11 de maio de 2015

Taques viaja aos EUA e Fávaro está no comando do Estado pela 1ª vez

O vice-governador, Carlos Fávaro (PP), assumiu a chefia do Executivo, neste domingo (10) à noite, e permanece no cargo até quinta (14), quando o titular, Pedro Taques (PDT), retorna dos Estados Unidos. Nos próximos dias, o governador cumpre agenda em Washington e Nova York em busca de recursos para Mato Grosso. A comitiva conta com a participação do secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Seneri Paludo, além da adjunta de Acompanhamento das Políticas e Programas de Desenvolvimento da Casa Civil, Rita de Cássia Oliveira Chiletto, e o presidente da Assembleia, deputado estadual Guilherme Maluf (PSDB).

Em Washington, Taques vai ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), onde deve apresentar o programa Pró-Pantanal, lançado na última terça (5), no Distrito de Mimoso, em Santo Antônio de Leverger. Taques ainda vai buscar os recursos que foram alocados no BID Pantanal até o início da década passada, ainda na gestão Dante de Oliveira, do PSDB, (já falecido).  O programa acabou extinto sem conseguir a utilização de todo o montante disponível no projeto elaborado inicialmente.

O governador também visitará o Banco Mundial para dialogar sobre investimentos em Mato Grosso, voltados à logística, tendo em vista o grande volume de recursos necessários para realizações de obras de infraestrutura. No mesmo sentido, Taques terá uma agenda com o Fundo de Investimentos Pegasus.

Além disso, o pedetista comparecerá na Universidade Columbia, a mais antiga instituição de ensino superior do estado de Nova York, quinta mais antiga dos Estados Unidos e que está entre as 20 melhores do mundo. Lá, o governador vai apresentar Mato Grosso aos investidores americanos que têm interesses em trazer seus recursos para o Estado. Evento semelhante acontecerá no Clube Harvard, na mesma cidade.

Na programação, Taques vai ao Bank of America discutir a repactuação da dívida do Estado, feita com o banco em 2012. A primeira parcela do empréstimo foi paga em março deste ano. Entretanto, o valor foi acima de R$ 100 milhões, por conta da alta do dólar, o que pesou aos cofres do Estado.


O pedetista ainda integrará a comitiva liderada pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), que receberá uma honraria da ONG Grupo de Líderes Empresariais (Lide). A agenda também inclui audiência com o ex-presidente norte-americano Bill Clinton. Esta é a primeira viagem internacional desde que Taques assumiu o comando do Executivo estadual, em 1º de janeiro. Fávaro, pela primeira vez, assume o Governo em substituição ao titular.

Taques determina pente fino em ‘indústria das liminares’ em ações de saúde; auditoria aponta quase R$ 100 mi

Ronaldo Pacheco
Foto: Ronaldo Pacheco / Olhar Direto
Taques determina pente fino em ‘indústria das liminares’ em ações de saúde; auditoria aponta quase R$ 100 mi
Pelo menos um quinto dos quase R$ 100 milhões gastos pelo governo de Mato Grosso para cumprir decisões liminares do Poder Judiciário na área de saúde, principalmente em cirurgias, poderiam ter sido economizados. A projeção partiu do próprio governador José Pedro Taques (PDT) ao explicar porque solicitou a realização de auditorias pela Controladoria Geral do Estado e Secretaria de Estado de Saúde, nos procedimentos executados em 2014.

“Vivíamos uma situação insustentável. Por isso, conversamos com o Tribunal de Justiça e o Ministério Público sobre o a ‘indústria das liminares’, que no ano passado consumiu mais de R$ 96 milhões”, observou Pedro Taques.

“Saúde se faz com seriedade, com investimentos correto e planejamento. Por enquanto, temos conseguido reduzir drasticamente os gastos”, pontuou ele. Taques já se sentou com a direção do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), Ministério Público do Estado (MPE) e Defensoria Pública.

