23 de maio de 2015

Mato Grosso ocupa 5ª posição no ranking de mortes por acidente de motocicletas

A cada ano, cerca de 45 mil pessoas perdem suas vidas em acidentes de trânsito no Brasil. A violência envolvendo particularmente motociclistas está se tornando uma epidemia no país. O Mato Grosso ocupa a 5ª posição no ranking de mortes por acidentes de motocicleta, com taxa de mortalidade de 11,9 para cada 100 mil habitantes. Entre 2002 e 2012, este número cresceu 127,9%. No Brasil, o índice é de 6,3 mortes por 100 mil habitantes. Dados preliminares do Ministério da Saúde apontam que, em 2013, os acidentes com motos resultaram em 12.040 mortes, o que corresponde a 28% dos mortos no transporte terrestre. No Mato Grosso, foram 419 mortes em 2013.

Nos últimos seis anos, as internações hospitalares no Sistema Único de Saúde (SUS) envolvendo motociclistas tiveram um crescimento de 115% e o custo com o atendimento a esses pacientes de 170,8%. No Mato Grosso, foram 2.960 internações em 2014, representando um gasto de R$ 3 milhões.

Diante desse cenário, o Ministério da Saúde está propondo uma série de ações intersetoriais, que deverão envolver outras esferas do Governo Federal, governos estaduais e municipais, para promoção de uma política específica de prevenção aos acidentes com motos. Nesta semana, o ministro da Saúde, Arthur Chioro, apresentou algumas das iniciativas em discussão durante a 68ª Assembleia Mundial da Saúde, em Genebra.

“Não dá mais para não agir na dimensão preventiva dos acidentes com motos. É preciso propor novas medidas e elevar essa discussão a um problema de saúde pública. Algumas propostas em estudo são a obrigatoriedade de apresentação da habilitação no momento da compra da moto, por exemplo, e a possibilidade de financiamento do capacete como um EPI (Equipamento de Proteção Individual), possibilitando a venda do item de segurança junto do veículo”, exemplificou o ministro da Saúde, Arthur Chioro.

Em novembro, o Brasil sediará o 2º Road Safety, Conferência Global de Alto Nível sobre Segurança no Trânsito, com o objetivo de repactuar metas e traçar novas estratégias do governo e da sociedade para garantir a segurança da população e salvar milhões de vidas. “Uma constatação que observamos no Brasil, e que já vimos em outros lugares do mundo, é a redução do número de atropelamentos e acidentes de carro e o aumento de acidentes de motos. A moto está substituindo a bicicleta e o cavalo e também vem sendo utilizada como um instrumento de trabalho”, observou o ministro.

NÚMEROS – Segundo o Sistema de Informações sobre Mortalidade do Ministério da Saúde, o Brasil registrou 4.292 mortes de motociclistas em 2003, número 280% menor do que o registrado 10 anos depois (12.040). Parte do aumento de acidentes envolvendo motos se deve ao crescimento vertiginoso da frota no país. Entre 2003 e 2013, o número de motocicletas aumentou 247,1%, enquanto a população teve um crescimento de 11%.

De 2008 a 2013, o número de internações devido a acidentes de transporte terrestre aumentou 72,4%. Considerando apenas os acidentes envolvendo motociclistas, o índice chega a 115%. Em 2013, o SUS registrou 170.805 internações por acidentes de trânsito e R$ 231 milhões foram gastos no atendimento às vitimas. Desse total, 88.682 foram decorrentes de motos, o que gerou um custo ao SUS de R$ 114 milhões – crescimento de 170,8% em relação a 2008. Esse valor não inclui custos com reabilitação, medicação e o impacto em outras áreas da saúde.
PERFIL DAS VÍTIMAS – Segundo Sistema de Vigilância de Violências e Acidentes (VIVA 2011), que traça o perfil das vítimas de violências e acidentes atendidas em serviços de urgência e emergência do Sistema Único de Saúde em capitais brasileiras, 78,76% das vítimas de acidente de transporte terrestre envolvendo motociclista são homens, na faixa etária de 20 a 39 anos. Entre os motociclistas ouvidos, 19,6% informaram o uso de bebida alcoólica antes do acidente e 19,7% estavam sem capacete.

