26 de fevereiro de 2015

Caminhão quebra fiação do sistema de telefonia em bairro de Brasnorte


Um caminhão ao passar na manhã desta quinta-feira (26) pela Rua Iguatemi, bairro Nosso Lar, em Brasnorte, atingiu a fiação da rede telefônica. Até às 11h, os fios ainda se encontravam pendurados proporcionando risco aos condutores de veículos, principalmente aos motociclistas.

Não foi informado até agora se o estrago afetou o sistema de comunicação da cidade nem o valor do prejuízo. Testemunhas disseram ter apenas ouvido um estalo e quando viram, os fios estavam próximos ao chão. O responsável pelo estrago não teria parado o caminhão para informar o ocorrido às autoridades municipais. 

Polícia apreende cerca de 400 Kg de pasta base e cocaína em Tangará da Serra; ninguém preso até agora


Imagens da Rádio Pioneira

Registrada na manha desta quinta-feira (26), a maior apreensão de basta base e cocaína na cidade de Tangará da Serra, região sudoeste de Mato Grosso. Conforme a Polícia Militar, 351 kg de pasta base de cocaína e 24 kg e 500 gramas de cocaína pura, foram apreendidos numa residência localizada no bairro Morada do Sol.

Os policiais militares chegaram até o local onde a droga estava escondida após receber uma denúncia anônima. Até o momento, de acordo com o jornalista Asis Wébio, nenhum suspeito foi preso.

As polícias de Tangará da Serra estão realizando um “pente fino” na cidade e região na tentativa de localizar os criminosos.


Mais informações a qualquer instante. 

Pé no Bairro cobra solução para problema de terrenos baldios e sujos na área central de Brasnorte

O “Projeto Pé no Bairro” recebeu nesta semana, mais de 100 mensagens de moradores de Brasnorte, apontando problemas que requerem ação imediata do poder público municipal.

Um desses problemas é sobre a razoável quantidade de terrenos baldios localizados no centro da cidade. Os imóveis, quase todos de esquina, estão cobertos por mato, causando transtornos de toda natureza.

Um das mensagens chegadas ao Pé no Bairro coloca que por conta do matagal nesses terrenos, está difícil até mesmo dirigir pelas ruas centrais. “O mato alto nos terrenos de esquina acaba tirando nossa visibilidade no trânsito e nos expondo a perigo, risco de acidentes e outros problemas”, diz.

Já os moradores próximos dos terrenos baldios, reclamam de proliferação do caramujo africano e risco de formação de criadouros do mosquito da dengue.

Assim, resta ao Projeto Pé no Bairro cobrar das autoridades competentes ação imediata para resolver a negativa situação. Pelo bem da sociedade, claro. VEJA ALGUMAS DAS VÁRIAS IMAGENS CAPTADAS NA MANHÃ DESTA QUINTA-FEIRA PELA EQUIPE “PÉ NO BAIRRO:





PRF ainda não foi notificada e três rodovias federais continuam bloqueadas

PRF ainda não foi notificada e três rodovias federais continuam bloqueadas
 A Polícia Rodoviária Federal (PRF) ainda não recebeu a notificação da liminar que obriga os caminhoneiros e transportadores a desobstruir as rodovias federais que estão fechadas há pelo menos nove dias em Mato Grosso. Por conta disto, nove trechos entre as BR-163, BR-364 e BR-070 continuam ‘interditadas’ pelo movimento grevista. Vários municipios do Estado sofrem com problemas de desabastecimento por conta das interdições.

A assessoria de imprensa da Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou ao Agro Olhar, a superintendência ainda não recebeu a notificação da liminar e, portanto, não pode tomar nenhuma ação visando a liberação das rodovias. A decisão saiu na tarde de quarta-feira (25) e foi assinada pelo juiz César Augusto Bearsi, da 3ª Vara Federal, em Cuiabá, em atendimento a um pedido da União.

Defesa de Riva pode interpor novo habeas corpus ou recorrer de decisão; Justiça estadual não decide antes de terça-feira

Defesa de Riva pode interpor novo habeas corpus ou recorrer de decisão; Justiça estadual não decide antes de terça-feira
Com a decisão do desembargador Rondon Bassil Dower Filho, que indeferiu o pedido de habeas corpus impetrado pela defesa do ex-deputado José Geraldo Riva, a tendência é que os advogados ingressem com novo pedido junto ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) ou Supremo Tribunal Federal (STF).

