17 de março de 2015

Veja agora imagens ampliadas da tragédia registrada nesta terça-feira em Jangada





Um ônibus e uma carreta carregada de algodão se envolveram em um gravíssimo acidente na tarde desta terça-feira (17.03) na rodovia BR-163/364, entre Jangada e Várzea Grande. O ônibus fazia o itinerário Cuiabá - Alta Floresta.

A lista de passageiros ainda não foi divulgada.

A colisão frontal que aconteceu por volta das 17h40 nas proximidades da comunidade de “Mata Grande”, incendiou os dois veículos.

Foi confirmada a morte dos dois motoristas. Ao menos 24 pessoas ficaram feridas no acidente.

Equipes de resgate da Concessionária Rota do Oeste, que administra a rodovia, do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e do Corpo de Bombeiros estão no local.

O ônibus pertence a empresa Orion, que presta serviços para a Verde Transportes.

Neste momento, a rodovia está completamente fechada  para atendimento das vítimas.


Fonte: Rádio Pioneira com Jangada MT

DEM apoia pedido feito pelo PPS ao STF para investigar presidente Dilma na Lava Jato


image
A oposição decidiu nesta terça-feira (17) apoiar o agravo regimental impetrado pelo PPS no Supremo Tribunal Federal (STF) que pede investigação da presidente Dilma Rousseff no esquema de corrupção da Petrobras.
Representantes do Democratas, PSDB, Solidariedade, PPS e PP se reuniram, na Liderança do PSDB, para apoiar o recurso apresentado ao ministro relator do caso, Teori Zavascki, na última sexta-feira (13), para que ele reconsidere sua decisão e autorize a investigação da chefe do Executivo na Operação Lava Jato.
“Nós, da oposição, estamos agindo em sintonia com o sentimento popular. Nas manifestações do último domingo, vimos que a população está indignada e exige uma reposta sobre a participação da presidente no caso da Petrobras”, ressaltou José Agripino, presidente nacional do Democratas.

“Não tem doação oficial de campanha. Isso é balela”, diz ex-diretor da Petrobras

paulo roberto costa
O ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, só piora a vida dos políticos em depoimento à CPI da estatal. Em sua nova pérola de delação premiada ele disse que “não tem doação oficial de campanha. O cara [empresa] empresta do dinheiro e vai cobrar depois”.

Câmara conclui votação de projeto que regulamenta Lei das Domésticas

A Câmara concluiu na noite de hoje (17) a votação das emendas e destaques apresentados ao projeto de lei complementar que regulamenta os direitos dos empregados domésticos. O texto, aprovado na semana passada, é uma emenda substitutiva apresentada pela deputada Benedita da Silva (PT-RJ) ao projeto do Senado. Como a Câmara modificou o texto aprovado pelos senadores, a proposta retornará ao Senado para nova apreciação.
Nas votações de hoje, os deputados rejeitaram o dispositivo que retirava do texto a proibição de contratação do empregado doméstico com regime especial de trabalho, com duração que não exceda 25 horas semanais. Com isso, a proibição foi mantida. Outra emenda rejeitada pelos deputados foi a que autorizava a dedução de até 20% dos gastos com os empregados domésticos no Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF).

Senado rejeita proposta que dificultava criação de novos partidos

partidos-politicos-300x184O plenário do Senado rejeitou hoje (17) proposta de emenda à Constituição que faz parte das matérias relacionadas à reforma política. A PEC mudava as regras para criação de partidos políticos, aumentando o número de assinaturas necessárias de 0,5% para 3,5% do número total de eleitores do país.
Com isso, subiria de 700 mil para 5 milhões o número de assinaturas necessárias para a abertura de uma nova agremiação partidária. A proposta visava a dificultar a criação dos chamados “partidos de aluguel”, que nascem apenas para vender apoio político e tempo de televisão durante as eleições, e dificilmente conseguem eleger parlamentares. No entanto, os parlamentares contrários à proposta alegaram que ela inviabiliza o direito legítimo de criação dos partidos políticos e elimina as legendas menores.
Apesar de ter conseguido a maioria dos votos do plenário, a PEC não atingiu o mínimo necessário de 49 votos para ser aprovada, tendo recebido 47 votos favoráveis, 8 contrários e 4 abstenções. Com isso, a PEC será arquivada. Os senadores começaram ainda a discutir propostas relaciodas ao financiamento das campanhas eleitorais, em especial as que tratam do financiamento público exclusivo. Mas elas não foram votadas, e ficam na pauta para as próximas votações do plenário.

