13 de junho de 2015

Milton Nascimento se despede do grande parceiro em seus maiores sucessos

Foi enterrado na tarde deste sábado (13), no Cemitério do Bonfim, em Belo Horizonte, o corpo do músico Fernando Brant. Um dos fundadores do Clube da Esquina, o jornalista, compositor e escritor morreu aos 68 anos por complicações após o segundo transplante de fígado. No enterro, família, amigos e fãs prestaram homenagens a Brant. Eles cantaram alguns dos maiores sucessos do compositor, como “Travessia” e “Canção da América”. Palmas também marcaram a última despedida.
Ao lado do jazigo estava Milton Nascimento, um dos maiores parceiros musicais de Fernando. “Minha vida não seria tão linda sem a presença dele”, falou Milton durante o velório do amigo. “Acho que a gente não deixou nada para falar um para o outro. O Fernando é uma das pessoas mais maravilhosas que eu conheci neste mundo”, falou com emoção. “A lembrança que eu tenho do Fernando é a lembrança de toda a minha vida”, disse Bituca.
“Fernando é uma pessoa que sempre gostou da vida”, resumiu o irmão de Fernando Brant, Moacir Brant, ao chegar ao velório do músico mineiro, na manhã deste sábado (13). O corpo do parceiro mais importante de Milton Nascimento foi velado no saguão do Palácio das Artes, uma das casas de espetáculos mais conhecidas da capital mineira.
No vídeo abaixo Milton Nascimento canta um dos seus maiores sucessos ao lado de Brant, Canção da América:

STF discute ensino religioso nas escolas públicas na segunda-feira (15)

feO Supremo Tribunal Federal (STF) convocou audiência pública, na segunda-feira (15), com o propósito de debater o ensino religioso nas escolas públicas. A audiência foi convocada pelo ministro Roberto Barroso, relator da ação direta de inconstitucionalidade (Adin), na qual a Procuradoria-Geral da República pede que a Corte reconheça que o ensino religioso é de natureza não confessional, com a proibição de admissão de professores que atuem como “representantes de confissões religiosas”.
Ao solicitar a participação por e-mail, deve constar a qualificação da entidade ou especialista, currículo resumido e um sumário das posições que serão defendidas no evento. Os critérios de seleção dos participantes serão de acordo com a representatividade da entidade religiosa, qualificação do expositor e distribuição de pluralidade. A Procuradoria-Geral da República ainda defende a tese de que a única forma de compatibilizar o caráter laico do Estado brasileiro com o ensino religioso nas escolas públicas consiste na adoção de modelo não confessional.

Imóvel à venda em Brasnorte - MT


13 de junho: Entenda por que Santo Antônio é considerado casamenteiro

santo-antonioQuem nunca ouviu dizer que Santo Antônio é capaz de “arranjar” casamentos? Histórias e mitos em torno do que teria feito esse santo em prol dos casais são muitos, mas a verdade é que existe, há muitos anos, uma devoção popular pelo religioso, em especial como intercessor dos solteiros que buscam a felicidade no casamento. Nascido em Lisboa por volta do ano de 1195, o santo sempre teve um ímpeto por evangelizar famílias com as verdades sobre o amor trazidas pelo evangelho e, não à toa, recebeu da igreja o título oficial de Padroeiro das Famílias.
Mas um fato específico desencadeou a crença de que o santo era capaz de tornar realidade o sonho de se casar. Uma jovem muito pobre pediu a bênção do então Frei Antônio porque não conseguia realizar o casamento devido a baixa condição financeira. Sua família não teria dinheiro para pagar o dote, as vestimentas para a cerimônia e o enxoval. O frei abençoou a moça e pediu que confiasse, pois receberia as doações e a solidariedade necessária para a realização do casamento. Passados alguns dias, a mulher recebeu em casa tudo aquilo que precisava e conseguiu se casar.
Esse fato fez com que percorresse pelo mundo inteiro a ideia de que Santo Antônio “arranjava” casamentos. Entretanto, o mais curioso é que as pessoas passaram a negociar com o religioso e quando não conseguem um companheiro ou companheira, o “castigam” de diversas formas. É o que diz o Frei Luiz Turra, da paróquia Santo Antônio: “Muita gente inventa crenças. Onde já se viu mergulhar o santo de cabeça para baixo e dentro d’água para conseguir um marido?”, completou.

