21 de março de 2015

Empresários são presos com máquinas e caminhões roubados

Dois donos de transportadoras foram presos por receptação e adulteração de máquinas agrícolas e carretas, neste sábado (21), em Várzea Grande, por policiais da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furto de Veículos Automotores (Derrfva).

Na ação, foram apreendidas duas máquinas agrícolas e quatro carretas, todas com adulteração nos sinais identificadores. Os produtos estão avaliados em quase R$ 1 milhão.

Os suspeitos A.S.N., 44 anos, e D.S.J., 35 anos, foram presos em flagrante. O primeiro é dono da Transportadora Cerevale, localizada na Rodovia dos Imigrantes, local que guardava os veículos adulterados.

OPERAÇÃO "APRENDIZ": Juíza condena João Emanuel e diz que conduta é "repugnante"

LUCAS RODRIGUES
DO MIDIAJUR

Ex-vereador João Emanuel, que foi condenado
pela Justiça Estadual nesta sexta-feira (20)
A juíza Célia Regina Vidotti, da Vara de Ação Civil Pública e Ação Popular de Cuiabá, condenou o ex-presidente da Câmara de Cuiabá, João Emanuel (PSD), pela prática de improbidade administrativa.

Ele foi considerado culpado da acusação de ter usado o cargo para obter vantagens pessoais e para terceiros, mediante proposta de fraude em processos licitatórios a empresária Ruth Hércia, vítima do próprio político em esquema de falsificação de escrituras de terrenos.

A decisão foi proferida na sexta-feira (20) e atendeu pedido contido em ação proposta pelo Ministério Público Estadual (MPE), que investigou o caso na Operação Aprendiz, do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco).

Eduardo Cunha diz que Cid é “desqualificado”

cunhaelO presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), chamou o ex-ministro da Educação Cid Gomes (Pros) de “desqualificado” ao chegar à Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) nesta sexta-feira, 20. Cid deixou o Ministério na quarta-feira, 18, após audiência na Câmara dos Deputados em que reiterou acusação de que há “achacadores” na Casa, fazendo referência direta, na ocasião, a Cunha.
De acordo com o portal de notícias do Paraná, Bonde News, o peemedebista disse que Cid teve o “destino que queria ter” com a demissão. “A Câmara o está processando. E eu não vou bater boca com aquele que se acha inimputável. Ele se acha um indígena. Então efetivamente ali é um caso de processo judicial”, ressaltou Cunha a jornalistas na Alep.

Entidades educacionais pedem que MEC não seja usado como moeda de troca

mec
Entidades ligadas à educação pedem à presidenta Dilma Rousseff que o Ministério da Educação (MEC) não seja usado como moeda de troca e que o novo ministro esteja comprometido com o cumprimento do Plano Nacional de Educação (PNE) e com o fortalecimento da educação pública, com o diálogo permanente com a sociedade.
Esta semana, o ex-ministro Cid Gomes deixou a pasta, após embate com parlamentares na Câmara dos Deputados. O secretário-executivo, Luiz Cláudio Costa, assumiu interinamente o MEC. A Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação (Anped) informou, por meio de manifesto, que o MEC “não pode ser balcão de negócios ou moeda de troca para assegurar a governabilidade”.

“A classe política não tem moral para fazer essa reforma”, diz juiz

hervalJH
Com um posicionamento cético sobre essa postura do PMDB, o juiz Herval Sampaio ressalta que não acredita que possa haver qualquer mudança real na forma de se fazer política atual, uma vez que isso interferiria na continuidade dos mandatos de muitos dos que estão lá hoje. “Estamos nesse movimento, nessa Coalizão Democrática, porque entendamos que os políticos não vão fazer reformas reais. A classe política não tem moral para fazer a reforma política. Eles não querem reformar e sim se manter no poder”, acrescenta.
Esse posicionamento não é por acaso. Herval Sampaio sabe, com a experiência de um juiz que passou anos na Justiça Eleitoral (foi aquele magistrado responsável por cassar a ex-prefeita de Mossoró, Cláudia Regina, e tornar a ex-governadora Rosalba Ciarlini inelegível), que o sistema atual é fundamental para garantir o projeto de muitos políticos. A continuidade deles no poder, se aproveitando de questões legais para fazer acertos ilegais.

