16 de abril de 2015

Lupi diz que Taques tem potencial para presidência, mas o foco é MT

O presidente nacional do PDT, ex-ministro Carlos Lupi, afirma que o governador Pedro Taques tem potencial para disputar as eleições presidenciais em 2018, no entanto, alega que no momento o foco do chefe do Executivo é administrar bem Mato Grosso. A declaração foi feita em visita a Cuiabá, na tarde desta quinta (16), quando saia do gabinete do deputado estadual Zeca Viana, presidente estadual do partido.

Para Lupi, é cedo para falar sobre os projetos futuros, mas reconhece a capacidade do pedetista à frente do Estado e dos trabalhos realizados enquanto senador da República. “Potencial ele tem, agora eu não poderia colocar o trem na frente dos trilhos. A prioridade do Pedro agora é ser um bom governador para Mato Grosso. Depois nós vamos discutir quais serão os projetos futuros”, explica.

O ex-ministro também falou sobre o descontentamento de Taques em relação à posição nacional do partido, que apoia a presidente Dilma Rousseff (PT). De acordo com Lupi, o desejo do governador era que a sigla logo no início do ano já deixasse este apoio de lado. “Estas divergências partidárias fazem parte do processo democrático, daqui uns 15 dias o governador deve ir até Brasília para tratarmos sobre o PDT nacional”.

Quando questionado sobre suposta retaliação do governo federal em relação aos repasses de recursos para o Estado, Lupi foi enfático ao afirmar que esta possibilidade não existe e que as dificuldades financeiras são da União também. “Este cenário deve durar todo este ano e isso está refletindo em todos os Estados. O nosso papel é ajudar para que Mato Grosso receba os recursos que são de direito e tenho a certeza que a presidente não discriminará o Estado”.


Além disso, ao ser indagado sobre outra suposta queixa de Taques, de que o PDT não toma uma posição perante o escândalo da Petrobras, o ex-ministro esclareceu que a sigla não compactua com tais atos e que aqueles que roubaram a estatal devem ir para a cadeia. “Os ladrões da Petrobras devem ir para cadeia e isso eu tenho falado e reiterado nos programas de TV do partido. Aqueles que roubaram estão tentando transformá-la em vilã, quando na verdade a Petrobras é a vítima. O partido defende a empresa pública criada por Getúlio Vargas, um grande teórico do trabalhismo”, concluiu.

Lupi diz que Taques fica no PDT e “puxa a orelha” de Zeca Viana por expor problemas internos

Laíse Lucatelli
Foto: Rogério Florentino Pereira/OD
Lupi diz que Taques fica no PDT e “puxa a orelha” de Zeca Viana por expor problemas internos
O presidente nacional do PDT, ex-ministro Carlos Lupi, disse ter convicção de que o governador Pedro Taques (PDT) não sairá do partido, apesar do assédio de siglas aliadas, como PSDB, PSB e PPS. Ele afirmou, ainda, que a relação com entre Taques e a direção nacional do PDT está “muito boa”, mesmo com as divergências. Segundo o presidente, a questão da saída de Taques do PDT nem foi discutida no encontro que os dois tiveram desta quinta-feira (16), em Cuiabá.

“Nosso governador tem uma história no partido, seu único partido, e tenho certeza que não tem outra opção para ele senão continuar no PDT. Não teve convencimento, pois ele já está convencido. Ele está muito bem no PDT. Eu não cogito ele sair. Tenho uma boa relação com o Pedro, até nos momentos mais difíceis, de visão antagônica. Nunca tive problema com ele. Temos opiniões divergentes em alguns pontos, mas faz parte do processo democrático. Como tenho com meu amigo Cristovam Buarque (PDT-DF). Isso não muda a relação de respeito e carinho que temos”, afirmou.

Falece jovem brasnortense que sofreu choque elétrico no início da semana em Tangará da Serra

Leandro faleceu no começo da noite desta quinta-feira em Tangará da Serra

Faleceu por voltas das 18h desta quinta-feira(16) no Hospital das Clínicas de Tangará da Serra, o jovem brasnortense Leandro Caetano, de 19 anos de idade. Ele estava internado desde segunda-feira em estado de coma.

