesta quarta-feira (18), com um enredo polêmico: homenagem ao país africano Guiné Equatorial, que há 35 anos é governado pelo ditador Teodoro Mbasogo, acusado de infringir diversos direitos humanos em seu mandato.
A apuração na Apoteose foi tensa em um ano de equilíbrio entre as grandes no Carnaval carioca. Beija-Flor e Salgueiro disputaram o título décimo a décimo. Nos três primeiros quesitos (Harmonia, Fantasia e Alegorias), as escolas ficaram empatadas com Portela, que ainda mantinha o favoritismo.
Mas, a partir do quarto quesito (Mestre-sala e porta-bandeira), a Beija-Flor disparou dois décimos e manteve a liderança e um pouco respiro em relação ao Salgueiro até o fim da leitura das notas. A Salgueiro revive o drama do ano passado, quando ficou com o vice-campeonato e viu a Unidos da Tijuca levantar a taça com apenas um décimo de vantagem. Em 2014, a Beija-Flor terminou na sétima posição.

Tribunal barra pagamentos de verbas a juiz e desembargador em Mato Grosso

LUCAS RODRIGUES
DO MIDIAJUR

A 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso cassou decisões de 1ª Instância e barrou pagamentos de verbas ao desembargador aposentado José Tadeu Cury e ao juiz Tiago Souza Nogueira Abreu, que atua em Sinop (500 km ao Norte de Cuiabá).

Os valores que seriam pagos a eles, juntos, somariam mais de R$ 300 mil.

A mesma decisão já havia sido aplicada ao juiz Flávio Maldonado de Barros, que também ficou impedido de receber créditos de R$ 141 mil.

No caso do desembargador aposentado, a disputa judicial era para receber do Estado cerca de R$ 92 mil relativos à conversão em dinheiro de licença-prêmio do período 2005-2009.


Já o juiz Tiago Abreu pleiteava pouco mais de R$ 205 mil, valor oriundo da diferença de subsídio e auxílios dos anos de 2005 e 2006, bem como créditos de diárias relativos à cumulação das comarcas de Matupá e Peixoto de Azevedo.

Após deixar Petrobras, Costa recebeu R$ 550 mil mensais de propina

O ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa recebeu R$ 550 mil mensais de propina por contratos da estatal até um mês antes de ser preso pela Polícia Federal, dois anos depois de ter deixado a companhia. Em depoimento da delação premiada, ele contou que os pagamentos indevidos recebidos nesse período somaram R$ 8,827 milhões, informa o jornal O Globo.
De acordo com a reportagem, o ex-diretor disse que utilizou sua empresa, a Costa Global, inicialmente constituída para prestação de consultoria, para receber vantagens indevidas. Os contratos fictícios, assim como as notas fiscais, eram elaborados por sua filha.

Um morto de três gravemente feridos em acidente envolvendo ônibus da Serra Tur na MT 358

Imagem ilustrativa
O acidente aconteceu na madrugada de hoje(18) por volta das 00h30, na localidade conhecida por Raizama, a 6 km de Barra para Nova Olimpia, quando chovia no local, vindo a gerar um abalroamento envolvendo um carro pequeno e um ônibus. O  motorista  do veiculo Gol VW Gol Special, Placa JZF-9646 de B.Bugres identificado como José Aparecido de Souza 27 anos, que reside na  Rua Santa Catarina no Centro em Barra,  teve morte instantânea. Junto com ele estava um casal sofreu ferimentos, uma  criança de um ano Iasmin dos Santos foi levada para Cuiabá em estado grave. A mãe da criança,  Jucikeli dos Santos Lima, sofreu  lesões na altura do olho esquerdo, outro ocupante do veiculo do Gol, Edelson de Souza Silva, 26 anos, sofreu escoriações leves pelo corpo.

