5 de maio de 2015

"Panelaço": Cuiabá protesta contra PT e Dilma; veja vídeo


Assim como em outras Capitais, Cuiabá protestou, na noite desta terça-feira, com um "panelaço", no momento em que umprograma do PT era veiculado em rede nacional de televisão. O protesto nacional reflete o desgaste do partido, diante de escândalos de corrupção como o "Petrolão", em que membros da cúpula petista estão envolvidos e até presos.

O primeiro "panelaço" - forma de protesto consagrada na Argentina - foi feito no dia 8 de março passado, quando a presidenteDilma Rousseff (PT) fez um pronunciamento em rede de TV. Tomara que a sociedade continue alerta, vigilante e mobilizadacontra a praga da corrupção no Brasil - que só se agravou com os desmandos dos governos "aloprados" de Lula e Dilma.

Confira panelaço registrado em Cuiabá:

Bandido invade velório e atira em defunto. Qual é o crime?

Madrugada desta  terça-feira, 05 de maio de 2015, na Central de Velórios localizada no bairro de  Jaguaribe em João Pessoa, familiares e amigos velavam o corpo de Natanael da Silva, de 20 anos, vítima de homicídio no último domingo.  De repente algo inusitado acontece, coisa de cangaço, terra sem lei, sem polícia, sem justiça. Um bandido invade o velório, pede para que todos se afastem e dispara vários tiros contra o defunto.
Até para o delegado que vai apurar o caso, fica difícil tipificar a ousadia do bandido. É um crime tipicamente impossível, em razão da total impropriedade do objeto. O ladrão não queria cometer homicídio consumado ou tentado contra um cadáver. Não quis cometer o crime de lesão corporal, tampouco quis atentar contra a memória do morto.
O delegado que vai apurar o homicídio de numero 1.023 do ano de 2015 abriu inquérito para apurar a autoria dos crimes contra o sentimento religioso e o sentimento aos mortos. Stop, take it easy, me poupe me economize!
O recado é o seguinte: Terra sem lei a gente casa e batiza!
caixão pb
Por Clinson Júnior

Banco do Brasil eleva juros de financiamentos de imóveis

caixa reduz jurosUma semana após a Caixa Econômica Federal restringir o financiamento de imóveis usados, o Banco do Brasil seguiu o exemplo e reajustou os juros das linhas de crédito para habitação. A partir do dia 18, as taxas de financiamentos imobiliários subirão de 9,9% ao ano mais a taxa referencial (TR) para 10,4% ao ano mais a TR. A mudança vale para financiamentos concedidos a partir dessa data.
Em nota, o banco informou que o aumento dos juros foi necessário para compensar os maiores custos de captação. Em compensação, o prazo máximo de pagamento foi estendido de 360 meses (10 anos) para 420 meses (15 anos). A ampliação do prazo dependerá do perfil de cada cliente. O teto de financiamento foi mantido em 80% do valor do imóvel para todos os mutuários.

Petrobras receberá R$ 157 milhões desviados por ex-gerente, decide juiz

dinheiro_sacosO juiz federal Sérgio Moro autorizou hoje (5) a transferência de R$ 157 milhões desviados pelo ex-gerente de Serviços da Petrobras Pedro Barusco para a conta da estatal. A quantia representa 80% dos valores encontrados em contas mantidas por Barusco no exterior. De acordo com as investigações da Operação Lava Jato, ele é acusado de cobrar propina em contratos com empreiteiras. Na decisão, o juiz sugeriu que o dinheiro seja utilizado para aprimorar o combate à corrupção dentro da empresa.
O valor total bloqueado é R$ 204 milhões. No entanto, conforme a decisão, 20% do valor será mantido em conta judicial, de modo a garantir o eventual pagamento de prejuízos causados a terceiros. A devolução foi possível porque Barusco assinou acordo de delação premiada, comprometendo-se a devolver os valores que recebeu de propina. Sérgio Moro elogiou o trabalho de investigação.

Fim do financiamento privado deve ser votado no dia 19

financiamento
O financiamento público exclusivo de campanhas eleitorais será apreciado daqui a duas semanas. A decisão foi anunciada pelo presidente do Senado, Renan Calheiros, após reunião de líderes realizada no final da tarde desta terça-feira (5). O Projeto de Lei do Senado (PLS) 268/2011, do ex-senador José Sarney, faz parte de um conjunto de matérias relacionadas à reforma política selecionadas pelo presidente Renan e pelas lideranças partidárias. “Há uma exigência muito grande da sociedade e é fundamental que o Senado delibere sobre isso”, disse Renan.
O presidente lembrou que o Senado já aprovou outros projetos de reforma política. Ele destacou a proibição de coligações nas eleições proporcionais (PEC 40/2011), aprovada em março, e acrescentou que na sequência do projeto sobre financiamento de campanha outros temas da reforma política serão pautados. O líder do PSDB, senador Cássio Cunha Lima (PB), porém, apontou que pode “não ser produtivo” o Senado discutir propostas enquanto a Câmara dos Deputados tem uma comissão específica para a reforma política. Para Cássio, o ideal seria aguardar as matérias que chegam da Câmara, para que o Senado atue como casa revisora.