Familiares chegaram a procurar um neurocirurgião para realização de procedimento operatório no crânio, área do corpo mais afetada pelo acidente que a vítima sofreu.

Autoridades políticas de Tangará da Serra chegaram a se mobilizar pela transferência de Leandro do Hospital Público Materdei para o Hospital das Clínicas com esperança que nesse hospital privado recebesse tratamento mais adequado, mas não foi bem isso que aconteceu.

Familiares de Leandro comentaram nas redes sociais que durante a permanência dele no HC nenhum a UTI esteve disponível para o novo paciente.
LEANDRO era conhecido por ser um jovem de família e trabalhador. Sua profissão era a de domador de cavalos e instalador de ar-condicionado em empresas. Na última segunda-feira, por volta das 11h, ele recebeu uma forte descarga elétrica quando manuseava um aparelho em pleno expediente de trabalho e ao caiu bateu violentamente com a cabeça ao chão, de onde gerou o traumatismo.

O jovem deixa muitas saudades para seus familiares, amigos e sua namorada Ana Pizzato.

O sepultado ocorrerá em Tangará da Serra. 

SEM "CANTO DA SEREIA": Lupi defende entendimento e garante que Taques não sai do PDT

DOUGLAS TRIELLI
O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi: "O nosso
governador Pedro Taques não cai no canto da sereia"

O presidente do diretório nacional do PDT, Carlos Lupi, afirmou que o governador Pedro Taques (PDT) não deve deixar o partido.

Em visita a Cuiabá, nesta quinta-feira (16), o dirigente disse que apesar do "assédio" de outros partidos, Taques já tem uma história consolidada no PDT.

“O nosso governador Pedro Taques não cai em canto de sereia. Ele já tem uma história no partido, seu único partido. Eu tenho certeza que não tem outra opção para ele, a não ser continuar aqui”, disse Lupi, que almoçou na residência do governador, no bairro Santa Rosa.

Lupi ainda defendeu um entendimento entre Taques e o deputado estadual Zeca Viana, presidente regional da legenda.

Ele pediu que ambos aparem as arestas internamente e não “pela imprensa”. Isso porque ele entende que as acusações de Zeca contra o governador “desgastou a relação” dos pedetistas.

"O nosso governador Pedro Taques não cai em canto de sereia. Ele já tem uma história no partido, seu único partido. Eu tenho certeza que não tem outra opção para ele a não ser continuar aqui"

“O que a gente precisa é encontrar uma forma de manter o respeito do partido para com ele, uma convivência harmoniosa. Taques não vê dificuldades para isso. E, agora, é o papel da direção nacional encontrar os caminhos”, afirmou.

“Essas divergências de opiniões entre o presidente do partido e o governador serão superadas com diálogo, com um debate democrático. Eu só peço que isso fique na discussão interna, não pública. Porque toda decisão pública desgasta a relação”, disse Lupi.

Ainda durante o encontro, Taques reclamou sobre o posicionamento nacional do PDT, em se manter na base da presidente Dilma Rousseff (PT).

Ele chegou a dizer, em recente entrevista, que esse desencontro de posicionamento poderia levá-lo a deixar a agremiação.

“O Taques tem uma visão diferente da nossa, há algum tempo. Ele defende que já deveríamos ter rompido com a Dilma. Já com relação ao Caso Petrobras, deixamos claro que nossa posição é que sejam levados para a cadeia todos os ladrões. Mas não se pode confundir isso, transformando a Petrobras em vilã, quando, na verdade, a empresa é vítima.”, afirmou.

Segundo Carlos Lupi, um novo encontro com Taques está marcado para daqui 20 dias, em Brasília. Ambos devem discutir as movimentações da legenda no Estado para as eleições de 2016.

Ele não descartou que o PDT tenha candidato próprio em Cuiabá. Caso isso ocorra, o nome deverá enfrentar o atual prefeito, Mauro Mendes (PSB), que apoiou a eleição de Taques.

“Vou voltar aqui em julho para ter um balanço do partido nos municípios, como estão as candidaturas próprias. Preparar o partido para as eleições, colocar as divergências em segundo plano e tocar o partido. Já fizemos o governador e, hoje, Mato Grosso, é o Estado mais importante do partido”, disse.