Dia dos Namorados na era digital…


‘Desafio do Umbigo’ é nova besteira que assola as redes sociais

umbigo
A mais recente mania da internet originou-se na China e consiste em passar um braço por trás das costas e tocar o umbigo, tirando uma selfie para documentar a façanha. Naturalmente, apenas pessoas sem barriga logram êxito. Quem tentar e fracassar deve saber que o insucesso pode não se dever exclusivamente a uma cintura pouco fina, mas também pode ser causado por pouca flexibilidade dos membros superiores ou por possuir braço demasiadamente curto.

Confusão entre PT e PSDB trava acordo sobre maioridade

A negociação entre PT e PSDB para aprovar proposta alternativa à redução da maioridade penal foi interrompida. Os petistas estão enfurecidos com o tucano Antônio Imbassahy (BA), que concluiu a aprovação de 140 requerimentos na CPI da Petrobras, entre eles a convocação do presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, e a quebra do sigilo fiscal, telefônico e bancário do ex-ministro José Dirceu.

FBI e PF no rastro de ex-presidente do Banco do Brasil

Demitido do Banco do Brasil em 2011 e um dos presos pela Polícia Federal na Operação Porto Victoria anteontem, o ex-vice-presidente do Banco do Brasil Allan Toledo está numa enrascada. Fontes da polícia indicam que ele é o principal alvo do Departamento de Justiça dos Estados Unidos que monitorou a quadrilha que lavou quase US$ 1 bilhão numa conexão Caracas-São Paulo-Hong Kong.
Executivo do Banco Banif, Toledo estaria ‘lavando’ dinheiro do narcotráfico. A operação é cooperação da PF com o FBI, e Toledo ainda corre risco de ser extraditado caso a Justiça americana encontre mais provas e decida também processá-lo nos EUA. Segundo a PF, os investigados responderão por evasão de divisas, lavagem de dinheiro, gestão fraudulenta de instituição financeira e organização criminosa.

Jô Soares: O puxador de saco de Dilma Rousseff

images-cms-image-000435156
O apresentador Jô Soares foi um verdadeiro “puxador de saco” durante a entrevista no seu programa na Rede Globo com a presidente Dilma Roussef. Escancarou sua tendência ao tecer generosos elogios a Dilma e ao seu governo podre. Vai levar outro castigo da Globo. Deverá mudar de horário. Para outro pior. As redes sociais desceram o pau no Jô.

Redes sociais deram voz a “legião de imbecis”, diz escritor filósofo

marketing_politico_campanha_internet_redes_sociais__f5d0424516Critico do papel das novas tecnologias no processo de disseminação de informação, o escritor e filólogo italiano Umberto Eco afirmou que as redes sociais dão o direito à palavra a uma “legião de imbecis” que antes falavam apenas “em um bar e depois de uma taça de vinho, sem prejudicar a coletividade”.
A declaração foi dada nesta quarta-feira (10), durante o evento em que ele recebeu o título de doutor honoris causa em comunicação e cultura na Universidade de Turim, norte da Itália.
“Normalmente, eles [os imbecis] eram imediatamente calados, mas agora eles têm o mesmo direito à palavra de um Prêmio Nobel”, disse o intelectual.
Segundo Eco, a TV já havia colocado o “idiota da aldeia” em um patamar no qual ele se sentia superior. “O drama da internet é que ela promoveu o idiota da aldeia a portador da verdade”, acrescentou.
O escritor ainda aconselhou os jornais a filtrarem com uma “equipe de especialistas” as informações da web porque ninguém é capaz de saber se um site é “confiável ou não”.