Além disso, determinou a criação uma Comissão de Judicialização da Saúde, envolvendo representantes da Secretaria de Estado de Saúde, TJMT, MPE, Defensoria e Secretarias de Saúde de Cuiabá e Várzea Grande. Antes de judicializar, os envolvidos buscam  tentar resolver por meios normais.

A reportagem do Olhar Direto apurou com a assessoria da Secretaria de Estado de Saúde que cerca de 80% das decisões judiciais determinam a realização de cirurgias e 20% para compra de medicamentos, cadeiras de roda, home care e outros.

No ano passado, a média de gastos com ordens judicais na saúde era de R$ 9 milhões, inclusive com bloqueios de contas do Estado, realizados pela Justiça. Neste ano, de janeiro a abril, a média está inferior a R$ 4 milhões – já como resultado do diálogo de Taques com os poderes e, também, da Comissão de Judicialização, que realiza reuniões periódicas com prefeituras de Cuiabá e Várzea Grande, envolvendo MPE e Defensoria.

Os resultados das auditorias na Saúde são aguardados para breve. O secretário de Estado de Saúde, Marcos Aurélio Bertúlio, encontra-se em luto familiar.

STF indica novo relator de inquérito da Lava Jato

marco aurelio melloUm dos inquéritos abertos pelo Supremo Tribunal Federal (STF) para investigar parlamentares citados na Operação Lava Jato foi redistribuído para o ministro Marco Aurélio. Com a mudança, o inquérito contra o deputado federal Arthur Lira (PP-AL) e o senador Benedito de Lira (PP-AL) sai da relatoria do ministro Teori Zavascki.
Desde 2012, Marco Aurélio conduz uma investigação contra o deputado Artur Lira. O processo envolve a prisão de um servidor da Câmara dos Deputados, em 2012. Ele tentou embarcar de São Paulo para Brasília com uma mala de dinheiro, utilizando passagens compradas pelo deputado. O ministro Teori Zavascki continua como relator dos demais inquéritos da Operação Lava Jato no Supremo.

Policia Federal indicia 30 investigados na Operação Lava Jato

A Polícia Federal (PF) indiciou hoje (11) 30 investigados na décima primeira fase da Operação Lava jato, deflagrada mês passado, pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro,organização criminosa e fraude em licitações. Entre os acusados, estão três ex-parlamentares, que estão presos em Curitiba, na Superintendência da PF.
Em abril, a PF prendeu os ex-deputados federais André Vargas (sem partido-PR), Luiz Argôlo (SD-BA) e Pedro Corrêa (PP-PE), condenado na Ação Penal 470, o processo do mensalão. Nessa fase da operação, a Polícia Federal investiga suposto de esquema de fraudes em contratos de publicidade do ministério da Saúde e da Caixa Econômica Federal com a agência Borghi/Lowe. O ministério nega qualquer irregularidade nos contratos. A Caixa disse que abriu investigação para apurar os fatos.

STJ nega pedido de liberdade para ex-tesoureiro João Vaccari

O desembargador convocado Newton Trisotto, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou pedido de liberdade feito pela defesa do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto. O magistrado não deu seguimento ao pedido, por considerar o habeas corpus incabível processualmente.
No STJ, a defesa de Vaccari alegou que a prisão de seu cliente foi decretada, no mês passado, pelo juiz federal Sérgio Moro com base em declarações falsas do doleiro Alberto Youssef e do ex-gerente de Serviços da Petrobras Pedro Barusco, delatores do esquema de corrupção investigado na Operação Lava Jato. Segundo eles, o ex-tesoureiro do PT recebeu propina de executivos de empreiteiras investigados pela Polícia Federal. Os advogados de Vaccari afirmam que ele nunca pediu doações de origem ilícita e que todas as contribuições ocorreram de forma legal.