"Maior líder"

O deputado Zeca Viana acabou não participando do almoço entre Taques e Lupi. Isso porque, após encontro das principais legendas do PDT, na manhã desta quinta-feira (16), no Hotel Odara, Taques pediu para ter um "almoço privado" com Lupi.

Nos últimos meses, um clima de instabilidade paira sobre o PDT, especialmente por conta de declarações do próprio Viana em relação à maneira como o governador estaria conduzindo os primeiros meses de sua gestão.

A vinda de Lupi a Cuiabá tentou amenizar as “rusgas” entre os dois e ainda evitar a saída de Taques do partido.

Após o fim da coletiva com Lupi, em conversa com a imprensa, Zeca Viana apostou que Taques não irá deixar o PDT.


“Ele vai sair de um partido, em que é líder absoluto, para ser submisso a outro? E a nossa relação não tem nada a ver com a governabilidade ou com o partido. Tenho compromisso com o crescimento do partido, e, como deputado, vou trabalhar para ajudar o Governo. Mas, quando tiver coisa errada, estarei pontuando. Vocês irão ver isso sempre”, resumiu.

“Não dá para ficar tocando violino, enquanto o navio afunda”, diz Lupi

Numa referência ao premiado filme americano, o presidente do PDT, Carlos Lupi, diz que se recusa a ser o violinista do Titanic: “Não dá para ficar tocando violino, enquanto o navio afunda”. O PDT está disposto a deixar o governo da presidente Dilma Rousseff, caso o Planalto mantenha os termos atuais das medidas provisórias que dificultam o acesso a direitos trabalhistas. "Caminhamos para um caminho próprio, independente", afirma Lupi.

Cliente é chamado de ‘mal educado’ em conta da Claro

Tomar um susto ao abrir a conta do celular é mais ou menos comum. O que surpreendeu o autônomo Bruno França, de 26 anos, contudo, não foi o valor cobrado pela Claro. Foi a forma como a operadora o identificou: “cliente mal educado”.
O consumidor entrou em contato com a Claro exigindo explicações. Porém, foi informado de que a central de atendimento não tem relação com a expedição de faturas e de que a companhia não conseguiria identificar o responsável pela mensagem na conta.
CLIENTE-MAL-EDUCADO

Caixa volta a elevar juro do financiamento imobiliário

fachada-caixa-economica-federal-07222010-01-original
O reajuste foi de 0,3 ponto porcentual em todas as formas de relacionamento com o banco e passou a valer em 13 de abril. Segundo a Caixa, a mudança entrou em vigor na última segunda-feira(Daniel Teixeira/AE/VEJA)
A Caixa Econômica Federal informou nesta quinta-feira que elevou pela segunda vez no ano a taxa de juros no financiamento de imóveis residenciais contratados com recursos da poupança (SBPE).
O reajuste foi de 0,3 ponto porcentual em todas as formas de relacionamento com o banco. A taxa balcão, para clientes sem relacionamento com a Caixa, subiu de 9,15% para 9,45% ao ano, refletindo o aumento da taxa Selic em 0,5 ponto percentual em março.

Aécio Neves propõe mandatos de cinco anos, fim da reeleição e parlamentarismo

aecio globoO presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), defendeu o financiamento misto de campanhas, o fim da reeleição e a ampliação dos mandatos políticos de quatro para cinco anos ao apresentar, nesta quinta-feira (16), as propostas do partido na audiência pública da Comissão Especial de Reforma Política, na Câmara dos Deputados. Aécio também defendeu o sistema parlamentarista de governo e apresentou seis itens de consenso do partido sobre a reforma política.

Henrique é empossado no Ministério do Turismo

IMG_3201
A presidente Dilma Rousseff acaba de dar posse ao ex-deputado federal Henrique Eduardo Alves, novo Ministro do Turismo.Alves foi anunciado novo ministro da pasta nesta quarta (15), por meio de nota divulgada pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência. Derrotado na eleição para governador do Rio Grande do Norte, ele era cotado para figurar no primeiro escalão do governo que tomou posse em 1º de janeiro, mas acabou ficando de fora.