“Os acidentes pegam uma faixa etária delicada da população. Para um país que está envelhecendo, essas pessoas impactam muito, já que estão em sua idade produtiva. Esses acidentes interferem no sistema de saúde, na previdência, no trabalho e, principalmente, na vida pessoal do indivíduo”, lembrou o ministro.

Em 2010, o Ministério da Saúde implantou o Projeto Vida no Trânsito com o objetivo de reduzir os casos de mortes e feridos em decorrência de acidentes no trânsito. Entre as ações do projeto está a realização de campanhas educativas e a qualificação dos sistemas de informação sobre acidentes, feridos e vítimas fatais.

Com o banco de dados atualizado, os gestores de saúde podem identificar os fatores de risco e as vítimas mais vulneráveis nos respectivos municípios, assim como os locais onde o risco de acidente é maior. Desde a implantação do projeto, já foram liberados cerca de R$ 41,3 milhões para as atividades. Em 2012, o Ministério autorizou o repasse de R$ 12,8 milhões e, em 2013, foram repassados R$ 13,5 milhões para as capitais dos 26 estados e o Distrito Federal.

Carro dirigido por menor capota e Miss morre em Mato Grosso

A adolescente Tabata Dickel, 14 anos, morreu em um acidente na BR-364, próximo ao município de Jaciara (144 km de Cuiabá), na noite desta sexta-feira (22). Conforme a Polícia Militar, o veículo em que a jovem estava era conduzido pelo namorado dela, um menor de 16 anos, que junto com outros dois adolescentes foram internados em um hospital de Rondonópolis.

Reprodução
miss, jaciara

O acidente aconteceu por volta das 22h, no quilômetro 267. Conforme o que foi apurado pela PM, o veículo Fiesta Sedan perdeu o controle e tombou várias vezes as margens da rodovia. 

Uma ambulância esteve no local e confirmou a morte da adolescente. Já os ocupantes identificados apenas como “Matheus”, “Kawany”, “André” e “Isabely” foram encaminhados para o hospital de Rondonópolis.

O veículo totalmente destruído permaneceu as margens da rodovia até a manhã deste sábado e foi recolhido por um guincho. As causas do acidente serão apuradas e os pais do menor condutor serão interrogados pela Polícia Civil.

Tabata Dickel era conhecida na cidade de Jaciara. Em 2009, ela foi eleita MIss Jaciara Mirim e sempre participa de concursos de beleza na região. 

Por: FOLHAMAX

Deu no "Diário": Riva e Eder correriam riscos na prisão


Na edição deste sábado (23), o Diário de Cuiabá informa que, nos últimos dias, teriam surgido rumores de que o ex-deputado estadual José Riva (PSD) e o ex-secretário de Fazenda, Eder Moraes, estariam correndo riscosquanto à integridade física. Segundo o jornal, a suposta ameaça aos dois políticos teria sido detectada pelo Serviço de inteligência da Secretaria de Segurança Pública e da Polícia Federal.

"Segundo o disse me disse, o fato teria feito com que agentes penitenciários federais passassem a fazer a segurança dos dois no Centro de Custódia de Cuiabá", afirma o jornal. O secretário de Justiça e Direitos Humanos, Márcio Dorileo, no entanto, informou ao DC que desconhece o assunto. Riva está preso há 92 dias, depois que o Gaeco deflagrou a Operação Imperador. Eder Moraes foi preso após a 7ª fase da Operação Ararath, da Polícia Federal

Um político safado não deve ser tratado de Vossa Excelência

discurso_merda
Um professor dedicado, que ensina com amor e respira a educação 24 horas por dia, deveria sim, sem formalidade alguma, ser chamado de Vossa Excelência. A classe política, um político safado, não merecia ser tratado nem de Vossa Senhoria.
E morreu Maria Preá.