Acusado de desvio na AL, José Riva completa um mês preso

CAMILA RIBEIRO

A prisão do ex-presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, José Riva (PSD), completa um mês neste sábado (21).

O ex-parlamentar foi detido em sua residência, na tarde de 21 de fevereiro, durante a operação Imperador, deflagrada pelo Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). Desde então, ele segue detido no Centro de Ressocialização de Cuiabá, antiga Cadeia do Carumbé.

A juíza Selma Arruda, da Vara Especializada de Combate ao Crime Organizado, foi quem decretou a prisão preventiva. Na decisão, ela afirmou que o ex-deputado era um “ícone da corrupção” e um “ícone da impunidade” no Estado.

Ela ainda classificou o ex-deputado como "verdadeiro mau exemplo a todos os cidadãos de bem".

Projeto "Pé no Bairro" se surpreende com grau de abandono e desprezo pelo Distrito Água da Prata em Brasnorte

O “Projeto Pé no Bairro” esteve na manhã deste sábado, dia 21 de março, no Distrito Água da Prata, localizado a pouco mais de 60 km da cidade de Brasnorte, região noroeste de Mato Grosso, às margens da MT – 170, sentido Juína.

O Distrito brasnortense, segundo informações de moradores da localidade, tem mais de 1.500 habitantes contando com o pessoal das fazendas.

É suprido por pequenos comércios e tem uma escola pública. Mas, tudo o que se imaginar fora disso é de uma extrema precariedade sem limites.

É preciso que seja registrado: o Pé no Bairro não gostou do que viu e COBRA  das autoridades políticas locais, em todos dos moradores, ações urgentes que possam mudar de vez a realidade desse simpático e ordeiro povo brasnortense. VEJA AS IMAGENS:



Cabra macho! Reforma política sai nem que seja na marra, diz Eduardo Cunha

cunhafolha
Em seminário realizado na Assembléia Legislativa do Paraná, Eduardo Cunha disse que levará uma proposta de reforma política a voto no plenário da Câmara até maio. Fará isso, segundo declarou, nem que seja “na marra”.
Hoje, o tema é debatido numa comissão especial composta em fevereiro. O grupo dispõe de 40 sessões para colocar uma proposta em pé. O prazo termina em meados de maio. Eduardo Cunha avisou:
“Ao fim dessas 40 sessões, se a comissão não tiver condições ou capacidade política de entregar um projeto, nós avocaremos a reforma para o plenário e votaremos no plenário, com ou sem parecer. Nós vamos parar aquela Casa por uma semana, de segunda a sexta-feira, se precisar vamos votar dia e noite, de madrugada, até que o voto resolva todas as divergências.”
Se prevalecer a lógica do vai ou racha, será votado um projeto elaborado em 2013 por uma comissão pluripartidária de deputados e senadores. Prevê, entre outras coisas: fim da reeleição, voto facultativo e financiamento misto da eleição, na contramão do que desejam Dilma Rousseff e o PT.