Ministro diz que proibir doação de empresas em campanhas seria ‘encomenda de laranjal’

gilmar-mendes-10abrEm palestra sobre reforma política, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes afirmou, nesta quinta-feira, que restringir as doações de campanha a pessoas físicas e ao financiamento público, proibindo doações de empresas, seria “uma encomenda de laranjal”. “Se esse modelo que se desenha for adotado no processo eleitoral, já é uma encomenda de laranjal”disse o ministro a’O Globo.

Bento XVI comemora 88 anos tomando uma “gela”

papagela
O papa emérito Bento XVI completou nesta quinta-feira (16)  88 anos e, para comemorar, celebrou numa festa ao estilo bávaro, na qual não faltou música e cerveja típica desta região alemã onde o ex-pontífice nasceu, informou a agência EFE.
O papa alemão festejou seu aniversário na porta de sua residência, o convento “Mater Ecclesiae”, junto a um grupo de pessoas vestidas com o traje típico de sua região de origem.
Durante as celebrações, segundo é possível observar em imagens divulgadas pela agência católica “Zenit”, o papa assinou bandeiras do estado federado da Baviera, no sul da Alemanha, e desfrutou da música e da cerveja típicas da região.
O Papa Francisco também lembrou da data durante missa realizada na casa Santa Marta dedicada a seu antecessor, que Bento XVI é considerado “o avô sábio que vive em casa”, como disse em diversas ocasiões.
“Gostaria de lembrar que hoje é o aniversário do papa Bento XVI. Ofereci a missa a ele e convido vocês a rezarem por ele, para que o Senhor o sustente e lhe conceda gozo e felicidade”, disse Francisco em declarações recolhidas pela “Rádio Vaticano”.

Mensaleiro Henry tem prisão domiciliar negada pelo Supremo e continuará dormindo na prisão

O STF negou pedido de mudança da prisão de semiaberto para a domiciliar ao ex-deputado federal, Pedro Henry. Na decisão, o ministro Roberto Barroso argumenta que o regime aberto depende do pagamento da multa de R$ 1,3 milhão parcelada por Henry, mas advogado não soube dizer em quantas vezes. O ex-parlamentar é condenado a 7 anos e 2 meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro devido ao processo do Mensalão.

A previsão é de que Henry deixe a prisão em 2020. Entretanto, segundo o advogado do ex-parlamentar, Luiz Alberto Derze, em entrevista ao Rdnews no mês passado, ele poderá sair antes do previsto. A pena de Henry deve diminuir em decorrência do trabalho, estudo e o uso da leitura no Centro de Custódia de Cuiabá (CCC), onde dorme ao final do expediente no Hospital Santa Rosa.

Além de cumprir pena do Mensalão, Pedro Henry foi denunciado por suposto envolvimento no escândalo da Petrobrás, na Operação Lava Jato, deflagrada pela Polícia Federal. Com isso, o STF abriu inquérito contra o ex-deputado e mais 48 possíveis envolvidos com a corrupção no país.


Além do relator Roberto Barroso negaram progressão de pena a Henry os ministros, presidente do STF Ricardo Lewandowski; a vice-presidente Cármen Lúcia; Gilmar Mendes; Luiz Fux; Rosa Weber; e Teori Zavascki. O único voto favorável ao ex-parlamentar foi do ministro Marco Aurélio. Os ausentes foram Celso de Mello e Dias Tofolli. RD News

Lupi diz que Taques não se encanta por qualquer sereia e que seguirá no PDT

Patrícia Sanches e Gabriele Schimanoski

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, saiu otimista do almoço com correligionário, governador Pedro Taques. Para Lupi, apesar das divergências locais, está descartada a hipótese de Taques deixar a legenda. “Nosso governador Pedro Taque não vai pelo canto de uma sereia qualquer. Ele tem uma história no nosso partido. E eu tenho certeza de que não tem uma outra opção do que ele continuar no partido”, afirmou Lupi, em entrevista aos jornalistas no Palácio Paiaguás.

O dirigente, que almoçou com Taques na residência dele no bairro Santa Rosa e, depois, conheceu o Palácio e um pouco sobre a gestão implementada pelo colega de partido, reconhece as divergências internas entre Taques e o presidente estadual da sigla Zeca Viana, mas entende que será possível aparar as rusgas. “Encontrar formas de que haja um respeito do partido para com Taques e dele para com o partido. E, agora, o papel é da Executiva Nacional é, por isso, eu vim aqui”, salienta.