Procurador compara Riva com Sandro Louco e João Arcanjo Ribeiro

Arthur Santos da Silva / Flávia Borges
Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto
Procurador compara Riva com Sandro Louco e João Arcanjo Ribeiro
O Procurador de Justiça Domingos Sávio, responsável por defender o parecer do Ministério Público Estadual (MPE) no julgamento do Habeas Corpus que buscava derrubar a prisão preventiva do ex-deputado estadual José Geraldo Riva (PSD) comparou o antigo chefe do poder Legislativo mato-grossense a nomes conhecidos na esfera criminal. Riva foi posto como “superior”, por sua periculosidade contra a ordem pública, a Sandro Louco, líder da facção criminosa Comando Vermelho de Mato Grosso e o bicheiro João Arcanjo Ribeiro.

Colisão entre ônibus e carreta deixa três mortos e 24 feridos entre Jangada e Várzea Grande

ADILSON ROSA

Três pessoas morreram carbonizadas e outras 24 ficaram feridas, após uma colisão de um ônibus e com uma carreta que transportava algodão, na BR-163.

Após o choque, os dois veículos pegaram fogo.

O acidente ocorreu no final da tarde desta terça-feira (17), nas proximidades da comunidade de Mata Grande, próximo à cidade de Jangada (70 km ao Norte de Cuiabá).

Morreram os dois motoristas e um dos passageiros. A maioria dos 24 feridos sofreu queimaduras.

Segundo policiais que atenderam a ocorrência, a colisão foi frontal. Os passageiros tiveram que usar a saída de emergência do ônibus, já fora da pista.

A Concessionária Rota do Oeste encaminhou quatro ambulâncias para o local, sendo uma UTI móvel, além de guincho e veículos de sinalização da pista.


No total, oito ambulâncias atenderam os feridos. 19 pessoas foram levados para o Pronto Socorro de Várzea Grande, onde passaram pelo setor de emergência.

TJ mantêm prisão de José Riva; defesa promete recorrer ao STJ

Flávia Borges/ Arthur Santos da Silva
Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto
TJ mantêm prisão de José Riva; defesa promete recorrer ao STJ
Os três desembargadores que compõem a 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça, Rui Ramos, relator, Marcos Machado, que substitui Orlando Perri, e Rondon Bassil Dower Júnior votaram contra o pedido de habeas corpus protocolado pela defesa do ex-deputado estadual José Geraldo Riva. O pedido já havia sido negado monocraticamente no dia 25 de fevereiro, pelo desembargador Rondon Bassil. Depois disso, os advogados do ex-parlamentar ingressaram com pedido de habeas corpus no Superior Tribunal de Justiça (STJ), que entendeu que a ação deveria ser julgada primeiramente no Tribunal de Justiça para, só então, passar pela Corte. Com a negativa do TJ, os advogados de Riva afirmaram que vão recorrer da decisão. 

Atualizada às 17h36 - 
Um dos advogados de José Riva, Rodrigo Mudrovitcsh, afirmou que a defesa não vai polemizar a decisão dos desembargadores, mas que vai recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Atualizada às 17h29 - 
O desembargador Marcos Machado votou com o relator, negando o pedido de habeas corpus impetrado pela defesa de José Geraldo Riva.

Vídeo: Para Renan, apoio de Dilma e do PT deve acelerar reforma política

O presidente do Senado, Renan Calheiros, disse nesta terça-feira (17) que o apoio da presidente Dilma Rousseff e do PT deve acelerar a aprovação da reforma política no Congresso. Renan lembrou que há 12 anos o Senado votou uma reforma, mas as propostas não avançaram na Câmara.

Relator defende mudança em eleição para suplentes de senador

O relator da comissão especial da reforma política (PECs 344/13, 352/13 e outras) , deputado Marcelo Castro (PMDB-PI), defendeu há pouco mudanças na eleição de suplentes de senador. Para ele, deveriam eleitos os três candidatos ao Senado mais votados e os suplentes seriam aqueles não eleitos e mais votados. Conforme a sua proposta, acabaria a regra do suplente eleito na chapa majoritária, como é hoje em dia.
Segundo o relator, a vantagem da mudança é que o suplente que assumir terá passado pelo crivo eleitoral. “Ele teria representatividade e corrigiríamos a distorção de um senador ser eleito com dois suplentes, que muitas vezes são financiadores de campanha e parentes”, defendeu.