No âmbito do Tribunal de Justiça, a decisão não sai antes de terça-feira. Um ofício será encaminhado a juíza de 1ª instância, Selma Rosane Arruda, que determinou a prisão de José Riva. Quando o ofício for devolvido, será enviado à Procuradoria para emissão de parecer. Em seguida, será julgado o mérito pela Primeira Câmara Criminal do TJ, composta pelos desembargadores Orlando Perri, Rui Ramos e Rondon Bassil Dower Filho. Não há um prazo para o trâmite.

Caminhoneiros de Mato Grosso descumprem acordo e barram perecíveis e combustíveis

Um acordo firmado por um grupo de representantes dos caminhoneiros durante reunião com o governo do estado está sendo descumprido e os caminhoneiros continuam impedindo a passagem de veículos com cargas de alimentos perecíveis e de combustíveis pelas BRs 163, 364 e 070, nesta quarta-feira (25). Nessa reunião, realizada nesta terça-feira (24), ficou acordado que os manifestantes permitiram o tráfego de veículos com esse tipo de carga, evitando maiores prejuízos, principalmente à colheita de soja.

O empresário do ramo de transportes de cargas, Gilson Baitaca, da região de Lucas do Rio Verde, a 360 km da capital, disse que os caminhoneiros que encontram-se parados nas rodovias não aceitaram o acordo e alguns estão até mesmo ameaçando os caminhoneiros, com cargas de combustíveis e perecíveis, que tentam seguir viagem. "Autorizamos a liberação e garantimos ao governo que as vias seriam liberadas [para esses veículos], mas os caminhoneiros não aceitam que alguns sigam e eles não", afirmou.

Suzane von Richthofen confessa em entrevista ter sido mentora da morte dos pais

suzaneEm entrevista nesta quarta-feira (25), a réu confessa pela morte dos pais, Suzane von Richthofen, 31, condenada a 39 anos de prisão, admitiu ter planejado por meses, junto com o namorado, Daniel Cravinhos, e o cunhado, Christian, o crime, afirmando ter sido ela e Daniel os principais mentores.
Em entrevistas anteriores, Suzane havia apontado os irmãos Cravinhos como idealizadores da morte dos seus pais – O Ministério Público acreditava que ela era a mentora do crime. Ela se diz arrependida de ter conhecido o então namorado e o cunhado: “Se eu não tivesse conhecido os Cravinhos, minha vida seria muito diferente. Mas não culpo apenas eles; onde um não quer, dois não fazem”.
Entrevistada por Augusto Liberato para o “Programa do Gugu”, da “TV Record”, Suzane contou que dentro do sistema prisional há pessoas que não toleram o crime cometido contra os pais. E que por isso pediu para permanecer em regime fechado no presídio 1 de Tremembé, a ser transferida para outro presídio, onde poderia cumprir regime semi-fechado, ao qual tem direito e abriu mão.

Lula dita defesa do PT: somos iguais aos outros

lulaiguais
Josias de Souza destaca que vinte e quatro horas depois de declarar-se pronto para a “guerra”, Lula desembarcou em Brasília para armar a retórica do PT. Durante jantar com a bancada de senadores do seu partido, ele escorou a defesa da tropa em dois pilares — um político e outro econômico. No front político, contou o líder petista Humberto Costa, Lula cobrou dos correligionários energia para refutar as acusações de que recebeu verbas sujas da Petrobras por baixo da mesa. Vale a pena ouvir o porta-voz do encontro:
“Eles querem criminalizar as doações legais [feitas ao PT por fornecedores da Petrobras]. Mas por que as [doações] que eles recebem de empresas que estão envolvidas no trensalão de São Paulo e contribuíram para a campanha deles não têm nada a ver com propina e com o que aconteceu no passado e acontece no presente e no nosso caso as doações que recebemos são fruto de propinas? No nosso caso é roubo, no deles é compromisso ideológico das empreiteiras?”.