Nesta linha, Lupi salienta que está na hora de Taques e Zeca lavarem a roupa suja e chegarem a um consenso. “Eles já conversam, esse não é o problema. Eles precisam começar a se entender. Tem que ter conversa com enredo com programação de final. E que seja um final feliz”.


A rusga entre Taques e Zeca, presidente do PDT de Mato Grosso, começou durante o processo eleitoral para Mesa Diretora da Assembleia. Após ser preterido pelo governador, que apoio a chapa adversária,  o deputado passou a criticar o gestor publicamente. Como retaliação à postura do correligionário, Taques já assumiu abertamente a possibilidade de deixar o PDT. Taques é assediado pelo PSDB, PPS, PV e PSB.

Veículo com quatro jovens cai em rio em Mato Grosso

Um VW Gol cinza, com quatro jovens, caiu no rio Araguaia, em Barra do Garças, hoje, por volta das 3h. O subtenente do Corpo de Bombeiros, José Franco, explicou  que os rapazes conseguiram escapar do veículo a nado.

“Ninguém ficou gravemente ferido. O acidente aconteceu em uma região conhecida como Porto do Baé”. Ainda não se sabe o que ocasionou a queda do veículo, porém, conforme informou Franco, o motorista teria informado que o carro estava parado em uma rampa e acabou deslizando sozinho em direção ao rio.

“No entanto, testemunhas relataram que o condutor chegou no local cometendo algumas imprudências. Ele estava sem os documentos do veículo também, que, segundo ele, pertence ao seu padrasto”, afirmou o subtenente.

O carro ficou quase que totalmente submerso e foi retirado do rio esta manhã. As causas do acidente ainda serão investigadas

Depoimento de Eder responsabiliza Silval e Maurício Guimarães; acareação é possível

Foto: Rogério Florentino Pereira/OD
Depoimento de Eder responsabiliza Silval e Maurício Guimarães; acareação é possível
O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Obras da Copa, o deputado estadual Oscar Bezerra (PSB) afirmou que o depoimento do ex-secretário da Copa, Eder Moraes, ajudou a confirmar a informação de que o ex-governador Silval Barbosa (PMDB) foi responsável pela troca do modal Bus Rapid Transit (BRT) para Veículo Leve sobre Trilhos (VLT).

Em seu depoimento, Eder afirmou que essa foi uma decisão de governo, e que, como secretário, apenas cumpriu ordens. “Ele veio consolidar informações que trazem grandes problemas na questão de improbidade administrativa. Existem princípios básicos que foram pontuados, e a falta de gestão causou grande parte dos problemas ocorridos nas obras da Copa do Mundo”, disse Oscar.

Lula quer resgatar popularidade do governo

imagesO ex-presidente Lula tem avaliado com assessores que pode ter chegado a hora de ele, e não apenas Dilma Rousseff, falar mais publicamente, para combater a crise de popularidade do governo. O petista, em geral, no Brasil, tem se limitado a fazer discursos em encontros partidários e sindicais. A informação é de Mônica Bergamo, na Folha de S.Paulo de hoje.
‘A desaprovação à administração de Dilma já afeta a imagem do ex-presidente, segundo revelou o Datafolha. Quando deixou o governo, em 2010, ele era considerado o melhor presidente que o Brasil já teve por 71% dos eleitores. Agora, o percentual é de 50%.’