Batalha interna por cargos atrasa reforma administrativa e obriga governo a fazer ‘ginástica’ para atender aliados

Ronaldo Pacheco
Foto: Lucas Ninno/GCOM
Batalha interna por cargos atrasa reforma administrativa e obriga governo a fazer ‘ginástica’ para atender aliados
Quando o governador José Pedro Taques (PDT) anunciou, em outubro de 2014, que “aqueles que ajudaram ganhar as eleições iriam, também, auxiliar a governar”, certamente não imaginava a avidez com que os aliados se encontravam para ocupar espaço no governo de Mato Grosso. Espaço, leia-se, cargos no Poder Executivo. De preferência, com algum ‘poder na caneta’.

“Todos terão seu devido espaço. Ninguém será favorecido nem prejudicado”, afirmou Taques, às vésperas da sua posse, pouco depois de receber liberdade para montar o primeiro escalão – todos os secretários são considerados ‘escolhas pessoais’ do governador.
 

Riva tenta colocar Sérgio Ricardo como réu para anular decisão de juíza; STJ nega

Flávia Borges
Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto
Riva tenta colocar Sérgio Ricardo como réu para anular decisão de juíza; STJ nega
O ministro Humberto Martins, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou seguimento à reclamação interposta pela defesa do ex-deputado estadual José Geraldo Riva contra a juíza Selma Rosane Arruda, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, que determinou a prisão do ex-parlamentar no dia 21 de fevereiro.
A reclamação foi encaminhada primeiramente à ministra Maria Thereza de Assis Moura, que determinou que a reclamação foi então enviada a um dos ministros que compõem a Corte Especial. A ação foi redistribuída para o ministro Humberto Martins.

MPF denuncia mais cinco por lavagem de dinheiro em MT; Janete Riva na lista

Mais cinco pessoas passaram a responder judicialmente pelo crime de lavagem de dinheiro em decorrência da nova denúncia proposta pelo Ministério Público Federal (MPF) em Mato Grosso, como desdobramento da Operação Ararath.

Os cinco foram denunciados, no dia 11 de março de 2015, a partir das provas colhidas durante os dez meses de investigação realizada conjuntamente com a Polícia Federal.

Na mais recente denúncia proposta pelo MPF, Avilmar de Araújo Costa, Altevir Pierozan Magalhães, Altair Baggio, Guilherme Lomba de Mello Assumpção e Janete Gomes Riva foram denunciados pelo crime de lavagem de dinheiro.

Mesmo após desvios de R$ 101 milhões, gestão Silval não adotou medidas de segurança

Jardel P. Arruda
Foto: José Medeiros/GCOM MT
Mesmo após desvios de R$ 101 milhões, gestão Silval não adotou medidas de segurança
O secretário de Estado de Fazenda (Sefaz), Paulo Brustolin, afirmou que nenhuma medida foi tomada para aumentar a segurança da Conta Única, mesmo após o escândalo do desvio de R$ 101 milhões, orquestrado por servidores da Sefaz. Segundo ele, não há criptografia e todos os pagamentos são conferidos manualmente.

“Não há nenhum criptografia. Isso nos preocupa muito. Não queremos ter de mandar os pagamentos para o banco sem uma lista. Queremos enviar uma chave criptografada. Então eles nos enviarão outra de volta e toda checagem será feita de maneira eletrônica. Nada foi feito, nenuma atitude tomada mesmo depois do caso da Conta Única”, afirmou o secretário.

André de Lima Aragão perdeu a vida ao chocar sua moto com a traseira de uma carreta na rodovia

O acidente fatal aconteceu por volta das 21h horas nesta segunda-feira (16) no entroncamento do anel Viário com a Avenida Lions Internacional em Tangará da Serra.

De acordo com versão dada à polícia pelo irmão da vítima (não identificado), a colisão ocorreu quando o condutor da carreta vermelha, placas EZU-3819, de Boituva – São Paulo, Oclecio Mesquita de Moraes Filho, 49 anos, teria entrado na mão errada de direção deu marcha ré para pegar a via certa.