Câmara aprova projeto que dificulta fusão de partidos

camarapartidos
O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (25) o Projeto de Lei 23/15, do deputado Mendonça Filho (DEM-PE), que admite a fusão de partidos políticos somente após cinco anos da obtenção do registro definitivo no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A matéria será analisada ainda pelo Senado.
Aprovado na forma do substitutivo do deputado Sandro Alex (PPS-PR), o projeto proíbe ainda que as mudanças de filiação partidária ligadas à fusão de partidos sejam consideradas para efeito do cálculo para a distribuição de recursos do Fundo Partidário. Isso já é proibido atualmente em relação às migrações de parlamentares para os partidos recém-criados.
Igual restrição é imposta pelo texto para o tempo gratuito de propaganda no rádio e na TV, cuja divisão também não poderá levar em conta as mudanças de filiação para partidos resultantes de uma fusão. Nesses dois casos, prevalecerá o número de votos obtidos nas últimas eleições gerais para a Câmara dos Deputados, exceto quanto ao tempo de propaganda, cuja maior parte (dois terços) é proporcional ao número de representantes na Câmara.

Quase 1,8 milhão de eleitores faltosos podem ter o título cancelado

titulosDe acordo com a legislação eleitoral, 1.782.035 eleitores brasileiros que não votaram e não justificaram a ausência nas três últimas eleições podem ter o seu título de eleitor cancelado. Desse total, 34.050 são brasileiros que votam no exterior. Para regularizar a situação, esses cidadãos devem comparecer ao cartório eleitoral no período de 2 de março a 4 de maio portando documento oficial com foto, título eleitoral e comprovantes de votação, de justificativa eleitoral e de recolhimento ou dispensa de recolhimento de multa.
Desde ontem (25), a relação das inscrições passíveis de cancelamento ficará disponível nos cartórios eleitorais para consulta pelos interessados, podendo sofrer pequenas alterações por conta de revisão dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs). O eleitor também pode verificar se o seu documento está sujeito ao cancelamento no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na coluna “Serviços ao eleitor”, no link “Situação eleitoral”.

Número de vítimas de acidentes de trânsito cresce 48% em 12 anos no Brasil

acidente currais 2
O número de pessoas mortas em acidentes de trânsito no Brasil cresceu 48,7% entre 2001 e 2012. Foram 453.779 vítimas no período, revela a pesquisa do Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV). Para especialistas, o aumento da frota de veículos nos país, somado a deficiências na formação dos condutores e na execução de políticas públicas regionais são os principais fatores para esse cenário.
“As estratégias nacionais são colocadas uniformes no Brasil inteiro. E a realidade não é essa. Cada região tem fatores de riscos diferentes”, afirma Paulo Guimarães, coordenador do ONSV. Em uma área, o problema pode ser, por exemplo, o uso do cinto de segurança, enquanto na outra, o hábito de motociclistas não usarem capacete.
O levantamento foi elaborado a partir de bases de dados públicos de oito entidades, como o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e o Datasus — Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde. A estimativa é de que o número de vítimas seja ainda maior, uma vez que há deficiências na coleta primária de informações, como casos que são registrados como queda de moto ou morte natural. No período analisado, o número de veículos saltou de 31,91 milhões em 2001 para 76,14 milhões em 2012, um crescimento de 139%.

Ato do dia 15: medo de o feitiço virar

impeachDeputados temem que aprovação do pacote de bondades para a Câmara faça com que os protestos do dia 15, focados inicialmente no Executivo, se voltem para o Legislativo, revela Vera Magalhães, na sua coluna da Folha de S.Paulo desta quinta-feira.
É que o presidente da Câmara  dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), autorizou nesta quarta-feira (25) aumento em todas as despesas com parlamentares, incluindo verba de gabinete – usada para pagar funcionários -, auxílio-moradia e cota parlamentar, que inclui gastos com passagens aéreas e conta telefônica. Além do reajuste dos benefícios, esposas de deputados passarão a ter o direito de utilizar a cota de passagens aéreas dos deputados, desde que seja exclusivamente entre Brasília e o Estado de origem.