Mais um: TRE-PE autoriza novo partido

O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) autorizou os cartórios do estado a receberem as fichas de apoio à criação do novo partido Unidade Popular pelo Socialismo (UP). A legenda já tem 6 mil das 22 mil assinaturas que precisam ser recolhidas em Pernambuco. O grupo pretende atingir essa meta até dezembro deste ano.

A decisão do desembargador atendeu ao pedido da legenda feito por ofício e despachado pessoalmente com o desembargador pelos presidentes nacional da UP, Leonardo Péricles e da executiva estadual Thiago Santos, no dia 23 de abril por ocasião da visita de Leonardo ao estado.

Proposta amplia para 70 anos aposentadoria compulsória da Polícia Civil

A Câmara dos Deputados analisa proposta que amplia de 65 para 70 anos a idade para aposentadoria compulsória de policiais civis. Atualmente a Lei Complementar 51/85, que trata da aposentadoria desses servidores, estabelece 65 anos como idade limite.
A proposta vem da Sugestão 145/14 apresentada pela Associação dos Funcionários da Polícia Civil do Estado de São Paulo e aprovada pela Comissão de Legislação Participativa em 29 de abril.

Lava-Jato: Mensaleiro Pedro Henry entra na lista dos suspeitos


Encrencado no escândalo do Mensalão, o ex-deputado federal Pedro Henry (PP) pode ser convocado para prestar depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobrás, na Câmara dos Deputados. Segundo as informações, ele foi apontado pelo ex-diretor de abastecimento da estatal,Paulo Roberto Costa, como um dos políticos beneficiados no esquema investigado pela Operação Lava Jato.

Durante depoimento de mais de seis horas, na semana passada, Costa leu uma lista com os nomes de 52 políticos apontados pelo MPF como suspeitos. O ex-diretor da Petrobras reconheceu apenas 28 nomes - incluindo o de Henry. O ex-deputado mato-grossense era líder da bancada do PP na Câmara, quando começaram as investigações do Mensalão. Foi condenado a sete anos e dois meses de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro. Ele cumpre a pena em regime semiaberto, trabalha em um hospital e usa tornozeleira.

Governo estuda liberar R$ 40 bilhões da poupança para financiar habitação

2015-814935078-2015050870938.jpg_20150508O governo estuda alternativas para atenuar a crise na construção civil, agravada pelo atraso nos repasses da União ao programa Minha Casa Minha Vida e pela sangria de recursos da caderneta de poupança, que perdeu R$ 29 bilhões só no primeiro quadrimestre. E uma das hipóteses em debate é a liberação de parte dos recursos da poupança retidos no Banco Central (BC), os chamados depósitos compulsórios.
Hoje, 30% dos valores depositados na poupança são recolhidos ao BC. A proposta em discussão é liberar entre 10% e 15% desse montante para que os bancos possam aumentar a oferta de crédito para a habitação. Essa medida, segundo fontes do setor, poderia injetar no sistema financeiro entre R$ 30 bilhões e R$ 40 bilhões.

Vendas para o Dia das Mães caíram em relação a 2014

presente natalAs vendas do comércio para o Dia das Mães recuaram 1,2% em comparação a 2014, em todo o Brasil. É o primeiro recuo das vendas para a data desde 2008, quando o indicador foi criado. Em valores, o recuo representa uma perda de R$ 7 bilhões em relação ao ano passado.
O movimento das vendas no Dia as Mães segue a tendência de desaceleração do varejo como um todo e antecipa um ano de menor crescimento para o comércio. Diante do cenário econômico incerto, do mercado de trabalho desaquecendo e da perda de poder aquisitivo, uma retomada de confiança dos consumidores ainda parece distante para movimentar a economia e as vendas do varejo.