Segundo o Cabo PM Rechmann, foi o irmão da vítima quem acionou a polícia. “Ele [o irmão da vítima] informou que o rapaz havia sido atropelado por um caminhão. Aqui no local vimos que o motoqueiro se encontrava aparentemente em óbito. Foi acionado o SAMU para fazer esta constatação e foi acionada a Perícia Técnica para fazer levantamento do que houve”, explicou o policial.

A motocicleta Fan preta, placa QBN-1358 de Tangará da Serra atingiu o para-lama traseiro do lado direito do caminhão. André de Lima Aragão, 18 anos, caiu já em óbito.

O motorista do caminhão passou mal e foi socorrido pela equipe do SAMU. “Ele estava muito nervoso, com a pressão muito alta. Foi conduzido ao Hospital Municipal. Mais tarde vamos conversar com ele para ver na versão dele, o que aconteceu”, disse o Cabo PM.

A perícia técnica deverá esclarecer os fatos. As duas vias do anel viário ficaram interditadas por um período para que os técnicos pudessem realizar seu trabalho.

Fonte: Marlenne Maria com Franchescolly Gomes

LAVA JATO: Operação completa um ano com 82 réus e 11 condenados

DO G1

A Operação Lava Jato completa nesta terça-feira (17) um ano desde que a Polícia Federal (PF) fez as primeiras prisões em um posto de gasolina no Distrito Federal. Os primeiros 81 mandados de busca e apreensão de então resultariam na maior operação contra corrupção já deflagrada no país, que investiga um esquema de desvio de recursos da Petrobras, movimentando R$ 10 bilhões.

Em suas 10 fases até o momento, a PF já cumpriu mais de 350 mandados de prisões preventivas, temporárias, busca e apreensão e condução coercitiva (quando o investigado é levado a depor).

OPERAÇÃO "GRENÁ": Policia cumpre 267 ordens judiciais contra o "Comando Vermelho"

ADILSON ROSA

A Polícia Civil cumpre, na manhã desta terça-feira (17), 28 mandados de prisão, 35 de busca e apreensão e 204 interrogatórios em diversas prisões, num total de 267 ordens judiciais, durante a segunda parte da Operação Grená, desencadeada para combater o crime organizado dentro dos presídios.

O alvo é a facção criminosa denominada "Comando Vermelho de Mato Grosso (CV-MT)”, que ordena diversos crimes de dentro de presídios do Estado.

As investigações apontam o latrocida Sandro da Silva Rabelo, o "Sandro Louco", como chefe do esquema, que envolve presos acusados de diversos crimes.

“Globo apadrinhou movimento gay”, diz Feliciano

Marco Feliciano diz não assistir a novelas e garante não ter visto à cena do beijo entre Fernanda Montenegro e Nathalia Timberg, no primeiro capítulo de Babilônia, que terminou há pouco. Mas, rápido no gatilho, já disparou:
– A Globo já demonstrou seu apadrinhamento ao movimento gay. Virou moda. O público é adulto, eu ficaria preocupado e agiria nos rigores da lei caso fosse passado em horários onde crianças tivessem acesso.
Para quem não viu segue o registro:
17286714

Maioria foi às ruas contra corrupção, diz Datafolha

Protestar contra a corrupção foi a principal motivação das pessoas que resolveram ir à manifestação de domingo (15) em São Paulo, mostra pesquisa Datafolha feita durante o ato. Este motivo foi citado por quase metade dos entrevistados do instituto.
O pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff, usado por alguns dos grupos organizadores do ato, vem em segundo lugar. Foi mencionado por 27%. Protestar contra o PT (20%) e contra os políticos (14%) foram as outras razões mais citadas.
No universo dos 210 mil manifestantes que lotaram a av. Paulista no domingo na contagem do Datafolha, 82% declararam ter votado no tucano Aécio Neves no segundo turno da eleição presidencial de 2014, 37% manifestaram simpatia pelo PSDB e 74% participavam de protesto na rua pela primeira vez na vida.