Pesquisa revela que uma hora a mais de sono pode melhorar sua vida sexual

sono
Você tem um bom motivo para ir para cama mais cedo agora. Segundo um estudo publicado no “Journal of Sexual Medicine”, o grande pulo do gato para melhorar sua vida sexual é ter uma bela noite de sono. A pesquisa realizada por uma equipe da Universidade de Michigan descobriu que mulheres que têm uma hora extra de sono à noite registraram níveis mais elevados de desejo sexual e estavam mais dispostas a ter relações com seus parceiros.
Segundo o jornal britânico “The Independent”, os pesquisadores avaliaram 171 mulheres, selecionadas num ambiente universitário. Durante duas semanas, elas responderam questionários on-line. Os estudiosos queriam saber quantas horas elas dormiam, a qualidade do sono, o nível de excitação e se tinham transado nas últimas 24 horas. O resultado apontou que quem que dormia uma hora a mais tinha mais desejo sexual e estava 14% mais propensa a ter uma relação com seu parceiro no dia seguinte.
Elas também ficaram mais lubrificadas durante o sexo, em comparação com as que dormiram menos. “Nosso estudo mostrou que uma boa noite de sono é importante para o desejo e a excitação das mulheres, mesmo quando são mentalmente e clinicamente saudáveis. Este resultado sugere darmos uma olhada mais de perto na saúde do sono de quem se queixa sexualmente. É um esforço que vale a pena”, disse o autor da pesquisa, David Kalmbach.

9% dos brasileiros admitem ter pagado propina no último ano

propinaAs denúncias de corrupção e pagamento de propina evidenciadas pela Operação Lava Jato têm deixados muitos brasileiros boquiabertos. No entanto, um estudo científico mostrou que as condutas ilícitas não estão restritas aos políticos de Brasília.
De acordo com levantamento feito por estudiosos britânicos, 9% dos brasileiros admitem ter pago propina no último ano. Foram entrevistados 1.500 brasileiros, nas cinco regiões do país, segundo o jornal Estado de S.Paulo.

MPF vai pedir punição aos partidos políticos envolvidos na Lava-Jato, diz procurador

procurador
O procurador da República Deltan Dallagnol afirmou nesta sexta-feira que a força-tarefa da Lava-Jato deverá pedir a punição de partidos envolvidos com a corrupção em contratos de empreiteiras com a Petrobras. O procurador não informou quais seriam as punições. Até o momento, os pedidos de punição estavam restritos a políticos e dirigentes partidários.
O pacote de combate à corrupção apresentado hoje pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, prevê o aumento da pena máxima para o crime de 12 para 25 anos de prisão. Também está prevista uma gradação das penas de acordo com o valor do dinheiro público desviado. O Ministério Público defende que haja multa, suspensão e até cassação do registro de funcionamento de partido político envolvido com corrupção. Tudo a depender da gravidade dos desvios.
Entre as sugestões estão ainda a criminalização do caixa dois, reforma do sistema de prescrição das penas e medidas para a recuperação de lucro obtido com práticas criminosas. As propostas já vinham sendo elaboradas por procuradores bem antes das manifestações do último domingo, quando milhares de pessoas saíram as ruas para pedir rigor contra a corrupção. São medidas com potencial de impacto maior até que o pacote anticorrupção lançado na quarta-feira pela presidente Dilma Rousseff.

Sob ameaça de boicote, audiência de ‘Babilônia’ volta a cair

babilonia
Com texto primoroso, atuações irrepreensíveis e bela edição, Babilônia teria todos os elementos para cativar de vez o público e se aproximar dos áureos tempos em que as novelas rendiam bons índices à Globo. Mas o que tem acontecido é exatamente o oposto e a audiência segue rolando ladeira abaixo. De acordo com os dados consolidados do Ibope, o capítulo dessa quinta-feira (19) rendeu 29 pontos à emissora na Grande São Paulo – cada ponto equivale a 67 mil domicílios. Em sua estreia, na segunda-feira (16), registrou 33 pontos.
Curiosamente, no mesmo dia, as redes sociais foram tomadas por mensagens de grupos evangélicos organizando um boicote à novela por exibir cenas de beijos entre as personagens Teresa e Estela, interpretadas por Fernanda Montenegro e Nathalia Timberg. Na trama, elas formam um casal e são mães de Rafael (Chay Suede).
“Não tenho nenhuma dúvida que a Rede Globo é: a maior patrocinadora da imoralidade e do homossexualismo no Brasil. Uma vergonha!”, escreveu o pastor Silas Malafaia em nota publicada no site Verdade Gospel. “O nome da novela – Babilônia – representa muito bem o que tem sido a Rede Globo, um instrumento de podridão moral. E espero, que como a antiga Babilônia, que eles se autodestruam.”