Mãe matou criança com sorvete envenenado

maevenenoO veneno que matou Lewdo Bezerra, de 9 anos, em novembro de 2014, foi dado pela mãe, Cristiane Coelho, junto com um sorvete de morango, de acordo com o delegado responsável pelo caso Wilder Brito. “A Cristiane, que dizia ter sido espancada pelo marido matou o filho envenenado fazendo uso de sorvete de morango. Não há mais dúvida”, diz o policial civil.
Segundo o G1/CE, O laudo pericial da Polícia Civil aponta Cristiane Coelho, mãe de Lewdo Bezerra, como autora da morte do filho de nove anos, de acordo com o delegado Wilder Brito, titular do 16º Distrito Policial. “O laudo reafirma tudo o que a gente já suspeitava, que quem matou o menino Lewdo foi a Cristiane, a própria mãe, e quem envenenou o pai [de Lewdo Bezerra] foi a também a mãe”, afirma o delegado nesta quarta-feira (15), após a conclusão do inquérito.
Na madrugada de 11 de novembro, Francileudo Bezerra e o filho, Lewdo Bezerra, foram envenenados com veneno para rato, conhecido como “chumbinho”. O pai ficou em coma por uma semana e se recuperou; ele chegou a ser apontado como suspeito de homicídio e tentativa de suicídio no início do caso, suspeita que foi descartada após a conclusão do laudo, segundo Wilder Brito. Segundo o delegado, a Polícia Civil deve pedir na Justiça, ainda nesta semana, a prisão de Cristiane Coelho por homicídio triplamente qualificado.

Efeito Dominó: Inadimplência do consumidor aumenta 15,8% no primeiro trimestre

tumblr_lrqpapi0Gx1qeg3bco1_5001
Sobre efeito dominó na crise vivenciada em todo o país, já gera várias demissões e com ela, várias pessoas não conseguem honrar os compromissos financeiros. Segundo dados do Indicador Serasa Experian de Inadimplência do Consumidor o número de inadimplência aumentou 15,8% no primeiro trimestre em relação ao mesmo período do ano passado.
Na passagem de fevereiro para março, houve alta de 0,2%. Na comparação de março deste ano com o mesmo mês de 2014, o aumento chega a 13,4%.

Deputados aprovam reforma administrativa em primeira de MT; governista pede vistas de leilão reverso

Jardel P. Arruda
Foto: Maurício Barbant / AL-MT
Deputados aprovam reforma administrativa em primeira de MT; governista pede vistas de leilão reverso
O Projeto de Lei Complementar 1/2015, que trata da reforma administrativa do Governo de Mato Grosso, foi aprovado em primeira votação na sessão vespertina de quarta-feira (15). Os parlamentares aprovam o substitutivo integral apresentado pelo relator do PL, o deputado estadual Max Russi (PSB), apesar de o novo texto só ter sido disponibilizado aos parlamentares minutos antes do início da sessão.

Conforme adiantou o Olhar Direto, o substitutivo de Max Russi acata 23 das 33 emendas propostas pelas parlamentares, sendo 19 parciais e quatro de forma integral. Contudo, não foram explicitadas quais emendas são essas, o que chegou a motivar um discurso do líder do bloco governista, Dilmar Dal’Bosco (DEM), para solicitar mais tempo de discussão.

“O texto do substitutivo integral só foi disponibilizado na intranet minutos antes de começar a sessão. Ninguém aqui o conhece bem. Eu sou favorável ao substitutivo do deputado Max Russi, mas acho que um substitutivo precisa ser relatado por outro deputado, não por ele próprio”, afirmou Dilmar, na tribuna do Plenário das Deliberações Renê Barbour.

STF nega progressão de pena ao mensaleiro Pedro Henry

O Supremo Tribunal Federal (STF) negou, na quarta-feira (15), progressão de regime semiaberto para o aberto do ex-deputado federal Pedro Henry (PP). Por 8 votos a 1, os ministro concluíram que a progressão de regime não pode ser concedida sem o pagamento da multa da condenação, que é de R$ 1,3 milhão. A mesma decisão havia sido dada em dezembro de 2104, mas a defesa entrou com pedido de reconsideração.


PH foi condenado a 7 anos e 2 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, no tristemente famoso Escândalo do Mensalão. Hoje, ele cumpre prisão domiciliar e é monitorado por tornozeleira eletrônica.  O ex-deputado, que é médico, trabalha desde 2014 no Hospital Santa Rosa, em Cuiabá, no setor administrativo. Ganha um salário é de R$ 7,5 mil.

SUCESSÃO NO ALENCASTRO: Com Julier e Lúdio, PMDB aposta em um 2º turno em Cuiabá

CAMILA RIBEIRO

Ex-juiz federal Julier Sebastião e ex-vereador Lúdio
Cabral são cotados para disputa em Cuiabá
O presidente regional do PMDB, deputado federal Carlos Bezerra (PMDB) previu, em entrevista ao MidiaNews, que a eleição para a Prefeitura de Cuiabá, em 2016, não será definida no primeiro turno.