GREVE: Paralisação dos transportadores de grãos em Vilhena completa 12 dias

A paralisação dos transportadores de grãos em Vilhena (RO), a 700 quilômetros de Porto Velho, completou 12 dias nesta segunda-feira (16). A categoria cruzou os braços no último dia 5 de fevereiro alegando que o valor pago por quilômetro rodado está defasado há cerca de três anos. Segundo a Cooperativa de Transporte de Rondônia (CTR), as empresas multinacionais de soja estão pagando entre R$ 3,60 e R$ 3,88 por quilômetro carregado, mas os custos de manutenção de cada veículo chegam a R$ 4,60.

O ponto de maior concentração dos caminhoneiros foi instalado na avenida Celso Mazutti, marginal da BR-364, sentido Cuiabá (MT), mas existem carretas paradas em pátios de postos de combustíveis na cidade. De acordo com a CTR, o manifesto pacífico é por tempo indeterminado.

Carnaval de Salvador registra 21 casos de agressão por arma de fogo

armadoDesde o início do carnaval até essa terça-feira, o número de atendimentos à saúde dos foliões se manteve equivalente ao do mesmo período do ano passado. Mais de 4 mil pessoas foram atendidas. Sessenta e três por cento dos casos foram registrados no Circuito Dodô, entre a Barra e Ondina.
Oitenta por cento dos foliões que procuraram atendimento tiveram algum problema clínico. As agressões físicas foram o principal motivo, mesmo com uma redução de 20% em relação ao ano passado. Depois, seguem os casos de alcoolismo e dores de cabeça.
Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, os casos de agressão por arma de fogo aumentaram em relação ao carnaval de 2014. A secretaria registrou 21 casos até a manhã dessa terça-feira. No ano passado, foram dois casos no mesmo período. Duas pessoas morreram por esse tipo de agressão – uma delas na madrugada de terça, no final do circuito Dodô, em Ondina.
Os dois postos Fique Sabendo, que fazem o diagnóstico de doenças sexualmente transmissíveis, realizaram 1.200 testes, confirmando mais de 100 casos de sífilis, 15 de hepatites B e C e 24 pessoas foram diagnosticadas com o vírus da aids

Pronunciamento da Dilma está dispensado

dilmapronunciamento
Dilma Rousseff não falará em cadeia nacional logo após o Carnaval, como andou sendo especulado. O que está previsto é um pronunciamento em 8 de março Dia da Mulher. De resto, a receita dos seus assessores mais próximos é “meter a cara” – ou seja, dar muitas entrevistas e rodar o país.
Por Lauro Jardim

Juiz intima secretários de Saúde e ameaça com prisão por não cumprirem decisão judicial

Flávia Borges

O juiz Luis Aparecido Bortolussi Júnior determinou prazo de 72 horas para que os secretários de Saúde de Cuiabá, Ary Soares de Souza Júnior, e do Estado, Marco Bertulio, cumpram a ordem judicial que consiste na realização de um procedimento cirúrgico no paciente A.A., de artroplastia total de quadril cimentada com componentes de alta resistência cerâmica x polictileno, dispensando-se, inclusive, a realização de procedimento licitatório, tudo mediante comprovação nos autos, sob pena de bloqueio judicial de valores para a realização da cirurgia na via particular.

Justiça bloqueia R$ 93 mi de réus por esquema clandestino que servia à lavagem de dinheiro

Patrícia Neves

As cinco ações em decorrência da ‘Operação Ararath’ já resultam em um total de R$ 93 milhões em apreensões, de acordo com dados do Ministério Público Federal (MPF). A medida foi autorizada pelo juiz da 5ª Vara Federal de Mato Grosso, Jeferson Schneider.

No total, tramitam na Justiça Federal cinco processos, todos na 5ª Vara, e apuram um esquema que servia para o abastecimento de campanhas eleitorais e compra de apoio político. A estimativa apontada pelo MPF é a de que cerca de R$ 500 milhões tenham sido movimentados no ‘esquema’ ao longo de oito anos.