Advogado preso na Operação Midas entra com HC pedindo a soltura de José Riva

Flávia Borges
Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto
Advogado preso na Operação Midas entra com HC pedindo a soltura de José Riva
O advogado Álvaro Marçal Mendonça ingressou com habeas corpus junto ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) pleiteando a soltura do ex-deputado José Geraldo Riva na última sexta-feira (8) contra o Juízo da Vara Especializada de Combate ao Crime Organizado de Cuiabá. O curioso é que os advogados Rodrigo Mudrovitisch e Valber Melo, que atuam no caso de Riva desde que ele foi preso, em 21 de fevereiro, não têm conhecimento sobre o novo jurista.

O habeas corpus foi distribuído ao desembargador convocado do Tribunal de Justiça de São Paulo, Ericson Maranhão, e deve ser decidido nas próximas horas.

Envolvido na Operação Midas, Mendonça foi procurador do INSS e chegou a ser preso. Entre os envolvidos, Álvaro Mendonça teve a maior pena, 12 anos de prisão em regime fechado, por corrupção passiva, quadrilha e lavagem de dinheiro, além da perda do cargo de procurador federal.

STJ julga conflito de competência em ação por calúnia entre Taques e Riva

Flávia Borges
Foto: Divulgação
STJ julga conflito de competência em ação por calúnia entre Taques e Riva
 O Superior Tribunal de Justiça deve julgar nos próximos dias o conflito de competência interposto pela defesa do governador Pedro Taques contra o ex-deputado José Geraldo Riva, que permanece preso desde o dia 21 de fevereiro deste ano. O relator é o ministro Sebastião Reis Júnior, da Terceira Seção.

O processo foi encaminhado para parecer do Ministério Público Federal (MPF). “Certifico a abertura de vista dos presentes autos ao Ministério Público Federal, em cumprimento ao determinado pelo (a) Excelentíssimo (a) Senhor (a) Ministro (a) Relator (a), nas hipóteses que especifica por meio de Memorando/Ofício devidamente arquivado nesta Secretaria Judiciária/STJ”.

A “briga judicial” começou na campanha eleitoral ao governo estadual, em 2014, quando Riva teria afirmado em entrevistas que Taques e sua esposa, Samira, estariam envolvidos na lista de investigados no caso que ficou conhecido como operação Ararath.

Taques ingressou com uma queixa-crime com pedido de liminar no Juizado Especial contra o social-democrata por calúnia e difamação. O pedetista pede que a Justiça conceda medida restritiva que impeça que Riva relacione o pedetista e sua esposa com a operação Ararath.

Para provar que não é investigado na operação, o governador anexou à petição inicial uma certidão da Procuradoria Geral da República que afirma que não há qualquer investigação em curso com seu nome.

Há ainda outros duas certidões da Polícia Federal afirmando que não existe qualquer investigação em nome de Samira e de seu escritório de advocacia, o Gahyva & Martins Advogados.

Conforme declarações de Riva, a esposa de Taques seria investigada por fazer a defesa do Sindipetróleo. 

Ex-secretário de Estado é detido com drogas em Cuiabá

THAIZA ASSUNÇÃO

O ex-secretário-adjunto estadual de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) e suplente de vereador em Cuiabá, Valdemir Rodrigues Pascoal, de 36 anos, foi detido no final da tarde de domingo (10) portando drogas ilícitas.

A abordagem da Polícia Militar foi feita no bairro Alvorada, na Capital, na Avenida Jules Rimet, conhecida por ser um ponto de uso de drogas.

Segundo a PM, dentro do carro de Valdemir foram encontradas porções de substância análoga à cocaína e também bitucas de cigarro de maconha.

Ainda conforme a PM, o ex-secretário estava acompanhado de uma garota de 17 anos.

À polícia, Valdemir alegou que estava fazendo um trabalho social na área, conhecida como cracolândia de Cuiabá.

O ex-secretário afirmou que recolhe as drogas em troca de comida e, assim, tenta ajudar os usuários.


Valdemir foi encaminhado para a Central de Flagrantes onde prestou depoimento e foi liberado em seguida.