Segundo ele, a existência de bons candidatos na oposição ao prefeito Mauro Mendes (PSB) contribuirá para esse cenário.

O cacique peemedebista afirmou, por exemplo, que, ao contrário do que ocorreu no último pleito, o PMDB terá candidatura própria. Provavelmente, com o ex-juiz federal Julier Sebatião, que, segundo Bezerra, tem "um grande poder de articulação e debate".

Ampliação do foco da Lava Jato para além das doações põe PT em alerta

A nova preocupação da cúpula do PT após a prisão de João Vaccari Neto é a suspeita que a força-tarefa da Lava Jato e o juiz Sérgio Moro jogaram sobre o pagamento feito pelo partido a gráficas. Segundo membros da direção da sigla, o tesoureiro nunca deu detalhes sobre a contratação dessas empresas – sua defesa se concentrava nas doações de empreiteiras. Petistas creem que Moro abriu o novo flanco por crer que as doações não seriam suficientes para condenar os acusados.
Da coluna Painel – Folha de S. Paulo

Partidos de oposição decidem que vão tomar decisão conjunta sobre impeachment

Presidentes de todos os partidos de oposição – PSDB, PPS, DEM, SD e PV – se reuniram nesta quarta-feira no gabinete do presidente do PSDB, Aécio Neves (MG), e decidiram tomar uma posição conjunta em relação a um possível pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff. A estratégia é avançar na busca de um embasamento jurídico que sustente um pedido de abertura do processo. A prisão do tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, segundo a oposição, aproxima mais ainda do pedido de impeachment.
“Estamos avançando nas conversas. Ontem, subimos mais um degrau com o apoio da bancada do PSDB na Câmara. Historicamente é na Câmara que o processo de impeachment começa. Ontem, pegamos o pulso e agora estamos analisando todas as possibilidades, sem reservas”, disse Aécio a’O Globo. O presidente do PPS, Roberto Freire (SP), disse que esse é um caminho sem volta.

Governo admite que inflação deve chegar a 8,2% em 2015

Inflação_cuidado_com_-o_bichoO governo admitiu oficialmente que a inflação deve chegar a8,2% no fechamento de 2015. O índice consta da proposta daLei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2016, encaminhada nesta quarta-feira ao Congresso Nacional. Com isso, a taxa deve estourar o teto do sistema de metas de inflação brasileiro, de 6,5% ao ano. O Banco Central (BC) já havia estimado inflação perto de 8% neste ano. Para 2016, a proposta prevê inflação de 5,6%.

MPF diz que esquema criminoso na Petrobras abasteceu a campanha do PT em 2014

lupadinheiroO Ministério Público Federal aponta, na fundamentação do pedido de prisão preventiva do tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, que as doações feitas ao Partido dos Trabalhadores durante as eleições do ano passado, possivelmente, estão contaminadas pelo esquema criminoso. A força-tarefa da Lava-Jato mostra que “ao menos parte das doações de 2014 das empresas investigadas na operação seriam, na realidade, pagamento de vantagem indevida.”
Os procuradores se baseiam na delação premiada dos delatores Eduardo Leite, vice-presidente da Camargo Corrêa, e Augusto Mendonça, executivo da Setal. “Eduardo Leite afirmou que João Vaccari solicitou propina para o PT por meio de doações oficiais da Camargo Correa. Atente-se que a empreiteira de fato doou na campanha de 2014 cerca de R$ 35 milhões ao PT, não podendo ser descartada a hipótese que tal doação se referia ao pagamento de propina”.

Câmara adia votação dos destaques ao Projeto de Lei da Terceirização

A votação das emendas e destaques que visam a alterar o texto do projeto de lei que regulamenta a terceirização no Brasil foi adiada para quarta-feira (23) da próxima semana. A transferência da votação ocorreu devido a um acordo de procedimentos envolvendo o presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), líderes partidários e o relator do projeto, deputado Arthur Oliveira Maia (SDD-BA).
Cunha disse que o acordo prevê o compromisso de diversos partidos como: PT, bloco PMDB, PSDB, PR, SDD, DEM, PDT, PPS e PV, entre outros, de votarem contra qualquer requerimento de retirada de pauta ou que visem a obstruir a votação das emendas e destaques ao projeto da terceirização. Diante da dificuldade de entendimento em torno do projeto, a maioria dos líderes partidários encaminhou parecer favorável à aprovação de requerimento de retirada de pauta. Com isso, Cunha suspendeu a sessão, reuniu-se com os líderes e fechou o acordo.