Panelaço durante programa do PT na TV atinge SP, Rio e várias cidades

panela
O PT, a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foram alvos de um novo protesto na noite desta terça-feira, durante a exibição do programa do PT, veiculado em cadeia nacional de televisão e rádio. Nos dez minutos da propaganda petista, houve panelaço, buzinaço e até mesmo fogos de artifício em várias cidades do país.
Em São Paulo, foram registrados protestos em toda a cidade, em bairros com moradores de diferentes classes sociais, como Jardins, Barra Funda, Perdizes, Pompeia, Santa Cecilia, Bixiga, Ipiranga, Vila Carrão e Tatuapé. Em Santos, no litoral paulista, o panelaço e buzinaço foram durante o tempo todo da propaganda do PT.
Em Brasília, houve fortes protestos nas Asas Sul e Norte. Em Belo Horizonte, panelaço, cornetas e gritos na vizinhança do apartamento do governador Fernando Pimentel (PT), no bairro da Serra.
No Rio, em vários bairros da zona sul, como Botafogo, Humaitá, ouviu­se gritos de “Fora PT”, e “Fora Lula”, Copacabana. Os protestos também foram registrados na zona norte, na Tijuca, e em Niterói, no bairro de Icaraí, de alto poder aquisitivo.

STF decide amanhã sobre liminar que mantém regra antiga para renovação do Fies

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve decidir amanhã (6) o mérito da liminar do ministro Luís Roberto Barroso, que validou a comprovação de desempenho mínimo no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em novos contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). De acordo com a decisão de Barroso, estão mantidas as regras para renovação do fundo.
Semana passada, além de validar os critérios para novos contratos, Barroso entendeu que a regra não pode ser exigida de alunos que pediram a renovação do contrato. Desde março, o  Ministério da Educação (MEC) exige média igual ou superior a 450 pontos e nota na redação diferente de zero no Enem como critério para conceder o financiamento em instituições de ensino superior.

Senado adia votação do projeto que regulamenta direitos dos trabalhadores domésticos

Por falta de acordo, o Senado adiou para quarta-feira (6) a votação do projeto que regulamenta direitos dos trabalhadores domésticos (PLS 224/2013). O projeto, aprovado em 2013 pelo Senado, sofreu mudanças na Câmara e voltou na forma de um texto alternativo (SCD 5/2015). Segundo o presidente do Senado, Renan Calheiros, dois pontos ainda causam divergência entre os senadores.
Entre os pontos alterados pelos deputados está o valor da contribuição do empregador para o INSS. O texto da Câmara fixou a contribuição em 12%, mas o texto aprovado no Senado previa uma alíquota de 8%. A redução seria para compensar a cobrança de mais 0,8% para um seguro contra acidente e 3,2% para a rescisão contratual.

Panelaço toma conta das principais cidades do Brasil

Milhares de brasileiros protestaram contra o Partido dos Trabalhadores e contra a presidente Dilma Rousseff batendo panelas e frigideiras nas principais capitais brasileiras na noite desta terça-feira. 
O protesto, convocado pelas redes sociais, foi marcado para ocorrer durante o programa de televisão do PT, que foi ao ar às 20:30. Bairros nobres de São Paulo, do Rio, de Belo Horizonte, Curitiba, Fortaleza e Brasília foram os mais ativos nos protestos.

Michel Temer recebe proposta de maior participação de mulheres na política

Deputadas e senadoras apresentaram, nesta terça-feira (5), ao vice-presidente da República, Michel Temer, um projeto para que o Congresso Nacional passe a contar com, pelo menos, 30% de mulheres na sua composição. A intenção é que a cota seja incluída nas propostas em discussão sobre a reforma política.

Nenhuma testemunha de Riva comparece em audiência, MPE anexa novas provas e defesa pede vistas

Arthur Santos da Silva/Jardel P. Arruda
Nenhuma testemunha de Riva comparece em audiência, MPE anexa novas provas e defesa pede vistas
Todas as testemunhas arrolada pela defesa do ex-deputado José Riva (PSD), e que seriam ouvidas na tarde desta terça-feira (5), faltaram a audiência na 7ª Vara Criminal de Cuiabá. Vários ex-deputados sequer foram encontrados para poderem receber a notificação judicial, enquanto outros remarcaram a data para comparecer. A juíza Selma Rosane dos Santos aproveitou audiência para definir a data em que o réu será ouvido: 23 de maio.