WhatsApp: evite que as fotos abertas no app fiquem visíveis no celular

O usuário de WhatsApp tanto no iOS, quanto no Android, pode evitar que fotos visualizadas em uma conversa estejam acessíveis na galeria do celular. A dica é útil para quem recebe muitas fotos de grupos ou contatos pelo mensageiro e não quer se comprometer. No Android, as imagens continuarão sendo salvas, porém não aparecerão em pasta na galeria. Já no iOS, ensinaremos como não salvar as imagens no rolo de imagens do iPhone. Veja como ter mais privacidade no WhatsApp neste tutorial.
wat app

Líder de quadrilha que fez mais de 50 roubos em fazendas é preso em MT

Um homem de 34 anos, apontado pela Polícia Civil como líder de uma quadrilha que assaltava propriedades rurais, foi preso em Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá. De acordo com a Polícia Civil, ele estava detido desde dia 11, no entanto, usava documentos falsos e ainda não tinha sido identificado pelos policiais. Nesta sexta-feira (22) a polícia confirmou a identidade do suspeito. Ele liderava um grupo que cometeu mais de 50 assaltos em Minas Gerais e Goiás.

"Eles chegam às propriedades rendendo as pessoas para subtrair maquinários agrícolas e caminhões, os quais são levados para a Bolívia e Paraguai, recebendo em pagamento drogas do tipo maconha e cocaína", explicou o delegado Wilyney Santana Borges. De acordo com Borges, a quadrilha usava Mato Grosso como rota para levar os veículos até a Bolívia.

Segundo a polícia, o investigado estava com quatro mandados de prisão decretados, sendo pelos crimes de roubo, homicídio e formação de quadrilha. O grupo também teria cometido assaltos no Tocantins e no Pará.


Quando foi preso o suspeito estava com um caminhão que havia sido roubado pela sua quadrilha no dia 10 de maio, da cidade de Leopoldo Bulhões, em Goiás. Conforme o delegado, o suspeito é um dos líderes de seu grupo criminoso, especializado em roubos a propriedades rurais cometidos pela quadrilha sempre fortemente armada.

Reginaldo da Silva, 33 anos, ficou gravemente ferido ao chocar sua moto com carro em estrada rural

A colisão aconteceu no final da tarde desta sexta-feira (22), na estrada que da acesso à serrinha que liga Tangará a Nova Olímpia, próximo ao Vale do Sol, envolvendo a motocicleta placa NJD-5849 e o veículo placas GZT-6946, ambos de Tangará da Serra.
O condutor da motocicleta Reginaldo da Silva, 33 anos, ficou gravemente ferido. Segundo o condutor socorrista do SAMU, Dione André, no primeiro momento ele não respondeu aos estímulos de avaliação, sendo então imobilizado e colocado na ambulância. “Solicitamos então o apoio da avançada e o conduzimos ao hospital. Durante o percurso até o hospital ele apresentou alguns sinais de melhora e respondeu aos estímulos”, disse ele.
Segundo o socorrista, a vítima apresentava fratura exposta em um membro inferior, além de outras fraturas pelo corpo e muitas escoriações. “Pela gravidade da colisão, os ferimentos poderiam ser ainda maiores, mesmo assim, houve bastante escoriações pelo corpo e perda bem grande de sangue”, destacou Dione.
Fonte: Marlenne Maria com Gilvan Melo

Brasil sem jeito: projeto garante aposentadoria de prostitutas com 25 anos de ‘serviço’