"Só poderemos trabalhar com números absolutos e precisos depois que o MPF houver encerrado o seu trabalho e oferecido todas as denúncias em relação a todos os fatos e pessoas envolvidas. Porém, até o momento nas cinco ações penais já propostas e recebidas pela Justiça, houve um total de R$ 93 milhões em bens e valores bloqueados", disse o procurador da República Ronaldo Queiroz em reportagem da TV Centro América.

Caminhoneiro Robert Almeida da Silva morreu ao colidir sua carreta com outra próximo a Jangada

O carreteiro Robert Almeida da Silva, de 41 anos, morreu em uma colisão entre duas carretas, na madrugada desta quarta-feira (18), na BR 163, a cerca de 30 quilômetros da cidade de Jangada (70 km ao Norte de Cuiabá).

A vítima dirigia uma carreta carregada com soja e seguia em direção a Várzea Grande. No acidente, houve choque com outra carreta, que trafegava em sentido contrário.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o acidente ocorreu por volta das 2 horas.

A assessoria da concessionária Rota do Oeste informou que houve uma colisão transversal, o motorista da carreta vazia perdeu controle em uma curva, o veículo fez um "L" e colidiu com carreta que estava com a carga de soja, e seguia no sentido oposto.

No choque, a carreta carregada tombou na pista e o motorista morreu no local. O outro motorista escapou ileso.

A Rota do Oeste encaminhou três ambulâncias, dois guinchos e veículos de inspeção para atender a ocorrência e fazer a sinalização do local.

Segundo os policiais, chovia no momento do acidente. Por causa da colisão, o trânsito ficou interrompido para o trabalho dos peritos do Instituto de Criminalística responsáveis pelo laudo de local.

Os policiais acrescentaram que o motorista residia em Tangará da Serra (247 km a Noroeste da Capital). A empresa onde ele trabalhava já se encarregou de informar os familiares.


Fonte: Rádio Pioneira com Midia News

Tarifas dos Correios devem subir nos próximos dias

O presidente dos Correios, Wagner Pinheiro de Oliveira, vai encaminhar ao Ministério da Fazenda a solicitação de realinhamento das tarifas, que estão defasadas desde maio de 2013, informa o jornal O Globo.
No ano passado, a arrecadação chegou a R$ 18 bilhões, praticamente consumidos pelas despesas. O investimento realizado em 2014 foi de R$ 570 milhões, com ênfase em projetos de logística, novo foco dos Correios.

Receita Federal deposita hoje lote residual do Imposto de Renda

A Receita Federal deposita hoje (18) R$ 300 milhões em restituições do lote residual do Imposto de Renda Pessoa Física das declarações de 2008 (ano-base 2007) a 2014 (ano-base 2013). Ao todo, foram contemplados 160.715 contribuintes. As consultas ao lote residual podem ser feitas pelo site da Receita Federal, pelo telefone 146 ou pelos aplicativos da Receita Federal para tablets e smartphones.
Caso o valor não seja creditado nas contas informadas na declaração, o contribuinte deverá receber o dinheiro em qualquer agência do Banco do Brasil. Também é possível ligar para os telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, no nome do declarante, em qualquer banco.

DINHEIRO PÚBLICO: Gaspar Domingos Lazari, prefeito de Confresa, doa R$ 2 mil para a Igreja Mundial do Poder de Deus

Mesmo com aval da Câmara Municipal, o prefeito de Confresa, Gaspar Domingos Lazari , tomou uma decisão polêmica e que deve causar transtorno à administração quando do julgamento das contas de 2015 pelo TCE. Ele promulgou a Lei 614, com data do último dia 13, em que autoriza o município a doar R$ 2 mil para a Igreja Mundial do Poder de Deus.

O prefeito argumenta que trata-se de ajuda de custo para obreiros, jovens e evangelistas do município se deslocarem a Cuiabá, onde iriam participar de um evento religioso com a presença do líder estadual da Igreja, bispo Luciano Calixto, no domingo passado.