Taques anuncia “Pacote de Obras” em MT

MARCOS LEMOS
Da Reportagem

O governador Pedro Taques (PDT) durante o evento em Campo Novo do Parecis
O governador Pedro Taques (PDT) prepara um pacote de medidas que serão adotadas ao longo dos próximos meses e que envolve a todas as áreas da gestão pública. A ideia é reforçar a prestação de serviços à sociedade principalmente com obras, e anunciou como um dos itens dessa mega-ação, o Programa Pró-estradas, para a pavimentação, recuperação e manutenção das rodovias mato-grossenses, que foi anunciado hoje em Campo Novo do Parecis, noroeste do Estado, durante o evento Parecis Superagro.

Em recente levantamento do Tribunal de Contas de Mato Grosso – TCE/MT, que está sendo acompanhado pelos técnicos do governo Pedro Taques, existem sob responsabilidade do Executivo Estadual, 774 obras públicas paralisadas que demandariam recursos da ordem de R$ 2,182 bilhões para ser retomadas e concluídas, caso não exijam correções ou reavaliações por causa do prazo de paralisação.

Pedro Taques determinou na Parecis Superagro, a recuperação de cerca de 700 quilômetros de quatro rodovias nas regiões do Parecis e noroeste, onde serão investidos ao todo R$ 55 milhões de recursos próprios. Os trabalhos serão iniciados já no primeiro semestre deste ano. O governador explicou que o programa Pró-estradas é divido em quatro eixos: Pró-estradas Reconstrução; Pró-estradas Construção; Pró-estradas Manutenção; e o Pró-concreto, que consiste na substituição de pontes de madeira por pontes de concreto.

Nos próximos dias será agendada uma reunião ampliada com secretários e presidentes de órgãos públicos para que todos sejam notificados das decisões que serão adotadas em todas as áreas, após os levantamentos e as primeiras medidas dos 100 dias de governo que segundo o próprio chefe do Executivo, dentro do acordo de resultados atingiu a 98% de satisfação.

“Já existem cerca de 3 mil ações em todas as áreas, saúde, educação, segurança, social, pavimentação de rodovias, tecnologia, arrecadação de impostos, combate à sonegação entre outras com objetivos preparados e que farão parte da nova meta a ser estabelecida pelo governo com cada um dos secretários de Estado”, admitiu o governador Pedro Taques (PDT).

A decisão de apresentar primeiro aos secretários de Estado e presidentes de empresas e órgãos visa reforçar o discurso único na defesa das ações do governo do Estado. Mesmo convicto de que já avançou muito, o governador Pedro Taques (PDT) quer acabar com o discurso que tomou conta de parte de sua administração de justificar as falhas por causa dos problemas e das condições em que encontrou o Estado de Mato Grosso e suas finanças.

Por mais de uma vez, o chefe do Executivo Estadual, reconheceu que a população não quer desculpas a respeito dos problemas que estão ali para os gestores resolverem, mas sim aguardam decisões voltadas a assegurar que as políticas públicas atendam o máximo de pessoas, com eficiência, qualidade nas ações, transparência e lisura na correta aplicação dos recursos públicos que são aquém da necessidade, mas precisam ser ampliados para atender a um maior número de pessoas.

A retomada nos pagamentos dos restos a pagar e a garantia de que todas as despesas realizadas desde 1º de janeiro estariam em ordem após os primeiros três meses de governo somados aos recursos economizados formariam o tripé necessário para que o governo Pedro Taques passasse efetivamente para as ações que são voltadas ao interesse maior da população.


Depois de conhecer o funcionamento da complexa máquina administrativa do governo do Estado e já ter sob seu comando e domínio toda a funcionalidade da gestão, o governador Pedro Taques trabalha agora para deslanchar sua administração e conseguir atender as demandas que não param de chegar.