Prostituição
Ah! Brasil sem jeito… o deputado federal Jean Willys defende a legalização da prostituição e defende a aposentadoria para as “profissionais do sexo” aos 25 anos de ‘serviços prestados’, através do PL 4211/2012 de sua autoria. Essas profissionais seriam privilegiadas em relação aos demais brasileiros, já que segundo os moldes atuais da Previdência Social, as mulheres têm direito a se aposentar aos 30 anos de contribuição e os homens aos 35.
A alegação do projeto para a aposentadoria prematura é que seu trabalho às expõe a condições especiais que prejudicam a saúde ou a integridade física, conforme a justificativa apresentada, baseada no artigo 57 da Lei 8213/1991. O projeto legaliza as casas de prostituição e até a cooperativa formada entre “profissionais”.

Uniforme novo para o José Dirceu?

Temer tenta segurar PDT no governo com cargos

temer reforma
Em reunião com pedetistas, o vice-presidente Michel Temer garantiu que Manoel Dias continuará à frente do Ministério do Trabalho. Ele informou que foram “superadas as arestas” causadas pela posição do PDT contra as medidas provisórias do ajuste fiscal, que arrocha direitos trabalhistas. Temer, que é único e último articulador do governo, tentou acalmar o ânimos com a lorota de que que Dilma “nunca cogitou” retirar o ministério do PDT. Muitos deputados não acreditaram na conversa.
SEMPRE ELE
Deputados pedetistas e de outros partidos aliados do governo atribuem ao ministro Aloizio Mercadante (Casa Civil) a posição contra as MPs.
MAIS RECURSOS
Temer prometeu adiar o prazo para que os municípios executem emendas. A liberação de recursos acontecerá ainda em maio, disse.

Projeto atribui responsabilidade civil por erros dos cartórios

2002_01_CarimboA Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 235/15, da deputada Erika Kokay (PT-DF), que prevê a responsabilização civil de donos de cartórios (notários e oficiais de registro) por danos causados por eles ou substitutos.
A proposta, que altera a Lei dos Cartórios (8.935/94), foi aprovada em caráter conclusivo e seguirá para votação no Senado. Com a medida, o Poder Executivo (municipal, estadual ou federal), que é responsável por delegar ao cartório a realização de serviços públicos (como reconhecer firma), não poderá ser alvo de ação por dano causado pelo dono do cartório.
A responsabilidade civil do dono de cartório por dano cometido por algum funcionário que esteja como substituto dependerá da comprovação de dolo ou culpa por parte da vítima, a chamada responsabilidade subjetiva. Erika Kokay afirma que existem interpretações divergentes sobre a lei atual sobre se a responsabilidade seria subjetiva ou objetiva.

Mulheres querem sexo no fim da noite, enquanto homens preferem as manhãs

sexo casalUma pesquisa promovida pela marca de brinquedos eróticos Lovehoney revelou que homens e mulheres discordam em relação ao melhor horário para fazer sexo. De acordo com o estudo, as mulheres sentem maior desejo sexual às 23h21. Já os homens sentem vontade equivalente 15 horas antes, às 7h54. As informações são do “Daily Mail”.
Em geral, os homens demonstraram ter mais desejo pela manhã, no período entre 6h e 9h. O dado é um problema para os casais heterossexuais, já que apenas 11% das mulheres afirmaram o mesmo. Para elas, a libido está no auge entre 23h e 2h, no começo da madrugada. Porém, por volta desse horário, somente 16% dos homens se sentem dispostos a manter relações sexuais. O horário que mais agradaria ambos os sexos é entre 11h e 14h, no meio da jornada de trabalho.
Realizada no Reino Unido, a pesquisa ouviu 2,3 mil pessoas. Ainda segundo o estudo, 68% das mulheres e 63% dos homens disseram já ter se relacionado com pessoas cuja libido sexual era diferente da deles. Mesmo assim, homens e mulheres tendem a se casar com parceiros que tenham uma libido similar a deles.