Marcelo Pietsch: “todo cidadão precisa entrar na luta contra a corrupção”

Marcelo Pietsch é empresário em Brasnorte
JORNAL GAZETA DO NOROESTE

“O combate à corrupção tem que começar de baixo para cima. Isto é: o cidadão precisa compreender, por exemplo, que quando ele negocia o voto com algum candidato, está se tornando tão corrupto quanto o corruptor. Quando ele paga algum tipo de propina ao guarda ou policial para obter algum tipo de vantagem, assume o papel de corruptor, e quem cede à negociata assume que é corrupto”. Essa foi a definição de corrupção dada pelo empresário brasnortense Marcelo Pietsch, em entrevista ao Jornal da Amazônia, na quarta-feira, 6 de maio.

A entrevista realizada pelo jornalista Dorjival Silva focava a questão do espesso grau de corrupção que se alastrou pelo País, conforme denúncias veiculadas pela imprensa, atingido a praticamente todos os setores da sociedade.

Para Pistsch, o Estado de Mato Grosso após a eleição do governador Pedro Taques (PDT), vem dando um bom exemplo de combate à corrupção. Primeiro criou a Secretaria Extraordinária de Transparência e Combate à Corrupção, cuja titular é a blogueira Adriana Vandoni. Depois “partiu para cima” de quem supostamente praticou algum tipo de crime contra a economia e outros setores do Estado.

“Percebo que há boa vontade e disposição das autoridades estaduais na luta pela repatriação aos cofres públicos daquilo que foi desviado criminosamente. Os corruptos têm que ir para cadeia. Mas isso só não basta. É importante que eles devolvam o que foi roubado”, observou.

Sobre a prisão do ex-deputado José Riva (PSD), apontado pelo Ministério Público Estadual como um dos maiores corruptos do Brasil, Marcelo Pietsch disse que já estava na hora do Judiciário mostrar para a sociedade que nem sempre a impunidade prevalece. “Riva foi para cadeia e acredito que outros que praticaram atos semelhantes tenham o mesmo destino”, completou.

O empresário brasnortense que também é 1º secretário municipal do Partido Democrático Brasileiro (PDT), completou a entrevista frisando que quando a corrupção é praticada, seja em qual for a esfera, quem perde e sofre é a população. “A corrupção tira o direito das pessoas viverem com mais dignidade. É por causa da corrupção que estradas estão péssimas. É por conta da corrupção que falta uma boa merenda para os estudantes. É por causa da corrupção que muitas cidades nunca evoluem, etc.”, disse.

DENUNCIE – Para acabar ou pelo menos diminuir a corrupção, todo cidadão precisa se tornar um fiscalizador. Se ele não aceita ser corrompido já é um bom começo. Mas se ele denuncia qualquer ato suspeito de corrupção que tenha conhecimento estará cumprindo o seu papel cidadão. Denúncias podem ser encaminhadas de qualquer forma aos órgãos competentes. Tribunal de Contas da União para assuntos que envolvem recursos federais. Tribunal de Contas do Estado para assuntos que envolvem recursos dos cofres do Estado. É bom lembrar que em todas as situações o Ministério Público Estadual deve ser informado. Este órgão tem provado ser um dos maiores parceiros da sociedade nos últimos tempos. 

Brasnorte: lixão é uma vergonha para o município

Gazeta do Noroeste

Um lixão a céu aberto está se formando na Rua Juruena, bairro central da cidade de Brasnorte. E como se não bastasse o fato de o amontoado de dejetos está crescendo a poucos metros de uma fonte de água natural, se localiza ainda praticamente em frente à construção da mais importante unidade educacional do município: a Escola Atrativa Modelo. Uma cena que choca a todos, já que além dos resíduos e dos possíveis crimes de ordem ambiental e social, o mau cheiro está se tornando insuportável advindo de animais mortos que ali estão sendo jogados.

Convidada por moradores da localidade para conhecer de perto a realidade do lixão, a reportagem do Jornal Gazeta do Noroeste MT foi até ao local na última terça-feira, dia 05. E constatou a veracidade da denúncia.