‘Financial Times’ elenca motivos para impeachment de Dilma

Um artigo publicado no site do jornal britânico “Financial Times” nesta quarta-feira (25) aponta dez motivos para acreditar que a presidente Dilma Rousseff pode não conseguir terminar seu segundo mandato.
Assinado pelo editor-adjunto de mercados emergentes da publicação, Jonathan Wheatley –que foi correspondente do jornal no Brasil entre 2005 e 2011–, o texto menciona entre as razões a perda de apoio da presidente no Congresso Nacional e o escândalo da Petrobras.
Segundo Wheatley, até mesmo alguns petistas se voltaram contra a presidente.”Alguns membros [do partido] a veem [Dilma] como uma intrusa oportunista”, escreve. Dilma só se filiou ao PT em 2001, após começar sua carreira partidária no PDT de Lionel Brizola. A maioria dos motivos mencionados no texto são de ordem econômica –como a “queda na confiança do consumidor”, o “aumento da inflação”, o “aumento do desemprego”, a “queda na confiança do investidor”, o “deficit orçamentário” e “problemas econômicos em geral”. O artigo menciona ainda “falta de água” e “possíveis apagões elétricos” entre as eventuais razões para um afastamento da presidente.

CPI da Petrobras será instalada nesta quinta com PMDB na presidência

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Câmara dos Deputados que vai investigar irregularidades na Petrobras será instalada nesta quinta-feira (26), às 12 horas. Os trabalhos da CPI têm início com a escolha do presidente e do relator.
Para ser eleito em primeiro turno, o candidato à presidência precisa obter a maioria absoluta de votos do colegiado, composto por 26 integrantes titulares. Se isso não ocorrer, a disputa vai para o segundo turno. As mesmas regras são aplicadas na escolha do primeiro e do segundo vice-presidentes. Já o relator é indicado pelo presidente.
O deputado Hugo Motta (PMDB-PB) foi indicado pelo líder do seu partido na Câmara, deputado Leonardo Picciani (RJ), para a presidência da comissão. Como maior bloco partidário em atividade na Casa (218 deputados) no dia da posse (1º de fevereiro), o PMDB é responsável por indicar o nome de 11 integrantes da CPI.

Comando Nacional dos Transportes rejeita proposta do governo e bloqueios continuam

O caminhoneiro Ivar Schmidt é o principal porta-voz do Comando Nacional do Transporte, uma entidade sem personalidade jurídica que tem causado dor de cabeça tanto ao governo quanto aos sindicatos que deveriam representar a categoria. Líder do movimento que paralisa estradas em todo o país, ele conversou com a reportagem do site VEJA na noite desta quarta-feira. Minutos antes, Ivar havia deixado uma reunião infrutífera com o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Miguel Rossetto, que tomou a frente das negociações sobre o tema.

Milhares de carros estão sendo abandonados, você ficará chocado quando saber o motivo

c18f27f446d0a157bd0ffabe466a4d8c_650x

Esta foto é de um monte de carros que sobraram no Porto de Sheerness em Ketn, na Inglaterra. Há centenas de lugares exatamente como este no mundo todo, cheio de carros que as montadoras não conseguiram vender.

Isso é verdade. Você está vendo uma das muitas reservas de carros não vendidos no mundo.

9eb8c1ae381efe934ea5b135c60381aa_650x
As pessoas não estão comprando carros no mesmo rítmo de antes da recessão. Quantas famílias que você conhece que ostentam um carro novo a cada ano? Por isso, milhões de carros ficam para morrer nos estacionamentos.

Baltimore, Maryland, EUA.

d0ac5118153351bc31c83079a24c0c4b_650x
Bem do lado da estrada Broening em Baltimore, mais de 57.000 carros se encontram num enorme estacionamento. No começo eu me perguntava porque eles não colocavam simplesmente à venda, mas a indústria automobilística não vai reduzir seus preços drásticamente por uma razão: Não é possível vender um carro por 500 dólares e esperar alguém comprar por 15.000 é impossível.
9b03312f69fb72605e564d16ac3f1821_650x
Os carros devem ser levados de um monte de concessionárias para dar espaço para a nova produção. O que sobra é um pouco triste… filas e mais filas de carros em perfeito estado.
c2ca7c70d9b33fec8c5331c368bdb29e_650x
A indústria automobilística não pode simplesmente deixar de produzir carros novos. Isso significaria o fechamento de fábricas e demitir a dezenas de milhares de pessoas, além do mais, piorar a recessão. O efeito dominó seria catastrófico para a indústria do aço.
39de653b75bb1e7a6f8bf52a0f31ffe7_650x
Nessa imagem podemos ver dezenas de milhares de carros tomando sol o dia todo na Espanha.
572c5a8451b8b44f35c173e77ea55e89_650x
Quando a oferta supera a procura, alguém fica com o superávit. Depois da recessão, as famílias já não compram um carro novo a cada ano.