Diz que a Igreja se comprometeu a prestar contas à prefeitura das despesas, dentro de um prazo de 20 dias. Mas essa prática tem sido combatida pelo TCE e pelo MPE.

Protesto de transportadores de cargas bloqueia BR-163 no Norte de Mato Grosso

Um grupo de empresários do setor de transportes, em conjunto com produtores rurais e políticos de Lucas do Rio Verde (354 km ao Norte de Cuiabá), deu início, às 9 horas desta quarta-feira (18), ao bloqueio da BR-163, em protesto como medidas do Governo Federal que, segundo eles, prejudicam o setor do transporte rodoviário de cargas.

O bloqueio começou em Lucas do Rio Verde, na saída para Nova Mutum.

Segundo as informações, veículos, ônibus, caminhões e carretas com cargas vivas serão autorizados a passar pelo bloqueio. Só será impedida a passagem dos que transportam produtos não perecíveis.

O grupo deve iniciar, ainda na manhã de hoje, o bloqueio em Nova Mutum.

Mais de 30% dos trabalhadores de Mato Grosso não têm carteira assinada

Em Mato Grosso, mais de 30% dos trabalhadores não têm carteira assinada, o que significa a sonegação de bilhões de reais à previdência social e ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Por conta disso, neste mês, a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego anunciou novas medidas para tornar mais rigorosa a fiscalização contra o trabalho informal.

Conforme o Ministério do Trabalho, atualmente, 34% dos trabalhadores estão na informalidade, o que representa a sonegação de R$ 80 bilhões. No estado, esse percentual é de 34,2%. Para diminuir esse percentual, a alternativa é aumentar a fiscalização, de acordo com a chefe de fiscalização da Superintendência do Trabalho, Maria Conceição de Melo. Segundo ela, a multa é defazada já muitos anos e, por isso, vem sendo discutido o aumento. 

Em alguns municípios do interior o indíce de contratação informal é superior. Os três piores são Campinápolis, com 78,4%; Colniza, 62%, e Porto Alegre do Norte, com 61,9% de trabalhadores sem carteira assinada. Segundo a chefe de fiscalização, o número de auditores é muito baixo. São 48 para atender todo o estado. 

Uma das medidas tomadas foi a fiscalização eletrônica e um plano nacional de combate à informalidade de trabalhadores e empregos que tem ajudado a conscientizar empregadores e empregados. O Plancite implantou diretrizes e aumentou o número de trabalhadores formais. E o foco agora é mais concentrado no salário e no registro da carteira. 

Carnaval de 2016 acontece na primeira quinzena de fevereiro

Em 2016, os foliões vão aproveitar o carnaval um pouco mais cedo do que em 2015. No ano que vem, o feriado de carnaval está marcado para o dia 9 de fevereiro. Ou seja, a comemorações devem acontecer (com algumas variações) do dia 5 (sexta-feira) até o dia 10 (quarta-feira de cinzas).
A data em que ocorre o carnaval é diretamente relaciona aos festejos de Páscoa.  São 40 dias entre a quarta-feira de cinzas e o domingo de Ramos, que dá início à Semana Santa (e acontece sete dias antes da Páscoa). Ou seja, o carnaval acontece 47 dias antes da Páscoa e não 40 dias como muitas pessoas pensam.