Igreja intensifica pressão por fim do financiamento privado em eleições

dom raymundo
A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) começa a intensificar nesta semana sua pressão sobre o Congresso Nacional para colocar em discussão e posterior votação sua proposta de reforma política para o País, que tem como ponto mais importante o fim do financiamento privado nas eleições.
Criada em 2013 em parceria com outras 109 entidades, entre elas a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e a União Nacional dos Estudantes (UNE), a “Coalizão Democrática pela Reforma Política Democrática e Eleições Limpas” conseguiu ao longo dos últimos anos mais de 600 mil nomes no abaixo-assinado que pretende levar ao Congresso a fim de sensibilizar parlamentares e agilizar a discussão da proposta.
A CNBB e suas parceiras precisam de 1,5 milhão de assinaturas para colocar o projeto de lei em pauta por meio da iniciativa popular. E, a partir desta sexta-feira (20), pretende recolher as restantes com a intensificação da campanha por busca de apoiadores, já batizada pela representante da Igreja no País de “Semana da Mobilização”.
“Existe hoje um anseio da sociedade por uma reforma política. As duas manifestações recentes que vimos no País (em 13 e 15 de março), apesar de amplamente diversas em suas reivindicações, pediram isso. E a CNBB está provocando este debate e incentivando o diálogo com a sociedade”, afirma ao iG o presidente da CNBB e Arcebispo de Aparecida, Dom Raymundo Damasceno Assis.

O repúdio dos telespectadores contra a Rede Globo

globo 2014O repúdio e o boicote dos telespectadores a Rede Globo de Televisãopor causa da novela Babilônia e suas cenas consideradas de “atentado ao pudor” ganharam o repúdio das Redes Sociais bem como os BBBsda vida.
A direção da poderosa rede platinada já repensa os seus projetos impactantes.

PEREGRINAÇÃO: Defesa de Riva ingressa mais um habeas corpus no STJ

KAMILA ARRUDA

Na tentativa de garantir a liberdade do ex-deputado estadual José Riva (PSD), o advogado Rodrigo Mudrovitsch impetra com um novo pedido de habeas corpus junto ao Superior Tribunal de Justiça (STJ). O recurso deve ser protocolado na instância superior no início da próxima semana.

A defesa está juntando documentos para embasar o pedido. O jurista está otimista quanto a uma resposta positiva do STJ. Isto porque, no julgamento feito pela sexta turma do órgão no último dia 10, dois ministros que votaram pela manutenção da prisão de Riva, sinalizaram pela soltura do ex-parlamentar.

JANETE RIVA: MPF pede apreensão de dois aviões

KAMILA ARRUDA

O Ministério Público Federal (MPF) pediu a indisponibilidade de duas aeronaves registradas no nome da ex-secretária de Estado Janete Riva (PSD). O pedido ainda não foi apreciado pela Justiça.

A social-democrata foi denunciada pelo órgão na semana passada. Ela é acusada de envolvimento no esquema de lavagem de dinheiro investigado por meio da Operação Ararath. Além dela, Avilmar de Araújo Costa, Altevir Pierozan Magalhães, Altair Baggio e Guilherme Lomba de Mello Assumpção também são réus nesta ação. Os denunciados, por meio das empresas L.B Notari, Supermercados Modelo e Multimetal, utilizaram-se de bancos clandestinos na tentativa de ocultar movimentações financeiras. De acordo com o MPF, todo o esquema era comandado pelo esposo de Janete, o ex-deputado estadual José Riva (PSD). O esquema foi desbaratado por meio da delação premiada de Gércio Marcelino Mendonça Júnior, o Júnior Mendonça.