Quem também aproveitou a oportunidade foi o Ministério Público Estadual, que anexou novas provas ao processo. A defesa de José Riva, representada por Rodrigo Mudrovistch, Valber Melo e George Andrade Alves pediram vistas do processo para analisarem o novo conteúdo.

Confira quem faltou:

Devido a compromissos pessoais, o deputado Guilherme Maluf (PSDB), atual presidente da Assembleia Legislativa, adiou seu depoimento para o dia 9 de junho. A Justiça não conseguiu localizar o deputado Wagner Ramos (PR); os ex-deputados Pedro Satélite (PSD), Airton Português (PSD) e Sérgio Ricardo (ex-PR), atual conselheiro do Tribunal de Contas.

Destes, a defesa insistiu na oitiva com Português e forneceu um novo endereço, uma fazenda no município de Araputanga. Ele poderá ser ouvido na própria propriedade rural, através de carta precatória. A banca de José Riva afirmou que estará presente por se tratar de uma testemunha de defesa.

Datas confirmadas

Já Romoaldo Júnior (PMDB), que substituiu Riva na presidência da AL quando ele foi afastado, está confirmado para o dia 28 de maio, enquanto Mauro Savi (PR) será ouvido dia 23 deste mês, mesmo dia do réu, de quem foi primeiro secretário da última gestão do réu na Casa de Leis.

Justiça cassa mandato de Walace por "caixa 2" em Várzea Grande

A Justiça Eleitoral acaba de cassar o mandato do prefeito Walace Guimarães (PMDB), por prática de "caixa 2" em sua campanha eleitoral de 2010.

A candidata Lucimar Campos (DEM), que ficou em segundo lugar nas eleições, assumirá o cargo.

A decisão foi proferida pelo juiz José Luiz Lindote, da 58ª Zona Eleitoral do município.

O Ministério Público Eleitoral (MPE) havia emitido parecer pela cassação do mandato do prefeito e de seu vice, após analisar os dados das quebras de sigilos bancários da cúpula de campanha.

A quebra mostrou "triangulações" de recursos financeiros, com nítido objetivo de omitir da Justiça os gastos feitos na campanha. Mídia News

PT vai expulsar das fileiras “fichas sujas”

ficha sujaEm seu programa em cadeia nacional de rádio e TV, na noite desta terça-feira (5), o PT dirá que vai expulsar de suas fileiras qualquer petista que, ao final de um processo judicial, for julgado culpado; promessa que diverge do tratamento dado aos dirigentes da sigla condenados no caso do mensalão.O presidente nacional do PT, Rui Falcão, afirma na peça que o filiado que cometer malfeitos e ilegalidades não continuará no partido.

Oposição organiza panelaço para o programa do PT hoje a noite

dilma panelaçoA oposição moboliza a opinião pública, nas redes sociais, para a promoção de um grande “panelaço” na noite desta terça-feira (5), durante um programa do Partido dos Trabalhadores (PT) a ser exibido em rede nacional de rádio e TV por dez minutos, entre 20h30 e 20h40.

OPERAÇÃO ARARATH: Ex-prefeito de Cuiabá, Chico Galindo entra na mira da PF

RAFAEL COSTA

Um depoimento dado à Polícia Federal como desdobramento da Operação Ararath revelou a existência de indícios de um esquema de desvio de dinheiro público na gestão do ex-prefeito de Cuiabá, Chico Galindo (PTB).

No dia 23 de maio de 2014, o empresário Robison Todeschini afirmou que notas fiscais do programa de asfalto nos bairros, Poeira Zero, foram superfaturados com a diferença dos valores repassadas ao ex-prefeito por empresas devidamente indicadas para aparentar certa legalidade.

Todeschini prestou depoimento por conta da suspeita de participação da empresa Todeschini Construções e Terraplanagem Ltda. ter participado de triangulações orquestradas pelo ex-secretário de Estado Eder Moraes e o empresário Gércio Marcelino Mendonça Júnior, conhecido como Júnior Mendonça, dono da Rede Amazônia de Petróleo, em um esquema de lavagem de dinheiro e outros crimes contra o sistema financeiro nacional.

O esquema de desvio de dinheiro público em um programa de infraestrutura do município veio à tona após uma conversa com o empresário Bruno Simoni, um dos proprietários da empreiteira Constil Construções e Terraplanagem Ltda.

Em depoimento à autoridade policial, Todeschini informou que no período de 2006 a 2011, em especial no ano de 2008, ele e sua família constataram o ex-dono da Constil, que João Carlos Simoni, estava ficando muito rico e a empresa não gerava lucros, apesar da empresa estar ativa, faturando R$ 100 milhões ao ano.

Casos de dengue aumentam 63% em MT

Nos quatro primeiros meses do ano, Mato Grosso registrou 6.434 casos de dengue. Conforme o Ministério da Saúde, houve um aumento de 63% dos casos se comparado com o ano passado, quando no mesmo período foram registrados 3.934 casos.