São Petersburgo, Rússia.

05bb37d00158a03ab9c8b1536edf5edc_650xCarros europeus importados que não conseguiram vender e estão largados para enferrujar em um aeroporto.
28263086db6559063dc48f4b2b9e484c_650x
O ciclo de comprar, usar, mudar, se acabou. As pessoas usam seus carros durante muito mais tempo depois de comprados.
5130e5814551ae8cfcddff9d7eaf30eb_650x
Lotes aberto ao redor do mundo se converteram um cemitérios improvisados para os carros que não se venderam.

Avonmouth, Reino Unido.

444600f268f4bbffb730e12e14028d46_650x
Cada espaço cinza que se vê está cheio de carros sem uso.
c0ffadf17692c37269ae953c8292fcd9_650x

Corby, Reino Unido.

1a13277d21e470c29065933e289acfe5_650x
Aqui há outro monte de carros que sobraram. Qualquer um se pergunta: por que não reciclam esses carros ou pelo menos não dão para as pessoas pobres?

Porto de Civitavecchia na Itália.

4dbfd02926062e9365b838a7a63527e8_650x
Até pode-se pensar que os fabricantes de automóveis poderiam utilizar pelo menos algumas das partes. Eles ainda acham que vão vender esses carros?
bda776efeea84f96611f17d7a265013d_650x

Porto de Valencia, Espanha

931b868578eae83fb9a76ca7fd1203f0_650x
Estas imagens são particularmente frustrantes se você está dirigindo um carro velho…
8e33a8294d1e620612c9739f698c3f22_650x
Os carros, quando expostos ao ar livre, não duram muito tempo.
46d43d5c6981c0edc13eee37657a9b7e_650x
Quando um carro fica ao relento, todos os óleos se vão para o fundo do poço, e logo começa a corrozão e danifica todas as partes internas do motor.
9fa4632fde3d0b872628d17297957d4d_650x
A super produção não é só uma falha do sistema nos Estados Unidos ou de uma só fábrica de automóveis, este é um problema mundial. Se não encontram uma maneira de reutilizar esses carros, milhares de carros abandonados continuarão preenchendo espaços vazíos. Isso é realmente lamentável.
Fonte: Blog do Primo

Diretoria que era cota do PT na Petrobrás arrecadou R$ 640 milhões em propina, diz Lava Jato

Cinco ações por improbidade apontam que área de Serviços da estatal recebeu 2% de valor de contratos da Diretoria de Abastecimento, sob controle do PP.

O valor pago em propina para a Diretoria de Serviços da Petrobrás – cota do PT no esquema de corrupção desbaratado pela Operação Lava Jato - em contratos que eram da área de Abastecimento alcançou R$ 640 milhões. É o que aponta o primeiro pacote de cinco ações cíveis por improbidade administrativa ajuizado contra seis empreiteiras do cartel e 28 executivos. A área de Serviços é estratégica dentro da estatal. Por ela, passam todas as licitações feitas na companhia.

As ações foram apresentadas na última sexta-feira, 20, à Justiça pelo Ministério Público Federal. A Procuradoria da República cobra das empreiteiras R$ 4,47 bilhões por prejuízos causados à estatal petrolífera.

Ao todo, as ações revelam que houve pagamento de propina de R$ 960 milhões para agentes públicos da Petrobrás em 33 contratos assinados pelo ex-diretor Paulo Roberto Costa, na Diretoria de Abastecimento. Como o primeiro pacote de ações cíveis engloba apenas a cobrança pelos desvios gerados a partir de contratos assinados pela Diretoria de Abastecimento – cota do PP no esquema -, as ações do Ministério Público Federal consideraram a propina que dizia respeito ao 1% que o partido tinha direito no esquema. Outros 2% eram arrecadados pela Diretoria de Serviços, cota do PT.

“Se fossem considerados os 2% de propina vinculados à Diretoria de Serviços, os quais serão objeto de ação própria, o valor total da propina chegaria a aproximadamente R$ 212 milhões”, informa, por exemplo, a ação de improbidade movida contra a OAS e seis executivos do grupo.


*Por Fausto Macedo, Ricardo Brandt e Julia Affonso, no Estadão.