No lixão, foram vistos além dos problemas mencionados o que há de maior desprezo à preservação do meio ambiente e o zelo pela vida da comunidade. Ratos, moscas, baratas, aranhas, dentre outros animais que circulam no local, foram vistos pela reportagem. Há também grande acúmulo de garrafas PET proporcionando espaços adequados para criadouros e propagação do mosquito da dengue e outras endemias.

Indagadas pela reportagem, sobre a responsabilidade da formação do lixão, todas as pessoas informaram que têm visto carros de todos os tamanhos descartando dejetos ali. “Já vi caçambas, caminhões, carros de frete e de vários outros modelos e tamanhos deixando lixo e animais mortos ai a toda hora do dia”, comentou um popular que quer ficar no anonimato.

Uma moradora da localidade, que também prefere não ser identificada, disse que seu temor é que alguém coloque fogo no lixão. Ela teme pelo comprometimento da saúde das crianças e idosos que residem em toda área central da cidade. “Se com toda essa situação ainda tivermos que conviver com a fumaça, não sei o que iremos fazer”, comentou a dona de casa.

GRAVIDADE - Uma pesquisa realizada na internet pela reportagem, descobriu que “depósitos como esse que está se formando na área central da cidade causam poluição do solo, das águas que a população bebe e do ar. E ainda temos o agravante das queimadas espontâneas que geram poluição que não atinge apenas o setor onde está o lixão, mas a quilômetros em volta, ou até mais, já que as águas e o ar movimentam-se”.

Nessa linha de raciocínio é completamente previsível que o solo do lixão já esteja contaminado, com problemas para os lençóis freáticos, lençóis esses que alimentam rios que também são contaminados.

MINISTÉRIO PÚBLICO - Sobre o assunto, a reportagem ouviu uma autoridade legislativa do município, o vereador Genival Almeida (PR). Indignado com a situação, ele comentou que nos próximos dias estará protocolando denúncia no Ministério Público Estadual, e ao mesmo tempo solicitando que uma ação seja movida contra todos os responsáveis por tamanha agressão contra a natureza e a comunidade. 

Sem acordo, estudantes poderão pagar parte da mensalidade fora do Fies

Embora o Ministério da Educação (MEC) tenha se comprometido a realizar todos asrenovações do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), as instituições de ensino privadas dizem que a situação ainda não está resolvida: os estudantes correm o risco de ter de pagar parte da mensalidade fora do financiamento. O MEC nega.
O MEC comprometeu-se a financiar integralmente as mensalidades que tiveram um reajuste de até 6,41% em relação ao valor cobrado no ano passado. Os alunos que estão renovando os contratos com reajustes acima desse teto estão recebendo aviso de que a instituição ainda terá de explicar o reajuste ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), que gerencia o Fies.

Sem partido e sem mandato, Marina Silva se aproxima de FHC

Sem partido, sem mandato e distante de Lula, aquele que, por muitos anos, foi sua principal referência na política, a ex-senadora Marina Silva, 57 anos, tem se aproximado do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Em entrevista, ela confirmou que conversou com o tucano sobre a crise política e econômica do país “duas ou três vezes” neste ano.
Já com Lula, seu último contato foi durante o tratamento contra o câncer a que o ex-presidente se submeteu entre 2011 e 2012. Marina encerrou a campanha eleitoral do ano passado com queixas à estratégia de ataques adotada pelo PT para desconstruir sua candidatura. No segundo turno, declarou apoio a Aécio Neves (PSDB-MG) contra Dilma Rousseff (PT).
A ex-senadora afirmou que os contatos com Fernando Henrique não visam a alianças políticas futuras. “Temos conversado sobre o momento, quais as melhores maneiras de caminhar com a responsabilidade que o país exige, sem a ansiedade de instrumentalizar a crise em benefício próprio ou com agendas ocultas eleitorais”, disse Marina a’O Globo.