Os dados são referentes à 15º semana, que foi até o dia 19 de abril. O aumento dos números é preocupante, uma vez que fica claro que a população ainda não entendeu a importância de combater os criadouros do mosquito da dengue, que passou a transmitir também a Febre Chikungunya.

Conforme os dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES), Sinop registrou 1.018 casos da doença, seguido por Cuiabá, com 432 casos. Os dois municípios são os que mais apresentam números de notificações.

Até o momento, a doença causou uma morte, registrada no município de Sapezal. Entretanto, outras seis seguem em investigação. Em um deles, um homem de 32 anos foi diagnosticado com dengue e uma semana depois veio a óbito.

Ele chegou a ser internado em um hospital particular da cidade, mas não resistiu. Os médicos descartaram que a morte foi ocasionada por dengue hemorrágica, porém, a Vigilância foi notificada e está há quase dois meses investigando a situação.

O Estado informou ao Diário que não faz campanha diretamente à prevenção da doença, porém, trabalha em conjunto com os municípios, repassando verbas para auxiliar na campanha de combate e prevenção.

Em um levantamento realizado no mês passado pela equipe técnica epidemiológica da SES, foi constatado que o lixo é o deposito predominante de criadouros do mosquito da dengue. Dos 81 municípios vistoriados, cerca de 61% dos criadouros estavam no lixo.

\"Depósito predominante é todo recipiente utilizado que armazene ou possa vir a armazenar água, seja ela pela ação da chuva ou pela ação do homem, e onde a fêmea dos mosquitos do gênero Aedes, Ae. aegypti e Ae. Albopictus, utiliza para depositar seus ovos\", explicou a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Flávia Guimarães.

Já os casos da Febre Chicungunya, o quadro ainda é o mesmo do mês passado. Foram 17 notificados, sendo que nove foram descartados, sete estão em investigação e um foi confirmado, sendo ele importado de outro país.

Sendo assim, vale relembrar à população de que os cuidados para evitar os criadouros dos mosquitos que transmitem as duas doenças. Cada cidadão é responsável por combater os focos dentro de casa, evitando o acumulo de água parada e lixo nos quintais e terrenos.


Em casos de suspeita, apresentando sinais e sintomas das doenças – dores no corpo, febre, manchas vermelhas na pele, entre outros – consulte um médico e evite a automedicação, pois existem casos que podem piorar o quadro clínico do doente.

PT diz agora que expulsará filiado que for condenado

estrelas PTEm seu programa em cadeia nacional de rádio e TV, na noite desta terça-feira (5), o PT dirá que vai expulsar de suas fileiras qualquer petista que, ao final de um processo judicial, for julgado culpado; promessa que diverge do tratamento dado aos dirigentes da sigla condenados no caso do mensalão.
Segundo a Folha apurou, o presidente nacional do PT, Rui Falcão, afirma na peça que o filiado que cometer malfeitos e ilegalidades não continuará no partido. “Por isso também, o PT não aceita que alguns setores da mídia queiram criminalizar todo partido por causa de erros graves de alguns filiados”, diz. Em seguida, um ator contratado reitera: “Você ouviu. Qualquer petista que ao final do processo for julgado culpado será expulso”.

Vaccari aconselhou PT a pagar R$ 240 mil para sua cunhada e ‘evitar reflexos no processo eleitoral’

O então tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, aconselhou o partido a indenizar Marice Correa de Lima, sua cunhada, para evitar um processo em meio à campanha de Dilma Rousseff, em 2010. Marice teria procurado o cunhado afirmando não estar “suportando mais a pressão da mídia” em razão do envolvimento de seu nome no mensalão e, por isso, exigia do PT uma indenização.
O valor desembolsado extraoficialmente pelo partido no ano seguinte serviu para Marice comprar um apartamento no Guarujá. Os investigadores da Operação Lava-Jato suspeitam que o imóvel foi usado para lavar dinheiro para o esquema comandado por Vaccari.
“Me parece que o mais aconselhável é pedir a sua intervenção no caso, como advogado, para iniciar um diálogo e chegar a um acordo, a fim de evitar qualquer tipo de ação reparatória, de natureza civil ou trabalhista, contra o Partido”, afirmou Vaccari em carta enviada ao ex-deputado petista e advogado Luiz Eduardo Greenhalgh.
O acordo de indenização firmado entre o PT e Marice foi assinado no dia 25 de fevereiro de 2011, quando Vaccari ainda era o tesoureiro do PT. Ele só deixou o cargo no começo deste ano, pedindo licença do cargo quando já estava preso em Curitiba. Marice ganhou do PT R$ 240 mil, com R$ 40 mil de entrada e outras dez parcelas de R$ 20 mil cada.