Petrobras vai pôr à venda fatia de distribuidora, postos e termelétricas

A Petrobras já deu o pontapé inicial no plano para vender parte do seu patrimônio, com a definição do que será oferecido ao mercado e a contratação dos primeiros bancos encarregados de procurar compradores no Brasil e no exterior.
Segundo a Folha, o pacote inclui usinas termelétricas, participações em distribuidoras de gás e em campos de petróleo, postos de gasolina no exterior e uma fatia da Petrobras Distribuidora, dona da marca BR, a maior rede de postos do país.
Acuada pela Operação Lava Jato e diante da desconfiança provocada por sua situação financeira, a Petrobras precisa de dinheiro para reduzir sua dívida e preservar o caixa. A estatal já comunicou ao mercado que espera conseguir US$ 13,7 bilhões com a venda de ativos.

Em coletiva de imprensa, Dilma diz que “corrupção não nasceu hoje”

dilmacoletiva
Após pronunciamento em que comentou os protestos que movimentaram o país dos últimos dias, Dilma Rousseff atendeu à imprensa. Além de justificar as medidas adotadas no setor econômico e defender os ajustes, a presidente falou sobre o pacote “anti-impunidade” do governo. “A corrupção não nasceu hoje. Ela não só é uma senhora muito idosa nesse país, como não poupa ninguém”, disse a presidente.
De acordo com Dilma, é preciso “vigilância e legislação” para evitar novos casos e punir os corruptos e corruptores. Ela disse, ainda, não temer que os parlamentares barrem o “pacote anticorrupção” divulgado durante a campanha eleitoral e lembrado pelos ministros José Eduardo Cardozo, da Justiça, e Miguel Rossetto, da Secretaria-Geral da Presidência, na noite de domingo, que deve entrar em pauta nos próximos meses.

Bolsa Família não sofrerá com ajuste, diz ministra

tereza campelloO Programa Bolsa Família não sofrerá com o ajuste fiscal proposto pela área econômica do governo federal para este ano, segundo a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello. Ela explica que o custo anual do programa, que atende a cerca de 14 milhões de famílias, é R$ 27 bilhões.
“Isso dá menos de 0,5% do PIB [Produto Interno Bruto, que é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país]. Com menos de 0,5% do PIB, complementa-se a renda de 14 milhões de famílias. O Bolsa Família não substitui o salário, ele é um complemento que dá, em média, R$ 170 por família”, disse a ministra.
Segundo ela, no entanto, apesar de o ajuste fiscal não prever um corte de verbas no Bolsa Família, o Ministério do Desenvolvimento Social, responsável pelo programa, tem buscado reduzir seus gastos de outra forma. “Estamos reduzindo publicações, tentando gastar menos com diárias e passagens. Mas o Bolsa Família e os direitos da população pobre estão garantidos”, disse.

Não está fácil a CPI do HSBC


Redução da maioridade penal pode ser votada hoje na CCJ da Câmara

menor-infrator
A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados pode votar hoje (17) a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 171/93 que reduz a responsabilidade penal de 18 para 16 anos. A proposta está na pauta e chegou a tramitar na CCJ na última legislatura, mas não foi votada. A PEC é a mais antiga das cerca de 30 propostas que tramitam na Casa pedindo a alteração na maioridade penal.
Tema polêmico, a proposta de redução da maioridade penal divide especialistas. De um lado, há a ideia de que adolescentes menores de 18 anos têm discernimento para entender que estão cometendo crimes. Portanto, segundo os defensores da redução da maioridade, esses jovens devem ser punidos de acordo com a gravidade do ato.

Congresso promulga hoje Emenda do Orçamento Impositivo

dinheiro jucurutuUma sessão solene do Congresso Nacional foi convocada para hoje (17), para a cerimônia de promulgação da Emenda Constitucional do Orçamento Impositivo. Com ela, o governo fica obrigado a executar as emendas parlamentares ao Orçamento até o limite de 1,2% da receita corrente líquida.
A aprovação da chamada PEC do Orçamento Impositivo foi considerada uma conquista dos parlamentares, que não precisarão mais negociar com o governo para ver suas emendas liberadas. Atualmente, eles colocam as emendas na Lei Orçamentária, mas o governo decide quais e quando executar.
O texto também prevê que metade das emendas impositivas deve ser direcionada à saúde, ou seja, 0,6% da receita corrente líquida. Essa obrigatoriedade foi estabelecida pelo Senado e mantida pela Câmara. O valor não pode ser usado para pagamento de pessoal ou de encargos sociais, mas pode ser usado para outros gastos relacionados ao Sistema Único de Saúde (SUS).