Em Brasnorte articulações políticas estão à todo vapor

Mauro tem a expediência de 2 mandatos como prefeito de Brasnorte
Estão à todo vapor as articulações políticas em torno da disputa pela Prefeitura de Brasnorte para as eleições do próximo ano.
Nos bastidores vários nomes já estão sendo postos para enfrentar a disputa que promete ser acirrada.
Entre os vários nomes está o do  ex-prefeito Mauro Rui que vai entrar na briga contra o atual chefe do executivo estadual Tarciso Aguiar que deverá naturalmente disputar a reeleição.

Em 12 meses, conta de luz do brasileiro sobe quase 60%

luz-apagadaPelo andar da carruagem devemos voltar ao tempo da lamparina ou à luz de velas, já que o aumento de preço da energia elétrica responde por um quarto (24,56%) da alta de 4,56% da inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em 2015, segundo dados divulgados pelo IBGE.
Quando se considera o IPCA acumulado em 12 meses, de 8,17%, a energia representou um quinto (19,33%) da alta. Entre janeiro e abril, os preços de energia subiram 38,12%. Em 12 meses, a alta acumulada é de 59,93%. “A energia elétrica foi a principal influência para a inflação no ano”, explicou a coordenadora de Índices de Preços do IBGE, Eulina Nunes dos Santos.

Políticos “engolem sapo” sobre a fusão entre PSB e PPS

images (2)Embora alguns políticos não tenham engolido a fusão do PSB com PPS, já é fato consumado e deverá ser formalizado até junho como já relatei aqui no blogue.
Alguns líderes já adiantaram que quem não estiver satisfeito poderá procurar outro rumo.
Será que sairão ou engolirão o “sapo”?
Vamos conferir!

PROBLEMA SOCIAL: Cresce o número de viciados nas ruas de Cuiaba

JOANICE DE DEUS

Imagem ilustrativa
Devido à ausência de uma política pública que se mostre eficaz para enfrentar o desafio, moradores de rua se espalham pelos mais diversos cantos de Cuiabá. Aos olhos da população o número de indivíduos que vivem ao relento e ocupam espaços públicos movimentados da cidade, onde pedem esmolas ou doações e consomem álcool e outras drogas, é cada vez maior. Já dados da Prefeitura Municipal estimam em 450 indivíduos. Porém, o levantamento é de 2014.

Um exemplo é a Avenida Historiador Rubens de Mendonça (CPA), conhecida por sua variedade de bares e restaurantes, com expressiva vida noturna e ampla rede de empresas, bancos e hotéis. Hoje, a avenida é um dos redutos das pessoas que perambulam diuturnamente pelas ruas da cidade.

Quem transita pelas calçadas da Rubens de Mendonça precisa tomar cuidado para não pisar em um deles ou sobre as “camas” de papelão esparramadas pelo chão. Por lá, no início da manhã da última quarta-feira, por exemplo, indivíduos dormiam em ao menos três pontos distintos da avenida. Em um desses locais, outros dois pedintes abordavam motoristas e clientes que entravam e saiam de uma padaria.

O problema revolta os comerciantes e empresários da região. “Dizer o quê? A situação é essa que você está vendo e a gente não pode fala nada para eles que é ameaçado. Os clientes nem saem do carro e já são abordados e ainda há aqueles que tomam as dores dizendo que a culpa não é deles”, lamentou a empresária Deuzuita Ribeiro.

Em frente às fachadas dos estabelecimentos, os transtornos causados pelos “inquilinos" indesejados vão desde o mau cheiro, a falta de higiene a problemas de segurança e de consumo de drogas. “Já arrombaram aqui diversas vezes. Na última (há um mês), o alarme disparou e desistiram”, contou. “São vários e tem aumentado, sim. Você vê muita gente nova, mas os antigos continuam”, acrescentou. Muitos ainda promovem brigas entre si, tomam banho ou satisfazem suas necessidades no local.