Na volta do feriado de carnaval, Dilma tentará reverter agenda negativa

20141213113509_cv_dilmarezando_gdeCom a popularidade em baixa e diante da conflagração de sua base de sustentação no Legislativo, a presidente Dilma Rousseff retorna nesta quarta-feira (18) da Base Naval de Aratu, na Bahia, onde passou o feriado de carnaval em busca de uma estratégia para tentar reverter a agenda negativa que ameaça ser agravada com novas derrotas políticas nos próximos dias.
Segundo o Estado, o primeiro embate do Palácio do Planalto deve ocorrer na próxima terça-feira (24), quando deputados e senadores se reúnem em sessão do Congresso. Na pauta, está prevista a derrubada de quatro vetos presidenciais e o Orçamento de 2015.
Dos vetos, o que de fato acende o alerta no governo é o que reajusta em 6,5% a tabela do Imposto de Renda para a pessoa física. O índice foi aprovado por deputados e referendado por senadores em dezembro, menos de dois meses depois de sua reeleição, já em um sinal de descontentamento da base aliada com os rumos que a montagem da equipe do segundo mandato tomava.

Dilma nunca investiu tão pouco contra corrupção

Dilma reservou apenas R$ 745 mil em “prevenção à corrupção” ao longo de 2014. O montante é o menor aplicado pelo governo federal durante a gestão da petista, e vai a contramão ao “pacto anticorrupção”, lorota que deve ser anunciada nos próximos dias. De acordo com o Portal da Transparência, em quatro anos Dilma destinou mais de R$ 10 milhões ao combate a bandalheiras como o Petrolão.

Começa a corrida sucessória a vaga de Joaquim Barbosa

Segundo Barbosa, o regime domiciliar pode ser concedido ao condenado, mas ele deverá provar a gravidade da doença
Começará o processo para escolha do sucessor do ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa. Dois ministros de Dilma Rousseff estão no páreo: Luís Inácio Adams (AGU) e José Eduardo Cardozo (Justiça).
Do Superior Tribunal de Justiça (STJ) vem cinco candidatos: Benedito Gonçalves, Luiz Felipe Salomão, Mauro Campbell, Herman Benjamin e Nancy Andrighi.

“A avaliação se Eduardo Cardozo deve sair ou não é da presidente”, diz Agripino

agripinomensagem
Ao comentar as declarações do ex-presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, que recomendou a demissão do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, o senador José Agripino cobrou um posicionamento público da presidente Dilma Rousseff sobre o assunto. “A avaliação se Eduardo Cardozo deve sair ou não é da presidente. Ela tem procurado manter distância da Operação Lava Jato, mas é obrigação dela se manifestar sobre o tema”, disse o presidente do DEM.

Base de Dilma: um enredo confuso

AUTO_sinfronioCom a fantasia rasgada e a harmonia no beleléu, a base governista não consegue arrumar suas alas no sambódromo do Senado Federal. Quando o Executivo é forte e popular, tudo se harmoniza dias após a posse dos congressistas.
A folia de Momo chegou com o bloco do governo batendo cabeça e trocando de adereço, atravessando o período carnavalesco.
O Bloco de Apoio ao governo definhou de 23 para 20 figurantes, entre a velha e a nova legislatura. O da Oposição ficou com os mesmos 16 figurantes, porém tem abre-alas mais encorpados.

Entenda como funciona o julgamento das escolas de samba

escolanota
Dez! A nota é dez! O clima tenso na hora de abrir os envelopes e anunciar, nota por nota, cada quesito das escolas de samba na Quarta-Feira de Cinzas envolve o trabalho criterioso de 36 julgadores, que são previamente treinados pela Liga Independente das Escola de Samba do Rio de Janeiro (Liesa) e se comprometem a manter o sigilo sobre as notas.
De acordo com a Liesa, eles são indicados pessoalmente pelo presidente da liga e todos ficam nas cabines de julgamento, sem contato com outras pessoas, onde permanecem durante todo o desfile, nos dois dias, e não podem fazer uso de telefone, rádio ou televisão. São quatro cabines, cada uma com um juiz para cada quesito.
Cada juiz fica encarregado de apenas um quesito e não pode dar a sua nota influenciado por outras partes do desfile. Por ser um julgamento de expressões artísticas, o trabalho é subjetivo, porém deve ser isento de emoções e manter o distanciamento crítico, inclusive das reações do público e de comentaristas.