Ministérios das Cidades, Saúde e Educação lideram cortes no Orçamento

Os ministérios das Cidades, da Saúde e da Educação lideraram os cortes no Orçamento Geral da União de 2015, de acordo com anúncio feito há pouco pelo Ministério do Planejamento. Juntas, as três pastas concentraram 54,9% do contingenciamento (bloqueio) de R$ 69,946 bilhões de verbas da União.
No Ministério das Cidades, o corte chegou a R$ 17,232 bilhões. Na Saúde, o bloqueio atingiu R$ 11,774 bilhões. Na Educação, o contingenciamento totalizou R$ 9,423 bilhões. Em seguida, vêm os ministérios dos Transportes (R$ 5,735 bilhões) e da Defesa (R$ 5,617 bilhões).

Novidade! Tomar café aumenta o tesão para os homens

na cama
Um estudo da Universidade do Texas descobriu que uma certa quantidade de cafeína ingerida pelos homens todos os dias reduzia a probabilidade de disfunção erétil e, consequentemente, melhorava o desempenho sexual.
O estudo, divulgado na publicação científica PLOS, foi feito com mais de 3,7 mil homens de mais de 20 anos e constatou que os que bebiam de dois a três cafés (85 a 170 miligramas de cafeína) por dia reduziam o risco de terem impotência sexual.
O estudo constatou que 42% dos que bebiam essa quantidade de café diariamente eram menos propícios a relatar problemas de disfunção erétil que os que não bebiam.

Comércio comemora veto que aumenta o limite do empréstimo consignado

comO comércio varejista considerou “prudente” o veto dado pelo Governo Federal à proposta que aumenta o limite de crédito consignado de 30% para 40% sobre renda do trabalhador brasileiro.
Apesar de sancionada na sexta-feira (22), a Lei 13.126 recebeu vetos parciais nos trechos que concediam o aumento do teto do consignado, o que gerou elogios da CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas), entidade que agrega aproximadamente 500 mil empresários em todo o país.

Brasileiros acima de 60 anos querem “ficar conectados”

idosos-computador-grande2Pesquisa revela que acesso de população da terceira idade à internet cresce de forma estável e busca agora é por acompanhar evolução do cenário digital
Os brasileiros com mais de 60 anos já se sentem integrados ao ambiente digital e buscam aperfeiçoar a sua presença na internet: aprender a usar redes sociais e compartilhar experiências. A conclusão é parte de um estudo conduzido por Ipsos Connect e realizado em 13 mercados nacionais com base em seis vetores: desk research, análise acadêmica, etnografia, netnografia, entrevistas e entrevistas em profundidade.
O acesso à internet dos brasileiros acima de 60 anos cresceu 15% entre os anos de 2000 e 2015. Para eles a internet tem quatro significados prioritários: comunicação, lazer, ocupação e entretenimento. O estudo conduzido por Ipsos Connect – unidade de negócios que coordena os serviços voltados para a área de Comunicação de Marca, Propaganda e Mídia da Ipsos – permite analisar o perfil do usuário de terceira idade na internet assim como fatores que o atraem ou que o afastam, a partir de suas escolhas de consumo.

Enem abre inscrições na próxima segunda-feira

enemSerão abertas nesta segunda-feira, 25, estendendo-se até o dia 5 de junho, as inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2015. Este ano, o exame traz mudanças como a proibição de participantes menores de 18 anos que concluirão o ensino médio após o ano de 2015 utilizarem os resultados individuais das provas para entrarem mais cedo no ensino superior, o que gerou discussões em todo o país.
Esta semana, o Ministério da Educação e Cultura (MEC) informou que a alteração foi motivada pelo grande número de alunos que recorreram na Justiça para poderem se matricular em Universidades mesmo sem ter concluído o ensino médio, pois obtiveram nota suficiente no Enem. O caso mais notável no país vem do estado de Sergipe, onde um estudante de 14 anos conseguiu, nos tribunais, entrar no curso de Medicina, mesmo cursando apenas o 1º ano do ensino médio.