O aumento também é constatado por Marilza Monteiro, voluntária da Pastoral de Rua, projeto desenvolvido pela comunidade católica que leva evangelização, acolhimento e faz encaminhamento para assistência social, tratamento de saúde ou recuperação dessas pessoas. “Realmente, temos percebido muita gente nova na rua. Percebemos isso porque nos familiarizamos com o rosto deles e temos verificado muita gente diferente, que veio em busca de uma vida nova e de trabalho, mas não conseguem”, frisou.

Preocupada com essa situação, Monteiro informou que a coordenação da Pastoral pretendia ainda nesta ultima semana procurar a Secretaria Municipal de Assistência Social para tratar do assunto. “A gente quer ver se existe um levantamento recente de quantos são até por que os albergues estão mais lotados. Esses dias procuramos uma vaga e não achamos”, comentou.


Na capital, a população de rua perambula e se abriga em outras ruas, viadutos e praças, como a 8 de Abril (Choppão), a João Bueno e Luis Albuquerque, ambas no Porto, Beco do Candeeiro, no Centro Histórico, além de se concentrar em cracolândias, como a que fica na Rua Tereza Lobo, no bairro Consil. A Luis Albuquerque, por exemplo, é um dos locais escolhidos por um grupo formado por 15 a 20 homens e mulheres. Lá, eles dividem os bancos e o coreto, comem, dormem e consomem álcool e outras drogas.

Mulheres comandam 40% dos lares brasileiros

mulher-trabalhandoO Brasil assiste hoje a um notável crescimento profissional da mulher brasileira, seja por meio do próprio negócio ou de uma atividade com carteira assinada. As políticas públicas para a geração de novos postos formais de trabalho, aliadas a ações de inclusão social e investimentos na educação, ajudaram a reposicionar a mulher no mercado, mudando seu papel familiar. O aumento da participação feminina na economia nacional vem corrigindo distorções históricas como as desigualdades salariais entre os gêneros.
Dados do último censo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), de 2010, revelam que cerca de 40,9% das mulheres contribuem para a renda das famílias do país. No campo, o índice chega a 42,4%, 51% dos quais no Nordeste. Indicadores que refletem a inclusão produtiva promovida pelo governo federa. Ainda de acordo com o IBGE, que elaborou o estudo Estatísticas de Gênero, em 2000, as mulheres chefiavam 24,9% dos 44,8 milhões de domicílios particulares. Em 2010, 38,7% dos 57,3 milhões de domicílios registrados já eram comandados por mulheres.

O presente da presidente Dilma no Dia das Mães

dilma_inflacao

PMDB acha que Mercadante sabota Michel Temer

Deu no Cláudio Humberto:
claudio humberto novo
Parlamentares do PMDB ligados ao vice-presidente Michel Temer reclamam do ministro Aloizio Mercadante (Casa Civil), que estaria “sabotando o trabalho” de Temer na articulação política. Nomeado por Dilma “articulador-geral” do governo após o desempenho vexatório de Pepe Vargas nas Relações Institucionais, Temer é considerado a última esperança do governo para costurar apoio político no Congresso

Barganha com parlamentares deve crescer em votações na Câmara

berzoini_
A aprovação por margem apertada na Câmara dos Deputados da Medida Provisória 665 indica que a gestão da presidente Dilma Rousseff irá fazer negociações pontuais dos projetos do ajuste, o que amplia o risco de derrota e aumenta o balcão da barganha com deputados e senadores. A MP, que restringe o acesso a benefícios trabalhistas e integra o ajuste fiscal da petista, foi aprovada na quarta-feira passada.
“Cada votação será uma votação. Não dá para formar um tamanho de base fixo. Há situações que mexem com determinados setores e dificultam os votos. Mas a nossa base, ela se aproxima da soma dos deputados dos partidos da base com uma margem de erro de 10% a 15%”, disse o ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini à Agência Estado.