Lula, O Operador! Ele está por trás da tramóia

lula operador
Para alguns setores do Itamaraty, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não se tornou um cidadão comum no Brasil ao deixar o poder, como é normal e razoável em países civilizados. No mês passado, o repórter  Filipe Coutinho requisitou, pela Lei de Acesso à Informação, documentos públicos relativos a negócios envolvendo a empreiteira Odebrecht. São documentos que já deveriam estar disponíveis para consulta por qualquer pessoa. Pelos critérios legais, o prazo para atendimento é de 20 dias corridos, prorrogáveis por mais dez. Quando os dois prazos se esgotaram, o Itamaraty informou ao repórter que precisaria de mais dez dias úteis para atendê-lo. A justificativa era que “a consolidação dos dados demandará trabalho adicional”. Nesta sexta-feira (12), o jornal O Globo revelou a verdade: a documentação já estava pronta, mas um diplomata tentava manipular as regras para torná-la inacessível.
O Globo mostrou um documento no qual o diplomata João Pedro Costa toma por base reportagens relativas às ligações entre Lula e a Odebrecht e escreve a um superior: “Estes documentos já seriam de livre acesso público”, diz. E complementa: “(…)o fato de o referido jornalista já ter produzido matérias sobre a empresa Odebrecht e um suposto envolvimento do ex-presidente Lula em seus negócios internacionais, muito agracederia a Vossa Excelência reavaliar a anexa coleção de documentos e determinar se há, ou não, necessidade de sua reclassificação para o grau de secreto.” Pelo que se depreende do documento, um funcionário do Itamaraty queria driblar a lei com o intuito de preservar Lula.
Época

Acreditem! Dilma diz que está “agoniada” com a inflação

dilma agoniada
A presidente Dilma Rousseff admitiu estar “bastante agoniada” com a inflação, que, segundo ela, é uma das coisas que mais a preocupa na atual conjuntura econômica do país.  A entrevista, concedida na tarde desta sexta-feira (12/6), será exibida no Programa do Jô, que vai ao ar na TV Globo, na madrugada deste sábado (13/6).
“Fico preocupada porque acho que vamos ter de fazer um imenso esforço. Nós iremos fazer o possível e o impossível para o Brasil voltar a ter inflação bem estável, dentro da meta. Este processo que estamos vivendo tem um tempo, ele não vai durar”, declarou.

ESQUEMA NO AR : Avião alvo do Gaeco pertence a condenado à prisão no Mensalão

Segundo Gaeco, avião pertence ao ex-deputado
federal Pedro Henry (foto ilustrativa)
Uma das aeronaves que foi alvo de busca e apreensão pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado), na manhã desta sexta-feira (12), na Operação "Overbooking", pertence ao ex-deputado federal Pedro Henry.
Trata-se de uma aeronave modelo PA-28R-200, número de série 28R-7435321, prefixos PT-KNL. Segundo fonte do Gaeco, o avião está registrado em nome do ex-deputado.
Henry relacionou a aeronave na declaração de bens feita ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral), em 2010. O valor do avião foi declarado em R$ 55 mil.
Ex-secretário de Estado de Saúde, Henry foi um dos condenados à prisão, pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, por participar do esquema conhecido como Mensalão.
A pena é de 7 anos e 2 meses, mais multa de R$ 932 mil. Atualmente ele cumpre pena em regime semiaberto.
Segundo apurou a reportagem, a aeronave teria sido usada para supostas prestações de serviços de táxi aéreo das empresas Sal Transporte e Turismo e WUE Taxi Aéreo, Transporte e Turismo Ltda, na execução do contrato firmado com a Secretaria de Estado de Administração (SAD), no ano de 2013.



R$ 8 milhões

O Gaeco deflagrou a operação na manhã desta sexta-feira (10), em busca de documentações para apurar suposta fraude em licitação e seus respectivos pagamentos, no montante de R$ 8 milhões, referentes à contratação de empresa de prestação de serviços de táxi aéreo para diversas Secretarias do Estado de Mato Grosso.

O Gaeco buscou os diários e livros de bordo que estão sendo utilizados e os que já foram arquivados, para obter todos os registros de voos realizados desde o dia 22 de fevereiro de 2013.

Além disso, os agentes do Gaeco procuraram toda e qualquer documentação referente a prestação de serviço das duas aeronaves à empresa Sal Transporte e Turismo – WUE Taxi Aéreo, Transporte e Turismo Ltda.

Tratam-se das aeronaves prefixos PT-EZT e PT-KNL, que estariam localizadas no hangar da Infraero, no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande.

De posse da documentação, o Ministério Público Estadual (MPE) irá confrontar os relatórios dos voos apresentados e os registrados no banco de dados do Departamento de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro.  

As fraudes teriam ocorrido nos anos de 2013 e 2014, durante a gestão do ex-governador Silval Barbosa (PMDB). Mídia News